Educadores

Ínicio : História : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (26)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do mais para o menos procurado)

Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Uma história cultural da erva-mate: o alimento e suas representações Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
BOGUSZEWSKI, José Humberto

A presente dissertação trata, na perspectiva de uma história cultural da alimentação, das representações sociais e das consequentes práticas de construção de identidades engendradas pelo uso da erva-mate, como chimarrão e chá, tendo como fontes privilegiadas de pesquisa os rótulos que foram utilizados para identificar as embalagens de erva-mate do final do século XIX até as três primeiras décadas do século XX no Paraná. A erva-mate foi um alimento emblemático e a base da economia paranaense por mais de um século. Exportada para a Argentina, o Uruguai e o Chile, chegava a esses mercados embalada em barricas de madeira em cujas tampas eram colados rótulos redondos litografados que traziam o nome do fabricante, o nome do importador, a marca do produto, além de ilustrações. Alguns exemplares originais destes impressos podem ser encontrados ainda hoje em coleções particulares e no acervo de coleções públicas como a do Parque Histórico do Mate. Pretende- se com a pesquisa, além de resgatar esse patrimônio da cultura material paranaense, buscar na leitura destas fontes iconográficas novas perspectivas de entendimento da história do Paraná.

Palavras-chave: História do Paraná. História cultural. História da alimentação. Rótulos de erva-mate. Design gráfico paranaense. Identidade paranaense. Chimarrão. Chá mate.

Downloads 21883  21883  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora! A construção de uma memória do regime militar: uma análise do filme "O que é isso companheiro?" Popular Versão: PDF
Atualização:  17/12/2013
Descrição:
O presente trabalho tem por objetivo analisar como o filme O que é isso, companheiro? construiu uma memória do regime militar, tendo como foco a ação de jovens grupos armados contra o governo ditatorial. Baseado no livro homônimo do militante Fernando Gabeira publicado no final dos anos 1970, momento marcado por uma intensa produção memorialística sobre aquele período histórico em meio à abertura política, o filme foi lançado quase 20 anos depois, em 1997, em meio a um movimento de retomada de produções cinematográficas brasileiras, num formato adequado ao cinema industrial. Pretende-se nesse trabalho conjugar a análise da construção ficcional baseada numa estrutura narrativa de matriz melodramática com as variáveis externas ligadas não só a produção, mas também ao contexto histórico e social no qual o filme foi produzido.

Downloads 12179  12179  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma FGV  Site http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/10157
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Bens simbólicos em laços de pertencimento: família, religiosidade e identidade étnica Popular Versão: PDE
Atualização:  11/10/2013
Descrição:
SCARPIM, Fábio A.

A presente pesquisa tem como objetivo analisar a construção da identidade etnocultural de um grupo de imigrantes italianos e seus descendentes instalados no município de Campo Largo (Paraná) no período de 1878 a 1937. Para isso, partimos do pressuposto de que a identidade de um um grupo étnico surge quando do contato interétnico, ou seja, da necessidade da afirmação de um nós diante dos outros. Nessa direção analisamos alguns dos signos culturais acionados pelo grupo para a construção de um sentimento de pertencimento grupal. Tais signos analisados foram as relações familiares, a religiosidade e as práticas de transmissão dos nomes de batismo. Procuramos verificar nesse trabalho como o grupo em estudo construiu sua identidade pautada pelos referenciais simbólicos e culturais da terra de partida, assim como se dá o processo de mudança tendo em vista a nova realidade e os contato culturais estabelecidos com os brasileiros. Para conduzir essa análise, utilizamos principalmente registros paroquiais (atas de batismos, casamentos e óbitos) que foram sistematizados pela metodologia de reconstituição de famílias, oriunda da demografia histórica. Através da análise da documentação foi possível perceber nos comportamentos referentes a família, as práticas religiosas e aos nomes de batismos a predominância de elementos típicos do mundo rural de origem desses imigrantes que simbolicamente os ligavam a terra de seus ancestrais.

Palavras chaves: Imigrantes italianos. Identidade. Família. Religiosidade. Nomes de batismo.

Downloads 8107  8107  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Imigrantes alemães na hierarquia de status da sociedade luso-brasileira (Curitiba, 1869 a 1889) Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
COLATUSSO, Denise Eurich

Este estudo teve como objetivo acompanhar o processo de atuação de um grupo de imigrantes alemães na sociedade curitibana no período de 1869 a 1889, levando em consideração as informações que se encontram nas Atas da Câmara Municipal de Curitiba e nos anúncios de comerciantes de jornais da época. Neste período, Curitiba passava pela crise da mão-de-obra e do abastecimento, pelo fato dos escravos terem sido remanejados para a lavoura cafeeira, isso também estava associado ao desenvolvimento de uma racionalidade no que se refere ao trabalho na produção da erva-mate, ao mesmo tempo em que o governo incentivava a entrada do colono estrangeiro.

