Educadores

Ínicio : Filosofia : Artigos : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Data (novos listados primeiro)

Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!Procrusto Popular Versão: 
Atualização:  3/9/2013
Descrição:
DURRENMATT, Friedrich

Na localidade de Coridalos viviam muitos gigantes e homens crescidos normais. Disso decorria que os homens maiores, os gigantes, subjugavam os homens menores. Como Coridalos ficava na região da Ática, soprou até lá um hálito de razão vindo de Atenas, inspirando o gigante Polípemo, que era particularmente grande, a pensar. Durante várias semanas ele andou pensativo pela paisagem, refletindo sobre a desigualdade dos homens.

Palavras-chave: Procustro. Ética. Dominação.

Downloads 631  631  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFSC  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!Utilitarismo Kantiano? Popular Versão: PDF
Atualização:  3/9/2013
Descrição:
DALL'AGNOL, Darlei

No recente ensaio "Could Kant Have Been a Utilitarian", Hare insistiu, mais uma vez, na compatibilidade entre a ética kantiana e o utilitarismo (cf. 2000: 147s.; ver também: 1963: 124; 1981: 4; 1993: 187). Na comunicação apresentada na última ANPOF, tentei argumentar que a outra sugestão de Hare, feita também naquele artigo, a saber, que Kant poderia ter sido um utilitarista é enganadora (cf. Dall’Agnol 2000b: 39). Uma razão para pensar assim é que mesmo que na ética kantiana exista, como Hare corretamente salientou, uma preocupação com a felicidade alheia, esta é apenas um dever imperfeito, isto é, seu não cumprimento não produz culpa, mas apenas mostra uma deficiência no valor moral do agente (MS: 390).

Palavras-chave: Utilitarismo. Kant. Ética.

Downloads 771  771  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFSC  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!Shcopenhauer e a "liberdade de ser o que se é": por uma alegoria de Kafka em um artista da fome Popular Versão: 
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
CHEVITARESE, Leandro

Uma alegoria de Kafka é apresentada, a qual pode ser encontrada em uma de suas histórias chamada “Um Artista da Fome”. A intenção desta apresentação é mostrar o conceito filosófico de Schopenhauer na “liberdade de ser o que se é”. Uma pesquisa tem sido feita nos temas de Schopenhauer sobre responsabilidade, arrependimento.

Palavras-chave: Liberdade. Vontade. Responsabilidade.

Downloads 1901  1901  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUCPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!O “Conhecimento em geral” nos Juízos de Conhecimento Empíricos e nos Juízos de Gosto Puros Popular Versão: 
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
BRADL, Beate

O “Conhecimento em geral” nos Juízos de Conhecimento Empíricos e nos Juízos de Gosto Puros: Reflexões sobre o Parágrafo 21 da Crítica do Juízo. A estética filosófica é, para Kant, uma teoria dos juízos puros de gosto, da forma ‘este X é belo’, e daquele julgar que toma por base o juízo dos objetos belos a partir de uma capacidade de gosto própria do ser humano. Em consequência disso, Kant trata os juízos de gosto como um tipo particular de juízo. Quando consideramos a beleza num objeto, nós conhecemos isso de um modo não conceitual. Mais exatamente, o juízo se relaciona apenas ao sujeito e afirma que este, no encontro com o objeto, sente um sentimento de prazer. Um tal juízo que, num primeiro momento, nada informa acerca do objeto, mas sobre o estado momentâneo de um sujeito, é chamado por Kant de juízo estético.

Palavras-chave: Crítica do juízo. Kant. Juízos. Teoria do conhecimento.

Downloads 565  565  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFSC  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!O Tractatus de Wittgenstein como obra de iniciação Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
PINTO, Paulo Roberto Margutti

Este trabalho constitui um resumo da interpretação global do Tractatus apresentada em meu livro Iniciação ao silêncio, publicado em 1998, e procura mostrar que este texto de Wittgenstein é de fato uma obra de iniciação, no sentido de expressar uma experiência que envolve a complementaridade entre “morrer” e “renascer”. A ideia central é a de que a crítica da linguagem, quando levada às suas últimas consequências, desemboca no suicídio do discurso filosófico (morte), abrindo assim caminho para uma clarificação conceitual de caráter lógico que culmina na contemplação silenciosa do sentido da vida (Renascimento).

