Educadores

Ínicio : Sociologia : Teses : 

Produções de Profissionais da Seed: Teses (6)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Artes plásticas no século XX : (modernidade, desterritorialização e globalização) Popular Versão: 
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
PAULA, Maria Lucia Bueno Coelho de

Resumo: A modemidade nas artes plásticas resultou da ruptura dos artistas com a Instituição acadêmica. Este movimento emerge juntamente com a ampliação do púbIico da cultura e a formação de seu mercado. O objeto deste trabalho é acompanhar o desenvolvimento do mundo das artes, a partir da modernidade, enfocando sua ampliação e sua evolução de um universo restrito no final do século XIX à sua forma atual globalizada, que desponta, no século XX, na passagem dos anos 70 para os 80. Paralelamente abordamos as mudanças na percepção artística processadas neste percurso.

Palavras-chave: Arte e sociedade. Cultura. Arte moderna. Modernismo (Arte). Vanguarda (Arte).

Downloads 317  317  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=000104811
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Articulação de interesses do empresariado industrial no processo de produção da regulação ambiental: Popular Versão: PDF
Atualização:  23/3/2012
Descrição:
CABRAL, Eugenia Rosa

A incorporação da questão ambiental às agendas políticas, nacional e internacional, produziu efeitos em setores produtivos que causam significativo impacto ambiental, a exemplo do setor industrial. Em resposta às pressões políticas dos movimentos ambientalistas e de organismos internacionais, além da necessidade de se enquadrar às normas ambientais dos países onde operam, segmentos desse setor incorporaram a variável ambiental a suas agendas, reestruturando a gestão dos processos produtivos e o padrão de relacionamento com o Estado e a sociedade civil. Restrições impostas pela regulação ambiental fazem com que instâncias do poder público, responsáveis pela elaboração e implementação de leis e regras ambientais, tornem-se alvos de pressão política do empresariado industrial. Em função dessas restrições, a participação de organizações empresariais nos processos políticos tornou-se condição necessária para minimizar o impacto econômico da questão ambiental sobre os investimentos produtivo...

Palavras-chave: Sociologia polícia. Política indústrial. Política ambiental.

Downloads 264  264  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFMG  Site http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!As engrenagens da locomotiva : ensaio sobre a formação urbana paulista Popular Versão: 
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
GONÇALVES, Maria Flora

Resumo: Não Informado

Palavras-chave: Urbanização - São Paulo. Café - Indústria. São Paulo. Capitalismo - Brasil.

Downloads 306  306  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000183509
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!As fissuras na construção do "novo homem" e da "nova mulher". Relações de gênero MST 1979/2000  Popular Versão: PDF
Atualização:  17/5/2012
Descrição:
SILVA, Cristiani Bereta da

O presente trabalho, produzido através de documentos, publicações e entrevistas procurou colocar em perspectiva as histórias de diferentes homens e mulheres, sujeitos militantes, líderes ou não, que constituem e vêm reconstituindo jeitos de ser e viver a luta no Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra. Os relatórios internos e as diversas e distintas publicações do e sobre o MST produzidos nos últimos 20 anos desvelam processos que permitem perceber que outras preocupações foram constituídas em meio às lutas e disputas pela conquista da terra. Preocupações que foram mudando, adquirindo outros contornos nas idas e vindas da produção de ideias, práticas e sujeitos de um Movimento em construção. E o que se pode observar a partir desses investimentos são tensões e conflitos nas relações entre homens e mulheres em acampamentos e assentamentos. Tensões que acabaram sendo redimensionadas justamente em função de desdobramentos ideológicos, políticos e também estratégicos do MST em sua busca de transformação social, construção do "novo homem" e da "nova mulher". Este estudo é um exercício crítico de reflexão sobre a natureza dessas produções nas relações cotidianas, nas tentativas de se construir sujeitos. Busca investigar como as mudanças foram sendo construídas e, de que forma, foram investidas sobre as relações de trabalho, sociais, políticas e, também, afetivas de mulheres e homens, bem como homens e homens, mulheres e mulheres nas dobras do MST.

