Educadores

Ínicio : Sociologia : Artigos : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do pior para o melhor avaliado)

Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Quadrinhos para a cidadania Popular Versão: PDF
Atualização:  22/3/2012
Descrição:
CARUSO, Francisco e SILVEIRA, Cristina

Apresenta um método novo de trabalhar conceitos de ciências, saúde, história, sociologia, linguagem, entre outros, com jovens de escolas públicas de ensino médio do Rio de Janeiro, por meio de histórias em quadrinhos. O método baseia-se em pedagogia de inspiração bachelardiana, segundo a qual conhecimento científico e produção artística são integrados a partir do estímulo da criatividade. Mostra-se como ele é capaz de contribuir para o resgate da auto-estima do aluno e aumento de sua motivação nos estudos, e como, por intermédio do processo criativo e da valorização do espírito crítico, os jovens constroem sua cidadania, a partir de releituras e traduções de um novo mundo construído de ciências, de sonhos e de imagens, que se concretizam em tirinhas, algumas das quais ilustram o texto.

Palavras-chave: Educação. Ciência. Quadrinhos. Cidadania. Brasil.

Downloads 539  539  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Scielo  Site http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-59702009000100013&lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Marxismo e História Popular Versão: PDF
Atualização:  22/3/2012
Descrição:
SAES, Décio

Resumo: Não informado

Palavras-chave: Não informado

Downloads 373  373  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista Crítica Marxista  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Aspectos da Produção Cultural Brasileira Comtemporânea Popular Versão: PDF
Atualização:  15/8/2013
Descrição:
PELLEGRINI, Tânia

Definitivamente, hoje não é mais novidade dizer, vivemos num mundo de imagens. Nunca foi tão forte a sensação de déjà vu, de já ter estado num lugar quando lá se chega pela primeira vez. Todas as paisagens parecem-nos visitadas, todas as faces conhecidas, todos os caminhos trilhados, todas as histórias contadas e todos os quadros já vistos: globalmente, tudo se reduz a uma imagem transmitida pela TV ou a um dado disponível no computador. O simples ato de ver um filme ou de assistir à televisão, de observar a forma como s imagens mantêm um domínio absoluto sobre qualquer dado, ou informação vem suscitando interrogações relevantes sobre a representação artística contemporânea. Movimento, visibilidade, simultaneidade de tempos e espaços são características da imagem que, desde o surgimento da fotografia - e, depois, do filme -, começaram a invadir as manifestações artísticas, tais como a pintura, a música, a literatura, enquanto também se apoderavam de muitos dos seus recursos; hoje, no final do século, quando os processos de reprodução e difusão parecem ter atingido o apogeu, novas e instigantes questões se colocam. Partindo do princípio de que, segundo Walter Benjamin, as formas de percepção humana são historicamente determinadas, entre outras coisas, pelos fatos técnicos de sua época, parece lógico pensar que o horizonte técnico contemporâneo, pleno de imagens evanescentes proliferando ad infinitum, não só vem transformando as formas de perceber o mundo como as formas de representá-lo. O elemento mais marcante percorrido pelas modernas técnicas e reprodução, depois do filme, foi o aparecimento da televisão. E já é banal associarem-se seus efeitos à quantificação de informações, à queda de qualidade da produção cultural, à diminuição do hábito de leitura, à banalização a literatura. Seja qual for o grau de verdade dessas afirmações, o que importa reter aqui, por enquanto, é a TV como símbolo de um período específico da vida cultural brasileira, marcado por profundas transformações; a TV como dado mais visível da nossa modernização, fundamento da nossa indústria cultural, ponta-de-lança do nosso ingresso numa cultura que se pretende mundializada. Mas o que realmente simboliza a TV, na intrincada rede de relações entre a percepção do mundo e sua representação artística? É a essa pergunta que tentaremos responder e, para isso, é importante destacar desde logo que, além dos aspectos culturais, envolvem-se nessa rede, como fatores determinantes, coordenadas históricas, econômicas e sociais.

Palavras-chave: Cultura. Walter Benjamin. Televisão.

