Educadores

Ínicio : História : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (26)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Pastoreio de almas em Terras Brazilis: a igreja católica no "Paraná" ... Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
POLETTO, Lizandro

Esta dissertação apresenta uma análise da institucionalização da Igreja Católica no território que hoje corresponde ao Estado do Paraná. O período estudado desdobrou-se entre os séculos XVII, quando são fixadas as primeiras paróquias, e os finais dos Oitocentos, quando foi criada a Diocese de Curitiba, em 1892, até a posse de seu primeiro bispo, em 1894. A expansão portuguesa e a expansão da Igreja aconteceram de forma simultânea em função do instituto do padroado, que permaneceu até a Proclamação da República no Brasil. Através desse mecanismo, o Império Português tornou-se o mecanismo de proliferação da fé católica, assim como a Igreja tornou-se o braço de sustentação da expansão colonial portuguesa. Para dar conta desse amplo processo, através dos estudos bibliográficos e a análise de fontes, o estudo abrangeu a institucionalização da Igreja na América Portuguesa, indicando as diversas circunscrições religiosas a que essas terras foram submetidas para depois acompanhar os desdobramentos da Diocese de São Salvador até surgir a Diocese de Curitiba, desmembrada da Diocese de São Paulo.

Palavras-chave: Igreja. Igreja no Brasil. Diocese de Curitiba.

Downloads 273  273  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Plantadores de raiz: escravidão e compadrio nas freguesias Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
SILVA, Denize A. da

Nas últimas décadas a historiografia brasileira vem concentrando esforços na direção de entender as sociabilidades dos escravos. Neste sentido, esta pesquisa sobre escravidão e compadrio de escravos nas freguesias de Nossa Senhora da Graça e de São Francisco Xavier, no período entre 1845 a 1888, investiga as estratégias de construção das relações sociais nos cativeiros destas localidades. As referidas freguesias estavam localizadas no litoral norte da antiga Província de Santa Catarina atual Estado do mesmo nome, tinham como características marcantes uma economia de abastecimento, escravarias relativamente pequenas e uma população escrava na sua maioria crioula. Os documentos sugerem, em especial sobre a freguesia Nossa Senhora da Graça, que os senhores estavam intimamente envolvidos no tráfico interno de cativos, e que possivelmente cederam escravos para outras regiões. A análise sobre escravidão está centrada nas relações de compadrio dos escravos. O compadrio mostrou muitos aspectos sobre a vida em cativeiro e também apontou para as estratégias desenvolvidas para organizar redes sociais no interior e fora da comunidade escrava. Percebeu-se que o compadrio propiciou aos cativos ampliar e solidificar arranjos e laços familiares, pois gerava um compromisso de solidariedade entre pais, padrinhos e afilhados. Durante muito tempo ventilou-se a idéia que os escravos procuravam no compadrio uma forma de garantir "vantagens" e que sendo assim apostavam em compadres com melhor posição social. No que diz respeito ao compadrio de escravos na freguesia Nossa Senhora da Graça, notou-se que um número significativo de cativos preferiu firmar laços de compromisso com seus pares. Em alguns momentos forma 43,2% de crianças cativas sendo batizadas por pessoas nesta mesma condição social. Nas freguesias estudadas o compadrio muito provavelmente se apresentou como uma estratégia para os escravos ampliarem e solidificarem suas relações comunitárias.

Palavras-chave: Escravidão. Compadrio. Comunidade escrava. Tráfico interno.

Downloads 1400  1400  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Políticas afirmativas e educação: a Lei 10.639/03 no contexto das políticas educacionais no Brasil  Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
ROCHA, Luiz Carlos Paixão da

