Educadores

Ínicio : Ensino Religioso : Teses : 

Produções de Profissionais da Seed: Teses (0)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Data (novos listados primeiro)

Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!Religião e espetáculo: análise da dimensão espetacular das festas públicas do candomblé Popular Versão: 
Atualização:  8/5/2012
Descrição:
SANTOS, Eufrazia Cristina Menezes

Neste trabalho situo a festa na estrutura ritual do Candomblé, abordando preferencialmente a dimensão espetacular de sua liturgia. Privilégio, na descrição etnográfica, os elementos relacionados à construção do espetáculo religioso: a estética, o simbolismo das cores, a interatividade entre os atores rituais e o público, o aparato, a linguagem gestual, os aspectos dramáticos e lúdicos. Defendo que a dimensão espetacular das festas públicas do candomblé constituiu um dos principais fatores responsáveis pelo aumento da visibilidade social alcançada por essa religião no espaço público - uma presença em parte justificada pelo poder de atração das linguagens expressivas que integram sua estrutura ritual. Um dos aspectos mais importantes da inserção social do candomblé foi a preservação da dimensão espetacular de sua ritualística, independente de todo sincretismo que esteve na base do seu processo de institucionalização. Essa religião não só conservou os elementos do espetáculo como os potencializou, tornando o caráter espetacular das cerimônias públicas um dos seus principais sinais diacríticos no universo religioso brasileiro. Assim, hoje temos a presença de símbolos e práticas religiosas do candomblé em outros circuitos festivos, a exemplo do que acontece na Festa do Bonfim e na Festa de Iemanjá em Salvador, bem como o seu uso comercial e político por parte do Estado, através dos seus órgãos de turismo, representando a contraface dessa inserção do candomblé no espaço público.

Palavras-chave: Candomblé. Simbologia. Espaço.


Downloads 625  625  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.teses.usp.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!Através do "Mbaraka": música e xamanismo guarani Popular Versão: 
Atualização:  8/5/2012
Descrição:
Montardo, Deise Lucy Oliveira

Este trabalho teve como foco central a música dos rituais xamanísticos realizada pelos índios Guarani Kaiová, do tronco linguístico Tupi-Guarani. Os Guarani com seus três subgrupos têm no Brasil um total de cerca de 40.000 pessoas. A pesquisa de campo teve duração total de oito meses, durantes os quais residi na casa de meus informantes guarani kaiová, nhandeva e mbyá nas áreas Amambai e Pirajuy, no Estado do Mato Grosso do Sul, e Mbiguaçu e Morro dos Cavalos, no Estado de Santa Catarina. Apresento a narrativa da história de vida e da iniciação ao xamanismo da mulher que foi minha principal informante, Odúlia Mendes, chamando a atenção para como, tanto em sua vida como nos mitos de criação guarani, os cantos e as danças são o caminho através do qual ocorre a comunicação e o encontro com as divindades e com os criadores ancestrais e se viabiliza a continuidade da sobrevivência da Terra.

Palavras-chave: Mito. Xamanismo. Ritual. Divindade.


Downloads 880  880  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.teses.usp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!As igrejas neopentecostais: educação e doutrinação Popular Versão: 
Atualização:  8/5/2012
Descrição:
WREGE, Rachel Silveira

Este trabalho corresponde à preocupação de elucidar os vínculos entre educação e doutrina religiosa através do estudo do neopentecostalismo no Brasil. Elegi o neopentecostalismo, dado o fenômeno do seu crescimento entre os países da América Latina. Em razão da diversidade de denominações que se inserem dentro desta tendência, escolhi as mais expressivas em termos quantitativos: a “Igreja Universal do Reino de Deus” e a “Igreja Internacional da Graça de Deus”. A análise das respectivas igrejas fundamentou-se nas contribuições da Antropologia e da Sociologia das Religiões, principalmente em Eliade e Durkheim. O material que serviu de fonte para que se pudesse traçar o perfil das igrejas foi os livros escritos por Edir Macedo, da “Igreja Universal do Reino de Deus”, e por Romildo R. Soares, da “Igreja Internacional da Graça de Deus”. A análise dessas fontes, seguindo a proposta de análise de conteúdo de Bardin, considerou os temas que mais se fizeram presentes, com a finalidade de constituir um corpo de doutrinas, crenças e valores que tem influenciado os membros dessas igrejas.

Palavras-chave: Igreja Pentecostal Autônoma. Pentecostalismo. Educação.

Downloads 4146  4146  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000218785
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!Os Rosários dos Angolas: irmandades negras, experiências escravas e identidades africanas na Bahia  Popular Versão: 
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
REGINALDO, Lucilene

As irmandades do Rosário na Bahia, desde as primeiras fundações em meados do século XVII, até o final do século XIX, foram, em sua maioria absoluta, controladas por africanos angolas e seus parceiros crioulos. Este fenômeno indica uma valorização deste espaço por parte dos angolas, mais do que por qualquer outro grupo de africanos. A identificação com as confrarias católicas aponta para a importância do catolicismo na África Central e, ao mesmo tempo, ressalta este elemento como fundamental na constituição de uma identidade particular dentro da comunidade escrava e da sociedade baiana em geral. Esta tese também discute essa identificação na experiência dos escravos no Reino, sugerindo uma perspectiva de investigação da história da devoção ao Rosário, das confrarias negras e da identidade angola ao longo do século XVIII, circulando por três continentes.