Downloads 606  606  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista Crítica Marxista  Site http://www.unicamp.br/cemarx/criticamarxista/bibliotecavirtual.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!A construção da figura de Maria na Igreja Católica: uma análise do contexto político, social e relig Popular Versão: 
Atualização:  17/5/2012
Descrição:
SILVA, Tiago Vidal da

A figura de Maria sempre esteve muito presente nas expressões religiosas do catolicismo e hoje constitui objeto de pesquisa e de análise de historiadores, sociólogos, antropólogos, psicólogos, filósofos e teólogos que buscam antes de explicar, compreender o retorno ao sagrado, e consequentemente a influência das mudanças religiosas na sociedade.

Downloads 3854  3854  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Reificação e utopia na Cultura de Massa Popular Versão: PDF
Atualização:  22/3/2012
Descrição:
JAMESON, Fredrec

A teoria da cultura de massa - ou cultura da audiência de massa, cultura comercial, cultura "popular", indústria cultural, como é variadamente conhecida - sempre tendia a definir seu objeto em contraposição à assim chamada alta cultura, sem refletir sobre o estatuto objetivo dessa oposição. Com bastante frequência, as posições neste campo reduzem-se a duas imagens especulares, que são essencialmente apresentadas em termos de valor. Assim, o tema familiar do elitismo defende a prioridade da cultura de massa, com base na pura quantidade de pessoas a ela expostas; a busca da alta cultura, ou cultura hermética, é então estigmatizada como um passatempo típico do status de um reduzido grupo de intelectuais. Como sugere seu impulso antiintelectual, esta posição essencialmente negativa tem pouco conteúdo teórico, mas remete claramente a uma convicção com raízes profundas no populismo americano e articula uma ideia amplamente estabelecida de que a alta cultura é um fenômeno do sistema, irredimivelmente marcado por sua associação com as instituições, em particular com a universidade.

Palavras-chave: Não informado

Downloads 620  620  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista Crítica Marxista  Site http://www.unicamp.br/cemarx/criticamarxista/bibliotecavirtual.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!A I. Inteligência Artificial: Super­Brinquedos duram mesmo o Verão todo?  Popular Versão: PDF
Atualização:  8/11/2012
Descrição:
PALACIOS, Marcos

A história de A.I. (Inteligência Artificial) começa num futuro próximo, de recursos naturais escassos e rígido controle de natalidade. Grande parte do planeta está submersa, em virtude do derretimento das calotas polares provocado pelo efeito estufa. Robôs (Mechas) de todos os tipos garantem o equilíbrio econômico e convivem com os humanos (Orgas) em seu dia a dia. Como o controle da natalidade tornou­se obrigatório, a Cybertronics Manufacturing, uma fábrica de robôs, desenvolve o protótipo de uma máquina­criança, programada para amar incondicionalmente. É assim que o menino David (Haley Joel Osment, de A Corrente do Bem e Sexto Sentido) é fabricado e “adotado” por um funcionário da Cybertronics (Sam Robards) e sua mulher (Frances O ́Connor), cujo único filho, portador de uma doença terminal, está criogenicamente preservado há cinco anos. Quando o filho real é curado e retorna ao lar, a convivência “em família” fica tumultuada. Após um mal­explicado acidente numa piscina, envolvendo os dois “irmãos”, a mãe resolve abandonar David numa floresta. Programado para amar, ele parte junto com Teddy, seu urso de pelúcia futurista, e Gigolo Joe (Jude Law), um amante mecânico, em busca de sua natureza humana para também ter o direito de ser amado. As aventuras, pontuadas por efeitos especiais realistas e algumas vezes arrepiantes, levam o trio para Rouge City, uma espécie de caricatura de Las Vegas, e Flesh Fair, uma feira de variedades onde, entre outros prazeres, Orgas fundamentalistas se divertem em torturar e destruir Mechas, como num circo romano. O filme termina num futuro ainda mais remoto. Depois de descobrir a Fada Azul da história de Pinóquio, num parque de diversões da submersa Manhattan, e ficar por dois mil anos aprisionado no fundo das águas congeladas que cobrem o planeta, David é encontrado por evoluidíssimos robôs. Os humanos estão extintos e são os Mechas que tentam realizar o desejo do menino­mecânico, trazendo de volta sua mãe, através de uma clonagem. Seria um Final Feliz para uma Fábula Negra, não fosse o fato de que a Felicidade do reencontro tem prazo de duração pré­ fixado: 24 horas. O resto é Sonho...

