Educadores

Ínicio : Sociologia : Artigos : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do melhor para o pior avaliado)

Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Folkcomunicação Como Ferramenta do Turismo Cultural: O Caso dos Papangus de Bezerros (PE) Popular Versão: 
Atualização:  15/8/2013
Descrição:
RAMOS, Eliana Maria de Queiroz; MACIEL, Betânia

Neste artigo é nosso objetivo estudar a folkcomunicação como ferramenta do turismo cultural, tendo como objeto de análise a Folia de Papangu do Município de Bezerros em Pernambuco. Um carnaval que ganha projeção através da política de Regionalização do turismo. Isto só foi possível a partir da folkcomunicação, porque os bezerrenses apropriam-se dos recursos governamentais trazidos para desenvolver o turismo e submetem-no à própria política cultural. Se a manifestação da Folia do Papangu já não fosse tradicional – centenária -, e não houvesse identidade do povo com a brincadeira, esta projeção não teria sido possível.

Palavras-chave: Folkcomunicação. Folkmarketing. Comunicação. Cultura. Turismo cultural.

Downloads 616  616  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFRPE  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Patrimônio cultural, memória e cidadania Popular Versão: 
Atualização:  22/3/2012
Descrição:
CESÁRIO, Ana Cleide C. e NOLLI, Joana D'Arc Moreira

O Governo do Paraná, na década de 1980, produziu uma mudança na sua política de preservação do Patrimônio material e imaterial, em especial no período de 1985 a 1987, quando a Coordenadoria do Patrimônio Cultural, órgão da Secretaria de Estado da Cultura, instituiu uma abordagem antropológica do patrimônio, desenvolvendo um trabalho de registro da memória coletiva, envolvendo vários grupos na produção do passado – a partir de suas condições presentes –, trabalho que resultou na publicação dos Cadernos do Patrimônio. Assim, houve o estímulo ao aparecimento de novos agentes, em várias regiões paranaenses, que se ocuparam da reconstituição da memória, participando de programas que se debruçaram sobre a identificação e reconhecimento do patrimônio cultural. Essa política formulada pelo Estado do Paraná deve ser compreendida como parte de um interesse geral despertado pelo debate em torno da Constituinte e, em particular, vinculado à discussão sobre o patrimônio, orientada por uma concepção em que o conceito antropológico de cultura ganhou relevo. Embora essa discussão tenha sido mais intensa no mundo acadêmico, acabou por influenciar a Carta de 1988, no seu artigo 216, inclusive incorporando a ele a denominação patrimônio cultural.

Palavras-chave: Paraná. Patrimônio. Cultura. Cidadania. Poder. Política. Ideologia.


Downloads 883  883  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Introdução ao Capital de Karl Marx  Popular Versão: 
Atualização:  26/2/2010
Descrição:
CALLÍNICOS, Alex

"O Capital" foi a suprema conquista de Marx, o centro da obra de sua vida. Seu objeto era, como Marx colocou no Prefácio ao Volume I, "revelar a lei econômica do movimento da sociedade moderna". Pensadores econômicos anteriores haviam captado um ou outro aspecto do funcionamento do capitalismo. Marx procurou entendê-lo como um todo. Coerente com o método de análise e concepção de história, Marx analisou o capitalismo não como o fim da história, como a forma de sociedade correspondente à natureza humana, mas como um modo de produção historicamente transitório cujas contradições internas o levariam à queda.

Palavras-chave: Marx. O Capital. Economia. Teoria Marxista.

Downloads 1302  1302  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Alguns pontos preliminares de referência Popular Versão: 
Atualização:  15/8/2013
Descrição:
GRAMSCI, Antonio

Deve-se discutir o preconceito, muito difundido, de que a filosofia seja algo muito difícil pelo fato de ser a atividade intelectual própria de uma de uma determinada categoria de cientistas especializados ou de filósofos profissionais e sistemáticos. Deve-se, portanto, demonstrar preliminarmente, que todos os homens são “filósofos”, definindo os limites e as características desta “filosofia espontânea” peculiar a “todo o mundo”, isto é, da filosofia que está contida.

Palavras-chave: Atividade intelectual. Filosofia.

Downloads 1045  1045  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Crítica da Violência: crítica do poder  Popular Versão: 
Atualização:  15/8/2013
Descrição:
BENJAMIN, Walter

A tarefa de uma crítica da violência pode ser definida como a apresentação de suas relações com o direito e a justiça, pois qualquer que seja o efeito de uma determinada causa, ela só se transforma em violência, no sentido forte da palavra, quando interfere em relações éticas. Esfera de tais relações é designada pelos conceitos de direito e justiça. Quanto ao primeiro, é evidente que a relação elementar de toda ordem jurídica é a de meios e fins. A violência, inicialmente, só pode ser procurada na esfera dos meios, não na dos fins.