Através da análise da Lei n. 10.639/03, que tornou obrigatório o ensino da História e Cultura Afro-Brasileira em todos os estabelecimentos de ensino da educação básica, em vigor desde 09 de janeiro de 2003, este trabalho traz uma reflexão sobre as contradições presentes no debate das políticas de ações afirmativas para o negro brasileiro, bem como tenta verificar em que medida essas políticas contribuem com a luta pela superação da ordem econômica vigente, ou obstaculizam essa superação. A Lei n. 10.639/03 chega ao Estado Brasileiro no bojo do debate da implantação das políticas de ações afirmativas para a população negra que, embora reivindicadas pelo movimento social negro, compõem o discurso estratégico dos organismos internacionais que defendem a instituição de políticas sociais focalizadas para os mais pobres, entre os quais, os negros. A análise realizada não nega as positividades das reivindicações do movimento social negro, porém tenta colocá-las dentro do atual contexto de desenvolvimento das políticas sociais, a fim de possibilitar uma apreensão mais cuidadosa do objeto, dentro das várias determinações da sociedade. O trabalho, entendendo as desigualdades raciais como um dado importante da realidade brasileira e como um subproduto da dinâmica da sociedade capitalista, procurou estabelecer relações entre a superação das desigualdades raciais e as desigualdades sociais, propondo, assim, na luta política, a aliança entre a luta racial e a luta de classes. Neste sentido, a Lei n. 1.0639/03 pode configurar-se como um instrumento de luta para o questionamento da ordem vigente, na medida em que coloca em xeque construções ideológicas de dominação, fundadoras da sociedade brasileira.

Palavras-chave: Políticas educacionais. Políticas de ações afirmativas. Negro e educação. Lei n. 10.639/03. Ideologia.

Downloads 3534  3534  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGE - UFPR  Site http://www.ppge.ufpr.br/inicio.htm
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Políticas Culturais e Patrimônio Histórico: o processo de tombamento do setor histórico da Lapa-PR Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
MACHADO, Alisson B.

Este estudo tem como objetivo analisar o processo de tombamento do Setor Histórico da Lapa no período de 1979-1989, quando uma série de entraves se colocaram como objeções para a manutenção de uma área da cidade, considerada pelos políticos oficiais, como um setor histórico, digno de preservação para as populações do presente e do futuro. Apresento a construção da categoria patrimônio, as mudanças no tempo e no espaço que o conceito sofreu até adquirir a atual conotação. Trabalho com o processo histórico de definição de uma política institucional para o patrimônio cultural no Brasil e no estado do Paraná, de modo a compreender como as práticas de preservação caminharam sob a influência da discussão internacional para a preservação do patrimônio cultural. Demonstro os conflitos que envolveram as decisões preservacionistas locais, de modo a mostrar a pluralidade de valores, tanto econômicos como culturais e históricos ali colocados, que confrontou, no período de análise, interesses individuais e coletivos. As ações ocorridas do processo de tombamento do Setor Histórico da Lapa me permitiram contextualizar o patrimônio nos processos sociais dos quais ele se nutre, bem como contribuíram para o entendimento dos sentidos da construção de imagens patrimoniais.

Palavras-chave: Patrimônio Histórico. Preservação. Políticas Patrimoniais. Centro Histórico. Lapa.

Downloads 4241  4241  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPH - UEM  Site http://www.pph.uem.br/Site/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Politizando o cotidiano: Repressão aos alemães em Curitiba durante a Segunda Guerra Mundial Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
PEREIRA, Márcio J.

O renascer dos estudos cotidianos está amplamente vinculado as estruturas do político, frente ao deslocamento do campo do poder das instituições públicas e do Estado para a esfera do privado, através da politização do dia-a-dia. Os objetivos da presente pesquisa é analisar como a Segunda Guerra Mundial influenciou o cotidiano de Curitiba durante seu decorrer, dando ênfase as ações governamentais praticadas contra os cidadãos de ascendência alemã e analisar a atuação da população civil curitibana nesse processo. Para dar conta das propostas supracitadas foram utilizadas as seguintes fontes: documentos da extinta Delegacia de Ordem Política e Social do Estado do Paraná, através dos dossiês temáticos e pastas individuais provenientes do Arquivo Público do Paraná e recortes dos jornais diários que circulavam na capital paranaense, sendo estes: o Diário da Tarde, o Correio do Paraná e a Gazeta do Povo, disponíveis na Biblioteca Pública do Paraná.

Palavras-chave: Curitiba. Cotidiano. Alemães. Segunda Guerra Mundial.

