Educadores

Ínicio : Química : Artigos : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do mais para o menos procurado)

Categoria: Química Artigos
Fazer Download agora!A Percepção de Professores e Estudantes sobre a Sala de Aula de Ensino Superior: expectativas e cons Popular Versão: 2010
Atualização:  24/7/2013
Descrição:
QUADROS, Ana Luiza de; LOPES, Cintia de Melo; SILVA, Fabio Augusto Brandão da; CORREA, Joane Mariela Miari; PIO, Jucelia Marisa; TORRES, Naira de Oliveira; PINTO, Patricia Leal; NOGUEIRA, Roberta Kelly.

A sala de aula é um espaço de formação humana, constituído pela diversidade e heterogeneidade. As relações pedagógicas que nela acontecem são impregnadas de subjetividade. Com o objetivo de entender, por meio de dados empíricos, quais são as percepções de estudantes e professores acerca das relações que se desenvolvem em sala de aula, aplicamos um instrumento de coleta de dados a professores e estudantes do curso superior de Química da Universidade Federal de Minas Gerais–UFMG. A nossa análise dos dados mostrou que as expectativas de estudantes e professores divergem em alguns pontos e que, provavelmente, não há um “contrato” preestabelecido sobre o papel de cada um. A afetividade, presente em toda relação humana, também permeia a relação professor/estudante, não sendo bem entendida. Há, inclusive, um certo “receio” de envolvimento quando a relação afetiva é vista como uma relação de amizade ou empatia.

Palavras-chave: Ensino superior. Relação professor e estudantes. Afetividade.

Downloads 388  388  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Ciência & Educação, v. 16, n. 1, p. 103-114, 2010  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Artigos
Fazer Download agora!Qualidade da Educação Científica na Voz dos Professores Popular Versão: 2011
Atualização:  7/8/2013
Descrição:
REZENDE, Flavia; DUARTE, Márcia Sampaio; SCHWARTZ, Luziane Beyruth; CARVALHO, Roberta Comissanha de

O objetivo desta pesquisa foi investigar os sentidos de qualidade atribuídos por professores do Ensino Médio ao ensino de ciências. O estudo baseia-se em um grupo focal realizado com nove professores das ciências naturais e de matemática de escolas públicas e privadas da cidade do Rio de Janeiro. A análise do discurso dos professores baseou-se na perspectiva sociocultural de Wertsch, que integra os conceitos fundamentais da filosofia da linguagem de Bakhtin. Inventariamos perspectivas de qualidade presentes nos discursos dos professores e seu diálogo com diferentes linguagens sociais. Apesar das diferenças entre contextos educacionais e linguagens sociais usadas pelos professores, percebemos um sentido negativo de qualidade atribuído por todos eles à educação científica. Assim, os professores enunciam o que seria a suposta qualidade por meio do discurso sobre sua falta. Identificamos tensões que problematizam suas perspectivas de qualidade acerca do currículo, do trabalho docente, da aprendizagem, das tecnologias e da legislação educacional.

Palavras-chave: Ensino de ciências. Professores. Análise do discurso. Qualidade de ensino.

Downloads 388  388  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Ciência & Educação, v. 17, n. 2, p. 269-288, 2011  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Artigos
Fazer Download agora!A Experiência de uma Formadora de Professores de Química: analisando suas ações e reflexões num curs Popular Versão: 2010
Atualização:  24/7/2013
Descrição:
ALTARUGIO, Maisa Helena; VILLANI, Alberto.

Objetivou-se analisar a experiência de uma formadora num curso de formação continuada para professores de Química, ocorrido numa universidade pública do estado de São Paulo, em 2004. Os dados apresentados surgiram da observação da prática da formadora e de suas reflexões, nas quais ela própria evidencia ideias, conflitos, angústias e impressões sobre suas ações durante o curso. Entre a prática da formadora e suas reflexões, surgem contrastes que irão se tornar nosso foco de investigação. Interpretamos esses contrastes como a atuação de elementos inconscientes que ora favorecem ora dificultam a sua prática e nos mostram que nem sempre a reflexão e a ação atuam na mesma direção. Defendemos uma prática reflexiva mais profunda e questionadora dos sujeitos como possibilidade para produzir melhores efeitos na formação e na atividade docente. Conceitos do referencial teórico psicanalítico de Freud e Lacan serviram de base para a análise dos dados.

Palavras-chave: Formação continuada de professores. Papel do formador. Educação e psicanálise. Reflexão docente.

