Educadores

Ínicio : Sociologia : Teses : 

Produções de Profissionais da Seed: Teses (6)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do mais para o menos procurado)

Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!A consignação da violência : a peonagem na região de Três Lagoas-MS Popular Versão: PDF
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
BORGES, Maria Stela Lemos

Resumo: O presente trabalho tem como objetivo um estudo da peonagem, relação de trabalho marcada pela violência. Partindo de uma reflexão teórica sobre a peonagem no mundo do trabalho, busca, a partir de uma reconstituição das relações de trabalho na sociedade capitalista, adentrar, numa perspectiva histórica, as formas manifestas da peonagem em Mato Grosso do Sul e atualizadas na região de Três Lagoas, em trabalhos de abertura e conservação de fazendas até chegar ao trabalho nas carvoarias. O peão-do-trecho, protagonista dessas relações de trabalho, é estudado na sua subjetividade, o que implicou na busca, por meio das suas lembranças, do seu vivido como um espaço para sua manifestação. A valorização da memória está intimamente ligada à valorização da sua subjetividade, pautada pelo princípio de se adotar, diante do objeto de pesquisa, uma postura que seja capaz de apanhá-Io na sua complexidade, decorrente não só do contexto em que ele se encontra e com o qual interage, mas também da sua história pessoal, ultrapassando os limites das relações estruturais para enriquecê-Ias com o conhecimento das marcas das individualidades/singularidades que a constituem.

Palavras-chave: Memória. Trabalho. Subjetividade. Violência

Downloads 929  929  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000240130
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!A pobreza como um problema social: As ações de Victor Tavares de Moura e Agamenon Magalhães nas fave Popular Versão: 
Atualização:  15/5/2008
Descrição:
O objetivo do trabalho é entender como se consolidou a ação social, na remoção dos mocambos (Recife) e das favelas (Rio de Janeiro) e na criação de novas alternativas de moradias para a população pobre e como este trabalho de cunho assistencialista contribuiu para a consolidação das propostas políticas e sociais do Estado Novo (1937-1945). Foram escolhidas duas metrópoles, para dar ênfase à análise comparativa entre dois lugares que traduziam os problemas das habitações populares como um problema de contexto regional e nacional ao mesmo tempo, como motivo de preocupação desde o início do Século XX. Estas duas metrópoles foram escolhidas por ocuparem lugar de destaque nas ações governamentais durante os anos 1930 e 1940. Recife, porque seu interventor deixa o Ministérios do Trabalho e da Justiça para tomar conta da cidade e erradicar os males que "atravancavam o progresso". Rio de Janeiro, porque como capital do país, assumia de primeiro o caráter modernizador que se pretendia para a nação. Também duas pessoas merecem destaque: em Recife, o interventor Agamenon Magalhães, com suas políticas contra os mocambos e a criação de Vilas Operárias e no Rio de Janeiro, a figura pouco conhecida do Dr. Vitor Tavares de Moura, que é convidado pelo interventor Henrique Dodsworth para trabalhar na remoção das favelas e criação dos Parques Proletários Provisórios. Estas vilas e parques eram uma nova forma de habitação com a intenção de regular, civilizar e reeducar seus habitantes.

Palavras-chave: Ação social. Moradia. População.

Downloads 868  868  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma IUPERJ  Site http://www.dominiopublico.gov.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Migração e desenvolvimento economico no Oeste do estado do Parana : uma analise de 1950 a 2000  Popular Versão: 
Atualização:  16/11/2010
Descrição:

O desenvolvimento de uma região de modo geral se vincula à dinâmica populacional e à organização do capital; que transformam as condições ambientais locais moldando-as segundo seu interesse. Como o deslocamento de pessoas e de investimentos para uma área determinada está relacionado com o comportamento da economia e com o processo de inserção e unificação dos mercados das regiões, a análise da relação migração e desenvolvimento é relevante. O Oeste do Paraná é o objeto de pesquisa por conjugar uma situação na qual o seu desenvolvimento deuse conectado com a migração na área. De formação socioeconômica recente, a região inseriu-se no modelo de desenvolvimento nacional de ocupação de fronteiras e no processo de transnacionalização do capital agrícola. Embora na etapa de ocupação de seu território tenha atraído grande leva de imigrantes, seu desenvolvimento inverteu este processo, tornando a área um lugar de elevada evasão populacional, em curto espaço de tempo. De modo que ao estudo interessa aferir os níveis de interferência das migrações no desenvolvimento da área e vice-versa. Para analisar este processo, foram utilizados dados censitários de diferentes escalas espaciais, abrangendo os níveis interestaduais, intra-estadual e intra-regional.

