Educadores


Ínicio : Pedagogia : Teses : 

Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!As instituições especializadas e o movimento da inclusão escolar: intenções e práticas Popular Versão: PDF
Atualização:  11/5/2012
Descrição:
NERES, Celi Corrêa

Esta tese elegeu como tema de investigação as intenções e práticas das instituições especializadas frente ao movimento de inclusão escolar. Assim, a presente pesquisa dedicou-se a examinar as práticas educacionais que visam proporcionar a inclusão escolar dos alunos com deficiência na escola comum, por meio da análise do Programa de Apoio à Inclusão, desenvolvido por uma instituição especializada, identificando: a) o lugar que ocupam no interior do movimento de inclusão; b) a efetivação das práticas desenvolvidas pelo Programa para a inclusão escolar dos alunos com deficiência. O termo inclusão escolar foi adotado para referir-se a um grande movimento que surge no bojo das reformas educacionais da década de 1990 como uma proposição política de incorporação dos alunos que, historicamente, têm sido excluídos da escola. A inclusão dos alunos ditos excluídos passa a ser considerada como via de inclusão social, reafirmando o ideário da escola como instrumento de equalização social. Na educação especial, a inclusão em escolas comuns de alunos com deficiência é defendida como via de superação das condições de segregação e de exclusão social às quais foram historicamente submetidos. Para apreensão do objeto de estudo, a abordagem utilizada foi a do estudo etnográfico uma vez que, conforme aponta Rockwell (1989), permite abordar um objeto particular como parte de uma totalidade maior que o determina. Essa abordagem possibilitou apreender uma gama de elementos de análise, o que é fundamental para esse tipo de investigação que propõe estudar as práticas da instituição e, ao mesmo tempo, possibilita ao investigador utilizar um leque de fontes. Os instrumentos de coleta de dados utilizados foram: entrevistas focalizadas, análise documental e observação participante que proporcionaram a análise das práticas desenvolvidas pelas instituições que visam à inclusão escolar e a seus desdobramentos. Para atender ao objetivo da análise da extensão dessas práticas na inclusão dos alunos no ensino comum, elegeram-se também duas escolas da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande, capital do Estado de Mato Grosso do Sul, que recebiam alunos com deficiência, encaminhados pela instituição pesquisada. A presente pesquisa revelou que a instituição especializada, por força do emergente movimento de inclusão escolar, deflagrou um processo de reorganização de suas práticas, implantando serviços direcionados especificamente à inclusão dos alunos com deficiência no ensino comum. A análise das ações desenvolvidas pela instituição, especificamente do Programa de Apoio à Inclusão, demonstrou que se constituem em uma iniciativa de manutenção dos serviços da instituição. Esta é pressionada a desenvolver atividades que atendam ao que postula o movimento de inclusão escolar. As ações do Programa de Apoio à Inclusão não têm conseguido, de fato, promover a inclusão escolar dos alunos no ensino comum, conforme os dados analisados, seja por limitações materiais do Programa, que tem dificuldade para viabilizar a indicação e o acompanhamento dos alunos atendidos, conforme planejamento e metas estabelecidas, seja por barreiras pedagógicas encontradas nas escolas que produzem uma pedagogia calcada na homogeneização.

Palavras-chave: Deficiência. Educação. Inclusão escolar.

Downloads 3434  3434  Tamanho do arquivo 842.65 KB  Plataforma Universidade de São Paulo - USP  Site http://www.teses.usp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.