Educadores

Ínicio : História : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (26)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do pior para o melhor avaliado)

Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Um estudo sobre a exposição e os expostos na vila de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais de Curitiba Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
CAVAZZANI, André Luiz M.

A pesquisa ora proposta dedica-se ao estudo de algumas variáveis acerca do fenômeno da exposição de crianças. Este costume, que encontra lamentável recorrência até os dias de hoje, vem sendo identificado pela historiografia, também em outras épocas e lugares, variando apenas, as explicações quanto aos motivos, às circunstâncias, à relação com o conjunto dos nascimentos e as sensibilidades sociais diante deste fato. O pano de fundo para este estudo corresponde à Vila de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais de Curitiba, à segunda metade do século XVIII. Ao que tudo indica, a exemplo de uma vasta gama de localidades no Brasil colonial, a vila de Curitiba, ainda no setecentos, não dispunha de uma Santa Casa de Misericórdia que pudesse amparar os enjeitados. Paralelamente, a análise da documentação camarária trouxe indicadores de que na vila de Curitiba a Câmara, no decorrer do século XVIII, também não assumiu para si o encargo dos expostos. Isto não inibiu o abandono que era realizado em locais ermos, monturos e, principalmente, “à porta dos fogos”. Nesse quadro, agregando dados provenientes das atas de catolicidade — batismos, óbitos e casamento — levantamentos nominativos e documentação coeva procurou-se: identificar os recém nascidos enjeitados na vila de Curitiba na segunda metade do século XVIII; qualificar o perfil dos domicílios que os receberam; identificar com base nos registros de casamento e nas listas nominativas a natureza dos arranjos matrimoniais que envolveram indivíduos qualificados como expostos; qualificar o perfil dos domicílios que eram chefiados por expostos; e finalmente, analisar se a vida social destes indivíduos – como criança e como adulto – carregava marcas de sua condição ao nascer. Isso tudo para tentar recuperar a trajetória de vida destas crianças com o propósito de entender como teria se dado a sua inserção naquela sociedade e, para além disto, qual teria sido o papel do exposto na complexidade das relações sociais que grassaram no Brasil Colônia e, de maneira mais específica, na Curitiba Setecentista.

Palavras-chave: Abandono de crianças. Expostos. Infância. Brasil colônia. História do Paraná.

Downloads 427  427  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora! Sinal vermelho: a trilogia da devoração de Oswald de Andrade e a censura do Estado Novo Popular Versão: PDF
Atualização:  2/10/2013
Descrição:
MEDEIROS, Mirna Aragão de

Este trabalho pretende abordar a relação entre Estado Novo (1937-1945) a e censura teatral. Para tal, partimos do conceito de Estado ampliado, de Antonio Gramsci, que entende o Estado não apenas em seu sentido estritamente político, mas também cultural e ideológico. É importante ressaltar que nesse período a questão da cultura foi concebida visando a uma organização política, ou seja, à criação de instituições culturais próprias, destinadas à produção e à propagação da concepção de mundo e se utilizava do setor artístico para tal. Este campo era especialmente ligado ao governo Getúlio Vargas, e particularmente ao ministro Gustavo Capanema. Procuramos mostrar que além da censura do Serviço Nacional do Teatro (SNT) e a do Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP), existiam também a censura do gosto e a imposta através dos financiamentos estatais. Para tal, considerando que nos textos de Oswald de Andrade "A Morta", "O Rei da Vela", "O Homem e o Cavalo", dentre outros, há um caráter contrahegemônico, e levando em conta a afirmação de Bakhtin de que "a palavra é a arena onde se confrontam os valores sociais contraditórios; os conflitos da língua refletem os conflitos de classe no interior do mesmo sistema", tomaremos esses trabalhos como objeto de análise.

Palavras-chave: Teatro. Oswald de Andrade. Estado Novo. Censura.

Downloads 2533  2533  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGH - UFF  Site http://www.historia.uff.br/stricto/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!A Rede da Democracia e o golpe de 1964 Popular Versão: PDF
Atualização:  10/10/2013
Descrição:
SILVA, Eduardo G.