Downloads 840  840  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000378387
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora! Bienvenido a Miami : a inserção dos imigrantes brasileiros nos Estados Unidos da America Latina  Popular Versão: 
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
OLIVEIRA, Adriana Capuano de

Este é um trabalho sobre a imigração de brasileiros para a região do Sul da Flórida (mais especificamente para a cidade de Miami) nos Estados Unidos da América. Está desenvolvido em três partes, sendo que, na Primeira Parte, apresento uma discussão estruturada em pesquisa bibliográfica sobre a formação histórico-cultural destes dois países em questão: Brasil e Estados Unidos, focalizando as conceituações formadoras das noções de identidade nacional dos mesmos. Na Segunda Parte, abordo mais especificamente a questão própria da migração de brasileiros para os Estados Unidos, primeiramente como um todo, e logo em seguida para a região determinada pelo estudo de campo: o Sul da Flórida. Consiste desta parte ainda uma apresentação desta população pesquisada, abordando suas principais características sóciodemográficas, e a própria influência e percepção do local de destino. A Terceira e última parte desta tese visa dar um desfecho a estas discussões anteriores, conjugando a discussão bibliográfica trabalhada no decorrer das partes precedentes com a própria pesquisa de campo elaborada in loco. Por meio desta conjunção, esta última parte discute também especificidades da população brasileira imigrante com relação ao seu local de destino, o que vem propiciar a abordagem de algumas percepções no campo das relações de classes sociais entre estes brasileiros, bem como a respeito de alguns laços que ainda os ligam ao país de origem .

Palavras-chave: Migração internacional. Identidade. Estudos interculturais. Classe social.

Downloads 823  823  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000317726
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Festa à Brasileira - Significados do Festejar no País que 'Não é Sério' Popular Versão: 
Atualização:  1/9/2008
Descrição:
AMARAL, Rita de Cassia de Mello Peixoto

A Festa, no Brasil, constitui uma linguagem simbólica para a qual são traduzidos valores nacionais. Ela é capaz de mediar diferenças sociais e culturais, estabelecendo pontes entre grupos e suas realidades e utopias. Baseada nestas premissas, esta investigação analisa algumas das grandes festas realizadas em cinco regiões do Brasil (Oktoberfest, no sul, Festa de N. Sra. De Achiropita e de Peão Boiadeiro, no sudeste, São João, no nordeste, Círio de Nazaré e Festa de Parintins, no norte e as Festas do Divino Espírito Santo no centro-oeste), mostrando seus múltiplos sentidos: como forma de organização popular e construção da cidadania, de expressão artística, modo de ação social, expressão de identidade cultural e afirmação de seus valores particulares no contexto nacional.

Palavras-chave: Achiropita. Antropologia urbana. Boi-Bumbá. Brasil. Cidadania. Círio de Nazaré. Cultura brasileira. Espetáculo. Estilo de vida. Festa.Festa do Divino. Festa junina. Festas. História. Lazer. Oktoberfest. Organização social. Parintins. Peão boiadeiro. Política. Religião. São João. São Paulo. Sociabilidade. Teoria antropológica. Turismo.

