Educadores

Ínicio : História : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (26)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do mais para o menos procurado)

Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!História, política e revolução em Eric Hobsbawm e François Furet Popular Versão: PDF
Atualização:  24/10/2013
Descrição:
CORREA, Priscila Gomes

Nesta dissertação pretendemos realizar um estudo comparativo entre Eric Hobsbawm e François Furet, dois importantes historiadores do século XX, com trajetórias intelectuais opostas que, no entanto, convergiram para a interpretação das relações entre história, política e revolução. Tomamos como fonte documental seus trabalhos historiográficos, com o intuito de refletir sobre a relação entre o pensamento histórico e o pensamento político. Assim, situando o problema da relação entre o intelectual e a política, buscamos, por meio da análise historiográfica e do exercício sistemático de comparação e confrontação, abordar os participantes do debate historiográfico/político como atores históricos, visto que atuando em uma diversidade de culturas políticas e tradições de pensamento.

Palavras-chave: Comunismo. Historiografia. Marxismo. Revolução. Século XX.

Downloads 988  988  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHS - USP  Site http://historia.fflch.usp.br/posgraduacao/hs
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Representações sociais e a construção da consciência histórica Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
ALVES, Ronaldo C.

Esta pesquisa teve como objetivo estudar a construção de consciência histórica em alunos do ensino básico a partir do encontro/confronto, em sala de aula, dos diferentes saberes oriundos do senso comum e da ciência da História, por meio da análise das representações sociais constituídas por seus sujeitos: alunos e professores. A utilização de uma metodologia de pesquisa de inspiração etnográfica, somada a outros instrumentais qualitativos aplicados em alunos e professores do ensino fundamental e médio de escolas situadas na periferia da Cidade de São Paulo, proporcionou a leitura das configurações sociais da comunidade escolar à luz da teoria das representações sociais de Serge Moscovici e do conceito de consciência histórica de Jörn Rüsen.Baseado nesse aporte teórico e empírico, a dissertação buscou compreender a influência da dupla dimensão do cotidiano (local e global) na construção das representações sociais dos alunos e a transformação (ou reprodução) das mesmas após a atuação do ensino de História no espaço escolar, com vistas à consecução (ou não) de consciência histórica na vida prática. Por fim, a partir da análise do confronto de representações sociais de alunos e professores, oriundas da apreensão de um conceito substantivo discutido no ensino de História, propõe a socialização e discussão dessas diferentes representações no espaço escolar como possibilidade de formação de consciência histórica e de maior aproximação do estudo da História da vida prática dos alunos.

Palavras-chave: Consciência Histórica. Representações Sociais. Cotidiano. Etnografia. Educação. História. Didática da História. Identidade. Cultura. Comunicação. Psicologia Social.

Downloads 988  988  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma FE - USP  Site http://www4.fe.usp.br/pos-graduacao/indice-geral-da-pos-graduacao
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora! Outras narrativas da nacionalidade: o movimento do Contestado Popular Versão: PDF
Atualização:  2/10/2013
Descrição:
DALFRÉ, Liz A.

O presente trabalho tem como objetivo realizar uma reflexão histórica acerca de algumas representações produzidas durante a década de 1910 sobre o Movimento do Contestado. Centrando a análise nos textos produzidas pela imprensa periódica escrita paranaense e pelos militares, compreendemos que as narrativas desse evento estiveram inscritas em uma comunidade de imaginação, onde determinadas noções foram recorrentes. Verificamos a tensão existente entre concepções românticas e racionalistas nas reflexões a respeito dos habitantes do interior e que demonstraram o interesse de determinadas instituições do período, na constituição de uma identidade nacional e regional. Essas narrativas também possibilitaram refletirmos acerca da importância da obra de Euclides da Cunha, Os Sertões, na formação de um pensamento sobre o conflito sulino. As narrativas fundantes do Movimento do Contestado, convergiam para uma representação comum no período, onde o homem do interior, apesar de considerado bárbaro e ignorante, também foi eleito como o elemento autenticamente nacional. Nesse sentido, os textos que narraram o conflito na segunda década do século XX, mostraram-se permeados por dúvidas e contradições em torno da necessidade de exterminar os rebeldes, por um lado considerados inimigos da República, porém, por outro lado, compreendidos enquanto cerne da verdadeira nacionalidade.

