Educadores

Ínicio : Ensino Religioso : Artigos : 

santo daime (0)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do melhor para o pior avaliado)

Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!Quem toca o sino não acompanha a procissão: toques de sino e ambiente festivo em Ouro Preto Popular Versão: pdf
Atualização:  7/5/2012
Descrição:
MONTANHEIRO, Fábio César

Instrumento sonoro de origem oriental, o sino difundiu-se amplamente pelo mundo cristão ocidental. Já a regra de São Bento (século VI) pontuava o dia dos monges por alguma forma de sinal sonoro. Na chamada para os ofícios divinos os monges deveriam, ao primeiro sinal dado para Noa, por exemplo, largar “cada qual o seu trabalho, de modo a estar preparado para quando tocar o segundo sinal” (Regra, 1951, p.60). O texto é claro quanto à existência de um “sinal” para congregá-los, porém não explicita de que natureza seria. Porém, já nessa época os sinos funcionariam como marcadores temporais, pois segundo Le Goff, desde os séculos VI e VII, o tempo da Igreja soado em torres de mosteiros e catedrais passaram a regular não apenas a vida dos homens da Igreja, mas também dos homens em geral.

Downloads 970  970  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/st1.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!“Os rituais na folia de reis: uma das festas populares brasileiras”. Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
PERGO, Vera Lucia

As festas populares são tradições que constituem a resistência dos povos em defesa de sua cultura e de seus costumes. Estudos como os de Antonio de Paiva Moura2 abordam a temática das festas folclóricas no Brasil. Segundo esse autor, para a caracterização das festas populares brasileiras, há que se apresentar seus componentes estruturais, ou seja, as atividades de caráter religioso, como a missa, a procissão, a bênção, a novena e a reza são ministradas por sacerdotes ou ainda por pessoas autorizadas pela Igreja; as de caráter profano-religiosos buscam homenagear as figuras sacras, sempre de forma festiva e alegre, na qual há levantamento de mastro, bailados como “Congados”, “Folia de Reis”, “Império do Divino”, “Reinado do Rosário”, “Pastorinhas”, sendo ministradas por leigos com a aprovação do sacerdote. As festas populares de caráter profano apresentam o sentido de diversão, visando a entreter os visitantes por mais tempo nas festas, como os leilões, as danças, as comidas, as barraquinhas, entre outros. Cabe apontar que, a “Folia de Reis” apresenta um caráter profano-religioso e faz parte do ciclo natalino, realizado de 24 de dezembro a 6 de janeiro, havendo comemorações ao nascimento de Jesus por meio de festividades.

Downloads 1742  1742  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/st1.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!A celebração da Páscoa judaica e as tradições culturais - simbologia e significado Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
TOMAZ, Paulo César; PELEGRINI, Sandra de Cássia Araújo

A Páscoa Judaica ou Pêssach é uma festa religiosa comemorada pelo povo judeu, evocando a passagem da escravidão no Egito para a condição de liberdade, conforme evento descrito na Torah (Livro Sagrado dos Judeus). Essa festa religiosa é comemorada anualmente pelos judeus em todo o mundo, sendo sua presença também observada por seus descendentes aqui no Brasil através das Sinagogas Judaicas, como a do Centro Israelita do Paraná (CIP) em Curitiba, por exemplo. A festa reúne todos os anos, durante o mês de abril, as famílias e os amigos em torno da mesa de Pêssach, onde se segue um cuidadoso ritual de preparação com orações e uma culinária específica para a ocasião. Tal celebração religiosa faz parte integrante do patrimônio cultural brasileiro, o qual merece ser conhecido e estudado em sua simbologia e significado, embora o governo brasileiro, desde a década de 1930, não tenha priorizado as contribuições dos imigrantes na formação cultural brasileira.

Downloads 5766  5766  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/st1.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!Inquisição em Portugal nos séc. XVI E XVII Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
COSTA, Mariza Domingos da; COSTA, Celio Juvenal; MENEZES, Sezinando Luis

O presente trabalho tem por objetivo socializar pesquisa que está sendo realizada em um Projeto de Iniciação Científica – PIBIC a respeito da Inquisição em Portugal, uma instituição social bastante atuante e representativa da identidade social e
cultural portuguesa, que se forjou ao longo do período quinhentista e alcançou seu apogeu entre os séculos XVI e XVII.Teve sua origem na França no decorrer do século XIII e desenvolveu-se até o XIX. Sua re-fundação, em outros patamares, ocorreu em 1478 na Espanha, em 1536 em Portugal e em 1542 nos Estados Pontifíciais permanecendo centenas de anos.