Através da presente dissertação, procuramos analisar o papel desempenhado pela Rede da Democracia no processo de disputa pelo controle do Estado do qual o golpe de 1964 representou decisiva etapa. Arranjo midiático formado pelas emissoras de rádio e pelos jornais das empresas Globo, Jornal do Brasil e Diários Associados, acreditamos que a Rede da Democracia atuou entre outubro de 1963 e abril de 1964 como um importante locus de fomentação e doutrinação ideológica em prol da destituição do Governo Goulart, do estancamento do processo de expansão democrática experimentada naquele período e de promoção de um projeto moderno-conservador para o País – de fato implementado pelos governos ditatoriais iniciados em abril de 1964. Almejamos, também, trazer à tona a relação entre este arranjo midiático e a historiografia revisionista sobre o Golpe, sobretudo no que tange ao exacerbado e anacrônico peso conferido à "democracia" por parte desta tendência historiográfica.

Palavras-chave: Rede da Democracia. Golpe de 1964. Revisionismo historiográfico.

Downloads 937  937  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGH - UFF  Site http://www.historia.uff.br/stricto/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Os oficiais índios na Amazônia Pombalina: Sociedade, Hierarquia e Resistência (1751-1798) Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
ROCHA, Rafael Ale

Este trabalho analisa o processo através do qual os índios inseridos na sociedade colonial alcançavam postos oficiais nas câmaras municipais (juízes e vereadores) e nas tropas militares do Estado do Grão Pará e Maranhão durante a segunda metade do século XVIII. A baliza temporal adotada, entre 1751 e 1798, compreende, respectivamente, a chegada de Francisco Xavier de Mendonça Furtado, governador e capitão general do Estado (1751-1759), à capital Belém e a Carta Régia de 1798. Mendonça Furtado era irmão do ministro Sebastião José de Carvalho e Melo (futuro Marquês de Pombal) e deveria implantar uma série de reformas na região amazônica visando garantir a posse do território para a Coroa portuguesa. Para tanto, tentava-se transforma os índios em vassalos portugueses e, nesse sentido, diversas medidas foram tomadas no sentido de "civilizá-los". O a formação de uma elite indígena deve ser entendida neste contexto, na medida em que estes indivíduos serviam como elo entre os anseios da Coroa (representada pelas autoridades portuguesas) e os demais índios. Eram importantes, nesse sentido, como elementos da administração e governo das vilas ― antigos aldeamentos indígenas. Por fim, o trabalho pretende mostrar que, apesar de inseridos no mundo colonial, os oficiais índios puderam adaptar as políticas indigenistas em favor dos seus interesses.

Palavras-chave: Amazônia colonial. Elites coloniais. Políticas indígenas. Políticas indigenistas. Câmaras municipais. Tropas militares.

Downloads 661  661  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGH - UFF  Site http://www.historia.uff.br/stricto/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!De Isidoro a Ildefonso: Teologia Política e Política Eclesiástica na Hispania Visgoda do século VII Popular Versão: PDF
Atualização:  14/10/2013
Descrição:
ROMÃO, Paôla M.

Essa dissertação ambiciona estudar os aspectos que envolvem a disputa pelo poder político, econômico e social entre a instituição régia visigoda e o setor eclesiástico do Reino Visigodo Católico de Toledo, entidade política de maior expressão sobre o território ibérico, constituído e consolidado durante os séculos VI/VII, um período histórico denominado Antiguidade Tardia. A metodologia utilizada está centrada na análise de fontes primárias, de natureza bilíngüe – latim e espanhol – das quais tem caráter relevante a obra "De Viris Illustribus", de Ildefonso de Toledo, bem como os "Concílios Visigóticos de Toledo do IV ao VIII", instrumentos legais convocados pelo rei que exemplificam o comportamento adotado entre a instituição régia e episcopado e algumas cartas advindas "Epistolario" de Braulio de Zaragoza intercambiadas entre diversos bispos e reis, que clarificam o relacionamento inter- pessoal entre as instituições. Também é analisada, a obra "Etimologías" de Isidoro de Sevilha – em latim e espanhol -, por fornecer de forma clara e objetiva o conceito de "rei" e "reino" neste período. Ildefonso nasceu entre 605 e 607 como membro de uma poderosa família toledana, entrando muito jovem no mosteiro de Agalí, do qual chegou a ser abade. Em 657 por exigência do então monarca Rescesvinto - com quem manteve uma difícil relação -, foi consagrado bispo metropolitano de Toledo, posto que ocupou até sua morte em 667. A natureza da obra de Ildefonso é específica, de cunho até mesmo pedagógico. Pode ser considerada como um exemplum, pois ao compilar a vida de 13 viris eclesiásticos considerados "bons", ele pretende transmitir uma moral, uma concepção de mundo, enfim, um "modelo" a ser seguido. A partir de uma valorização do Mosteiro de Agalí, do primado de Toledo e seus prelados, é que Ildefonso pretende demonstrar a força da sua Igreja em contraposição ao monarca. Portanto, analisar as relações da Igreja Católica Visigoda frente à instituição régia e compreender a importância da figura de Ildefonso perante à instituição do Episcopado, através da questão se foi um autor inovador ou mero reprodutor do pensamento eclesiástico da época dominado por Isidoro de Sevilha, bem como, perante à instituição da Monarquia com firmes representantes, partindo do fato de não ter sido convocado nenhum concílio durante o seu bispado, são objetivos desta dissertação.

