Educadores



Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!Candomblé de Ketu e educação: estratégias para o empoderamento da mulher negra Popular Versão: PDF
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
OLIVEIRA, Kiusam Regina de

Trata-se de pesquisa teórica, de cunho histórico-cultural, tendo como objetivo discutir as estratégias utilizadas no Candomblé de Ketu capazes de empoderar a mulher negra e a possibilidade de serem aplicadas na educação formal. O conceito de corpo e seus significados na sociedade tornam-se fundamentais, uma vez que é do corpo que partem as possíveis identificações que ocorrem entre os indivíduos e despertam nas pessoas reações diversas a depender de suas características. A subjetividade ganha destaque, pois as identificações ocorrem a partir das histórias dos sujeitos reais e concretos, com experiências diversas. Discuti-la é preciso, por ser um importante instrumento a ser utilizado pelos profissionais da educação, que lidam constantemente com a diversidade racial entre alunas e alunos, numa sociedade preconceituosa como a brasileira e que os impõem, constantemente, à vulnerabilidade, seja por serem negros, pobres ou mulheres, ou uma junção das três categorias. A pesquisa revelou que as subjetividades das entrevistadas passaram por transformações significativas e positivas ao se iniciarem no Candomblé de Ketu, por terem, em seus corpos, a morada dos heróis-orixás. O presente estudo enfatiza o caráter construtivo - interpretativo e dialógico do conhecimento, a partir da interpretação de González Rey. A pesquisa de campo constituiu-se de entrevistas com duas ebomis (pessoas com mais de sete anos de iniciação no Candomblé de Ketu) pertencentes à orixá feminina Oxum, em São Paulo. Para a realização deste estudo, os instrumentos utilizados foram: dinâmica conversacional, pessoalmente, por telefone ou por e-mail, enfatizando o caráter processual nas relações com as participantes e diário de campo. Tais instrumentos forneceram indicadores de sentido subjetivo que, em nossa análise, nos levou à construção dos seguintes núcleos de sentidos subjetivos: o impacto da subjetividade de Eliana e Vera em relação: a) ao Candomblé de Ketu; b) à identidade; c) à mulher negra contemporânea; d) à educação formal e a criança negra. O impacto de cada um desses núcleos de sentido subjetivo sobre as ebomis entrevistadas foram os principais resultados dessa pesquisa, gerando novos conhecimentos, como os de que o Candomblé de Ketu tem estratégias voltadas para o empoderamento de mulheres negras que vivem em sociedades racistas e precisam reconstruir suas identidades. Assim sendo, este espaço religioso é capaz de oferecer, aos profissionais da educação, estratégias capazes de ganharem espaços de destaque no campo da educação, com o propósito de empoderar as crianças negras presentes nas salas de aulas brasileiras, ao promover a educação antiracista.

Palavras-chave: Candomblé de ketu. Corpo negro. Educação. Empoderamento. Identidade. Mulher negra. Orixás. Subjetividade.

Downloads 1990  1990  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-16062008-161253/
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.