Palavras-chave: Não disponível

Downloads 13490  13490  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma RUBIM  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Observações sobre a perspectiva metodológica da Economia Política a partir de Max Weber Popular Versão: PDF
Atualização:  21/8/2013
Descrição:
CAMPANA, Samya

A finalidade deste artigo é compreender a constituição da perspectiva metodológica da Economia Política. A partir de um clássico artigo de Weber (1998) A “objetividade” do conhecimento da ciência social e na ciência política se explicitará que a perspectiva metodológica da economia Política se constituiu inspirando-se na perspectiva das Ciências da Natureza. O artigo está ordenado em três partes principais: a seção 1 trata da formação da perspectiva metodológica da Economia Política; a seguinte seção traz uma explanação acerca da concepção racionalista do séc. XVIII e do procedimento do pesquisador decorrente; a seção 3 trata sobre o principal resultado dos pontos de vista do naturalismo sobre as disciplinas econômicas; finalmente a seção 4 traz um resumo explicativo.

Palavras-chave: Objetividade. Economia política. Max Weber. Método. Ciências naturais.

Downloads 1742  1742  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista Eletrônica dos Pós-Graduandos em Sociologi  Site http://www.scribd.com/doc/7393045/Economia-Politica-de-Max-Weber
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Origem dos movimentos islâmicos revolucionários Popular Versão: PDF
Atualização:  22/3/2012
Descrição:
MILMAN, Luis

O problema do islamismo radical apresenta aspectos históricos multicausais e pouco se discute sobre suas características na mídia brasileira. Desde o fim do Império Otomano, oficialmente extinto em 1924, o mundo árabe fragmentou-se em movimentos nacionais que lutavam contra o controle imperialista franco-britânico na região. A partir do final da década de 20, o sionismo foi considerado um movimento intruso em meio às aspirações nacionalistas árabes. Na medida em que o nazifascismo tornava-se uma poderosa força política na Europa, grande parte das lideranças nacionalistas árabes dos recém criados Síria, Transjordânia, Líbano, Iraque e Arábia Saudita, assim como as lideranças palestinas, viam nos nazistas e fascistas potenciais aliados contra o imperialismo anglo-francês, que controlava a região até o início da II Guerra Mundial.

Downloads 337  337  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Hegemonia neoliberal e sindicalismo no Brasil Popular Versão: 
Atualização:  15/8/2013
Descrição:
BOITO JÚNIOR, Armando

Os governos neoliberais de Fernando Collor de Mello e Fernando Henrique Cardoso chegaram ao poder, no Brasil, pelo voto popular. É certo que nessas duas eleições o poder do dinheiro e da mídia foram muito importantes. A despeito disso, consideramos que seria errôneo atribuir as vitórias das candidaturas neoliberais em 1989 e em 1994 apenas à manipulação do processo eleitoral. No nosso entender, essas vitórias são um indicador de que estamos assistindo a um processo – mais amplo e mais complexo do que o próprio processo eleitoral – de constituição de uma nova hegemonia burguesa no Brasil: a hegemonia das concepções e das propostas políticas neoliberais.

Palavras-chave: Proposta política. Brasil. Governo.

Downloads 411  411  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://unicamp.br/cemarx
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Gilberto Freyre e a singularidade cultural brasileira Popular Versão: pdf
Atualização:  13/11/2013
Descrição:
SOUZA, Jessé

O texto procura enfatizar o conteúdo macrossociológico da obra dos anos trinta de Gilberto Freyre. Ao invés dos temas classicamente vinculados à obra de Gilberto Freyre, como a mestiçagem e a história da vida privada, o ponto principal da argumentação é reconstruir o embate entre valores ocidentais da Europa já burguesa, que tomam o país de assalto a partir de 1808, e os valores tradicionais que Freyre chama de “orientais” para se referir ao conjunto de valores africanos, portugueses e rurais da vida colonial brasileira. Gilberto Freyre desenvolve em Sobrados e mucambos uma historiografia da institucionalização desses novos valores ocidentalizantes que se contrapõe,com vantagens, à versão dominante do Brasil como ainda dominado por valores pessoais e semi-tradicionais.

Palavras chave: cultura brasileira. cultura ocidental. iberismo. macrossociologia. Gilberto Freyre.

Downloads 809  809  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma SciELO  Site http://www.scielo.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 (9) 10 11 12 13 »