Palavras-chave: Antiguidade Tardia. Visigodos. Episcopado. Monarquia.

Downloads 1060  1060  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Entre engenhos e canaviais: Senhoras do açúcar em Itu (1780-1830) Popular Versão: PDF
Atualização:  14/10/2013
Descrição:
ALMEIDA, Joseph Cesar Ferreira de

Este mestrado tem por objetivo o estudo sobre a atuação das Senhoras do Açúcar, que poderiam ser tanto proprietárias quanto as esposas de donos de engenhos, em Itu do final do século XVIII a meados do século XIX. A documentação escolhida reúne inventários, testamentos, mapas com relações de engenhos, recenseamento dos bens rústicos e registros de notas de imóveis, cujas informações permitiram obter dados para uma análise bastante ampla do tema em pauta. A pesquisa insere-se no campo de estudos relativos à História das Mulheres, voltando-se para a análise das distinções e semelhanças entre aquelas do período e a sua situação específica neste contexto histórico. O trabalho, no entanto, não se limita apenas à uma História das Mulheres na economia canavieira de Itu, mas busca, sobretudo, uma oportunidade de dialogar com a historiografia brasileira sobre temas mais abrangentes, como a própria formação econômica de São Paulo.

Palavras-chave: Mulheres. Engenhos. Itu. Séculos XVIII e XIX. Economia.

Downloads 559  559  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHE - USP  Site http://historia.fflch.usp.br/posgraduacao/he
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Dos Sertões Desconhecidos às Cidades Corrompidas: um estudo sobre a obra de João de Minas 1929-1936 Popular Versão: PDF
Atualização:  14/10/2013
Descrição:
ALMEIDA, Leandro Antonio de

O objetivo desta dissertação é entender as modificações temáticas ocorridas na obra literária de João de Minas (pseudônimo do jornalista Ariosto Palombo, 1896-1984), autor de 12 livros entre 1929 e 1936. O principal caminho utilizado é a analise temática de suas narrativas, buscando-se como o escritor configura o "mundo da obra" literária, revelador das escolhas e temas significativos para o escritor no período estudado. Diversas mudanças temáticas em sua literatura estão relacionadas ao impacto exercido na vida do autor pelo movimento de outubro de 1930. Em função de seus antigos vínculos com o Partido Republicano Paulista, o evento gerou em João de Minas um sentimento de deslocamento social, que o levou, de 34 em diante, a tratar de forma mais crítica da história, da sociedade e da política de seu tempo. Tal percepção reverberou no seu fazer literário: deixou de se preocupar com uma a realidade distante e desconhecida do sertão ou de defender o regime oligárquico vigente até 1930, mas passou a refletir distanciada e ironicamente sobre as mazelas e convenções da vida urbana. Descolado do PRP, João de Minas se sentiu livre para representar o que via como o obsceno da vida política e da vida social das grandes cidades.

Palavras-chave: João de Minas. Ariosto Palombo. Revolução de 30. Literatura brasileira.

Downloads 525  525  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHS - USP  Site http://historia.fflch.usp.br/posgraduacao/hs
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Representações sociais e a construção da consciência histórica Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
ALVES, Ronaldo C.