Downloads 821  821  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.teses.usp.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Feios, sujos e malvados sob medida - do crime ao trabalho, a utopia médica do biodeterminismo em Sã Popular Versão: 
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
Ferla, Luis Antonio Coelho

A presente pesquisa trata da influência das ideias do determinismo biológico na medicina legal e na criminologia praticadas em São Paulo, no período de 1920 a 1945. No interior dessas disciplinas, as teses científicas que relacionavam corpo e comportamento expressavam-se por meio de um discurso médico de patologização do ato antissocial. Desde essa perspectiva, o indivíduo e o desviante deveriam ser identificados, cientificamente estudados, e por fim encaminhados a tratamento adequado. Para a viabilização dessa estratégia, todo um projeto de intervenção social foi concebido, pretensamente voltado ao aprimoramento dos mecanismos de defesa da sociedade. Dessa forma, a pesquisa procurou conhecer não apenas o conteúdo do discurso médico biodeterminista e seus principais veiculadores, como também as consequências concretas na realidade que dele se originaram.

Palavras-chave: Antropologia criminal. Controle social. Determinismo biológico. História das Ciências. História do Direito Penal.

Downloads 773  773  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.teses.usp.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Ser jovem e ser adulto: identidades, representações e trajetórias. Popular Versão: 
Atualização:  1/9/2008
Descrição:
PIMENTA, Melissa de Mattos

Esta tese retoma a problemática da transição para a vida adulta de uma perspectiva qualitativa e procura contribuir com uma compreensão sociológica desse processo no contexto do município de São Paulo contemporâneo. A partir de discussões em grupo focal e entrevistas biográficas com jovens adultos, de ambos os sexos e diferentes origens sociais, a pesquisa explorou representações sobre adolescência, juventude e idade adulta, modalidades de construção de identidades sociais e experiências pessoais diversas que nos informam acerca dos significados, valores, expectativas e auto-imagens associadas ao adulto hoje, num contexto de crescentes exigências quanto à escolaridade e qualificação profissional e intensa competitividade no mercado de trabalho. O estudo teve entre seus principais objetivos analisar diferenças de classe, gênero e raça, bem como a maior ou menor capacidade dos entrevistados de estabelecer perspectivas para o futuro e concretizar objetivos. Também procurou identificar as percepções dos sujeitos acerca de suas próprias experiências de transição, inclusive em comparação com os percursos biográficos de seus pais. As discussões e relatos colhidos apontaram a centralidade da família de origem como mediadora e/ou facilitadora do processo de transição e a importância dos valores na construção de projetos para a vida adulta. A análise também permitiu estabelecer de que forma fatores sociais importantes como o gênero, a origem socioeconômica e a cor da pele interferem nos percursos biográficos a partir da reconstrução de narrativas particulares, que permitem perceber, de uma perspectiva diacrônica, como fatores estruturantes, orientações e estratégias individuais se articulam para constituir trajetórias de vida.

Palavras-chave: Identidades. Jovens adultos. Representações. Trajetórias. Transição para a vida adulta.

Downloads 763  763  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.teses.usp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Gilberto Freyre e a Sociologia no Brasil: da sistematização à constituição do campo científico Popular Versão: pdf
Atualização:  13/11/2013
Descrição:
MEUCCI, Simone

O objetivo desta pesquisa é reconstruir alguns aspectos da trajetória intelectual de Gilberto Freyre no período compreendido entre o final dos anos 20 e o final dos anos 50, especialmente referidos à sistematização de suas idéias sociológicas. O ponto de partida da análise é a sua experiência docente na Escola Normal de Pernambuco durante os anos de 1929 e 1930, quando o autor reuniu as primeiras ferramentas conceituais a partir das quais foi possível produzir sua singular interpretação da sociedade brasileira e consagrar os estudos sociológicos no meio intelectual brasileiro. Em seguida, investigamos sua experiência docente na Universidade do Distrito Federal entre os anos de 1935 e 1937. Trata-se da única experiência em que o autor permaneceu, de forma mais ou menos estável, nos quadros de uma instituição de ensino superior brasileiro. A análise dos manuscritos de suas aulas permite compreender o sentido das suas idéias naquele período. Por fim, apresentamos uma análise das duas primeiras edições do compêndio Sociologia: uma introdução aos seus princípios, publicado pela primeira vez em 1945, um livro singular no conjunto da obra do autor, resultante de experiência docente nas duas instituições acima referidas. Na reconstrução desta trajetória - que compreende desde a artesania de suas idéias sociológicas até ambiência social e política que serviu de substrato para sua atividade intelectual - constatamos as diferentes expectativas de que a ciência sociológica foi depositária no Brasil.


