Educadores

Ínicio : Ciências : Artigos : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do pior para o melhor avaliado)

Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!O lugar e as escalas e suas dimensões horizontal e vertical nos trabalhos práticos: implicações para Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
COMPIANI, Maurício

A Geologia apresenta epistemologia e prática escolar peculiares, em que a categoria de lugar e as escalas de observação, com suas dimensões horizontal e vertical, trazem implicações novas para o ensino de ciências e educação ambiental. No ensino de Ciências, enfocar o lugar e o ambiente (o global) traz outro olhar para os trabalhos de campo. A escala é problematizada como estratégia de aproximação e apreensão do real. Duas experiências, no Brasil e na Venezuela, são apresentadas para mostrar a temática do trabalho.

Palavras-chave: Ensino de Ciências. Educação ambiental. Trabalhos de campo. Lugar. Escalas de observação.

Downloads 1809  1809  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Ciência & Educação, v. 13, n. 1, p. 29-45, 2007  Site http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v13n1/v13n1a03.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!O papel da natureza da ciência na educação para a cidadania Popular Versão: pdf
Atualização:  20/11/2014
Descrição:
PRAIA, João; GIL-PEREZ, Daniel; VILCHES, Amparo

O presente trabalho tem como propósito uma nova contribuição para o debate que vem se desenvolvendo, já faz algum tempo, em volta do papel da natureza da ciência na educação científica e, em particular, na formação de uma cidadania para a participação na tomada de decisões.

Palavras-chave: Natureza da ciência e da tecnologia. Alfabetização científica. Imersão na cultura científica e tecnológica. Relações Ciência-Tecnologia-Sociedade-Ambiente (CTSA). Educação para a cidadania.

Downloads 2446  2446  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Ciência & Educação, v. 13, n. 2, p. 141-156, 2007  Site http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v13n2/v13n2a01.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!Avaliação e Teste de Explicações na Educação em Ciências Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
PAULA, Helder de Figueiredo; BORGES, Antônio Tarciso

Estudantes do Ensino Fundamental atribuem aos experimentos a função avaliar a qualidade, em termos de adequação às evidências, de uma explicação ou teoria? Afinal, como os estudantes concebem o processo de avaliação de teorias ou explicações? Que função eles atribuem aos experimentos nesse contexto? Neste artigo, tratamos dessas questões com base em dados obtidos por meio de uma entrevista semi-estruturada com estudantes da 7ª série do Ensino Fundamental.

Palavras-chave: Ensino de Ciências. Experimentação. Teoria e Evidência. Natureza das Ciências.

Downloads 1919  1919  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Ciência & Educação, v. 13, n. 2, p. 175-192, 2007.  Site http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v13n2/v13n2a03.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!Despertando os Sentidos da Educação Ambiental Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
MATAREZI, José

Neste artigo, a partir da perspectiva crítica, transformadora e emancipatória da educação ambiental, são apresentados alguns resultados do programa Trilha da vida: (re)descobrindo a natureza com os sentidos, criado e desenvolvido desde 1997, pelo LEA/CTTMar/Univali em parceria com a Facinor e a ONG Voluntários pela Verdade Ambiental. A Trilha da Vida enquanto proposta de educação ambiental comunitária e em unidades de conservação, não deve ser confundida como mera atividade de sensibilização, ultrapassando em muito esta dimensão e apontando para objetivos educacionais, conservacionistas e terapêuticos. A Trilha da vida atualmente está sendo implementada em diversos locais através de uma rede de núcleos disseminadores da metodologia. Este processo exige uma formação continuada para as equipes executoras em cada um dos seus núcleos disseminadores. Uma breve fundamentação do programa à luz dos chamados "experimentos educacionais transdisciplinares" é apresentada como forma de romper com a anestesia e perda de sentidos generalizados das sociedades de consumo no mundo globalizado. Por fim é evidenciado o seu potencial transformador e emancipatório a partir de algumas categorias originadas de relatos de grupos que vivenciaram a Trilha da vida.

Palavras-chave: Vivências. Sentidos. Complexidade. Experimento Educacional. Transdisciplinaridade.

