Educadores

Ínicio : Geografia : Cartografia : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!Mapas, saber e poder Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
HARLEY, Brian

Um livro sobre o conjunto de imagens geográficas que não incluísse o mapa pareceria um Hamlet sem o Príncipe. Entretanto, ainda que os mapas estejam há muito tempo no centro dos discursos sobre a geografia, raramente eles são lidos como textos “profundos“ ou como formas de saber socialmente construídas. “A interpretação dos mapas" implica habitualmente o estudo de suas “características geográficas” sem indicar como, enquanto forma manipulada do saber, eles contribuíram para moldar estas características. Certamente, na geografia política e história do pensamento geográfico, vinculam-se cada vez mais os mapas e o poder, sobretudo nos períodos de história colonial. Mas o papel particular dos mapas, como imagens ligadas a contextos históricos precisos, quase não se sobressai do discurso geográfico no qual eles estão inseridos. O que falta, é o sentimento do que Carl Sauer chamava de eloquência dos mapas. O que podemos fazer para que os mapas “falem” dos mundos sociais do passado?

Palavras-chave: Mapas. Poder. Geografia. Ícones. Política. Pensamento geográfico.

Downloads 339  339  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://confins.revues.org
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!O mapa tátil no ensino de Geografia: algumas reflexões Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
SALVADOR, Diego S. C. de O.

O mapa é um instrumento que representa de maneira codificada diversos espaços geográficos. A leitura e a compreensão desse instrumento são de suma importância para o desenvolvimento significativo do ensino geográfico. Um mapa construído de maneira acessível a todos representa um meio pelo qual o ensino geográfico pode se tornar motivante e eficaz para todos os alunos, tanto os com deficiências quanto os considerados “normais”. Dessa maneira, o estudo em tela traz reflexões sobre a importância desse instrumento para o desenvolvimento inclusivo do ensino de Geografia. Além dessas reflexões, são apresentados passos para a confecção de um mapa tátil do Brasil, que pode ser trabalhado por todos os alunos e professores. Destaca-se que a apresentação desses passos tem a finalidade de despertar a motivação e a criatividade de professores e alunos para a construção de outros mapas táteis, que possam auxiliar na significância do processo educacional geográfico inclusivo. Não se pode deixar de frisar que o objetivo do trabalho é refletir sobre a importância do mapa para a significativa compreensão de conhecimentos geográficos por todos os alunos, sem exceções. Para o alcance desse objetivo, adotou-se os seguintes procedimentos metodológicos: realizou-se pesquisas bibliográficas sobre a importância do mapa para o ensino de Geografia; refletiu-se sobre a confecção de mapas táteis e a importância destes para o ensino geográfico inclusivo; e confeccionou-se mapas táteis no âmbito do “Curso de atualização: formação continuada de docentes, visando um sistema educativo inclusivo”, realizado no CEFET-RN, no ano de 2006. O trabalho é desencadeado a partir de uma postura metodológica que segue as concepções geográficas humanistas, calcando-se na subjetividade, nos sentidos, nas percepções humanas, etc.

Palavras-chave: Mapa. Ensino de Geografia. Inclusão.

Downloads 703  703  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFRN  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!O portal da Cartografia Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
ARCHELA, Rosely S. ; ARCHELA, Edison

O grande volume de publicações, dispersos nas diversas áreas do conhecimento, dado ao próprio caráter da cartografia, está reunido em uma única fonte, com atualização sistemática. O “Portal da Cartografia” permite ao usuário a oportunidade de interagir com outros pesquisadores, como também apresentar novas informações, alimentando o banco de bibliografias que contêm títulos relacionados a vários campos da Cartografia: agricultura, ambiental, cidades, geografia, geologia, geomorfologia, hidrologia, planejamento, população, transportes, turismo, vegetação e uso do solo. Seu conteúdo possibilita muitos eixos de discussões, análises e abordagens.

Palavras-chave: Cartografia. Cartografia brasileira. Cartografia temática.

Downloads 460  460  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!O uso de tecnologia no ensino de Geografia: Experiência na formação de professores Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2012
Descrição:
CAVALCANTE, Maria M. de A.; BIESEK, Ana S.

