Educadores

Ínicio : Ensino Religioso : Artigos : 

santo daime (0)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!"A Concepção Vitalista da Salvação" no Brasil: As Novas Religiões Japonesas e o Pentecostalismo Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
YAMADA, Masanobu

A Concepção Vitalista da Salvação tem sido apontada como um caráter distinto das novas religiões japonesas. No entanto, não se tem discutido como seria o desenvolvimento dessa concepção em um contexto cultural diferente. Este artigo investigará os brasileiros convertidos às novas religiões japonesas (Seicho-no-ie, Perfect Liberty e Tenrikyo) e as comparará com religiões pentescostais (Movimento de Renovação Carismática e Igreja Universal do Reino de Deus). Os brasileiros que se converteram às novas religiões japonesas apresentam quatro pontos dessas que diferem de suas religiões anteriores: a) inovação de ritual e oração; b) mais amabilidade do que a igreja católica; c) mudança da imagem de Deus; d) liberação do pecado. Embora não possuam a Concepção Vitalista da Salvação, esses pontos também podem ser encontrados nos casos do pentecostalismo.

Downloads 1112  1112  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma REVER  Site http://www.pucsp.br/rever/rv3_2004/t_yamada.htm
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!"Bye Bye, Brasil": o Declínio das Religiões Tradicionais no Censo 2000 Popular Versão: PDF
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
PIERUCCI, Antônio Flávio

No campo das religiões em nosso País, estamos diante de mudanças sociais aceleradas. Elas são principalmente culturais, mas têm importante dimensão demográfica e é justamente para salientar a significação sociológica mais ampla dessa dimensão populacional inevitável, que o artigo elege o ponto de vista do declínio demográfico de três das nossas religiões tradicionais: o catolicismo, o luteranismo e a umbanda. São mutações socioculturais de monta essas que o censo demográfico de 2000 descreve com números checados e rechecados por pessoal técnico da maior competência, dotados, por isso, da vantagem comparativa de ser altamente confiáveis, diferindo nesse aspecto dos dados quantitativos que circulam normalmente na mídia, provenientes não raro de fontes religiosas de (des)informação.

Downloads 1038  1038  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.iea.usp.br/iea/revista/coletaneas/religioes/index.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!A Ação Católica nas Páginas da REB - Revista Eclesiástica Brasileira (1941-1962) Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
FIGUEIREDO, Eduardo David

A estrutura de formação do catolicismo e sua solidificação em terras brasileiras recebeu influência de uma força opressora que o poder eclesiástico produziu para combater a heresia, o chamado tribunal do Santo Ofício. O Brasil defrontou-se por vezes com o poderio desse tribunal, o qual julgou e condenou brasileiros, em sua maioria comerciantes e pessoas com alto poder financeiro, que foram obrigados a deixar seu patrimônio nas mãos da Santa Madre Igreja Romana.

Downloads 582  582  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma ABHR  Site http://www.abhr.org.br/?page_id=57
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!A Arte do Congado e Moçambique do Sapé Representado no Instituto Cultural Inhotim Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
JUNIOR, Delson Aguinaldo de Araújo

Quero falar do “quilombo” do Sapé. O assunto é muito grande, mal acabamos de enquadrá-lo em categorias e linhas gerais, já o vemos subdividir-se em múltiplas direções com abordagens até mesmo infinitas. Entre as várias análises que poderíamos fazer em relação à Comunidade do Sapé, aprofundaremos nas raízes culturais e religiosas do mesmo. A unidade de espaço estabelecida será a região do Sapé e Marinhos. Lembrando que Marinhos, falaremos em uma segunda estância. E por fim abordaremos a unidade de ação através da percepção e perspectiva que o Sapé transmite para o outro através de suas raízes culturais expressas no congado, ações esta que influenciaram os artistas americanos a representá-los no segundo maior museu de arte contemporânea da América, o Instituto Cultural Inhotim. Por fim trabalharemos com a influencia dos negros desta região na constituição da igreja do Sapé em especial a via sacra que é constituída por elementos negros. A Comunidade do Sapé encontra-se na cidade de Brumadinho, cidade localizada na zona metalúrgica de Minas Gerais. A comunidade é conhecida como “quilombo” do Sapé, por ser constituída apenas por negros. Não tendo ligação com movimentos revoltosos no período escravistas, pois a comunidade se formou após a abolição.

Downloads 628  628  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma ABHR  Site http://www.abhr.org.br/?page_id=57
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!A Arte, a Arquitetura e o Sagrado Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
ABUMANSSUR, Edin Sued

O belo só surge nas reflexões dos teólogos cristãos no bojo das discussões sobre a possibilidade e formas do conhecimento de Deus. A questão estética é vista a partir deste ângulo gnosiológico. O pensamento iconoclasta, que não reconhece no mundo sensível um caminho seguro em direção a Deus, encontrou na arte abstrata a sua mais acabada expressão. Porém, diante do problema do conhecimento de Deus, suas possibilidades e formas, a arquitetura não pode ser avaliada pelo mesmo registro das artes plásticas. Por não buscar representar a Deus da mesma maneira que uma escultura ou uma pintura, a arquitetura religiosa seguiu um caminho próprio, paralelo às querelas iconoclastas. As religiões pentecostais nas grandes metrópoles têm se utilizado de edifícios construídos para outros fins, teatros, oficinas, supermercados, garagens de automóveis. A novidade no uso desses edifícios está no entendimento de seu caráter provisório. Agora a provisoriedade é, ela mesma, parte do espaço sagrado. Essa arquitetura não chega a ser religiosa mas o uso religioso desses edifícios fala de um sagrado. Há uma convergência entre a maneira como a arte abstrata e o espaço sagrado são experimentados. Gerações futuras poderão entender o espírito religioso atual olhando para essas igrejas? O que poderão dizer a respeito?