Palavras-chave: Narrativas. Contestado. República. Paraná.

Downloads 970  970  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O tempo e a notícia Em Cima da Hora: o imediato na história Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
MARTINS, Juliana Holanda M.

Avaliar como passado, presente e futuro se articulam na notícia veiculada num canal de jornalismo 24 horas no ar é o objetivo central desta dissertação. O "Em Cima da Hora", que vai ao ar de hora em hora, pelo canal de TV por assinatura Globo News, é o telejornal escolhido para analisar o tempo na construção da notícia, levando em consideração que na sociedade contemporânea a percepção do tempo passa, necessariamente, pelos meios de comunicação. A forma cada vez mais rápida que a informação chega ao público, através da televisão, da internet ou de outras mídias, faz com que o passado, o presente e o futuro se aproximem, dando a impressão de que os fatos surgem sempre no presente imediato. O volume de notícias veiculadas todos os dias na Globo News é muito grande, assim o trabalho analisa dois dias distintos no "Em Cima da Hora": o dia da saída de Antonio Palocci do ministério da Fazenda – 27 de março de 2006; e o dia 4 de fevereiro de 2009. No primeiro, a repercussão foi tão grande, que essa notícia monopolizou todas as edições do "Em Cima da Hora" não dando espaço a nenhum outro fato. O segundo dia, pelo contrário, foi escolhido justamente porque não tinha nenhuma notícia de grande relevância capaz de alterar a paginação dos jornais, o que facilita a análise crítica sobre a escolha do que deve ser noticiado ou não. Tendo o tempo como pano de fundo e grande articulador dos fatos noticiados, este trabalho também lança um olhar sobre a construção da memória na sociedade contemporânea e sobre o papel de historiadores e jornalistas que, mesmo de formas diferentes, atuam como mediadores entre os acontecimentos, históricos ou não, e a construção da experiência social.

Palavras-chave: "Em Cima da Hora". Jornalismo. Historiadores. Mediadores.

Downloads 966  966  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGH - UFF  Site http://www.historia.uff.br/stricto/
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!A Rede da Democracia e o golpe de 1964 Popular Versão: PDF
Atualização:  10/10/2013
Descrição:
SILVA, Eduardo G.

Através da presente dissertação, procuramos analisar o papel desempenhado pela Rede da Democracia no processo de disputa pelo controle do Estado do qual o golpe de 1964 representou decisiva etapa. Arranjo midiático formado pelas emissoras de rádio e pelos jornais das empresas Globo, Jornal do Brasil e Diários Associados, acreditamos que a Rede da Democracia atuou entre outubro de 1963 e abril de 1964 como um importante locus de fomentação e doutrinação ideológica em prol da destituição do Governo Goulart, do estancamento do processo de expansão democrática experimentada naquele período e de promoção de um projeto moderno-conservador para o País – de fato implementado pelos governos ditatoriais iniciados em abril de 1964. Almejamos, também, trazer à tona a relação entre este arranjo midiático e a historiografia revisionista sobre o Golpe, sobretudo no que tange ao exacerbado e anacrônico peso conferido à "democracia" por parte desta tendência historiográfica.

Palavras-chave: Rede da Democracia. Golpe de 1964. Revisionismo historiográfico.