As inovações tecnológicas têm avançado em todas as áreas do conhecimento. Na Geografia destacam-se os sistemas de informação e processamento de dados, os quais exigem níveis de conhecimentos cada vez mais desenvolvidos na prática da formação profissional e, consequentemente, no cotidiano escolar enquanto componente pedagógico e técnico. Sobre este aspecto, trata-se neste artigo da experiência praticada no Curso de Geografia na Universidade Federal de Rondônia – UNIR, por meio de um Curso de Extensão em Cartografia Temática, no qual propunha relacionar a teoria, método e processo empírico, a partir da interpretação da realidade social local, por meio de questões norteadoras, tais como: dinâmicas populacionais, urbanização, atividades econômicas e produtivas. O curso de Extensão buscou oferecer instrumental capaz de fortalecer e aprimorar a capacidade acadêmica e profissional dos futuros professores no cumprimento de um melhor desempenho e qualidade em suas atividades, a partir do acesso ao conhecimento de referenciais metodológicos e práticos que instrumentalize sua atuação pedagógica de modo a intervir na realidade educacional local. O interesse na execução do curso de Cartografia Temática e as estratégias metodológicas adotadas justificam-se em função dos trabalhos com pesquisa acadêmica desenvolvidos no âmbito do Laboratório de Geografia e Planejamento Ambiental – LABOGEOPA, em que o uso de geotecnologia é recorrente; e em função de uma expressa lacuna no curso de Licenciatura em Geografia, quanto à efetivação dessa ferramenta na formação de professores, este fato foi o que motivou a elaboração e a concretização de tal experiência. Desse modo, as atividades foram desenvolvidas no LABOGEOPA, envolvendo professores, discentes e colaboradores de pesquisa. Essa atividade foi conduzida como experimento para que se possa avaliar e propor uma periodicidade desta atividade na instituição, ou quem sabe um projeto maior que contemple o envolvimento dos profissionais (capacitação dos professores) da rede pública (Estadual e Municipal).

Palavras-chave: Sistemas de informação geográfica. Geografia. Cartografia. Processamento de dados. Geotecnologia.

Downloads 464  464  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 5.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!Orientação metodológica para construção e leitura de mapas temáticos Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2012
Descrição:
ARCHELA, Rosely Sampaio; THÉRY, Hervé

No Brasil utiliza-se o termo mapa, de forma genérica, para identificar vários tipos de representação cartográfica. Mesmo que, em alguns casos, a representação não passe de uma lista de palavras e números, ou de um gráfico que mostre como ocorre determinado fenômeno, essa representação recebe o nome de mapa. Embora o termo esteja popularizado, a grande maioria dos brasileiros possui um conhecimento muito restrito de cartografia devido ao nível de importância que é dado à alfabetização cartográfica no ensino formal e à difusão de mapas para uso cotidiano. Porém, os mapas estão em toda parte, jornais, revistas, canais abertos de televisão – quem não olha o mapa do tempo no jornal diário? - mapa rodoviário, do metrô, da cidade, e tantos outros que poderiam servir para alguma coisa, mas que quando existem, desorientam mais do que orientam. Talvez para o usuário (consumidor) não interesse como eles foram feitos, mas se servem à necessidade imediata, se cumprem seu objetivo. Se considerarmos que os mapas servem de orientação e de base para o planejamento e conhecimento do território, a sociedade acaba sendo consumidora dessas representações cartográficas que são um meio de comunicação. Porém, na maioria das vezes, esses mapas não têm cumprido o seu papel. Nas palavras de Loch (2006, p.27),“a função de um mapa quando disponível ao público é a de comunicar o conhecimento de poucos para muitos, por conseguinte ele deve ser elaborado de forma a realmente comunicar”. Provavelmente, parte da responsabilidade pela atual proliferação de mapas pouco eficazes se deve também, ao acesso irrestrito às ferramentas tecnológicas desenvolvidas para análise de dados espaciais aliadas ao desconhecimento dos procedimentos inerentes à representação cartográfica. Do ponto de vista científico, a busca por métodos que deem conta da representação de processos complexos da contemporaneidade também provocou o aumento de pesquisas em áreas emergentes como o geoprocessamento, a informática, o meio ambiente e a saúde pública, para os quais os sistemas de informação geográfica fornecem ferramentas que ajudam na produção de mapas. Isso certamente contribui, cada vez mais, para que os mapas sejam concebidos como documentos que revelam o visível e o invisível na imagem, como, por exemplo, as concepções ideológicas de uma sociedade. No entanto, independente do objetivo, o mapa como um meio de comunicação exige conhecimentos específicos de Cartografia, tanto de seu criador como do usuário, leitor e consumidor. O texto que segue, de cunho francamente didático, pretende portanto trazer um pouco de clareza sobre os diferentes tipos de mapas tématicos, os métodos de mapeamento e modos de expressāo, sem esquecer a importante questão da escala.

Palavras-chave: Mapa. Escala. Representação cartográfica. Cartografia. Geoprocessamento. Mapas temáticos.