Downloads 1425  1425  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFGRS  Site http://www.seer.ufrgs.br/index.php/CienciasSociaiseReligiao/article/view/2165
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!A barquinha e suas interfaces - cartografia das influências e mutações religiosas Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
SOUZA, Mônica Dias de

Este trabalho tem por objetivo investigar a composição religiosa da barquinha, fundada na década de 1940 no Acre. Ela é fundada por Daniel Pereira de Mattos, originário do Maranhão. Sua liturgia é orientada pela crença na comunicação com o mundo dos mortos intermediada por um panteão de entidades cristãs, como santos, Jesus Cristo e a Virgem Maria; também por encantos, pretos-velhos e caboclos. O uso da ayahuasca bebida tradicionalmente utilizada por diferentes tribos indígenas amazônicas, denominada pelo grupo como “Daime”, é também veículo de comunicação metafísica. O interesse é compreender os arranjos religiosos historicamente instituídos pelo grupo ao longo de sua trajetória que resultou em divisões e recriações de novos paradigmas doutrinários. Aqui a reflexão baseia-se, principalmente, no grupo fundado por Francisca Gabriel, que participou do grupo original fundado por Daniel durante 34 anos e fundou seu próprio grupo em 1996. A escolha 2 reflete, sobretudo, o interesse em observar a nuance religiosa umbandista que determina em parte a ruptura com o grupo de origem e institui sua distinção.

Downloads 456  456  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma ABHR  Site http://www.abhr.org.br/?page_id=57
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!A Batalha Espiritual e o Erotismo Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
BESSA, Daniela Borja

Neste trabalho será analisada a "batalha espiritual", forte movimento espiritual presente no neopentecostalismo brasileiro, mostrando sua relação com o erotismo. Mostramos que o feminino é objeto constante de demonização, seja do corpo, seja das palavras, seja das atitudes as mulheres. O movimento da batalha espiritual repreende não apenas a sensualidade (olhares, gestos e roupagem são razões para se suspeitar de possessões demoníacas), como também comportamentos femininos que estigmatiza como pouco adequados à mulher cristã (que deveria ser atrelada à submissão, à dependência, à docilidade). Entretanto, paradoxalmente, é o feminino o principal difusor do movimento da batalha espiritual. As mulheres são suas principais lideranças e suas ardorosas difusoras; de demonizadas, tornam-se soldados na batalha da moderna "caça às bruxas".

Palavras-chave: Batalha espiritual. Feminino. O demoníaco. Corpo.

Downloads 579  579  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma REVER  Site http://www.pucsp.br/rever/rv1_2006/t_bessa.htm
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!A Busca pelo Sagrado: O mito do herói e os ritos de passagem Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
AMADO, André Miele

O rito de passagem ou de iniciação é um rito que marca a transição de um status social ou sexual a outro. Ritualmente reproduz o nascimento, a saída do bebê da barriga da mãe e a entrada para uma nova realidade. Assim como no nascimento, o rito de passagem exige o desprendimento, esforço, sacrifício. Em algumas culturas tais ritos são acompanhados de escarificações e privações.

Downloads 628  628  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma ABHR  Site http://www.abhr.org.br/?page_id=57
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!A celebração da Páscoa judaica e as tradições culturais - simbologia e significado Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
TOMAZ, Paulo César; PELEGRINI, Sandra de Cássia Araújo

A Páscoa Judaica ou Pêssach é uma festa religiosa comemorada pelo povo judeu, evocando a passagem da escravidão no Egito para a condição de liberdade, conforme evento descrito na Torah (Livro Sagrado dos Judeus). Essa festa religiosa é comemorada anualmente pelos judeus em todo o mundo, sendo sua presença também observada por seus descendentes aqui no Brasil através das Sinagogas Judaicas, como a do Centro Israelita do Paraná (CIP) em Curitiba, por exemplo. A festa reúne todos os anos, durante o mês de abril, as famílias e os amigos em torno da mesa de Pêssach, onde se segue um cuidadoso ritual de preparação com orações e uma culinária específica para a ocasião. Tal celebração religiosa faz parte integrante do patrimônio cultural brasileiro, o qual merece ser conhecido e estudado em sua simbologia e significado, embora o governo brasileiro, desde a década de 1930, não tenha priorizado as contribuições dos imigrantes na formação cultural brasileira.

Downloads 805  805  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/st1.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!A coleção “Redescobrindo o universo religioso”: “O quê?” e o “Para quê?” do ensino de religião na es Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
GILZ, Claudino; JUNQUEIRA, Sérgio Rogério Azevedo

O presente artigo tem como objetivo discutir “o quê?” e o “para quê?” do ensino de religião na escola e na formação do professor por meio de elementos colhidos de uma pesquisa realizada recentemente com professores escritores e não-escritores da Coleção “Redescobrindo o Universo Religioso”. Não obstante às manifestações favoráveis e contrárias à presença do Ensino Religioso no currículo escolar por ocasião da promulgação da nova LDB/96, “o quê?” e o “para quê?” ensinar religião trazem consigo questionamentos pertinentes e atuais.

Downloads 1046  1046  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/st6.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 »