Educadores



Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!A relação ensino e aprendizagem como práxis: a educação histórica e a formação de professores Popular Versão: PDF
Atualização:  8/11/2013
Descrição:
OLIVEIRA, Thiago A. D. de

A investigação teve como objetivo compreender as relações de ensino e aprendizagem histórica na concepção de um grupo de professores do município de Araucária-PR, de acordo com o referencial da educação histórica, e no sentido da práxis entendida na perspectiva de Kosik (1976), com base no histórico de formação e de atuação do grupo. A escolha do campo empírico
ocorreu de acordo com o histórico apresentado por Theobald (2007) relacionado a militância sindical e ao exercício da intelectualidade a partir da apropriação dos meios de produção intelectuais relacionados a ciência da História. Para atingir os objetivos propostos, considerando a natureza qualitativa da pesquisa, pautou-se na entrevista semi-estruturada e na análise de conteúdo referenciada em Franco (2003). Nessa investigação foram participantes 7 (sete) professores de História que exerciam suas atividades no Ensino Fundamental e Médio no município de Araucária-PR. Em termos teóricos realizou-se um diálogo inicial entre a perspectiva da formação de professores relacionada aos saberes e práticas a partir de Monteiro (2002), confrontando a experiência do Grupo Araucária na relação com o referencial da Educação Histórica e as compreensões dos professores a respeito da aprendizagem histórica. O referencial da pesquisa está centrado na teoria e filosofia da História, a partir de Rüsen (1992; 2001; 2006; 2007; 2009 e 2010), no campo de investigação da educação histórica com base em Schmidt (2009; 2010 e 2011), Barca (2006) Lee (2006). A forma como os professores explicaram suas atuações foi compreendida no sentido da práxis com referencia em Kosik (1976) e a amplitude intelectual da ação dos professores foi explicada com aproximações ao materialismo histórico dialético a partir das contribuições de Gonzáles (1984). Os resultados apontam que as consciências históricas dos professores entrevistados estão perspectivadas pelo referencial da educação histórica. O que foi inferido a partir da concepção de aprendizagem histórica apresentada pelos professores, explicada a partir do conceito narrativa histórica em acordo com o lugar que o conceito possui na teoria da História, ou seja, a expressão do próprio pensamento histórico. Os professores demonstraram preocupações com a dimensão ética da consciência histórica dos alunos, e o sentido apontado através da práxis está na intervenção pautada na humanização. O conceito humanização foi identificado nas respostas dos professores e sistematizado a partir de um diálogo entre a epistemologia da História de Jörn Rüsen e a teoria educacional de Paulo Freire, cruzando os dois campos teóricos pertencentes a educação histórica: o campo da teoria da história e o campo da educação. Tais resultados permitem apontar que o ensino de História pode auxiliar no desenvolvimento de consciências históricas mais complexas e humanizadas.
Palavras-chaves: Professores de História. Educação histórica. Consciência histórica. Humanização. Práxis.

Downloads 382  382  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGE - UFPR  Site http://www.ppge.ufpr.br/inicio.htm
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.