Educadores



Categoria: Educação Profissional Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Satisfação e Sobrecarga de Trabalho de Profissionais em Serviços de Saúde Mental Popular Versão: PDF
Atualização:  22/6/2016
Descrição:
ALVES, Sidnei Roberto

Esta dissertação é composta por uma introdução e dois artigos científicos, originados de pesquisas realizadas junto ao Programa de Pós-Graduação em Promoção da Saúde, ofertado pelo Centro Universitário Cesumar (UniCesumar). Primeiro artigo:ALVES, S.R.; TOESCA, R.M.G.; YAMAGUCHI, M.U. Estudo comparativo da satisfação e sobrecarga de trabalho em profissionais de saúde mental em Maringá-PR .Jornal Brasileiro de Psiquiatria, 2014. “submetido”.Segundo artigo:ALVES, S.R.; OLIVEIRA, R.G.; YAMAGUCHI, M.U.Sobrecarga de trabalho na percepção de profissionais de Enfermagem em serviços de psiquiatria. Revista Brasileira de Enfermagem, 2013 “submetido”.Em consonância com as regras do Programa de Pós-Graduação em Promoção da Saúde, os artigos foram redigidos de acordo com as normas das revistas Jornal Brasileiro de Psiquiatria(anexo 1)e Revista Brasileira de Enfermagem (anexo 2).

Estudo comparativo da satisfação e sobrecarga de trabalho em profissionais de saúde mental em Maringá-PR

Objetivo: avaliar comparativamente a satisfação e sobrecarga de trabalhodos profissionais de saúde mental na cidade de Maringá/PR. Método: estudo quantitativo, desenvolvido no Hospital Municipal de Maringá(HMM) e no Hospital Psiquiátrico de Maringá (HPM), a partir de amostra de 70 profissionais de saúde mental. Foram aplicados os instrumentos SATIS-BR e IMPACTO-BR, bem como o questionário sóciodemográfico, e foi realizada análise estatística. Resultados: na comparação entre os grupos, os profissionais do serviço público (HMM) estavam mais satisfeitos e menos sobrecarregados em relação aos profissionais do serviço privado (HPM), com p <0,05. A “satisfação daequipe e relacionamento no serviço” (F4) apresentou-se a maior entre os fatores analisados e para o fator “satisfação da equipe com a participação no serviço” (F2) houve menor nível de satisfação. A escala da sobrecarga não evidenciou diferença significativa na escala global. Conclusões: os dados indicaram nível de satisfação mediana e escore de sobrecarga baixo entre os grupos de profissionais de Enfermagem que atuam em saúde. Desse modo, observou-se que, quanto menor o nível de sobrecarga de trabalho, maior é a satisfação profissional.

Palavras-chave: Profissionais. Satisfação. Sobrecarga. Serviços de saúdemental.


Sobrecarga de trabalho na percepção de profissionais de Enfermagem em serviços de psiquiatria.

Objetivo: identificar a percepção dos profissionais de Enfermagem acerca dasobrecarga do trabalho em serviços psiquiátricos hospitalares. Método:trata-se de um estudo descritivo, realizado junto a 70 profissionaisde Enfermagem que atuam em emergência psiquiátrica e hospital psiquiátrico no município de Maringá/PR e responderam àsquestões sociodemográficas e às questões abertas do instrumentoIMPACTO-BR, analisadas a partir do referencial de Bardin. Resultados: os profissionais são predominantemente do gênero feminino,com média etária de 39 anos e atuam na área de saúde mentalemmédia há 6 anos, sendo que 41% possuem outro vínculo empregatício. As categorias temáticas verificadas foram: 1) causas dasobrecarga de trabalho; 2) aspectos que aliviam a sobrecarga detrabalho; e 3) mudanças propostas para diminuir a sobrecarga detrabalho. Conclusão: na percepção dos profissionais, o fator principal de sobrecarga referido está relacionado à falta de recursos humanos e àsrelações entre os profissionais. O redimensionamento da equipe deEnfermagem, bem como uma melhor gestão do processo de trabalho,pode ser uma estratégia para a diminuição da sobrecarga dotrabalho.
Palavras chave:Enfermagem, Saúde Mental, Recursos Humanos.

Downloads 756  756  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNICESUMAR  Site 
Avaliação: 10.00 (5 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.