Palavras-chave: Alemães. Luso-brasileiros. Hierarquia de status. Interação. Germanidade.

Downloads 6111  6111  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Um cronista da cidade: Curitiba no jornal sob o olhar de Jamil Snege 1997-2003 Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
ALMEIDA, Camila G.

As relações entre a cidade e os discursos que inspira a partir de fontes oficiais ou alternativas estão no foco desta pesquisa – Um cronista da cidade: Curitiba no jornal sob o olhar de Jamil Snege 1997-2003. O trabalho aqui proposto trata do confronto entre o imaginário formal difundido historicamente sobre o espaço citadino – no caso, o modelo de marketing bem-sucedido em que se transformou Curitiba – e os olhares particulares, e muitas vezes provocadores, contidos na crônica contemporânea a respeito da capital paranaense. Gênero híbrido, na fronteira entre o jornalismo e a literatura, a crônica se apresentaria como o espaço por excelência da cidade. Essa estreita relação se daria, em boa parte, por seu forte vínculo com o jornal, reforçando aí o caráter cotidiano desse tipo de texto. No Paraná, um exemplo de cronista que transporta o local, com boa dose de ironia e irreverência, para seus textos estaria no escritor Jamil Snege, colaborador do espaço de crônicas da seção Caderno G do jornal Gazeta do Povo entre maio de 1997 e maio de 2003, ano de seu falecimento. Tendo, assim, a produção de Snege nos sete anos em que colaborou com o jornal como ponto de referência – com suporte também nos textos do escritor Roberto Gomes e do artista plástico Carlos Dala Stella, que dividiram com Snege o espaço de crônicas do Caderno G no referido período –, propõe-se nas próximas páginas verificar como se dá, estética e tematicamente, a tensão entre a cidade divulgada pela propaganda oficial e a cidade de todos os dias na crônica voltada ao grande público, tendo no jornal diário seu meio de difusão e também (por que não) de ação.

Palavras-chave: Jamil Snege. Curitiba. Paranismo. Crônica. Gazeta do Povo, Jornal. Cidade. Modernidade.

Downloads 6087  6087  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGL - UFPR  Site http://pgletras.org/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Cotidiano, memória e tensões: a trajetória artística das cantoras de rádio de Salvador de 1950 a 196 Popular Versão: PDF
Atualização:  14/10/2013
Descrição:
SILVA, Raimundo Dalvo da C.

Esta pesquisa tem como objetivo debater a história das mulheres cantoras do rádio da cidade do Salvador nas décadas de 50-60, mostrando a cidade que elas viveram, como também suas lutas e resistências contra a sociedade baiana conservadora.

Downloads 5263  5263  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUC/SP  Site http://www.pucsp.br/pos-graduacao/mestrado-e-doutorado/historia-0
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O uso da imagem no Ensino Médio: uma avaliação sobre essa contribuição para a aprendizagem  Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
MOIMAZ, Érica R.

A partir da década de 1980, houve um repensar do ensino de História, sendo proposto o uso de diferentes linguagens culturais em sala de aula. Nessa mesma época, a imagem passou a ser utilizada com maior frequência como evidência em relação ao passado. Situamos nosso objeto de estudo neste contexto, considerando a importância dos objetos mediadores para a construção do conhecimento histórico. Propomos uma reflexão sobre o uso adequado de imagens, em especial a pintura histórica, como documento e fonte histórica escolar, como objeto mediador para a aprendizagem dos conteúdos em História. A leitura das pinturas permite a construção do conhecimento histórico. O primeiro contato com a obra, a identificação do tema, a reflexão sobre os elementos apresentados, ou melhor, a consciência do que se vê, a interpretação do fato apresentado na obra e sua contextualização são operações fundamentais as quais possibilitam, concomitantemente, a leitura e compreensão da obra e a construção do conhecimento. Observamos os resultados positivos referentes ao uso da pintura histórica em sala de aula quando realizamos uma investigação com alunos do Ensino Médio. Esses alunos estudaram o tema "descobrimento do Brasil" por meio das pinturas históricas "Descoberta do Brasil" (1922) e "Índios a bordo da nau capitânia" (c. 1900) de Oscar Pereira da Silva, "Primeira Missa" (1861) de Victor Meirelles e "Elevação da Cruz" (1879) de Pedro Peres. A pintura estabelece uma narrativa. Ao produzirem mapas conceituais, os alunos construíram uma narrativa em torno do tema estudado, organizando as informações e os conceitos históricos e demonstrando compreender a história narrada nas pinturas, relacionando-a com as informações dispostas em outros textos, bem como dialogando com seus conhecimentos prévios.

Palavras-chave: Ensino de História. Pintura histórica. Construção do conhecimento.

