Educadores

Ínicio : Sociologia : Teses : 

Produções de Profissionais da Seed: Teses (6)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do menos para o mais procurado)

Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!As marcas do vivido sentido : memórias de jovens ex-frequentadores de um projeto de educação não-for Popular Versão: 
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
FERNANDES, Renata Sieiro

Resumo: Não Informado

Palavras-chave: Juventude. Historia orall. Sociologia educacional. Educação.

Downloads 384  384  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000358507
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Uma onda mundial de revoltas : movimentos estudantis nos anos 1960 Popular Versão: 
Atualização:  20/8/2013
Descrição:
GROPPO, Luis Antonio

Os movimentos estudantis dos anos 1960, em destaque o ano de 1968, podem ser considerados uma "onda mundial de revoltas" analisados do ponto de vista de uma ampla e heterogênea frente de rebeliões, os movimentos apresentam o componente "juvenil" de seus membros como o principal denominador comum desta onda mundial. A onda mundial de revoltas foi ao mesmo tempo um movimento eclético possível pelas transformações advindas com o globalismo e uma reação contra o sentido predominante delineado por esta "civilização global". Rebelava-se certamente contra a ideologia dominante, da globalização, que ainda se esboçava. Os movimentos propunham uma miríade de outros valores, práticas, ideias e ideologias advindas das mais diversas fontes, de vários tempos e espaços (aglutinados no que considera-se aqui como terceiro mundismos, novas esquerdas e contraculturas). Conquistaram vitórias no campo dos comportamentos, principalmente, que foram somatizadas em certo sentido pelas instituições do capitalismo e do mercado. Mesmo "derrotada", a onda mundial deixou severas marcas na civilização que continuaria a se construir. Ela colaborou, em certo sentido, para uma "limpeza" de valores tradicionais que, no seio da nova civilização esboçada, emperravam o estilo de vida consumista, a lógica da razão instrumental e os controles das tecnocracias. Mas não se resumiu a isto. Procurara ir além do que o globalismo dominante propunha: qualidade em vez de quantidade, novos estados de consciência e de racionalidade em vez do racionalismo prático, experiências reais do alternativo em vez do contentamento com simulacros seguros, heterodoxias em vez da rígida bipolarização ideológica da Guerra Fria, liberdade ampla de comportamento e criação em vez da liberdade de consumo e da cultura de massa produzida pela grande mídia, etc. Ao mesmo tempo, porém, esta onda mundial continha em seu próprio seio flagrantes limites, dilemas e contradições que ajudaram a gestar a sua própria dispersão - limites que eram ao mesmo tempo a sua riqueza, como a heterogeneidade, o idealismo, o ativismo resoluto, a juvenilidade e a relação experimental para com a realidade.

Palavras-chave: Movimentos estudantis. Movimento da juventude. Globalização. Nova esquerda (Ciência política).

Downloads 388  388  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000210231
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!O leitor e a banca de revistas : o caso da Editora Abril Popular Versão: 
Atualização:  20/8/2013
Descrição:
MIRA, Maria Celeste Mira

Resumo: Este trabalho procura reconstituir a história das revistas no Brasil em suas relações com o mercado e os leitores. Para tanto, retoma-se, em traços mais gerais, o período que vai do século XIX a 1950 e, a partir daí, detém-se nas publicações da Editora Abril e de sua coligada, Editora Azul. Duas questões teóricas recortam todo o estudo: a globalização e a segmentação. Em relação à primeira, busca-se descobrir a origem e os caminhos pelos quais certos modelos de revistas chegaram e se adaptaram ao mercado e às condições de vida dos leitores brasileiros. No tocante à segunda, cujo objetivo é compreender a enorme diversidade dos produtos e dos públicos, procura-se distinguir e, ao mesmo tempo, entrelaçar os fatores que direcionaram o processo de segmentação no período estudado: o gênero, a geração e a classe social, sendo que o primeiro deles, de especial relevância no meio revista, constitui um terceiro eixo teórico a partir do qual o texto final pode ser lido

Palavras-chave: Indústria cultural. Editores e edição. Jornalismo. Periodicos brasileiros - História.

