Educadores

Ínicio : História : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (26)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Data (novos listados primeiro)

Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O uso da imagem no Ensino Médio: uma avaliação sobre essa contribuição para a aprendizagem  Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
MOIMAZ, Érica R.

A partir da década de 1980, houve um repensar do ensino de História, sendo proposto o uso de diferentes linguagens culturais em sala de aula. Nessa mesma época, a imagem passou a ser utilizada com maior frequência como evidência em relação ao passado. Situamos nosso objeto de estudo neste contexto, considerando a importância dos objetos mediadores para a construção do conhecimento histórico. Propomos uma reflexão sobre o uso adequado de imagens, em especial a pintura histórica, como documento e fonte histórica escolar, como objeto mediador para a aprendizagem dos conteúdos em História. A leitura das pinturas permite a construção do conhecimento histórico. O primeiro contato com a obra, a identificação do tema, a reflexão sobre os elementos apresentados, ou melhor, a consciência do que se vê, a interpretação do fato apresentado na obra e sua contextualização são operações fundamentais as quais possibilitam, concomitantemente, a leitura e compreensão da obra e a construção do conhecimento. Observamos os resultados positivos referentes ao uso da pintura histórica em sala de aula quando realizamos uma investigação com alunos do Ensino Médio. Esses alunos estudaram o tema "descobrimento do Brasil" por meio das pinturas históricas "Descoberta do Brasil" (1922) e "Índios a bordo da nau capitânia" (c. 1900) de Oscar Pereira da Silva, "Primeira Missa" (1861) de Victor Meirelles e "Elevação da Cruz" (1879) de Pedro Peres. A pintura estabelece uma narrativa. Ao produzirem mapas conceituais, os alunos construíram uma narrativa em torno do tema estudado, organizando as informações e os conceitos históricos e demonstrando compreender a história narrada nas pinturas, relacionando-a com as informações dispostas em outros textos, bem como dialogando com seus conhecimentos prévios.

Palavras-chave: Ensino de História. Pintura histórica. Construção do conhecimento.

Downloads 5101  5101  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHS - UEL  Site http://www.uel.br/pos/mesthis/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O tempo e a notícia Em Cima da Hora: o imediato na história Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
MARTINS, Juliana Holanda M.

Avaliar como passado, presente e futuro se articulam na notícia veiculada num canal de jornalismo 24 horas no ar é o objetivo central desta dissertação. O "Em Cima da Hora", que vai ao ar de hora em hora, pelo canal de TV por assinatura Globo News, é o telejornal escolhido para analisar o tempo na construção da notícia, levando em consideração que na sociedade contemporânea a percepção do tempo passa, necessariamente, pelos meios de comunicação. A forma cada vez mais rápida que a informação chega ao público, através da televisão, da internet ou de outras mídias, faz com que o passado, o presente e o futuro se aproximem, dando a impressão de que os fatos surgem sempre no presente imediato. O volume de notícias veiculadas todos os dias na Globo News é muito grande, assim o trabalho analisa dois dias distintos no "Em Cima da Hora": o dia da saída de Antonio Palocci do ministério da Fazenda – 27 de março de 2006; e o dia 4 de fevereiro de 2009. No primeiro, a repercussão foi tão grande, que essa notícia monopolizou todas as edições do "Em Cima da Hora" não dando espaço a nenhum outro fato. O segundo dia, pelo contrário, foi escolhido justamente porque não tinha nenhuma notícia de grande relevância capaz de alterar a paginação dos jornais, o que facilita a análise crítica sobre a escolha do que deve ser noticiado ou não. Tendo o tempo como pano de fundo e grande articulador dos fatos noticiados, este trabalho também lança um olhar sobre a construção da memória na sociedade contemporânea e sobre o papel de historiadores e jornalistas que, mesmo de formas diferentes, atuam como mediadores entre os acontecimentos, históricos ou não, e a construção da experiência social.

Palavras-chave: "Em Cima da Hora". Jornalismo. Historiadores. Mediadores.

Downloads 1005  1005  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGH - UFF  Site http://www.historia.uff.br/stricto/
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O significado das histórias em quadrinhos na educação histórica dos jovens que estudam  Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
FRONZA, Marcelo