Downloads 4947  4947  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHS - UEL  Site http://www.uel.br/pos/mesthis/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Políticas Culturais e Patrimônio Histórico: o processo de tombamento do setor histórico da Lapa-PR Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
MACHADO, Alisson B.

Este estudo tem como objetivo analisar o processo de tombamento do Setor Histórico da Lapa no período de 1979-1989, quando uma série de entraves se colocaram como objeções para a manutenção de uma área da cidade, considerada pelos políticos oficiais, como um setor histórico, digno de preservação para as populações do presente e do futuro. Apresento a construção da categoria patrimônio, as mudanças no tempo e no espaço que o conceito sofreu até adquirir a atual conotação. Trabalho com o processo histórico de definição de uma política institucional para o patrimônio cultural no Brasil e no estado do Paraná, de modo a compreender como as práticas de preservação caminharam sob a influência da discussão internacional para a preservação do patrimônio cultural. Demonstro os conflitos que envolveram as decisões preservacionistas locais, de modo a mostrar a pluralidade de valores, tanto econômicos como culturais e históricos ali colocados, que confrontou, no período de análise, interesses individuais e coletivos. As ações ocorridas do processo de tombamento do Setor Histórico da Lapa me permitiram contextualizar o patrimônio nos processos sociais dos quais ele se nutre, bem como contribuíram para o entendimento dos sentidos da construção de imagens patrimoniais.

Palavras-chave: Patrimônio Histórico. Preservação. Políticas Patrimoniais. Centro Histórico. Lapa.

Downloads 4925  4925  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPH - UEM  Site http://www.pph.uem.br/Site/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Fronteira e Segurança Nacional no Extremo Oeste Paranaense: um estudo do município de Marechal Popular Versão: PDF
Atualização:  14/10/2013
Descrição:
ZAGO, Luciana G.

Fronteira e Segurança Nacional no Extremo Oeste Paranaense faz um estudo do município de Marechal Cândido Rondon que foi declarado Área de Interesse da Segurança Nacional, durante o período de 1968 a 1985, em plena vigência da Ditadura Militar. Leis, decretos e atos institucionais entraram em vigor nesse período com o objetivo de regular e, controlar todas as questões de ordem política, econômica e social. Assim, a fronteira também esteve inserida no contexto da Segurança Nacional, pois se fechava o país ao comunismo internacional. Os municípios localizados na fronteira e estâncias hidrominerais foram considerados locais estratégicos para manutenção do poder. O que pode ter motivado a inserção do município a Área de Interesse da Segurança Nacional foram os seguintes fatores: estar localizado na fronteira com o Paraguai, a intenção de construir uma usina hidroelétrica no Rio Paraná, diminuir o poder de atuação do PTB e pelo fato do município ser considerado um reduto de nazistas. Dessa forma, os governos militares e a ARENA usaram os municípios da Área de Interesse da Segurança Nacional para impor suas políticas e se perpetuar no poder, através da nomeação de prefeitos, do envio de verbas e visitas do Conselho de Segurança Nacional. O auge desse processo foi à visita do Presidente da República Ernesto Geisel a Marechal Cândido Rondon em 1976. A partir da abertura política iniciaram movimentações para acabar com a nomeação de prefeitos e voltar às eleições diretas nos município. Assim, houveram associações que lutaram para acabar com as Áreas de Interesse da Segurança Nacional, como AFRONT e CONAM.

Palavras-chaves: Fronteira. Segurança Nacional. Ditadura Militar.

Downloads 4545  4545  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGH - UPF  Site http://www.ppgh.upf.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!A Ação Integralista Brasileira e Getúlio Vargas: antiliberalismo e anticomunismo no Brasil  Popular Versão: PDF
Atualização:  2/10/2013
Descrição:
SERRATTO, Edgar Bruno F.

Os anos de 1930 a 1945 correspondem ao período em que Getulio Vargas esteve à frente do Estado brasileiro, além de também compreender o período de existência oficial da Ação Integralista Brasileira (1932-1937). Tanto o discurso integralista quanto o de Vargas, nos apresentam inúmeras temáticas em comum. Contemplando os recortes temáticos do antiliberalismo e do anticomunismo, buscamos compreender as semelhanças e oposições entre estes dois discursos. Analisamos assim, a forma e as circunstancias destas produções, a lógica interna, o intuito, o apelo, e por fim, como ambos os discursos criavam a imagem dos “inimigos” que deveriam ser combatidos. Ao mesmo tempo, buscamos compreender o discurso integralista e de Vargas como pertencentes a um mesmo meio político-cultural e ideológico, ou seja, à mesma “cultura política” pautada fundamentalmente pelo autoritarismo, buscando por meio desta, compreender as suas especificidades, suas proximidades e seus distanciamentos.

Palavras-chave: Integralismo. Getulio Vargas. Antiliberalismo. Anticomunismo.

Downloads 4369  4369  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 »