Downloads 392  392  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=000122361
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Administração dos conflitos sociais: as reformas administrativas e educacionais como respostas as q Popular Versão: PDF
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
SILVA, Maria Aparecida Silva

Resumo: O objetivo deste trabalho é analisar as principais questões e instituições emergentes da prática dos trabalhadores da educação, em suas lutas sociais, por um lado e, por outro, a assimilação dessas questões e instituições pelos gestores do Estado Restrito, por meio de reformas administrativas e educacionais. Norteou o trabalho o pressuposto de que as reformas administrativas e educacionais são respostas atrasadas às questões levantadas pela prática social. Para o alcance do objetivo, analisei, a partir de fontes primárias e secundárias (i) a eclosão das lutas sociais, de modo específico o movimento dos trabalhadores do ensino, e as questões e instituições emergentes dessas lutas; (ii) as reformas administrativas em nível federal e estadual; (iii) o movimento de ascensão dos intelectuais progressistas ao poder como gestores do Estado Restrito; (iv) as medidas pedagógicas levadas a efeito pelos intelectuais progressistas no interior do Estado Restrito e (v) as medidas "racionalizadoras" relativas à gestão do pessoal da educação, adotadas na segunda metade da década de 80. Neste trabalho, baseei-me nas formulações de João Bemardo, por situar-se, esse autor, na vertente do pensamento marxista; haver construído uma teorização cujas categorias permitem a análise do capitalismo dos dias atuais - o modelo da mais valia relativa -; elaborar, a partir desse modelo, teorização sobre as transformações do Estado Restrito e do Estado Amplo, ao longo da História; oferecer categorias que possibilitam entender os ciclos que ritmam o desenvolvimento econômico e conceber a "ação como práxis material e social". Tomando por base o referencial do autor, introduzi o conceito de ciclo "Intermédio" de mais-valia relativa, para análise de conjunturas nacionais, dentro de um ciclo longo de mais-valia relativa. A análise dos dados possibilitou concluir que a discussão sobre a organização do trabalho foi uma questão emergente do movimento dos trabalhadores da educação, colada ao surgimento do "novo" sindicalismo, no final da década de 70 e início da década de 80. Após a posse de Tancredo Neves (1983), intelectuais progressistas passam a ocupar cargos de gestão no Estado Restrito. Imbuídos da perspectiva de fazer a mudança de dentro dos aparelhos de Estado, esses intelectuais elaboram, utilizando a metodologia participativa, um conjunto de propostas administrativas e pedagógicas. Entre essas propostas, houve privilégio, para estudo, o desenvolvimento do curriculo do 10 grau, a revitalização da Escola Normal e a administração colegiada. Tais propostas, adotadas na primeira fase da "Nova República", assimilaram algumas das questões e instituições do movimento dos trabalhadores da educação e não conflitam com os interesses do capital, seja pela concepção de trabalho que adotam como eixo definidor da proposta de curriculo e pela valorização de conteúdos que favorecem a formação básica, seja pela recuperação" refuncionalizada" de aspirações dos educadores de participar na gestão do trabalho. Na segunda metade da década de 80 - gestão Newton Cardoso -, um conjunto de medidas "racionalizadoras" relativas à gestão de pessoal é adotado. Tais medidas interferem nas condições de trabalho dos profissionais da educação e nas condições de funcionamento da escola. Infiro que essas medidas, ao constituírem obstáculos, inviabilizaram as propostas pedagógicas. A reivindicação dos professores de eleição direta para diretores foi negada, recuperada e devolvida como "seleção de liderança". No início dos anos 90, é implantado o Programa de Qualidade Total na Educação. Algumas questões são ponto de partida para pesquisas futuras. Como é possível um programa de Qualidade Total com os professores tendo que recorrer à economia informal para complementar salário e a escola pública funcionando nas mais precárias condições? De que qualidade de Educação trata o Programa de Qualidade Total na Educação? Qual a relação entre as medidas "racionalizadoras" do final da década de 80, o Programa de Qualidade Total do início dos anos 90 e a onda de encantamento com o chamado "modelo japonês", no Brasil hoje?