Downloads 387  387  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Ciência & Educação, v. 16, n. 3, p. 595-609, 2010  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Artigos
Fazer Download agora!O Ensino de História da Química: Contribuindo para a Compreensão da Natureza da Ciência Popular Versão: 2008
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
OKI, Maria da Conceição Marinho; MORADILLO, Edílson Fortuna de

Relata-se um estudo de caso que teve como objetivo explorar as potencialidades de aproximação entre História e Filosofia da Ciência da educação científica mediante utilização do ensino de História da Química. Visou-se auxiliar os alunos na compreensão da natureza da ciência e no aprendizado de conceitos químicos. O estudo envolveu a intervenção de uma professora/investigadora numa disciplina de História da Química e teve caráter exploratório, com abordagem de pesquisa qualitativa. A análise dos resultados utilizou o modelo misto, com categorias analíticas definidas a priori, que nortearam as dimensões epistemológicas de análise e a identificação de categorias emergentes, construídas a partir das respostas dos alunos a questionários abertos. Os resultados obtidos confirmaram a importância do espaço dessa disciplina para os alunos conhecerem a natureza da ciência, adquirindo concepções menos simplistas e mais
contextualizadas sobre a ciência, apesar de alguma dificuldade na superação de concepções realistas ingênuas fortemente enraizadas em suas visões epistemológicas.

Palavras-chave: História e Filosofia da Ciência. Ensino de Química. Natureza da ciência.

Downloads 378  378  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Ciência & Educação, v. 14, n. 1  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Artigos
Fazer Download agora!Concepções sobre Currículo de Formadores de Professores: O Curso de Licenciatura em Química do Insti Popular Versão: 2011
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
MASSENA, Elisa Prestes; MONTEIRO, Ana Maria Ferreira da Costa

Neste artigo, discutimos as concepções de currículo de formadores de professores do curso de Química do Instituto de Química e da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Entendemos que o currículo resulta de uma construção social, por isso, temos a intenção de compreender como acontece a constituição do currículo do curso, com base em documentos e entrevistas com os sujeitos da pesquisa. O estudo mostrou que houve uma competição dos concursos por status, recursos e territórios entre o Instituto de Química e da Faculdade de Educação, quando o curso foi criado, assim como houve concursos internos na criação das disciplinas, dependendo do departamento de origem dos professores.

Palavras-chave: Curso de Licenciatura em Química. Professores. História do Currículo.

Downloads 374  374  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Quim. Nova, Vol. 34, No. 8  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Artigos
Fazer Download agora!Educação pela Pesquisa como Modo, Tempo e Espaço de Qualificação da Formação de Professores de Ciênc Popular Versão: 2002
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
GALIAZZI, Maria do Carmo, MORAES, Roque

O presente artigo propõe-se a reunir argumentos em favor do educar pela pesquisa como modo, tempo e espaço de formação docente. Iniciando-se por apresentar alguns princípios que fundamentam o educar pela pesquisa, mostra-se sempre com exemplificações práticas, como esses podem ser implementados pelo uso de um ciclo de pesquisa constituído por questionamento, argumentação e validação. Procurase mostrar também como esse encaminhamento da formação de professores possibilita uma educação com qualidade formal e política. Conclui-se o texto com alguns argumentos que sustentam que o educar pela pesquisa possibilita superar algumas limitações históricas dos cursos de formação de professores.

Palavras-chave: Educar pela Pesquisa. Formação de Professores de Ciências.

Downloads 373  373  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Ciência & Educação, v. 8, n. 2  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Artigos
Fazer Download agora!Concepções e ações de formadores de professores de Química sobre o estágio supervisionado: propostas Popular Versão: 2008
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
SILVA, Rejane Maria Ghisolfi da; SCHNETZLER, Roseli P.

O objetivo deste trabalho é investigar ações e concepções dos professores sobre as práticas de ensino pré-serviço em química. Neste sentido, leva em conta vários referenciais teóricos preocupados com a formação de professores, que baseiam na análise qualitativa de 18 entrevistas com 14 professores brasileiros e quatro portugueses. Os resultados revelam que as práticas de ensino pré-serviço em química foram realizadas longe de uma abordagem técnica, mostrando uma ruptura paradigmática e apresentando outra lógica relacionada com a formação de professores de química, que melhoraram a compreensão das práticas reais dos professores, já que estas foram moldadas por fatores complexos e fatores não pré-estabelecidos.

Palavras-chave: Pré-serviço em ensino de química. Formação inicial de professores. Ações e concepções de docentes.