Downloads 942  942  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGH - UFF  Site http://www.historia.uff.br/stricto/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Professoras negras e o combate ao racismo na escola Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
LOPES, Tania Aparecida

O tema de análise deste estudo versa sobre a auto-percepção de professoras negras da rede pública de educação do Estado do Paraná, nos níveis de Ensino Fundamental e Médio, de escolas localizadas no bairro do Boqueirão, município de Curitiba, acerca de suas práticas de combate ao preconceito e a discriminação racial no interior da Escola. O trabalho foi desenvolvido a partir de análises das repostas dadas por essas professoras negras, com a aplicação de questionários e entrevistas, onde se buscou investigar a existência de uma possível relação entre o preconceito e a discriminação racial vividos por parte dessas professoras negras no decurso de suas vidas, tanto fora quanto no espaço escolar, com uma prática de combate ao racismo por elas construído na práxis pedagógica, de forma intencional ou não. Assim, também se buscou um diálogo com teorias que proporcionassem a possibilidade de ampliar e conferir um outro olhar às relações raciais no interior do espaço escolar, quebrando com "verdades" preestabelecidas, com base no "mito" da democracia racial, em nossa realidade social. Para as análises dos dados coletados, a partir dos questionários e das entrevistas, as professoras negras foram divididas em dois grupos distintos: (i) as que referem ter sido vítimas de algum tipo de discriminação na escola, e (ii) as que dizem nunca terem sofrido discriminação devido ao seu pertencimento racial. A partir das análises, foi possível constatar a existência de diferenças na práxis pedagógica de profilaxia e combate ao preconceito entre as professoras negras, que se referem sendo vítimas de algum tipo de discriminação na escola e/ou na vida em geral e, aquelas professoras que dizem nunca terem sofrido discriminação no interior da escola.

Palavras-chave: Professora negra. Preconceito. Discriminação racial. Escola. Práxis pedagógica de anti-preconceito.

Downloads 928  928  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGE - UFPR  Site http://www.ppge.ufpr.br/inicio.htm
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Como os professores e jovens estudantes do Brasil e de Portugal se relacionam Popular Versão: PDF
Atualização:  14/10/2013
Descrição:
SOBANSKI, Adriane de Quadros

Com uma reivindicação histórica, sobretudo do Movimento Negro brasileiro, a Lei n. 10.639 de 09 de janeiro de 2003 tornou obrigatório o ensino de História da África e da cultura afro-brasileira. No entanto, esta pesquisa procura demonstrar que a existência de uma legislação não garante a aplicação e a efetivação de uma consciência acerca da relevância desse conhecimento entendido como um conteúdo curricular. Destacando o papel dos professores de História nesse processo de reconhecimento da História da África e da cultura afro-brasileira enquanto conteúdo curricular a ser ensinado/aprendido, esta pesquisa teve como ponto de partida entender quais ideias os professores de História apresentam sobre o conceito de África. Para tanto, as pesquisas em Educação Histórica foram fundamentais, em especial na linha de investigação ligada à cognição histórica situada, a qual leva em consideração a compreensão das ideias dos sujeitos escolares no contexto do ensino de História. Considerando os fortes laços históricos que unem Brasil e Portugal com a África, busquei, nesta pesquisa, identificar como os professores de História dos dois países identificam esse conceito e, como mediadores do conhecimento histórico, como influenciam na consciência histórica dos jovens estudantes das séries finais do Ensino Fundamental, também do Brasil e de Portugal. Sendo assim, passou a ser relevante também investigar as ideias apontadas pelos alunos desses países, uma vez que a pesquisa apontou a forma com que as ideias apresentadas pelos professores são fundamentais no desenvolvimento de uma consciência histórica dos jovens estudantes. Teoricamente me amparei na Historiografia tradicional sobre a África, sobretudo de Gilberto Freyre com Casa Grande e Senzala, que ainda predomina na construção desse conhecimento no universo escolar e, portanto, também sobre a consciência histórica dos sujeitos envolvidos. Em contrapartida, como uma visão alternativa com relação à África, a referência foram os Estudos Culturais a partir dos sociólogos Stuart Hall e Paul Gilroy, os quais discutem a perspectiva da diáspora africana e a formação de uma nova identidade nacional a partir dessa cultura. Busquei, então, através de um questionário aplicado em professores de História e alunos brasileiros e portugueses, identificar as ideias, ou Conceitos Substantivos, que esses sujeitos apontam com relação à África, procurando sempre entender como o conhecimento da historiografia pode interferir no desenvolvimento dessas ideias.

