Educadores



Categoria: Língua Portuguesa Teses
Fazer Download agora!Poética do Fragmentário: a escritura-processo em Fernando Pessoa/Bernardo Soares e em Woody Allen  Popular Versão: 
Atualização:  22/2/2013
Descrição:
SOUTO, Andrea do Roccio

No que diz respeito ao processo criativo respectivamente de Fernando Pessoa e de Woody Allen, um olhar comparatista panorâmico pode conduzir à ideia de que o primeiro fragmenta-se a si próprio em diferentes olhares e vozes, das quais aqui nos interessa, especialmente, o semi-heterônimo Bernardo Soares; o segundo estilhaça seu olhar em vários filmes. Tanto na filmografia de Allen, como no Livro do desassossego, não se configura uma demarcação limitada e limitadora nem de tempo nem de espaço. Há uma escritura-processo que se caracteriza pelo deslocamento, pelo desdobramento e pelo consequente estilhaçamento que multiplica. Essa mobilidade é justamente o que possibilita a disseminação – que se concretiza,
especialmente, na fragmentação emergente da prosa poética e do texto filmico, na pulverização da voz e no esfacelamento do sujeito enunciador.

Downloads 1601  1601  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS  Site http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/5189
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.