Palavras-chave: MST. Homem. Mulher. Relações de gênero.

Downloads 225  225  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!As marcas do vivido sentido : memórias de jovens ex-frequentadores de um projeto de educação não-for Popular Versão: 
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
FERNANDES, Renata Sieiro

Resumo: Não Informado

Palavras-chave: Juventude. Historia orall. Sociologia educacional. Educação.

Downloads 325  325  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000358507
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!As relações entre corpo e trabalho: contribuição crítica à educação  Popular Versão: PDF
Atualização:  23/3/2012
Descrição:
HEROLD JR., Carlos

O objetivo deste estudo é analisar as relações entre corpo e trabalho para fundamentar algumas possibilidades para colaborar com as questões educativas. Para tanto, dividimos o estudo em cinco partes: na primeira, mostramos como as relações entre corpo e trabalho são vistas nas áreas de Trabalho e Educação e Educação Física; no segundo capítulo fazemos um levantamento sobre as críticas e defesas que a categoria trabalho recebe na atualidade para o entendimento das transformações na sociedade, além de notarmos a forma como a modernidade pensa as questões do corpo a partir das questões do trabalho.

Palavras-chave: Trabalho. Corpo. Educação.

Downloads 244  244  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!As serpentes e o bastão : tecnociência, neoliberalismo e inexorabilidade Popular Versão: 
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
CATELFRANCHI, Juri

Resumo: Neste trabalho são analisadas as práticas e o discurso da tecnociência contemporânea, definida não apenas como fusão entre ciência e tecnologia mas como acontecimento que funciona no interior de uma específica economia de poder e que é caracterizado pela interação e a retroalimentação mútua do capitalismo, da ciência e da tecnologia. São mapeados movimentos e rupturas no funcionamento da tecnociência, examinando a fonte dos financiamentos para a pesquisa, o ethos dos cientistas, as formas de apropriação do conhecimento e as políticas de C&T à luz dos conceitos foucaultianos de govemamentalidade e dispositivo. O discurso tecnocientífico atual é analisado a partir do monitoramento de documentos oficiais e declarações públicas de cientistas-empreendedores, policy-makers, ONGs etc. O cruzamento de tais elementos mostra que ciências, técnicas e capitalismo funcionam entrelaçados. Em alguns casos, impulsionando-se mutuamente: cada parte se apoia nos sucessos, na autoridade, nos efeitos de verdade e na potência das outras. Noutros casos, há dissonâncias e atritos. Os resultados da pesquisa indicam que a tecnociência atual é, ao mesmo tempo, piramidal e reticular, inexorável e modulável. De um lado, retrata si mesma como fundamentada num saber a-político, neutral, objetivo, universal, que "cai" na sociedade quando aplicado, divulgado, transformado em objeto técnico e em mercadoria. A tecnociência aparece como o bonde que não podemos perder, cuja marcha é automática e cuja regulação deve ser deixada com os especialistas. Por outro lado, no neoliberalismo a tecnociência precisa receber inúmeros feedbacks, escutar as demandas do mercado e as preocupações do cidadão. Conclui se que a tecnociência atual é um dispositivo qe geometria variável modulado por parâmetros que nem sempre podem ser estabelecidos' nG, il1terior de uma tecnocracia. Funciona ativando mecanismos de despolitização e de invisibilização dos conflitos; e constitui-se como implacável politicamente através de repetidas performances voltadas para a mobilização da população e a afirmação de inevitabilidade. No entanto, sua configuração atual é um acontecimento apoiado em terrenos (epistêmicos, econômicos e sociais) movediços.

Palavras-chave: Sociologia. Ciência - Aspectos sociais. Ciência - Aspectos políticos. Ciência e tecnologia. Capitalismo. Análise do discurso.