Downloads 373  373  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Quim. Nova, Vol. 31, No. 8,  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Artigos
Fazer Download agora!Epistemologia em Sala de Aula: a natureza da ciência e da atividade científica na prática profission Popular Versão: 2010
Atualização:  24/7/2013
Descrição:
CHINELLI, Maura Ventura; FERREIRA, Marcus Vinícius da Silva; AGUIAR, Luiz Edmundo Vargas de.

Este artigo apresenta resultados de uma pesquisa que procurou identificar as diferentes concepções epistemológicas que se encontram incorporadas à prática profissional de professores de ciências. Como resultado, tem-se que existem, em diferentes proporções, convivendo nas escolas, concepções epistemológicas distintas, sugerindo a ocorrência de uma crise paradigmática que pode justificar dificuldades para o aprendizado das ciências. A pesquisa reafirma a necessidade de se incluírem estudos da epistemologia e da história das ciências nos cursos de formação de professores e acrescenta a necessidade de se incluírem estudos sociológicos sobre o currículo, tendo em vista o caráter social da construção do conhecimento no paradigma que busca se impor.

Palavras-chave: Concepções dos professores. Ensino de ciências. Epistemologia. Natureza da ciência.

Downloads 373  373  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Ciência & Educação, v. 16, n. 1, p. 17-35, 2010  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Artigos
Fazer Download agora!Diferentes Olhares Acerca dos Conhecimentos Necessários na Formação Inicial do Professor de Química Popular Versão: 2012
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
FARIAS, Sidilene Aquino de; FERREIRA, Luiz Henrique

Este estudo investigou diferentes entendimentos sobre as necessidades educacionais de um professor de Química, relacionados com o "conhecer" e o "know-how".
Verificou-se a convergência e divergência de percepções de estudantes do ensino médio a partir de que ponto a literatura e a legislação em educação. A pesquisa foi realizada em cinco estados do norte do Brasil. Os resultados mostram o pouco diálogo entre as instituições formadoras e escolas secundárias, uma vez que os diferentes entendimentos sobre as necessidades de formação vão em direções opostas.

Palavras-chave: Conhecimento Pedagógico. Formação Inicial. Necessidades Formativas.

Downloads 372  372  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Quim. Nova, Vol. 35, No. 4  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Artigos
Fazer Download agora!O Desenvolvimento Profissional da Docência na Formação de Professores Face a Utilização das Tecnolog Popular Versão: 2009
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
PICONEZ, Stela C. Bertholo; FILATRO, Andrea Cristina

Neste artigo, descrevemos as contribuições das abordagens de Design Instrucional e do Learning Design para a organização do trabalho pedagógico no STEA – Sistema Transversal Ensino-Aprendizagem que emprega recursos tecnológicos na educação apoiado pelos dados de pesquisa qualitativa e perspectivas teórico-descritivas, em um estudo de caso brasileiro. A abordagem pedagógica na qual o sistema está baseado permeia, em toda sua documentação e práxis: as teorias socioconstrutivistas de Piaget e Vygotsky, os estudos de Ausubel sobre organização dos conceitos prévios da aprendizagem significativa, a concepção de autonomia e liberdade de Paulo Freire, a tipologia conceitual dos conteúdos procedimentais e atitudinais de Zabala bem como a perspectiva andragógica de Knowles que fundamentam a tomada de decisões durante o processo de ensino. Contempla todos os processos de design instrucional - desde planejamento, concepção, implementação, execução e avaliação até a formação e avaliação contínua dos docentes em serviço. Confronta as etapas teórico-práticas do projeto com a abordagem de organização do trabalho pedagógico realizado em um sistema nacional de ensino-aprendizagem, ancorado em bases pedagógicas explícitas, elaborado através de duas décadas de investigação e de práxis. O estudo também inclui material didático produção e ações complementares de investigação acadêmica, contextualizada. Como resultado apresenta as reflexões sobre o projeto de aprendizagem, seus benefícios e desafios e suas contribuições para a inovação no campo da tecnologia educacional. O STEA foi construído de acordo com um modelo pedagógico cuja delimitação conceitual abraça objetivos, organização de conteúdos e metodologias relacionada a diferentes domínios do conhecimento. A elaboração desse modelo atende as necessidades educativas especiais de duas comunidades com características distintas de aprendizagem: a dos jovens e adultos em curso de ensino médio e a formação em ação de estagiários das licenciaturas.

Palavras-chave: Formação Educadores-estagiários. Design Instrucional. Design da Aprendizagem. Organização do Trabalho Pedagógico. Ambiente Virtual de Aprendizagem.

Downloads 357  357  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma ETD – Educação Temática Digital, Campinas, v.10, n  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 (19)