Palavras-chave: Violência. Direito. Justiça.

Downloads 1166  1166  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!A integração das organizações sindicais ao poder do Estado  Popular Versão: 
Atualização:  15/8/2013
Descrição:
TROTSKI, Leon

Há uma característica comum no desenvolvimento ou, para sermos mais exatos, na degeneração das modernas organizações sindicais de todo o mundo: sua a aproximação e sua vinculação cada vez mais estreitas com o poder estatal. Esse processo é igualmente característico dos sindicatos neutros, social-democratas, comunistas e anarquistas Somente este fato demonstra que a tendência a "estreitar vínculos" não é própria desta ou daquela doutrina, mas provém de condições sociais comuns a todos os sindicatos.

Palavras-chave: Organizações sindicais. Social-democracia. Classe operária.

Downloads 1039  1039  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!O Socialismo e as Igrejas Popular Versão: 
Atualização:  15/8/2013
Descrição:
LUXEMBURGO, Rosa

Desde o momento em que os trabalhadores do nosso país e da Rússia começaram a lutar corajosamente contra o governo czarista e contra os exploradores capitalistas, notamos cada vez com mais frequência que os padres, nos seus sermões, se lançam contra os trabalhadores que lutam. É com extraordinário vigor que o clero combate os socialistas e tenta, por todos os meios, minimizá-los aos olhos dos trabalhadores. Os crentes que vão à igreja, nos domingos e dias festivos, são compelidos, cada vez com mais frequência, a ouvirem um violento discurso político, uma verdadeira denúncia do Socialismo, em vez de ouvirem um sermão e nele obterem uma consolação religiosa. em vez de confortarem as pessoas que estão cheios de preocupações, e cansadas pela vida difícil, e que vão à igreja com fé no Cristianismo, os padres fulminam os trabalhadores que estão em greve e os opositores do Governo; e ainda mais, exortam-nos a suportar a pobreza e a opressão com humildade e paciência. Transformaram a igreja e o púlpito num lugar de propaganda política.

Palavras-chave: Socialismo. Igreja. Governo.


Downloads 1100  1100  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Introdução à Crítica da Filosofia do Direito de Hegel Popular Versão: 
Atualização:  21/8/2013
Descrição:
MARX, Karl

Na Alemanha, a crítica da religião chegou, no essencial, ao fim. A crítica da religião é a premissa de toda crítica. A existência profana do erro ficou comprometida, uma vez refutada sua celestial oratio pro aris et focis [oração pelo lar e pelo ócio]. O homem que só encontrou o reflexo de si mesmo na realidade fantástica do céu, onde buscava um super-homem, já não se sentirá inclinado a encontrar somente a aparência de si próprio, o não-homem, já que aquilo que busca e deve necessariamente buscar é a sua verdadeira realidade.

Palvras-chave: Marxismo. Hegel. Materialismo Histórico.

Downloads 1091  1091  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!Deve-se participar nos parlamentos burgueses? Popular Versão: 
Atualização:  15/8/2013
Descrição:
LÊNIN, Vladmir

Os comunistas “de esquerda” alemães, com o maior desprezo – e a maior leviandade – respondem negativamente a esta pergunta. Os seus argumentos? Na citação mais atrás reproduzida vimos:
“...rejeitar da forma mais decidida qualquer regresso às formas de luta, histórica e politicamente caducas, do parlamentarismo...”
Isto é dito num tom ridiculamente pretensioso e é evidentemente falso. “Regresso” ao parlamentarismo! Existe porventura já na Alemanha uma república soviética? Parece que não! Então como se pode falar de “regresso”? Não será esta uma frase vazia?

Palavras-chave: Lênin. Socialismo. URSS.

Downloads 927  927  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Artigos
Fazer Download agora!2001: luzes e sombras do ano do voluntariado Popular Versão: 
Atualização:  17/12/2012
Descrição:
GENNARI, Emílio

Você já deve ter passado pela experiência de ficar sem luz elétrica bem naquelas horas em que a escuridão dificulta até mesmo o trabalho de achar uma vela. Encontrada uma, não há quem não se apresse a riscar o fósforo na esperança de que a sua pálida luz consiga ajudar a enxergar e a tropeçar o menos possível. Apesar do alívio imediato de estar saindo da escuridão, você logo percebe que aquela chama cria sombras que chegam a ser bem maiores dos objetos que as produzem e que voltam a colocar na escuridão o que parecia começar a ficar claro.

Downloads 1447  1447  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista Espaço Acadêmico  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 (6) 7 8 9 10 11 12 13 »