Educadores


Ínicio : Química : Teses : 

Categoria: Química Teses
Fazer Download agora!Problemas pedagógicos no (im)passe de discursos sobre a produção do conhecimento científico Popular Versão: 
Atualização:  14/5/2012
Descrição:
SILVA, Ilton Benoni da

O objetivo principal da tese é produzir uma reflexão sobre discursos atinentes à problemática da produção do conhecimento científico, visando salientar a centralidade desta temática nas reflexões e abordagens do campo pedagógico. Trata-se de uma pesquisa de cunho teórico, que produz uma análise dos discursos de Bachelard e de Kuhn, no intuito de identificar consequências pedagógicas deles decorrentes. Estes autores lançam uma certa “indisciplina” na epistemologia convencional de tipo cartesiano e neopositivista. Seus posicionamentos, no entanto, apesar de terem perseguido intentos semelhantes, apresentam conclusões díspares sobre temas que remetem a consequências alternativas no campo pedagógico. A análise culmina com um balanço razoavelmente favorável aos posicionamentos de Bachelard em relação àqueles oferecidos por Kuhn. Os discursos de ambos respaldam a posição de que a produção do conhecimento é uma questão central para se pensar os problemas pedagógicos da formação escolar. No entanto, verificando suas teses, sobre o desenvolvimento do pensamento científico, percebe-se que, Bachelard, diferentemente de Kuhn, não deixa margem às abordagens subjetivistas, ceticistas e relativistas, que têm sido crescentemente adotadas por teóricos do campo da educação. Essas abordagens, mesmo que tenham sido exponencialmente ampliadas por outros pensadores (Rorty, por exemplo), já se encontram em germe e evidências no pensamento de Kuhn.

Palavras-chave: Pedagogia. Ciência. Discursos. Crítica. Produção do conhecimento.

Downloads 3582  3582  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGE-UFSC  Site http://www.ppgeufsc.com.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.