Observação - Para baixar artigos, teses e monografias da Unicamp é necessário fazer um cadastro simples com e-mail e senha.

Downloads 389  389  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000443883
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Atos e omissões : acidente com o Cesio-137 em Goiania Popular Versão: 
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
CHAVES, Elza Guedes

Resumo: Não Informado

Palavras-chave: Sociologia do conhecimento. Meio ambiente. Césio.

Downloads 273  273  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000132408
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Cada um na sua mas entre nós o problema: família, instituição e práticas educativas não-formais Popular Versão: PDF
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
MUNIZ, Tétis Mori

Este trabalho tem como objeto de estudo uma entidade beneficente de educação não-formal localizada na região Norte do município de Campinas. Essa entidade atende crianças eadolescentes entre 7 e 14 anos moradores de bairros de tal região. Por meio de seu estudo analiso a inter-relação das práticas educativas de tal entidade com as expectativas das famílias cujos filhos são por ela atendidos. Fundamentalmente a pesquisa foi baseada em observação participante de diversos momentos do cotidiano da entidade (durante o ano de 2000), em entrevistas com a equipe de trabalho da entidade e com 9 famílias. Ao refletir sobre a inter-relação das práticas educativas e as expectativas das famílias surge a questão do trabalho como categoria contraditória, na medida que ele é considerado pelas famílias como parte fundamental da sua identidade e considerado pela entidade, ao pensar o trabalho infantil, como ilegal.

Palavras-chave: Não Informado

Downloads 2958  2958  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Teses
Fazer Download agora!Cadencias e decadencias do Brasil : (o futuro da nação a sobra de Darwin, Haeckel e Spencer) Popular Versão: 
Atualização:  19/8/2013
Descrição:
DORIA, Carlos Alberto Doria

Resumo: À constituição de uma nova nação corresponde também a formação da ideia que a expressa, o modo de representá-la como objeto do pensamento que abarca os seus caracteres sociais, culturais, econômicos, geográficos, históricos e políticos. O propósito dessa tese é estudar a formação desse objeto de pensamento primeiro como um requerimento da filosofia da história do século XIX e, depois, como noção trabalhada no bojo das teorias evolucionistas do período até ela se materializar através da “arte de governar”. A orientação do estudo é, portanto, dispor a nação como conceito em formação segundo a diretriz de integração dos seus vários componentes. Os autores em cujos textos se persegue esse processo são, com prioridade, Euclides da Cunha, Manoel Bomfim e Silvio Romero e, secundariamente, Oliveira Vianna. A tese está dividida em quatro partes e nove capítulos. Na primeira parte, em três capítulos, são expostas as hipóteses do trabalho, o enquadramento histórico do tema e a diretriz de integração que orienta metodologicamente o estudo. Na segunda parte, composta por um capítulo, trata-se da filosofia da história como gênero literário típico do século XIX e dos problemas da absorção de uma nação nova nesse nível de representação da história, tomada como um processo ascensional marcado por descontinuidades – “decadências” – que também afetam a sua trajetória. Na terceira parte, composta por quatro capítulos, discorre-se sobre a adoção por autores nacionais dos paradigmas do evolucionismo, em variantes darwinistas e pré-darwinistas, como elementos de crítica do conhecimento no tratamento de temas como a hereditariedade e a adaptação, considerando as particularidades do meio e das “raças” humanas que integram idealmente a nação. É esse tratamento pelos autores nacionais que lhes permite vislumbrar uma agenda política para o Estado, agora como principal fautor da nação ou agente político da sua integração. Finalmente, na quarta parte são apresentados argumentos conclusivos do estudo a partir das correlações das partes da tese.

Palavras-chave: Evolucionismo. Raças - Brasil . Pensamento crítico.

Downloads 381  381  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=000429116
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 (4) 5 6 7 8 9 10 11 12 13 »