Educadores



Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!Os Conselhos Escolares e o processo de democratização: história, avanços e limitações Popular Versão: PDF
Atualização:  23/3/2012
Descrição:
ALMEIDA, Janaina Aparecida de Mattos

Esta proposta de estudo tomou como objeto de estudo os conselhos escolares na rede estadual de ensino paranaense. A análise parte da proposição dos trabalhadores em educação desde a década de 80, no processo de redemocratização do país. Analisou-se criticamente a política de implantação e o modo de funcionamento dos conselhos escolares na rede estadual paranaense referente ao período de 1991-2006. Seu intento foi contribuir para a compreensão de quanto esse órgão colegiado no estado do Paraná possibilitou de fato a constituição de uma gestão escolar baseada na perspectiva da democratização das relações de poder e de conhecimento no interior da escola, com a participação da comunidade escolar no processo de decisão das questões nucleares da escola. Procurou-se compreender as orientações e os desdobramentos da gerência empresarial na gestão da escola e as implicações sofridas na escola pública paranaense em relação ao Conselho Escolar e a Associação de Pais e Mestres, principalmente na segunda metade da década de 90, em que há uma “reconfiguraçao” desses em consonância com as novas determinações do capital. Buscou-se levantar e discutir, em linhas gerais, as orientações e os encaminhamentos presentes nas diretrizes das políticas educacionais nos atuais governos em nível federal e em nível estadual em relação ao Conselho Escolar e à Associação de Pais e Mestres.

Palavras chave: Conselhos escolares. Gestão democrática. Administração colegiada na escola pública. Participação da comunidade na escola.

Downloads 2840  2840  Tamanho do arquivo 2.07 MB  Plataforma Universidade Federal do Paraná - UFPR  Site http://www.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.