Esta pesquisa teve como objetivo estudar a construção de consciência histórica em alunos do ensino básico a partir do encontro/confronto, em sala de aula, dos diferentes saberes oriundos do senso comum e da ciência da História, por meio da análise das representações sociais constituídas por seus sujeitos: alunos e professores. A utilização de uma metodologia de pesquisa de inspiração etnográfica, somada a outros instrumentais qualitativos aplicados em alunos e professores do ensino fundamental e médio de escolas situadas na periferia da Cidade de São Paulo, proporcionou a leitura das configurações sociais da comunidade escolar à luz da teoria das representações sociais de Serge Moscovici e do conceito de consciência histórica de Jörn Rüsen.Baseado nesse aporte teórico e empírico, a dissertação buscou compreender a influência da dupla dimensão do cotidiano (local e global) na construção das representações sociais dos alunos e a transformação (ou reprodução) das mesmas após a atuação do ensino de História no espaço escolar, com vistas à consecução (ou não) de consciência histórica na vida prática. Por fim, a partir da análise do confronto de representações sociais de alunos e professores, oriundas da apreensão de um conceito substantivo discutido no ensino de História, propõe a socialização e discussão dessas diferentes representações no espaço escolar como possibilidade de formação de consciência histórica e de maior aproximação do estudo da História da vida prática dos alunos.

Palavras-chave: Consciência Histórica. Representações Sociais. Cotidiano. Etnografia. Educação. História. Didática da História. Identidade. Cultura. Comunicação. Psicologia Social.

Downloads 981  981  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma FE - USP  Site http://www4.fe.usp.br/pos-graduacao/indice-geral-da-pos-graduacao
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O corpo das ruas: A fotografia de Pierre Verger na construção da Bahia iorubá Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
AGUIAR, Josélia

Este estudo investiga a atuação do fotógrafo francês Pierre Verger (1902-1996) com o propósito de compreender a relação entre suas fotografias da Bahia e as tentativas de definir, por meados do século XX, uma identidade baiana. Vista muitas vezes como calcada na herança iorubá, mas quase sempre tratada quase como uma essência mística por escritores, músicos, artistas, cronistas e cientistas sociais, esta imagem foi mais tarde apropriada pela política, economia (incluído o turismo), mídia e indústria cultural. No entanto, a singularidade da Bahia revela-se, nas lentes de Verger, como concreta, territorialmente encarnada, expressando-se no corpo e na corporalidade dos próprios lugares, de herança africana sim, mas sem traços explícitos iorubá.

Palavras-chave: História cultural. Identidade baiana. Baianidade. Fotografia. Pierre Verger. Corpo. Corporalidade africana.

Downloads 412  412  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHS - USP  Site http://historia.fflch.usp.br/posgraduacao/hs
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Experiências de moradia: História oral e vida familiar Popular Versão: PDF
Atualização:  14/10/2013
Descrição:
BARBOSA, Xênia de Castro

Esta pesquisa propõe um registro de aspectos da experiência de vida de duas famílias: uma que reside em Porto Velho e outra que tem membros em São Paulo e Itapecerica da Serra. Dentre a complexidade de suas experiências, procuramos analisar suas lutas por moradia, percepções da cidade e o ordenamento de seus projetos familiares. Para isso realizamos três anos de trabalho de campo, registramos e analisamos suas histórias de vida, elaboradas mediante procedimentos e noções da história oral.O texto está organizado do seguinte modo: Parte I: Apresentação, História do Projeto, Considerações sobre o Corpus Documental, sobre o Tema da pesquisa e a Leitura em história oral; Parte II: Narrativas de uma família de São Paulo, na qual apresentamos 10 histórias de vida de familiares e agregados que se consideram pertencentes a essa família, e narrativas de uma família de Porto Velho, em que expomos seis histórias de vida de integrantes daquela família; Parte III: Leitura e Interpretação, na qual analisamos as histórias de vida apresentadas no capítulo anterior.

Palavras-chave: História oral. Família. Memória. Cidade. Experiência.

Downloads 4135  4135  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHS - USP  Site http://historia.fflch.usp.br/posgraduacao/hs
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 (5) 6 7 8 9 10 11 12 »