Educadores

Ínicio : Filosofia : Artigos : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do mais para o menos procurado)

Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!A dialética positivista de Caio Prado Júnior  Popular Versão: HTM
Atualização:  27/2/2012
Descrição:
VIANA, Nildo

A história do termo dialética é bem antiga. O significado da palavra mudou historicamente, assumindo várias formas. Hoje, a visão autodenominada marxista da dialética é predominante nos meios intelectuais. As origens intelectuais da dialética marxista são, principalmente, a dialética hegeliana e a filosofia de Feuerbach. Marx, partindo de Hegel e Feuerbach, vai constituir sua visão própria de dialética e irá fazer referências ao método dialético em algumas passagens. Ele pretendia escrever uma obra sobre dialética, mas, no entanto, não o fez. Isto deu margem para toda uma gama de interpretações e deformações da dialética marxista, que permanece até a atualidade, apesar de alguns poucos denunciarem este processo.

Palavras-chave: Dialética. Marx. Hegel. Feuerbach.

Downloads 4642  4642  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista Espaço Acadêmico  Site http://www.espacoacademico.com.br/070/70esp_viana.htm
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!Revolução ou revolta? (Um retorno a Albert Camus em seis pontos) Popular Versão: PDF
Atualização:  10/4/2012
Descrição:
LIMA, Raymundo de

Do ponto de vista histórico e existencial, diante das injustiças dos homens e das tragédias do mundo, os movimentos político-sociais se dividem entre duas atitudes de lutas: a revolta e a revolução. Este busca apresentar os significados destas atitudes no pensamento existencialista de Camus.

Palavras-chave: Revolução. Revolta. Camus. Movimento.

Downloads 4200  4200  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista Espaço Acadêmico  Site http://www.espacoacademico.com.br/086rea.htm
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!A loucura e o cogito de Descartes: um diálogo entre Derrida e Foucault Popular Versão: PDF
Atualização:  25/4/2013
Descrição:
VANDRESEN, Daniel Salésio

Este artigo apresenta o diálogo, um tanto conflitante, entre Foucault e Derrida sobre a relação entre a loucura e o Cogito de Descartes. O primeiro passo é dado por Derrida, o qual crítica Foucault por não ter percebido que Decartes não excluiu a loucura, mas que o cogito é valido mesmo se o pensamento é louco. Foucault responde, reafirmando a exclusão da loucura por parte de Descartes, pois o sujeito que se põe a meditar durante o processo do cogito não pode ser louco, porque a loucura é justamente a não possibilidade de fazer este percurso de meditação. Portanto, esse artigo defende a tese de que a loucura desqualifica o sujeito e o impede de realizar o processo do cogito.

Palavras-chave: Cogito. Loucura. Foucault.

Downloads 4177  4177  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://aufklarungsofia.wordpress.com/2011/03/10/a-loucura-e-o-cogito-de-descartes-um-dialogo-entre-d
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!Hegel e a dialética como movimento necessário no interior da arte Popular Versão: PDF
Atualização:  10/4/2012
Descrição:
SANTOS, Paula Regina Farias dos

Este trabalho tem como função fazer uma análise sobre o percurso dialético promovido pela arte no interior da estética hegeliana. Desse modo, faz-se necessário acrescentar o papel primordial da história da arte, do movimento histórico desta como manifestação cultural de um povo, na qual as diversas formas de obra de arte representam a tentativa de adequar o conteúdo espiritual à forma material. Hegel, dessa forma, entende a unidade histórica, portanto dialética, como unidade da ideia. Além do mais, o filósofo acredita que o conhecimento que o espírito possui de si mesmo só é possível a partir da sua efetividade entendida como verdade. A análise tem como principal recurso Os cursos de Estética, nos quais Hegel expõe de maneira minuciosa a trajetória do espírito, desde o mundo prosaico até sua elevação e representação através do conteúdo artístico.

Palavras-chave: Hegel. Dialética. Movimento. Arte.

Downloads 4077  4077  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma  Revista Contradictio  Site http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php/contradictio/issue/view/1233
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!A filosofia da ciência, de H. Hertz (1857-94) Popular Versão: PDF
Atualização:  2/5/2012
Descrição:
ABRANTES, Paulo Cezar Coelho

Neste trabalho não pretendemos ir além das breves indicações sobre a influência de Hertz enquanto filósofo da ciência. Nosso intuito é o de explorar a articulação entre seu trabalho científico e suas análises metacientíficas.

Palavras-chave: Hertz. Filosofia da ciência. Empirismo. Lógica.