Downloads 1342  1342  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPH - UEM  Site http://www.pph.uem.br/Site/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Produção documental do legislativo no império - gênese e tipologia: o caso da assembléia legislativa Popular Versão: PDF
Atualização:  24/10/2013
Descrição:
PAZIN, Marcia Cristina de Carvalho

Este trabalho apresenta o desenvolvimento de uma pesquisa de Tipologia Documental em acervo histórico, utilizando como modelo o caso da Assembleia Legislativa Provincial de São Paulo, organismo legislativo da Província de São Paulo durante o período imperial do Brasil. A partir do estudo das condições de criação e de funcionamento da Assembleia Provincial, são apresentados os tipos documentais substantivos de sua atuação - representativos do cumprimento de suas funções - e os documentos acessórios - documentos anexos e complementos encaminhados pela população e instituições locais visando ampliar a argumentação de suas solicitações. Apresenta o Glossário de Formatos, Espécies e Tipos Documentais da Assembleia Legislativa Provincial de São Paulo, instrumento que contém em cada verbete as definições dos tipos documentais representativos do acervo e histórico de utilização dos termos.

Palavras-chave: Arquivologia. Assembleia Legislativa Provincial de São Paulo. História de São Paulo. História Institucional. Organização de Arquivos. Tipologia Documental.

Downloads 448  448  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHS - USP  Site http://historia.fflch.usp.br/posgraduacao/hs
Avaliação: 5.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Professoras negras e o combate ao racismo na escola Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
LOPES, Tania Aparecida

O tema de análise deste estudo versa sobre a auto-percepção de professoras negras da rede pública de educação do Estado do Paraná, nos níveis de Ensino Fundamental e Médio, de escolas localizadas no bairro do Boqueirão, município de Curitiba, acerca de suas práticas de combate ao preconceito e a discriminação racial no interior da Escola. O trabalho foi desenvolvido a partir de análises das repostas dadas por essas professoras negras, com a aplicação de questionários e entrevistas, onde se buscou investigar a existência de uma possível relação entre o preconceito e a discriminação racial vividos por parte dessas professoras negras no decurso de suas vidas, tanto fora quanto no espaço escolar, com uma prática de combate ao racismo por elas construído na práxis pedagógica, de forma intencional ou não. Assim, também se buscou um diálogo com teorias que proporcionassem a possibilidade de ampliar e conferir um outro olhar às relações raciais no interior do espaço escolar, quebrando com "verdades" preestabelecidas, com base no "mito" da democracia racial, em nossa realidade social. Para as análises dos dados coletados, a partir dos questionários e das entrevistas, as professoras negras foram divididas em dois grupos distintos: (i) as que referem ter sido vítimas de algum tipo de discriminação na escola, e (ii) as que dizem nunca terem sofrido discriminação devido ao seu pertencimento racial. A partir das análises, foi possível constatar a existência de diferenças na práxis pedagógica de profilaxia e combate ao preconceito entre as professoras negras, que se referem sendo vítimas de algum tipo de discriminação na escola e/ou na vida em geral e, aquelas professoras que dizem nunca terem sofrido discriminação no interior da escola.

Palavras-chave: Professora negra. Preconceito. Discriminação racial. Escola. Práxis pedagógica de anti-preconceito.

Downloads 759  759  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGE - UFPR  Site http://www.ppge.ufpr.br/inicio.htm
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Rememorar a experiência docente: relatos de professores de história da rede pública estadual de São Popular Versão: PDF
Atualização:  24/10/2013
Descrição:
PINCHEIRA, Andrés Evaristo Reyes

Esta é uma pesquisa que se inscreve nos estudos autobiográficos. Por meio de relatos de sujeitos que construíram sua experiência como professores de História na rede pública estadual, procurou-se investigar dimensões do trabalho docente no Estado de São Paulo. O objetivo é deslindar como os sujeitos percebem a sua existência como professor, constroem a sua identidade, avaliam seu percurso no trabalho docente. Assim, por meio das rememorações, histórias de vida, o que se quer é apreender a historicidade de seu desenvolvimento profissional e, dessa forma, os múltiplos processos que ajudaram a constitui-lo na totalidade dos processos formativos. O texto que ora apresentamos centrou-se na análise em três fatores da prática docente. Em primeiro lugar, descrevemos e analisamos os dilemas da formação inicial, Básica e Superior, um processo de ensino e aprendizagem que foi marcado por práticas docentes fragmentadas, sem inter-relação entre as disciplinas e a falta de um trabalho pautado no diálogo. A seguir, analisamos a trajetória do ensinar História na escola, entrecruzando as falas dos professores entrevistados com documentos oficiais, buscamos discutir as finalidades dessa disciplina escolar, seus métodos de ensino e as controvérsias em torno da ideia de professor "tradicional", perspectivas que dicotomizam um ensino "centrado no aluno" versus um ensino "centrado no professor". Finalmente, analisamos o lócus no qual esses sujeitos exerceram a sua experiência docente: a escola pública estadual. Assim, são discutidas questões relativas às condições de trabalho, a deterioração da escola, o trabalho solitário. Efetuamos também uma discussão acerca da idéia de cidadania por meio da elaboração do projeto político-pedagógico da escola numa perspectiva da cidadania ativa, participativa, na qual os sujeitos que compõem a comunidade escolar possam discutir suas necessidades e as finalidades. Por meio deste estudo concluímos como a escola pública se deteriorou, principalmente, com as "políticas públicas" neoliberais, na qual a cidadania é percebida como uma relação de mercado e participação como sinônimo de trabalho voluntário na escola. Dessa forma, ocorre um processo de expulsão de professores da rede pública estadual.