Downloads 2084  2084  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!Uma metodologia de trabalho de campo para o ensino de Geografia nas séries iniciais da escola fundam Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
OLIVEIRA, Antonio Marcos Machado de; MIRANDA, Sérgio Luiz; REIS, Laura; SILVA, Tiago de Deus

Esse trabalho tem por objetivo apresentar uma metodologia do trabalho de campo como atividade pedagógica e discutir sua importância para o estudo do espaço local, no ensino de geografia, nas séries iniciais da escola fundamental (1.a a 4.a séries), enfatizando os procedimentos metodológicos e as possibilidades de registro e exploração dos dados obtidos no campo através de diferentes linguagens, particularmente as gráficas, cartográficas e fotográficas. O trabalho trata de uma atividade realizada como parte de um curso de extensão oferecido para os professores da educação básica que atuam profissionalmente nas séries iniciais de ensino fundamental em escolas da rede municipal de ensino de Uberlândia, MG. O curso “Cartografia no ensino de geografia para as séries iniciais: práticas educativas” foi ministrado no período de março a agosto de 2008, no Centro Municipal de Estudos e Projetos Educacionais – CEMEPE, da Secretaria Municipal de Educação de Uberlândia-MG. O objetivo principal desse curso foi proporcionar aos professores que não possuem formação acadêmica específica em Geografia melhores condições para tratarem dos conhecimentos geográficos e cartográficos na abordagem do espaço local, como conteúdos do ensino previstos nas orientações curriculares atuais. Diante disso, o trabalho de campo foi proposto como uma das atividades a serem desenvolvidas com os professores durante o curso, pois o mesmo contribui para uma maior compreensão do espaço local, uma vez que permite uma abordagem integrada dos diferentes aspectos geográficos. O trabalho de campo foi planejado a partir da análise das diretrizes curriculares municipais, as quais norteiam o programa de ensino dos professores, sendo que a partir delas foram destacados alguns temas do estudo do espaço local pertinentes para a execução dessa atividade, a saber: o comércio local, localização dos serviços públicos, relevo, hidrografia, vegetação, problemas ambientais (erosão dos solos, destruição de mata ciliar e do cerrado, deposição do lixo), bem como a transição cidade-campo. Para a consecução dessa atividade foi escolhido o Bairro Laranjeiras, situado na zona sul de Uberlândia, MG, por se tratar do local onde está localizada uma escola – Sebastiana Pinto - na qual trabalham quatro professoras participantes do curso. Além disso, esse bairro oferecia boas condições para se fazer uma análise dos vários aspectos geográficos que foram selecionados por meio das diretrizes curriculares.

Palavras-chave: Geografia. Cartografia. Aula de campo. Séries iniciais. Ensino fundamental. Diretrizes Curriculares. Educação Básica.

Downloads 5098  5098  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma EGAL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!Uso de linguagem cartográfica no ensino de Geografia: os mapas e Atlas digitais na sala de aula Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
MOURA, Leda M.C.

Este artigo tem o intuito de apresentar os mapas e Atlas digitais como uma alternativa para o uso da linguagem cartográfica no ensino de Geografia. A primeira parte, desenvolvida por meio de pesquisa bibliográfica, descreve a relevância da linguagem cartográfica nas aulas de Geografia; faz uma breve descrição das tecnologias de informação e comunicação (TIC) e de sua importância no cotidiano das pessoas. Apresenta, também, as ferramentas disponíveis na web – em especial o Google Earth e o Google Maps e busca fazer uma relação entre tecnologias e a linguagem cartográfica, propondo o uso dessas ferramentas - presentes nas escolas públicas do Estado do Paraná por meio do Programa Paraná Digital (PRD) - nas aulas de Geografia. Na segunda parte, relata uma experiência de uso do Google Maps em aulas do Ensino Fundamental (7a. Série), realizada no Colégio Estadual Euzébio da Mota, em Curitiba, no primeiro semestre de 2008. Por fim, partindo da experiência, faz algumas considerações a respeito da viabilidade da proposta de unir linguagem cartográfica e mapas/Atlas digitais em salas de aula.

Palavras-chave: Mapas. Atlas digitais. Cartografia. Geografia. Google Earth. Google Maps.

Downloads 2335  2335  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!Webquest com orientações para a construção de mapas temáticos Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
ARCHELA, Rosely S. ; ARCHELA, Edison

WebQuest proposta para ensino de cartografia temática com orientações detalhadas sobre a construção de mapas digitais. Essa metodologia pode ser utilizada em disciplina de cursos de geografia, cartografia ou na formação de outros profissionais que trabalham com mapas em suas pesquisas. Utiliza o software Microsoft Excel® para a construção da base de dados, o Adobe Illustrator® para a base cartográfica e o software Philcarto para a elaboração dos mapas temáticos. A partir de uma tabela de dados coletados em campo é possível construir vários mapas da cidade. O desafio será encontrar o método cartográfico mais adequado para a construção de mapas úteis.

Palavras-chave: WebQuest. Cartografia. Mapas. Mapas temáticos. Geografia.

Downloads 388  388  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 (4)