Palavras-chave: Wittgenstein. Tractatus. Lógica. Crítica da linguagem. Ética. Misticismo.

Downloads 687  687  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista Filosofia Unisinos  Site http://www.unisinos.br/publicacoes_cientificas/filosofia/index.php?option=com_content&task=view&id=7
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!O Ser da Ciência e a Ciência do Ser na Filosofia de Descartes Popular Versão: 
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
FORLIN, Enéias

O presente artigo busca mostrar como, na filosofia cartesiana, o esquema de fundamentação do conhecimento (tal como é exposto, sobretudo, nas Meditações) reproduz fielmente a estrutura ontológica do ser, na qual a realidade contingente e imperfeita depende da realidade necessária e perfeita. A insistência na exposição deste vínculo entre epistemologia e ontologia pretende enfatizar que jamais devemos esquecer que a teoria do conhecimento do Século XVII ainda não é a epistemologia de nossa época.

Palavras-chave: Teoria do conhecimento. Razão. Verdade. Necessidade. Contingência.

Downloads 1608  1608  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!O que significa ser cético? Popular Versão: 
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
BIZARRO, Sara

David Hume é tradicionalmente classificado como um filósofo céptico e até mesmo irracionalista. Mas, o que significa ser um céptico? Neste ensaio vou tentar clarificar em que sentido é que Hume pode ser considerado um céptico e que tipo de cepticismo lhe pode ser coerentemente atribuído.

Palavras-chave: Cético. David Hume. Teoria do conhecimento.

Downloads 648  648  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFSC  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!O mito midiático - Um sobrevoo teórico  Popular Versão: 
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
FERNANDES, Thareja

"Quando o conteúdo do mito e da fantasia passa a dirigir nosso estudo do homem, o âmbito da investigação expande-se vertiginosamente". (Theodore Roszak)

Palavras-chave: Mito midiático. Ideologia. Contracultura. Cultura de massa.

Downloads 1253  1253  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFBA  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!O lugar dos sentimentos na ética de Jean-Jaques Rousseau Popular Versão: 
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
ESPÍNOLA, Arlei de

O texto explora vários aspectos da fundamentação da ética de Rousseau, mostrando seu elo e seu distanciamento de alguns dos interlocutores do filósofo. Seu alvo maior, entretanto, reside em destacar a necessidade de Rousseau ser lido com cuidado a fim de que se possa evitar equívocos e captar o sentido mais profundo de sua reflexão.

Palavra chave: Filosofia moral. Ética. Iluminismo. Razão. Sentimentos.

Downloads 1013  1013  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista Filosofia  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Artigos
Fazer Download agora!O Futebol é o ópio do povo? Popular Versão: 
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
BRASILIO, Wilson; GERBER, João

Este artigo pretende colocar em discussão a manipulação das grandes corporações televisivas junto à sociedade, como foco do problema, a massificação do produto futebol, utilizado como valiosa mercadoria que atende perfeitamente a lógica do capital, pois, assim se perpetuou durante muitos anos como forma prazerosa de lazer que faz esquecer todas as dificuldades da vida, quem quer se preocupar? Melhor nos entregarmos ao real quase irreal e espetaculoso mundo criado pela mídia. O prazer momentâneo incutido no futebol não acontece apenas com implicações pacificas e tranquilas, muitos problemas surgem do fanatismo exacerbado da população, além de desviar a atenção de milhões de alienados para questões importantes como a educação e a saúde que acabam sendo deixadas para segundo plano.

Palavras-chave: Futebol. Ópio. Alienação. Mídia. Devoção. Ideologia.

Downloads 1375  1375  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Cipead - UFPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 (2) 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 »