Palavras-chave: Ensino básico. Ensino de História. Experiência docente. Formação inicial. Políticas públicas educacionais. Professores de História.

Downloads 1631  1631  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma FEUSP - USP  Site http://www4.fe.usp.br/pos-graduacao/indice-geral-da-pos-graduacao
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Representações sociais e a construção da consciência histórica Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
ALVES, Ronaldo C.

Esta pesquisa teve como objetivo estudar a construção de consciência histórica em alunos do ensino básico a partir do encontro/confronto, em sala de aula, dos diferentes saberes oriundos do senso comum e da ciência da História, por meio da análise das representações sociais constituídas por seus sujeitos: alunos e professores. A utilização de uma metodologia de pesquisa de inspiração etnográfica, somada a outros instrumentais qualitativos aplicados em alunos e professores do ensino fundamental e médio de escolas situadas na periferia da Cidade de São Paulo, proporcionou a leitura das configurações sociais da comunidade escolar à luz da teoria das representações sociais de Serge Moscovici e do conceito de consciência histórica de Jörn Rüsen.Baseado nesse aporte teórico e empírico, a dissertação buscou compreender a influência da dupla dimensão do cotidiano (local e global) na construção das representações sociais dos alunos e a transformação (ou reprodução) das mesmas após a atuação do ensino de História no espaço escolar, com vistas à consecução (ou não) de consciência histórica na vida prática. Por fim, a partir da análise do confronto de representações sociais de alunos e professores, oriundas da apreensão de um conceito substantivo discutido no ensino de História, propõe a socialização e discussão dessas diferentes representações no espaço escolar como possibilidade de formação de consciência histórica e de maior aproximação do estudo da História da vida prática dos alunos.

Palavras-chave: Consciência Histórica. Representações Sociais. Cotidiano. Etnografia. Educação. História. Didática da História. Identidade. Cultura. Comunicação. Psicologia Social.

Downloads 337  337  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma FE - USP  Site http://www4.fe.usp.br/pos-graduacao/indice-geral-da-pos-graduacao
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Repressão judicial no Brasil: o capitão Carlos Lamarca e a VPR na justiça militar (1969-1971) Popular Versão: PDF
Atualização:  24/10/2013
Descrição:
MACIEL, Wilma Antunes

Com a instauração do regime militar no Brasil em 1964 e a decretação do Ato Institucional no. 2 (AI-2) em 1965, os civis que cometiam crimes contra a Segurança Nacional passaram a ser julgados pela Justiça Militar. O presente estudo analisa os processos políticos movidos contra a Vanguarda Popular Revolucionária (VPR), no período de 1969 a 1971, principalmente aqueles que se referem ao seu principal líder Carlos Lamarca. Trata-se da compreensão das facetas da Justiça Militar, buscando apreender na lógica dos textos dos processos seus objetivos e significado histórico. Sendo que a atuação da Justiça revelou-se extremamente complexa, no julgamento dos militantes de uma das principais organizações de esquerda que empreendeu a luta armada contra o regime. A pesquisa abordou a relação entre a administração da Justiça e o Estado, os mecanismos de repressão denunciados nos tribunais, como a tortura, desaparecimento e mortes de militantes e as irregularidades na aplicação da legislação.

Palavras-chave: Justiça militar. Luta armada. Regime militar.

Downloads 492  492  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHS - USP  Site http://historia.fflch.usp.br/posgraduacao/hs
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 (11) 12 »