Educadores


Ínicio : Sociologia : Teses : 

Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Cadencias e decadencias do Brasil : (o futuro da nação a sobra de Darwin, Haeckel e Spencer) Popular Versão: 
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
DORIA, Carlos Alberto Doria

Resumo: À constituição de uma nova nação corresponde também a formação da ideia que a expressa, o modo de representá-la como objeto do pensamento que abarca os seus caracteres sociais, culturais, econômicos, geográficos, históricos e políticos. O propósito dessa tese é estudar a formação desse objeto de pensamento primeiro como um requerimento da filosofia da história do século XIX e, depois, como noção trabalhada no bojo das teorias evolucionistas do período até ela se materializar através da “arte de governar”. A orientação do estudo é, portanto, dispor a nação como conceito em formação segundo a diretriz de integração dos seus vários componentes. Os autores em cujos textos se persegue esse processo são, com prioridade, Euclides da Cunha, Manoel Bomfim e Silvio Romero e, secundariamente, Oliveira Vianna. A tese está dividida em quatro partes e nove capítulos. Na primeira parte, em três capítulos, são expostas as hipóteses do trabalho, o enquadramento histórico do tema e a diretriz de integração que orienta metodologicamente o estudo. Na segunda parte, composta por um capítulo, trata-se da filosofia da história como gênero literário típico do século XIX e dos problemas da absorção de uma nação nova nesse nível de representação da história, tomada como um processo ascensional marcado por descontinuidades – “decadências” – que também afetam a sua trajetória. Na terceira parte, composta por quatro capítulos, discorre-se sobre a adoção por autores nacionais dos paradigmas do evolucionismo, em variantes darwinistas e pré-darwinistas, como elementos de crítica do conhecimento no tratamento de temas como a hereditariedade e a adaptação, considerando as particularidades do meio e das “raças” humanas que integram idealmente a nação. É esse tratamento pelos autores nacionais que lhes permite vislumbrar uma agenda política para o Estado, agora como principal fautor da nação ou agente político da sua integração. Finalmente, na quarta parte são apresentados argumentos conclusivos do estudo a partir das correlações das partes da tese.

Palavras-chave: Evolucionismo. Raças - Brasil . Pensamento crítico.

Downloads 455  455  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=000429116
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.