Downloads 2091  2091  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Educar Ctba. UFPR, jan./jun. 2006, n.27, p.181-199  Site http://www.scielo.br/pdf/er/n27/a12n27.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!Rumos da Formação de Professores para a Educação Ambiental Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
GOUVEA, Giana Raquel Rosa

O presente trabalho tem como objetivo refletir sobre a importância do investimento humano e conceitual na inserção da educação ambiental no processo de formação de professores. Trata-se de um estudo de caso, de natureza empírica, realizado em dois centros universitários localizados em Lorena e Barra Mansa, que atuam significativamente, na formação de professores da região. No processo de coleta de dados, foram atendidas as premissas que norteiam um estudo de caso, segundo YIN (2001), bem como fontes de evidências variadas. Os dados receberam tratamento quantitativo e qualitativo, dependendo da natureza da evidência. Nesse sentido, o estudo revela que, embora os professorandos que participaram da pesquisa tivessem pouca ou nenhuma noção da importância do trabalho de educação ambiental, tal situação pode ser alterada, inclusive no tocante às discussões que ocorrem no ambiente universitário e no replanejamento de planos e projetos pedagógicos dos cursos vocacionados para a formação de professores. Dessa forma, a reflexão constante sobre "o que preciso saber para ensinar?", "por que e para quem ensinar?" caminha juntamente com o "como ensinar?" na construção de um saber ambiental embasado pelo compromisso social e humano necessário à formação dos professores e à superação da dispedagogia ambiental.

Palavras-chave: Educação ambiental. Formação de professores. Dispedagogia ambiental.

Downloads 2671  2671  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Educar, Curitiba, n. 27, p. 163-179, 2006. Editora  Site http://www.scielo.br/pdf/er/n27/a11n27.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!O entendimento de conceitos de astronomia por alunos da educação básica: o caso de uma escola públi Popular Versão: pdf
Atualização:  8/10/2012
Descrição:
MACHADO, Daniel Iria; SANTOS, Carlos dos

Apresentam-se os resultados de uma investigação sobre a compreensão de conceitos astronômicos básicos, da qual participaram 561 estudantes da quinta série do Ensino Fundamental ao terceiro ano do Ensino Médio de uma escola pública da cidade de Foz do Iguaçu. Um teste com 20 questões de múltipla escolha foi aplicado para identificar as concepções mais comuns expressadas pelos alunos. Esse instrumento de coleta de dados foi elaborado com base na literatura sobre concepções alternativas e abordou os seguintes temas: o ciclo dia-noite; os fusos horários; as estações do ano; as fases da Lua; o movimento da Lua; o movimento aparente do Sol na esfera celeste; os eclipses; as dimensões e distâncias no Universo; o brilho das estrelas e sua observação da Terra. Embora se tenha verificado um pequeno progresso na proporção de respostas cientificamente aceitáveis ao se cotejar a oitava série do Ensino Fundamental com a quinta, e a terceira série do Ensino Médio com a primeira, houve o predomínio de concepções alternativas em relação à maior parte dos temas explorados, as quais persistiram até o último ano da Educação Básica. A comparação com dados encontrados em investigações realizadas em outros contextos socioculturais revelaram, em muitos aspectos, noções e dificuldades similares manifestadas pelos estudantes.
Palavras-chave: ensino de Astronomia; concepções alternativas.


Downloads 705  705  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma RELEA, n. 11, p. 7-29, 2011  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!As constelações indígenas brasileiras Popular Versão: pdf
Atualização:  8/10/2012
Descrição:
AFONSO, Germano Bruno

A observação do céu esteve na base do conhecimento de todas as sociedades antigas, pois elas foram profundamente influenciadas pela confiante precisão do desdobramento cíclico de certos fenômenos celestes, tais como o dia-noite, as fases da Lua e as estações do ano. O índio brasileiro também percebeu que as atividades de pesca, caça, coleta e lavoura obedecem a flutuações sazonais. Assim, ele procurou entender essas flutuações cíclicas e utilizou-as, principalmente, para a sua subsistência.

Downloads 14378  14378  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Observatórios virtuais  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!O uso de imagens nas aulas de ciências naturais Popular Versão: PDF
Atualização:  29/5/2013
Descrição:
GUIDO, Lúcia de Fátima Estevinho Guido; BRUZZO, Cristina

O texto discutirá o uso de imagens nas aulas de Ciências, serão enfatizadas imagens que trazem narrativas a respeito do mundo natural. A intenção de utilizar as imagens na educação é tentar compreender o discurso apresentado pela mídia, que é revelado a partir de um olhar mais atento para as imagens. No caso das imagens de natureza, vários discursos podem ser observados. Neste texto será enfatizado o discurso ecológico. Muitas vezes a veiculação desse discurso se faz com recurso à espetacularização da natureza, sendo esta utilizada pelos meios de comunicação para seduzir seu público. Pesquisas realizadas tanto no Brasil como na Europa e nos EUA têm mostrado que professores e alunos utilizam os meios de comunicação para obter informações ambientais. Fica evidente a importância de encararmos a televisão como divulgadora de informações ecológicas interferindo na visão de natureza, de ambiente, não apenas de alunos e professores, como também do público em geral, o que torna urgente colocar a televisão e outras mídias como ferramenta de trabalho na sala de aula, não apenas como uma ilustração do conteúdo a ser ensinado, mas como algo que deve ser analisado, criticado.