Downloads 3780  3780  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Évora  Site http://stoa.usp.br/daros/files/2856/16657/Hertz.PDF
Avaliação: 8.00 (3 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!Retrato atual do ensino de filosofia e do uso do texto clássico de filosofia nas escolas públicas do Popular Versão: PDF
Atualização:  7/5/2012
Descrição:
Vieira, Wilson José
Horn, Geraldo Balduíno

A compreensão do sentido e lugar do texto clássico de filosofia nas aulas de filosofia do Ensino Médio é a questão central de que trata este artigo. A reinserção da filosofia como disciplina obrigatória do currículo do Ensino Médio em todo território nacional e, particularmente, a forma como vem ocorrendo no Estado do Paraná, foi determinante para a realização da análise proposta. Apresenta-se um diagnóstico sobre o modo como a filosofia está inscrita enquanto disciplina curricular nas escolas públicas paranaenses, bem como uma análise da maneira como os professores entendem o uso do texto clássico nas aulas de filosofia. O levantamento empírico foi realizado entre agosto e dezembro de 2010, a partir de questionários respondidos por 148 (aproximadamente 10%) professores da rede pública de ensino do Estado do Paraná, de um total de 1377 questionários enviados. Em 2010, a disciplina de filosofia, em função da Lei 11.684/08, que torna obrigatório o seu ensino no Ensino Médio, passa a figurar em todas as 1429 escolas com Ensino Médio e, ao menos, em duas séries. Em relação à parte referente ao uso do texto, foi possível depreender que, de alguma forma, os textos de filosofia estão presentes nas salas de aula, mas que nem sempre a formação possibilita condições efetivas de trabalho com o texto filosófico.

Palavras-chave: Ensino de filosofia. Ensino Médio. Metodologia. Textos clássicos de filosofia.

Downloads 3671  3671  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista Dialogia  Site http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v24n64/22830.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!Epistemologia Popular Versão: PDF
Atualização:  9/3/2012
Descrição:
GRAVLING, Anthony Clifford

A epistemologia, também chamada teoria do conhecimento, é o ramo fa filosofia interessado na investigação da natureza, fontes e validade do conhecimento. Entre as questões principais que ela tenta responder estão as seguintes. O que é o conhecimento? Como nós o alcançamos? Podemos conseguir meios para defendê-lo contra o desafio cético? Essas questões são, implicitamente, tão velhas quanto a filosofia, embora seu primeiro tratamento explícito seja o encontrado em Platão (427-347 AC), em particular no Theaetetus. Mas primordialmente na era moderna, a partir do século XVII em diante - como resultado do trabalho de Descartes (1596-1650) e Locke (1632-1704) em associação com a emergência da ciência moderna - que a epistemologia tem ocupado um plano central na filosofia.

Palavras-chave: Epistemologia. Ceticismo. Teoria do Conhecimento.

Downloads 3301  3301  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!Por que uma ética do futuro precisa de uma fundamentação ontológica segundo Hans Jonas Popular Versão: PDF
Atualização:  29/5/2013
Descrição:
OLIVEIRA, Jelson Roberto de

O objetivo deste artigo é investigar quais são as bases ontológicas da ética do futuro, tendo como <e>leitmotiv</em> o conceito de reciprocidade ou, sendo mais preciso, justamente a sua prescindibilidade no âmbito ético, a qual repercute como necessidade ontológica de fundamentação. Partiremos de uma análise do próprio conceito de “ética do futuro” para, explicitar, na sequência, por que, com Jonas, o futuro se torna objeto ético e como ele exige a prescindibilidade da reciprocidade. A partir daí, pretendemos mostrar que a fundamentação ontológica da ética é o caminho de solução para o problema da ausência de reciprocidade e de que modo ela se constitui como crítica àquilo que Jonas chama de dois dogmas da filosofia: “nenhuma verdade metafísica” e “nenhum caminho do é para o deve” (PR, p. 95). Por isso, finalmente, tentaremos mostrar que é contra esses dogmas que se ergue a proposta jonasiana, fundamentada numa metafísica racional que nada mais é do que uma ontologia biológica.

Palavras-chave: Futuro. Responsabilidade. Hans Jonas. Ontologia. Ética.

Downloads 3265  3265  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista de Filosofia Aurora  Site http://www2.pucpr.br/reol/index.php/RF?dd1=412
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!A ilusão do sufrágio universal Popular Versão: PDF
Atualização:  5/3/2012
Descrição:
BAKUNIN, Mikhail

Os homens acreditavam que o estabelecimento do sufrágio universal garantia a liberdade dos povos. Mas infelizmente esta era uma grande ilusão e a compreensão da ilusão, em muitos lugares, levou à queda e à desmoralização do partido radical. Os radicais não queriam enganar o povo, pelo menos assim asseguram as obras liberais, mas neste caso eles próprios foram enganados.

Palavras-chave: Sufrágio universal. Política. Eleição. Liberdade.

Downloads 3258  3258  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Domínio Público  Site http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=2298
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!Filosofia da práxis e (neo)pragmatismo. Popular Versão: 
Atualização:  16/9/2011
Descrição:
SEMERARO, Giovanni

Este artigo apresenta-se como um contraponto às interpretações que evidenciam as convergências entre filosofia da práxis e (neo)pragmatismo. Embora não desconsidere alguns pontos de contato entre as duas concepções, ao resgatar a filosofia da práxis delineada por Gramsci mostra as profundas divergências entre este e o pragmatismo americano. Em seguida, analisa a filosofia de Rorty, que procura construir vinculações entre o pragmatismo, particularmente de Dewey, e o pensamento pós-moderno. São destacadas diversas contradições presentes nos escritos de Rorty, sua funcionalidade ao discurso dominante e o contraposto projeto de sociedade em relação às propostas político-pedagógicas que derivam de uma filosofia da práxis que vem se renovando no Brasil e na América Latina.

Palavras-chave: Filosofia da práxis. Pragmatismo. Rorty.

Downloads 2691  2691  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.scielo.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 (3) 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 »