Educadores


Ínicio : Sociologia : Teses : 

Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Sindicalismo e trabalho em transiçăo e o redimensionamento da crise sindical Popular Versão: pdf
Atualização:  23/3/2012
Descrição:
BRIDI, Maria Aparecida da Cruz

Resumo: As transformações no mundo do trabalho vêm acompanhadas também de uma leitura de crise generalizante e apocalíptica para o trabalho e as organizações dos trabalhadores. Essa tendência teórica instigou o redimensionamento do conceito de crise a partir da realidade dos metalúrgicos ligados à indústria automobilística no Paraná. As manifestações de crise tais como: de representatividade e fragmentação; de identidade; de mobilização; da relação salarial, na perspectiva local/global, são analisadas de maneira contextualizada. As novas formatações das indústrias desconcentram o trabalhador no espaço produtivo e tornam mais heterogêneas as condições no processo de trabalho. A diversificação das formas contratuais – por tempo determinado, parcial, subcontratado, terceirizado – num mesmo espaço de produção, traz dificuldade ao sindicato em representar o conjunto dos trabalhadores, uma vez que, historicamente, constituiu-se como representante dos trabalhadores formais. A pulverização da classe trabalhadora e o sentido de polivalência ou multifuncionalidade no contexto da reestruturação das empresas implicam crise do sentimento de pertença a uma categoria. Atinge assim, a construção de identidade dos trabalhadores, pois estes vivem um processo de descontinuidade permanente. Os sindicatos perdem força na confrontação com um Estado mais hostil à organização classista, característico dos Estados neoliberais, que tendem para o desmonte do quadro regulatório que ampara os trabalhadores no plano institucional/legal. As transformações da relação salarial em curso ameaçam desintegrar os vínculos sociais que possibilitam a reprodução social. Esse cenário implica crises para os trabalhadores, no entanto, estas não têm a mesma extensão, forma, conteúdo e significado nos vários espaços. A abordagem de crise, nesta dissertação, enquanto transição e não declínio ou fim do sindicalismo, imbui-se da perspectiva de que este se encontra em processo de mudança nas suas formas de ação.

Palavras-chave: Crise. Trabalho. Reestruturação. Representatividade. Fragmentação. Identidade. Relação salarial. Transição. Sindicalismo. Neoliberalismo.

Downloads 1012  1012  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://dspace.c3sl.ufpr.br/dspace/handle/1884/2545
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.