Educadores


Ínicio : História : Teses : 

Categoria: História Teses
Fazer Download agora!Majestades da cidade princesa: concurso rainha da soja de Ponta Grossa, Paraná (1970-1980) Popular Versão: PDF
Atualização:  23/10/2013
Descrição:
CANÇADO, Adriana M.

Esta tese tem como objetivo estudar articulações entre os campos econômico e político por meio de corpos femininos consagrados Rainha da Soja de Ponta Grossa. Instituídas rainhas no ritual do concurso Rainha da Soja, realizado no decorrer da década de 1970, em Ponta Grossa, Paraná, as jovens eleitas, pertencentes a famílias de reconhecido capital econômico e simbólico na cidade passavam a representar a indústria multinacional Sanbra, beneficiadora e exportadora de soja, e a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa. Através do desempenho de bons modos, de vestuário adequado aos padrões de seriedade atribuídos ao concurso, do controle da sexualidade, as jovens eleitas reproduziam valores e posturas que identificavam e distinguiam os membros pertencentes aos grupos envolvidos no certame e, respectivamente, reforçavam práticas familiares, acumulando capital simbólico a si mesmas, a suas famílias e à Sanbra, organizadora do evento. Desse modo, desmistifica-se a ideia de que concursos de beleza são eventos frívolos e banais, a partir da concepção de que são espaços rituais instituídos por complexos poderes e que podem comunicar e reforçar distinções de gênero e de classe, contribuindo para a hierarquização da própria estrutura social na qual ocorrem. Este evento ritual integra a subjetividade das jovens eleitas, hoje mulheres casadas, mães de família, que, através da metodologia da história oral e dos processos de rememoração, reconstituíram identidades femininas e redes de sociabilidades relacionadas à experiência do concurso. Essas redes de sociabilidades reconstituídas a partir da interpretação das narrativas das mulheres eleitas e de documentos escritos possibilitam a reconstrução da importância atribuída ao concurso e à representação da Rainha, pela sociedade ponta-grossense, em seus distintos grupos sociais, indicando que a identidade coletiva local associava-se às representações instituídas no decorrer do ritual do concurso e objetivadas no corpo da jovem eleita. De outro modo, compreendido enquanto um evento ritual, o concurso, referente deste estudo, foi reconstruído, assim como seus significados, a partir de concepções teórico-metodológicas como memória, identidade, ritual e gênero.

Palavras-chave: Concursos de beleza. Memória. Identidade. Ritual. Gênero.

Downloads 1318  1318  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.