Nesta pesquisa, buscou-se estudar se os jovens constroem conhecimento histórico a partir das histórias em quadrinhos com temas históricos que estão presentes na cultura escolar. Este estudo se insere no conjunto de pesquisas relativas à Educação Histórica, em especial, na linha de investigação ligada à cognição histórica situada, a qual leva em consideração a compreensão das ideias dos sujeitos escolares no contexto do ensino de História. Esta investigação de caráter qualitativo privilegia como sujeitos os jovens de escolas públicas do Ensino Médio, os quais lêem os quadrinhos que aqui são considerados como artefatos culturais. Entendo a escola como um espaço da manifestação da experiência cultural dos sujeitos; nesse sentido, as histórias em quadrinhos podem mediar a relação entre a cultura juvenil e o conhecimento histórico elaborado presente neste local, permitindo que os estudantes sintam satisfação em conviver no universo escolar. Para isso, procurou-se analisar os conceitos estruturais ligados a esses artefatos culturais à luz da filosofia da linguagem bakhtiniana e da teoria das histórias em quadrinhos. Depois, analisou-se como os quadrinhos são trabalhados por alguns livros didáticos de História, o que permitiu construir uma ficha de análise. Isso possibilitou perceber se as histórias em quadrinhos eram trabalhadas como ilustrações ou como documento histórico nesses manuais didáticos. Também utilizou-se como instrumento de investigação um questionário e três páginas da história em quadrinhos Asterix e Cleópatra, dos quadrinistas franceses Goscinny e Uderzo. Este instrumento, a partir da técnica ligada à análise de conteúdo, possibilitou a compreensão das ideias históricas que os sujeitos envolvidos na pesquisa apresentaram em relação a este artefato cultural. Utilizou-se as considerações teóricas referentes às ideias de segunda ordem como inferência histórica, significância histórica e narrativa histórica com o objetivo de entender quais os conceitos históricos, sejam eles substantivos, seja de segunda ordem, que os jovens mobilizam ao ler uma história em quadrinhos com temas históricos. Por fim, pretendeu-se indicar como, a partir de pressupostos didáticos e pressupostos da epistemologia da História, construirei uma metodologia para o trabalho com as histórias em quadrinhos no âmbito da Educação Histórica.

Palavras-chave: Histórias em quadrinhos. Educação Histórica. Significância histórica.

Downloads 414  414  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGE - UFPR  Site http://www.ppge.ufpr.br/inicio.htm
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O sentido do trabalho: visões de um problema nos séculos XIX e XX Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
AMARAL, Rosana A. do

Esta dissertação de mestrado estuda como se apresenta o sentido do trabalho particularmente no fim do século XIX e primeira metade do século XX além de seus impactos na vida das pessoas. Foram identificados elementos para a discussão e análise da recuperação do sentido do trabalho. Os principais conceitos utilizados foram técnica e razão de Ortega y Gasset, sentido do trabalho de Viktor E. Frankl e ócio de Josef Pieper. Nossa hipótese é que uma das principais alternativas para recuperar o sentido do trabalho é o ócio utilizado para a educação do trabalhador.

Palavras-chave: Sentido do trabalho. Ócio. História Social. Trabalhador. Educação.

Downloads 523  523  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHS - USP  Site http://historia.fflch.usp.br/posgraduacao/hs
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O plebiscito de 1963: inflexão de forças na crise orgânica dos anos sessenta Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
MELO, Demian Bezerra de

Este trabalho discute as lutas políticas levadas a cabo pelo presidente João Goulart (1961-1964) e um amplo espectro de forças políticas pela liquidação do sistema parlamentarista. Este último foi instituído de forma casuística após a crise política provocada pela renúncia de Jânio Quadros em agosto de 1961, e a tentativa dos ministros militares deste em impedir que o vice-Presidente, João Goulart, assumisse o Executivo federal. Na emenda constitucional que instituiu o parlamentarismo (o Ato Adicional), era prevista a realização de um plebiscito (ou referendum), em princípios de 1965, que decidiria pela continuidade ou não do novo sistema de governo. Desde sua posse, Goulart deixou clara sua intenção de antecipar o referendum e retornar o mais rápido possível ao sistema presidencialista. Para isto contou com a ajuda de lideranças políticas interessadas em concorrer às eleições presidenciais em 1965, como Magalhães Pinto, Juscelino Kubitschek, Leonel Brizola, forças políticas da esquerda, como comunistas e trabalhistas – que dirigiam importantes entidades do movimento sindical e popular – além de militares nacionalistas e alguns setores da imprensa. Em 15 de setembro de 1962, tais forças políticas conseguiram que o Congresso aprovasse a antecipação da consulta popular para o dia 6 de janeiro de 1963, quando o parlamentarismo foi rejeitado pela maior parte dos eleitores, numa proporção de cinco a cada seis.

Palavras-chave: João Goulart. Parlamentarismo. Eleições. Prebiscito.

Downloads 546  546  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGH - UFF  Site http://www.historia.uff.br/stricto/
Avaliação: 10.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O forjador - ruínas de um mito: Romário Martins (1983-1944) Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
SZVARÇA, Décio R.

A construção de símbolos pela obra de Romário Martins, que identificam no Paraná e no paranaense os ideias de uma civilização é o objeto de estudo desse trabalho.

Downloads 2655  2655  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O Império das Carapuças: Espaço público e periodismo político no tempo das regências (1832-1842) Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
FELDMAN, Ariel

O objetivo deste trabalho é analisar, sob um enfoque político, os escritos de Miguel do Sacramento Lopes Gama (1792-1852) publicados no periódico O Carapuceiro, editado no Recife entre 1832 e 1842, durante o período das regências e nos primeiros anos do Segundo Reinado. A historiografia, desde o século XIX, tem privilegiado a crítica de costumes que, supostamente, empreendeu esse periódico. O presente trabalho, por sua vez, pretende lançar um olhar diferenciado e demonstrar como esse jornal exerceu grande influência nos espaços públicos de discussão política, e também revelar como as idéias de Lopes Gama representaram uma importante manifestação do pensamento conservador que sustentou as bases do império.

