Educadores



Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!As comunidades locais e os conflitos de uso dos recursos naturais no litoral sul do estado do Paraná Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
BUZZATO, Adriano César

A presença de comunidades tradicionais em unidades de conservação é um fato gerador de conflitos, comumente debatidos nos dias atuais. Nesse sentido, o objetivo do presente estudo foi analisar no contexto de implantação do Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange, localizado no litoral sul do Estado do Paraná, os conflitos gerados entre as autoridades gestoras e as comunidades locais que utilizam os recursos naturais da área do Parque, bem como da sua zona de amortecimento. Para tanto, foram relacionadas dinâmicas ecológicas, sociais e econômicas, a fim de entender como são gerados esses conflitos. A partir de tais procedimentos, foi possível identificar alguns problemas existentes na área estudada, configurando-se, de forma evidente, dois tipos de conflitos: 1) o conflito jurídico-institucional, que atinge as populações tradicionais com menor inserção no mercado e maior dependência dos recursos naturais, tendo em vista que suas atividades de subsistência passam a ser ilegais, devido à legislação restritiva do Parque; e 2) o conflito ambiental provocado por práticas agrícolas inadequadas e pelo mau uso dos recursos naturais pelas comunidades que têm alguma inserção no mercado. Pode-se concluir que há uma necessidade premente de mudanças na visão essencialmente preservacionista dos órgãos ambientais em relação às populações tradicionais e que a minimização ou solução desses conflitos depende do esforço e do comprometimento dos atores envolvidos na questão.

Palavras-Chave: Recursos naturais. Unidades de conservação. Populações tradicionais. Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange. Litoral. Paraná.

Downloads 1579  1579  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 10.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.