Educadores



Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Consequências nutricionais da urbanização em Santa Cruz do Sul Popular Versão: 
Atualização:  3/9/2013
Descrição:
HÜBNER, Dario Carlos

As possíveis consequências do acelerado processo de urbanização de Santa Cruz do Sul, verificado pelo crescimento desordenado da periferia onde vive uma parcela da população de baixa renda e excluída, tem relação com o estado de bem-estar nutricional das gestantes. Este estudo visa compreender as consequências da urbanização e sua relação com as gestantes expostas às mudanças no padrão nutricional, com uma dieta basicamente constituída por carboidratos e proteínas de baixo valor biológico. Utilizou-se o método analítico qualitativo e descritivo sem pretensão de testar as hipóteses. Constatou-se que, o estado de bem-estar nutricional das gestantes não inclui apenas o aporte de alimentos, mas também fatores mais abrangentes das necessidades humanas que pressupõe o atendimento das condições adequadas de moradia; acesso à educação; saneamento básico e acompanhamento da saúde pré-natal. As transformações políticas e flutuações macroeconômicas ocorridas nos últimos anos, associadas à principal atividade econômica no município e na região estruturada para atender a sólida cadeia produtiva do principal produto de exportação, passou a apresentar uma nova lógica de desenvolvimento. Desencadeando a expansão da cidade e o aumento da concentração urbana, acompanhada por áreas no entorno da cidade menos dotadas de equipamentos e serviços urbanos, numa clara política de segregação espacial e social, com implicações associadas à renda familiar insuficiente, coexistindo como fator importante nas mudanças de hábitos e padrões alimentares. De maneira que, a expansão urbana torna-se mais envolvente e frequente, estimulando o processo das transformações sociais. A elevada prevalência do baixo peso ao nascer, menos de 2500 gramas encontrado neste estudo de caso, numa região e município que possui elevados índices de desenvolvimento socioeconômico, a renda familiar mensal insuficiente torna mais frequente, mas não compulsória a desnutrição intra-uterina.

Palavras-chave: Urbanização. Desnutrição intra-uterina. Segurança alimentar. Baixo peso ao nascer.

Downloads 737  737  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.unisc.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.