Palavras-chave: "O Carapuceiro". Período das regências. Espaços públicos. Discussão política. Periodismo.

Downloads 2141  2141  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O Ensino de História nos primeiros anos do Ensino Fundamental: o uso de fontes Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
BERNARDO, Susana Barbosa R.

O presente trabalho está inserido no campo de reflexão a respeito do ensino de História e do saber discente. O objetivo principal foi o de refletir sobre a construção do saber histórico nos primeiros anos do ensino fundamental a partir do uso de fontes. Considerando a perspectiva teórica acerca da formação histórica apresentada pelo historiador alemão Jörn Rüsen, a pesquisa foi realizada no município de Tarumã (SP), com oito classes do Ensino Fundamental, sendo duas classes de cada série a partir do segundo ano. Procurou-se verificar se são ou não utilizadas fontes históricas nas aulas de História nesta etapa de estudo. Buscou- se também investigar qual a compreensão dos alunos acerca das fontes históricas e se estes são capazes ou não de realizar inferências a partir destas. Discute-se ainda a natureza e o estatuto das fontes históricas no conhecimento científico e no conhecimento escolar.

Palavras-chave: Fontes históricas. Anos iniciais do ensino fundamental. Ensino de história.

Downloads 1607  1607  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHS - UEL  Site http://www.uel.br/pos/mesthis/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O enredo do carnaval nos enredos da cidade: dinâmica territorial das escolas de samba de São Paulo Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
BELO, Vanir de L.

O carnaval das escolas de samba na cidade de São Paulo vem adquirindo um importante conteúdo social, político e econômico. Ao longo de seu desenvolvimento, passou por diversas transformações acompanhando o crescimento da cidade e adaptando-se aos novos conteúdos urbanos e a imposições políticas e técnicas. Todavia, ainda guarda um caráter genuíno atrelado à festa, característica de sua gênese. Diante disso, essa pesquisa se desenvolve a partir de uma periodização composta por três períodos definidos pelos eventos mais significativos observados ao longo da história dessa manifestação cultural. As variáveis- chave determinantes para a ruptura dos períodos são as normas e as políticas públicas realizadas com a finalidade de desenvolvê-las e, como conseqüência dessas ações, as divisões sociais e territoriais do trabalho criadas na produção dos desfiles carnavalescos em relação aos diferentes circuitos da economia urbana. O objetivo é compreender a dinâmica territorial das escolas de samba em São Paulo através da análise do processo de produção do carnaval que inclui a ação de diversos agentes na cidade, considerando a tendência à apropriação dessa manifestação popular pela indústria cultural. E analisar a forma como os membros das escolas de samba produzem cultura e fazem política, utilizando-se dos novos conteúdos técnicos que a cidade oferece, para se organizar e buscar formas de suprir suas necessidades.

Palavras-chave: Carnaval. Cidade. Cultura. Escolas de samba. São Paulo.

Downloads 405  405  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGH - USP  Site http://www.geografia.fflch.usp.br/posgraduacao/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O Debate no campo do nacionalismo musical no Brasil dos anos 1940 e 1950: o compositor Guerra Peixe. Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
EGG, André A.

Este trabalho estuda as mudanças ocorridas no nacionalismo musical no Brasil dos anos 1940 e 1950. Procura demonstrar como, a partir do início dos anos 1940, o grupo Música Viva passou a propor um novo tipo de nacionalismo associado a técnicas de vanguarda, entrando em conflito com o grupo nacionalista que havia se consolidado nas décadas de 1920 e 1930, e que já havia se tornado dominante passando a contar com apoio oficial do governo Vargas. Este conflito agravou-se pela filiação político-partidária: os nacionalistas eram ligados ao Estado Novo e os jovens vanguardistas militavam no Partido Comunista. Formulado na URSS o realismo socialista tornou-se a doutrina estética oficial do movimento comunista, passando a ser aplicado no Brasil em 1948. Coincidindo com esta interferência política no meio musical, os compositores Cláudio Santoro, Guerra Peixe e Eunice Catunda decidiram abandonar o dodecafonismo, técnica de composição que caracterizava a vanguarda, e passaram a adotar um discurso de defesa do nacionalismo musical baseado no folclore. O trabalho estuda os textos dos protagonistas analisando as formulações estéticas e sua motivação político-ideológica. Analisa também a trajetória do compositor Guerra Peixe, e algumas de suas obras, procurando compreender sua relação com as questões culturais e históricas da época e como sua composição musical relacionou-se com elas.

Palavras-Chave: Guerra Peixe. Nacionalismo musical. Grupo Música Viva.

Downloads 2678  2678  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 (6) 7 8 9 10 11 12 »