Educadores


Ínicio : Ciências : Teses : 

Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!A Abordagem Naturalista na Educação Ambiental: uma análise dos projetos de educação em Curitiba Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
RAMOS, Elisabeth Christmann

O presente estudo tem como objeto de análise os programas e projetos de educação ambiental implementados pela administração municipal de Curitiba no período de 1989 a 2004, com o objetivo de investigar o conteúdo do discurso ecológico oficial implícito nesta proposta educativa. Também é nosso objetivo analisar os conceitos, os significados e sentidos que constituem esse discurso, com vistas a explicitar e problematizar a presença da abordagem naturalista e suas implicações no campo educativo. Por abordagem naturalista nos referimos àquela perspectiva que dá ênfase aos aspectos biológicos e ecológicos das questões ambientais, e que privilegia os danos físico-químicos sobre o meio ambiente em detrimento das dimensões políticas e econômicas; e que desconsidera os conflitos sociais que estão no cerne desta problemática. O pressuposto assumido é de que, ao privilegiar o biologicismo, esta abordagem reforça o dualismo na interpretação das relações entre os seres humanos e a natureza, e se constitui em fator limitante para a construção de uma cidadania articulada com o compromisso ético e político em relação às questões socioambientais. Buscou-se, assim, compreender e problematizar os nexos entre educação e meio ambiente no campo conceitual teórico-metodológico em que a educação ambiental foi proposta, à luz do contexto histórico que lhe deu origem. Entende-se que as práticas educativas não são realidades autônomas e estão subordinadas ao contexto de desenvolvimento existente, que condiciona sua direção política e pedagógica. Neste caso, elas ganham sentidos a partir das formas com que se associam aos cenários sociais e históricos mais amplos, constituindo-se em projetos pedagógicos políticos datados e intencionados. Assim, a emergência de um conjunto de práticas educativas denominadas de educação ambiental só pode ser entendida dentro deste processo histórico como sinalizador da exigência de uma outra concepção de educação para enfrentar o desafio contemporâneo de repensar as relações entre sociedade e natureza. Em que pese a retórica pedagógica ambiental ter a pretensão de ser crítica, a análise documental revelou que nas propostas educacionais no município, assim como naquelas anunciadas para outros setores, prevalecem concepções, sentidos e significados que respondem muito mais às políticas ambientais defendidas pela administração municipal em seus diferentes momentos (e também as de fora dela) do que ao resultado de uma reflexão do processo educativo e de seus fundamentos. Considera-se relevante e urgente a demarcação das formulações, explícitas ou não, veiculadas pelo discurso ecológico oficial; também deve-se tornar público o debate e o diálogo entre as diferentes abordagens, de modo a favorecer o entendimento das implicações práticas, pedagógicas e políticas no uso das tradições que historicamente sustentam o tema, para que o educador em geral possa problematizá-las num processo de constante superação.

Palavras-chave: Educação ambiental. Concepções de natureza. Meio ambiente. Ecologia. Desenvolvimento sustentável. Cidadania.

Downloads 4928  4928  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC  Site 
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.