Palavras-chave: África. Educação Histórica. Conceitos Substantivos.

Downloads 894  894  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGE - UFPR  Site http://www.ppge.ufpr.br/inicio.htm
Avaliação: 9.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O uso da imagem nas aulas de História Popular Versão: PDF
Atualização:  24/10/2013
Descrição:
BARROS, Ricardo

Esta pesquisa teve como objetivo principal estudar como se dá a utilização da imagem pelos professores de História do ensino básico em escolas públicas da região central da cidade de São Paulo, por meio da análise do discurso dos professores... Por meio dessa teoria procurou-se compreender como o professor de História do Ensino Básico lida com as imagens na sala de aula: se ele permite aos alunos lê-las, compreendê-las e interpretá-las.

Palavras-chave: Artes visuais. Cultura. Didática da História. Educação. História. Representações sociais.

Downloads 892  892  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma FEUSP - USP  Site http://www4.fe.usp.br/pos-graduacao/indice-geral-da-pos-graduacao
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Se armaron com ellos las ideas para resistir a la fuerza: Herrera Y Obes, Berro, Antuña e Zás Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
VIACAVA, Juan Andrés C.

Esta dissertação tem como objetivo estudar algumas relações entre caudilhismo e Estado para o contexto da "Guerra Grande" uruguaia. Para a historiografia platina, o caudilho e seu fenômeno condensam uma série de relações sociais e políticas, resultando em modelos específicos de Estado e sociedade. Abordando sentidos construídos para as palavras "revolução" e "civilização" na interpretação de movimentos que se consideravam revolucionários no contexto platino da primeira metade do século XIX, examinam-se os textos de Manuel Herrera y Obes e Bernardo Prudencio Berro, publicados entre 1847 e 1848 como exemplos de dois indivíduos que puderam entender e reconstruir sua recente história sob a influência do contexto bélico da "Guerra Grande" e de um campo de discussão que abrangia ambas as margens do rio da Prata. Na seqüência, com a ajuda das memórias de José Encarnación de Zás e Francisco Solano Antuña, procurar-se-á analisar possíveis combinações ou antagonismos entre instituições estatais e determinados elementos do caudilhismo. Estas duas últimas fontes não tinham as mesmas finalidades da escrita de Herrera y Obes e Bernardo Berro, uma vez que os textos de Zás e Antuña estavam baseados em suas experiências cotidianas e não tinham como objetivo a publicação; entretanto, as informações ali contidas oferecem boas oportunidades de verificação da utilização das categorias "civilização e barbárie" e "caudilhismo" em práticas políticas e estratégias de alguns atores sociais daquele período. Desta forma, serão encontrados elementos "modernos" e de Antigo Regime combinados na organização de instâncias estatais, discursos e práticas políticas.

Palavras-chave: Caudilhismo. Estado. América Ibérica.

Downloads 879  879  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Entre a academia e o partido: a obra de Florestan Fernandes (1969/1983) Popular Versão: PDF
Atualização:  24/10/2013
Descrição:
RODRIGUES, Lidiane Soares

Este trabalho consiste na investigação da proposta de intelectual elaborada por Florestan Fernandes, entre os anos de 1969 e 1983 - que marcam, respectivamente, sua aposentadoria compulsória e uma adesão ao diálogo periódico com o grande público, através de sua coluna na grande imprensa escrita. No período, esteve desvinculado tanto da instituição universitária quanto da partidária. Parcela considerável da obra então produzida nasce sob o signo da auto-reflexão - são balanços de sua trajetória intelectual, da Sociologia e dos impasses da formação das ciências sociais no Brasil - e da liberação da coerção discursiva que os campos institucionais promovem. O exame desse conjunto de textos aborda a problemática que é centro gravitacional dos críticos do sociólogo: o equacionamento de sua atuação acadêmica e política.

Palavras-chave: Florestan Fernandes. Intelectuais - 1969-1983. Brasil.

Downloads 871  871  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHS - USP  Site http://historia.fflch.usp.br/posgraduacao/hs
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 (8) 9 10 11 12 »