Downloads 757  757  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://www.bibliotecadigital.unicamp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!A demografia da vida rural paulista Popular Versão: 
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
RODRIGUES, Izilda Aparecida

Resumo: Após decrescer por três décadas consecutivas, a população rural do Estado de São Paulo apresentou uma retomada de crescimento nos anos 90. O rompimento da tendência de esvaziamento da área rural paulista levanta uma série de questões relacionadas à sua estrutura econômica e às características da população residente. Este estudo tem como objetivo principal avaliar as características demográficas da população residente no rural do Estado de São Paulo, relacionada com a dinâmica de ocupação socioeconômica da área rural nos anos 80 e parte dos 90. As informações sobre a população foram obtidas nos Censos Demográficos e as relativas à estrutura da área rural nos Censos Agropecuários, realizados pela Fundação IBGE. Do exame da distribuição da população, segundo a situação do domicílio, ressalta-se a importância da Região Metropolitana de São Paulo como a área responsável pelo crescimento da população rural estadual. Desta constatação formula-se a hipótese de que o crescimento da população rural paulista estaria mormente relacionado ao processo de expansão urbana sobre áreas rurais. Para sua verificação, as categorias usadas pela FIBGE na definição da área rural e urbana foram desagregadas, introduzindo-se uma área de transição entre o urbano e o rural. A área urbana fica então dividida em área de transição urbana e "urbana" e a área rural em transição rural e "rural". Com essa alternativa foi possível obter diferenças importantes na área previamente definida como rural, tanto na ocupação da população residente em atividades econômicas de caráter tipicamente urbano, quanto no perfil da população residente na área de transição rural e na área "rural". O crescimento da população na área rural metropolitana foi reavaliado com esta reclassificação da situação do domicílio, reforçando-se a expansão urbana sobre áreas rurais. As informações censitárias sobre a distribuição da população, com características ligadas à inserção nas atividades econômicas, à composição e movimentos populacionais entre as Mesorregiões estaduais, mostraram diferenças no crescimento da população rural entre regiões densamente povoadas e urbanizadas, e aquelas onde as atividades agropecuárias são mais relevantes. Por fim, as categorias que definem a situação do domicílio na área rural no Estado de São Paulo podem contribuir para investigações sobre a relação entre a ocupação do rural e o crescimento da população.

Palavras-chave: Desenvolvimento rural. Crescimento demográfico. Vida rural. São Paulo.

Downloads 598  598  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000222779
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Trabalho e Quimeras: dilema vivido pelo jovem operário Popular Versão: 
Atualização:  15/7/2010
Descrição:
SILVA, Cristiane Aparecida Fernandes da

A inserção prematura do jovem trabalhador no mundo do trabalho visa o complemento da renda familiar, a afirmação de sua autonomia e a efetivação do valor simbólico que confere ao trabalho. Contudo, a pertença a um estrato de classe de baixa renda, sua pouca qualificação educacional, sobremaneira profissional, e as escassas oportunidades que lhes são oferecidas pelo mercado de trabalho, constituem obstáculos para que esse jovem ocupe um ofício que o satisfaça subjetivamente. A abordagem desta pesquisa consiste em perquirir os dilemas por que passa o jovem operário dividido entre as aspirações subjetivas, em relação a uma profissão desejada, e as condições objetivas de sua ocupação. Trata-se, portanto, de enfocar e esquadrinhar o conflito entre trabalho real e anseio subjetivo e as estratégias que os jovens operários utilizam para sobrepujá-lo, à medida que procuram delinear suas identidades de trabalhadores.

Palavras-chave: Educação. Família. Identidade. Insatisfação no trabalho. Jovem. Profissão. Subjetividade. Trabalhador. Trabalho. Trajetória ocupacional.

Downloads 580  580  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.teses.usp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 (5) 6 7 8 9 10 11 12 13 »