Palavras-chave: Imagem. Natureza. Meios de Comunicação de Massa.

Downloads 464  464  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Em Extensão, Uberlândia, V. 7, 2008  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!Dificuldades interpretadas nos discursos de professores dos anos iniciais do ensino fundamental  Popular Versão: pdf
Atualização:  8/10/2012
Descrição:
LANGHI, Rodolfo; NARDI, Roberto

Este artigo, que relata as dificuldades de professores em relação ao ensino da Astronomia, faz parte de um estudo exploratório para a inserção da Astronomia na formação de professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental. Esse estudo leva em consideração as concepções alternativas de alunos e professores sobre fenômenos astronômicos, os erros conceituais em livros didáticos e as sugestões de conteúdos de Astronomia constantes nos PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais). Caracterizar as dificuldades dos professores é a questão central deste texto, apontando para o objetivo de contribuir com subsídios para um futuro programa de formação continuada neste tema. O estudo se justifica mediante o fato de que planejamentos de cursos como estes só se adequarão à realidade do professor (e do aluno) se houver uma investigação antecipada sobre o que os docentes precisam saber e saber fazer a respeito da Astronomia, o que se concretizou em nosso caso pela interpretação dos discursos de uma amostra de professores coletados através de entrevistas semi-estruturadas, utilizando para interpretação os princípios e métodos da análise do discurso em sua linha francesa. Os resultados da pesquisa indicaram dificuldades de ordem pessoal, metodológica, de formação, de infra-estrutura e outras relacionadas às fontes de informações para docentes.
Palavras-chave: Formação inicial e continuada de professores; ensino da Astronomia; concepções alternativas; erros conceituais em livros didáticos; análise do discurso.

Downloads 669  669  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma RELEA, n. 2, p. 75-92, 2005  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!A evolução dos instrumentos de observação astronômica e o contexto histórico-científico Popular Versão: pdf
Atualização:  8/10/2012
Descrição:
FORÇA, Ana Claudia; PEREZ, Everton Piza; QUINTILIO, Maria Salete Vaceli; ALVES, Vagner Camarini

A visão de um céu estrelado numa noite límpida tem fascinado a Humanidade desde os tempos pré-históricos. O homem começou a “fazer ciência” a partir do momento em que se perguntou o que eram as estrelas e porque estavam ali, desenhando a aparência do céu e tentando predizer os fenômenos celestes. A partir do momento em que Galileu apontou sua luneta para céu, iniciou-se uma estreita relação entre a evolução dos instrumentos astronômicos, a tecnologia, a história e a ciência. Para isso, basta citarmos a grande revolução cósmica, iniciada por Nicolau Copérnico, que nos tirou da idade das trevas e nos guiou ao Renascimento. Usando uma luneta, Galileu deu suporte às idéias de Copérnico, culminando com a teoria da Gravitação Universal de Newton (Kaufmann 1994; Jatenco-Pereira et al. 2000). Atualmente, muitas pesquisas têm sido realizadas dentro da temática da melhoria do ensino de Ciências. No entanto, a História da Ciência ensinada nos ensinos fundamental e médio, e até no superior, apresenta problemas, como erros factuais e conceituais (Bastos 1998). Na área de Astronomia, por exemplo, não é raro folhear livros didáticos e encontrar dezenas de erros grosseiros. Outro problema é a falta de contextualização dos poucos textos disponíveis, que, em geral, não mostram a relação entre Ciência e Sociedade. Portanto, podemos seguir o caminho de evolução dos instrumentos de observação astronômica, ligando-a a produção de conhecimento científico, implementação da tecnologia e sua influência na História. No presente trabalho estuda-se a evolução desses instrumentos a partir do olho humano, considerado o mais importante dentre os instrumentos de observação visual. Esse trabalho se desenvolve a partir de uma análise dos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (PCNEM), de como os textos didáticos trabalham a Óptica e a Astronomia e faz uma proposta didática para o ensino de Óptica fundamentado nos equipamentos da astronomia. A intenção é que a metodologia aqui proposta possa ser aplicada no Ensino Médio, dentro da realidade educacional das escolas públicas ou privadas de nosso estado e também do país.

Downloads 65948  65948  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unoeste -SP  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 (3) 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 »