Palavras-chave: Sociologia educacional - Minas Gerais. Reforma do ensino. Minas Gerais. Escolas - Organização e administração.

Downloads 392  392  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000083883
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Josue de Castro por uma agricultura de sustentação Popular Versão: 
Atualização:  20/8/2013
Descrição:
SCHAPPO, Sirlandia

Esta tese apresenta uma análise sociológica do pensamento e da trajetória intelectual de Josué Apolônio de Castro (1908-1973). Nela, priorizam-se os aspectos que contribuíram para que Josué desvendasse a importância da "agricultura de sustentação" no combate à fome e na ampliação das possibilidades alimentares no país. O objetivo central da tese é o de analisar como se gestaram as idéias e ações de Josué de Castro, em torno de um projeto político que tem como meta o combate à fome por meio do desenvolvimento da "agricultura de sustentação" fundamentado em uma reforma agrária. Compreende-se que diversas são as experiências, atores e acontecimentos que incidiram nessa perspectiva adotada pelo autor. Na primeira parte da tese, demonstra-se que desde sua infância e no decorrer de toda sua vida, Josué se deparou com fatos, personagens e experiências que o despertaram para a questão agrária no Brasil. Enfatiza-se o clima intelectual oriundo do movimento modernista da década de 1930, destacando-se os intelectuais e romancistas sociais nordestinos. Argumenta-se que as discussões e motivações geradas por esse contexto, como a valorização e a aproximação com a cultura popular e a busca pela identidade nacional, contribuíram para que Josué buscasse nos cultivos tradicionais dos negros, índios e sertanejos a importância da agricultura de sustentação no combate a fome. Dessa fase, especialmente entre as décadas de 1930 e 1940, destacam-se, ainda, o desvendamento das desigualdades sociais, a questão agrária e as consequências do processo de modernização nas condições de vida dos trabalhadores no meio rural e urbano. O contexto compreende um processo de urbanização que se efetivou sem uma correlata mudança nas estruturas agrárias do país. Compreende-se que a consagração intelectual e política de Josué, inclusive no âmbito internacional, ampliou os espaços e os cargos por ele ocupados e a ele indicados, com destaque ao período entre 1950 e 1960, quando Josué assume a presidência do Conselho da FAO e seus dois mandatos de Deputado Federal. Esse novo contexto é permeado pela expansão das Ligas Camponesas, pelas políticas de desenvolvimento do Nordeste e por frequentes discussões e projetos de reforma agrária na Câmara dos Deputados. Na segunda parte da tese, resgata-se a participação ativa de Josué nessas discussões e ações e seu incisivo objetivo de pôr em prática, no âmbito das ações políticas, muitas de suas ideias germinadas nas décadas anteriores. Pode-se destacar o empenho na defesa do incentivo à agricultura de sustentação e a realização da reforma agrária como pilares imprescindíveis para a superação do problema alimentar e do subdesenvolvimento do país.

Palavras-chave: Fome. Agricultura sustentável. Economia agrícola.

Downloads 395  395  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=000433989
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Imigrações urbanas para o Brasil : o caso dos judeus Popular Versão: 
Atualização:  20/8/2013
Descrição:
DECOL, Rene Daniel

Resumo: O presente trabalho se insere no âmbito da produção recente sobre a imigração internacional para o Brasil e sobre a demografia das minorias, enfocando especificamente a imigração judaica e a comunidade que esta imigração deu origem. Usando dados dos censos, mas também registros históricos, elencou-se os fluxos mais importantes, em termos de países e períodos de origem. Os censos de 1940 a 1991 foram utilizados para traçar uma radiografia deste grupo e de sua evolução na sociedade brasileira. Ao mesmo tempo, a imigração judaica serviu de referência para um mapeamento das imigrações urbanas, sobretudo aquelas registradas a partir de 1920. A demografia dos judeus, por sua vez, foi utilizada como referência para a compreensão das principais tendências da demografia dos grandes grupos religiosos brasileiros ao longo das últimas décadas.