Downloads 535  535  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/st2.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!Pluralismo religioso brasileiro e a crise de sentido Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
BIANCO, Gloecir

Este artigo pretende lançar um olhar, em primeiro lugar sobre o cenário religioso brasileiro. Quais têm sido as motivações e direções deste campo nas últimas décadas. Não recorre a um detalhamento histórico, até porque, não é esta a proposta. Procura situar o leitor no que diz respeito à religiosidade, ao grau de envolvimento e de comprometimento com o que se entende por religião e quais as características deste campo. Num segundo momento, conceitua objetivamente pluralismo e sentido religioso nesse contexto. Recorre a alguns pensadores e procura esclarecer como deve ser entendido o pluralismo religioso tratado aqui, não como a multiplicidade de grupos religiosos sistematicamente organizados, mas diferentes concepções religiosas, diferentes maneiras da visão religiosa. Não se trata de interpretar doutrinas, mas os diversos modos de ver a religiosamente e o relacionamento com o sagrado, maneiras diversas de ver o mundo e a vida que, no cenário atual, encontra-se desprovida do sentido atribuído e sustentado por séculos pela religião.

Downloads 706  706  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/st3.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!Identidade cristã e pluralismo religioso contemporâneo: uma reflexão a partir da abordagem teológica Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
PANASIEWICZ, Roberlei

A pluralidade religiosa é uma realidade que perpassa a reflexão teológica da atualidade. O diálogo inter-religioso apresenta-se como uma necessidade do mundo contemporâneo. Esta nova conjuntura sócio religiosa desinstala o cristianismo de seu posicionamento auto-centrado que durante séculos ocupou papel de destaque no cenário internacional. Como compreender esta diversidade religiosa? Qual é o específico cristão neste universo plural? Há salvação em outras religiões ou o cristianismo é a única mediação? O objetivo dessa comunicação é responder a esses questionamentos demarcando a identidade cristã a partir da reflexão de Claude Geffré. Nascido em Niort, França, em 1926, é teólogo católico e padre da Ordem dos Pregadores (Dominicano). É do interior do inclusivismo aberto que desenvolve sua reflexão buscando demarcar a identidade cristã numa perspectiva de abertura ao diálogo com outras tradições religiosas.

Downloads 583  583  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/st3.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!Que pluralidade é essa? Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
PATRIOTA, Karla Regina Macena Pereira

Com uma história escrita sob os "olhares e ditames de Roma", o Brasil religioso - católico por natureza - vem demonstrando em seus últimos Censos populacionais que não é mais assim tão católico como antes. O surgimento e o grande crescimento de inúmeras igrejas evangélicas é uma realidade visível em todas as esferas da sociedade brasileira.

Downloads 2321  2321  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/st3.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!Candomblé bantu na pós-modernidade Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
ADOLFO, Sérgio Paulo

Os bantu, no Brasil, têm um papel preponderante na formação da nacionalidade brasileira, e, nesse sentido, muitos estudos têm sido elaborados, tocantes, principalmente, à linguagem, às contribuições lingüísticas ao português brasileiro, sobretudo as advindas do Kimbundo e do Kikongo. Quanto aos estudos sobre as contribuições na área da cultura popular, caso das congadas, dos reisados e da capoeira de angola, observa-se que, além das pesquisas já concluídas, há vários estudiosos empenhados em desenvolvê-las.

Palavras-chave: África. Candomblé. Bantu. Pós-modernidade. Religião.

Downloads 520  520  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/st4.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!Sagrado universal na pós-modernidade: o sagrado, a ética e o simulacro no discurso televisivo da Igr Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
BASSO, Nadia Garcia

Apresentamos nesta comunicação algumas reflexões sobre as mudanças no campo religioso brasileiro. O trabalho configura-se da seguinte forma: breve introdução, o retrato do pentecostalismo no Brasil e o surgimento da Igreja Universal do Reino de Deus. Em seguida, os conceitos que balizam a pesquisa, para apontar os limites e as possibilidades do discurso religioso e responder as indagações propostas.

Downloads 458  458  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/st4.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Artigos
Fazer Download agora!A linguagem no Ensino Religioso: limites e possibilidades Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
MOCELLIN, Teresinha Maria

O fenômeno da linguagem no ensino religioso, nem sempre contou com uma profusão de estudos em torno do seu discurso específico. O texto quer chamar atenção para a importância do uso da linguagem e focalizar de um modo simples, este aspecto ainda virtualmente inexplorado. A linguagem humana é uma forma especializada de comunicação. A linguagem cotidiana determina a estrutura do nosso pensamento. Isto é nosso vocabulário determina como percebemos e categorizamos o mundo ao nosso redor.

Downloads 701  701  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/st4.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 (25) 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 »