Palavras-chave: Demografia. Imigração - Brasil. Judeus - Brasil - Historia. Minorias - Brasil

Downloads 396  396  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=000186726
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Verso, reverso, transverso : o PT e a democracia no Brasil Popular Versão: 
Atualização:  20/8/2013
Descrição:
TADEU, Benedito Cesar

Resumo: Não informado

Palavras-chave: Partidos politicos - Brasil. Classes sociais - Brasil. Democracia. Socialismo.

Downloads 397  397  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=000099375
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!A Produção de Sentido e a Construção Social da Economia Solidária Popular Versão: Pdf
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
BERTUCCI, Jonas de Oliveira

Esta tese trata da produção de sentido e da construção social da economia solidária (ES). Na primeira parte, explicitam-se as escolhas metodológicas e epistemológicas que orientaram o desenvolvimento da pesquisa, discutindo-se a construção do pensamento sociológico na modernidade. Na segunda parte, apresenta-se o campo da ES no Brasil e os diferentes significados atribuídos ao termo. É dada ênfase à compreensão da ES como fenômeno social, resultado histórico e econômico da dinâmica do capitalismo, para, assim, se traçar algumas considerações críticas sobre a política de ES. Procura-se mostrar que a concepção prática do movimento social e da política pública, que são limitadas ao significado da ES como conjunto de unidades de produção coletivas (Empreendimentos Econômicos Solidários), fornece uma base frágil para uma estratégia ampla de desenvolvimento. Na terceira e última parte, discute-se a construção social deste universo, a partir de dois campos classificados como: o mundo acadêmico e o mundo do trabalhador. São analisadas as características das 226 pesquisas de pós-graduação sobre ES realizadas até 2007 e investigadas as trajetórias e motivações dos atores quanto as suas práticas. Desse modo, esta tese busca mostrar que existem condições sociais que reforçam a participação no mundo da ES, evidenciando que esta não constitui uma escolha puramente individual e voluntária.

Palavras-chave: Economia solidária. Capitalismo. Engajamento militante. Participação. Produção de sentido. Desvio. Outsiders. Movimentos sociais. Sociologia da ciência.

Downloads 397  397  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNB  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Artes plásticas no século XX : (modernidade, desterritorialização e globalização) Popular Versão: 
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
PAULA, Maria Lucia Bueno Coelho de

Resumo: A modemidade nas artes plásticas resultou da ruptura dos artistas com a Instituição acadêmica. Este movimento emerge juntamente com a ampliação do púbIico da cultura e a formação de seu mercado. O objeto deste trabalho é acompanhar o desenvolvimento do mundo das artes, a partir da modernidade, enfocando sua ampliação e sua evolução de um universo restrito no final do século XIX à sua forma atual globalizada, que desponta, no século XX, na passagem dos anos 70 para os 80. Paralelamente abordamos as mudanças na percepção artística processadas neste percurso.

Palavras-chave: Arte e sociedade. Cultura. Arte moderna. Modernismo (Arte). Vanguarda (Arte).

Downloads 398  398  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=000104811
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!O lugar no mundo contemporâneo : turismo e urbanização em Ubatuba-SP Popular Versão: 
Atualização:  20/8/2013
Descrição:
LUCHIARI, Maria Tereza Duarte Paes

Resumo: não Informado.

Palavras-chave: Urbanização - Ubatuba(SP). Turismo. Paisagens. Geografia. Ciências sociais.

Downloads 400  400  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000188477
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 (5) 6 7 8 9 10 11 12 13 »