Palavras-chave: Escravidão. Salvador (BA). Recôncavo (BA). Negros. Brasil. Religião.

Downloads 3667  3667  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000350093
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!Pentecostalismo e religiosidade brasileira Popular Versão: PDF
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
MACEDO, Emiliano Unzer

Este trabalho pretende interpretar historicamente a transformação de práticas e crenças religiosas do período colonial brasileiro até a atual influência marcante do Pentecostalismo que se manifesta como uma nova categoria religiosa apresentando peculiaridades próprias. A religiosidade brasileira desde tempos coloniais revela-se imbuída de diversidade, tolerância e, principalmente, de sincretismo. Tal quadro decorreu da convergência de inúmeras influências culturais advindas das etnias que aqui conviveram: portugueses, indígenas, afro-descendentes. Nesta análise utilizaremos o conceito de hibridismo cultural a fim de constatarmos o sincretismo enraizado na religiosidade brasileira. Demonstraremos que, posteriormente, em fins do século 19 e início do seguinte, a entrada de imigrantes de credo protestante introduziu novas atitudes e crenças no cenário religioso brasileiro permanecendo em grande parte restrito a parcelas da população. No entanto, crenças pentecostais, decorrentes do Protestantismo, popularizaram-se e apresentaram, recentemente, qualidades próprias constituindo-se como responsáveis por um amplo processo de transformação e reforma social. O estudo pretende interpretar, portanto, tal força e popularização como decorrente de sua adaptação e flexibilidade a condições religiosas e culturais do país. A popularidade pentecostal, contudo, ao longo de sua história no Brasil também apresentou limitações de adaptabilidade, sendo que as mais recentes, como a "Igreja Universal do Reino de Deus", as que melhor se adequaram ao quadro religioso brasileiro e no exterior, apresentando-se como uma nova categoria religiosa. Por fim caracterizamos de forma mais factual crenças e práticas religiosas, inferindo a partir de uma pesquisa de campo realizado em Vitória, Espírito Santo tomando a cidade como estudo de caso. Como consequência, uma análise qualitativa nos permitiu chegar aos elementos conclusivos que ajudaram a explicar as características peculiares do Pentecostalismo e da nova configuração da religiosidade brasileira contemporânea.

Palavras-chave: Antropologia. Cultura Brasileira. Pentecostalismo. Protestantismo. Religiosidade popular brasileira.

Downloads 825  825  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-23102007-140542/
Avaliação: 8.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!Presbiterianismo do Sul em Campinas: primórdios da educação liberal Popular Versão: 
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
CLARK, Jorge Uilson

O tema central do trabalho é o Presbiteriano do Sul em Campinas: primórdio da educação liberal. A tese propõe analisar historicamente o processo de incorporação de uma instituição religiosa de origem estrangeira à realidade brasileira, de origem tradicionalmente católica entre o período de 1860 a 1940. O desenvolvimento das missões protestantes no Brasil esteve ligado à expansão econômica e política norte-americana na América Latina e na América do Sul, iniciada no século XIX e consolidada no século XX. A estratégia utilizada pelos missionários religiosos protestantes para influenciar o povo e a elite brasileira para a nova religião foi utilizar as escolas e seminários. Se as escolas promoviam uma educação liberal idêntica às recebidas pelos estudantes norte-americanos, os seminários, por sua vez, formavam pastores nacionais que atuavam diretamente junto a população, evangelizando ou educando. Este trabalho foi desenvolvido em quatro capítulos: o primeiro estuda as raízes históricas do presbiterianismo e sua inserção na América do Norte a partir do século XVII, onde se buscou compreender os motivos que levaram anglo-saxões a imigrarem para a América do Norte e ali organizarem um novo tipo de sociedade e cultura. Analisa também o tipo de economia desenvolvida e a expansão econômica norte-americana amparada em doutrinas políticas e princípios religiosos. O segundo estuda Campinas na transição do Império para a República, com ênfase nas transformações políticas e econômicas. Trata-se de analisar a cidade no contexto nacional, seu grau de importância no campo político e econômico e o que estimulou seu desenvolvimento, tanto no setor educacional como no religioso. O terceiro trata especificamente da implantação do protestantismo missionário no Brasil, os fatores religiosos que tornaram possível a presença de protestantes no Brasil. O quarto trata especificamente, dos presbiterianos que aqui implantaram igrejas, escolas e seminários entre o período de 1860 a 1940 e quais as suas consequências.

Palavras-chave: Protestantes. Migração. Presbiterianos. Liberalismo. Educação. História.

Downloads 1887  1887  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000351752
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!Shiva abandona seu trono: destradicionalização da dança Hindu e sua difusão no Brasil Popular Versão: PDF
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
ANDRADE, Joachim

A dança hindu, uma das formas artísticas mais populares na Índia, tem recebido reconhecimento universal (inclusive no Brasil) como expressão das mais sutis do Hinduísmo. Sua conexão íntima com o templo, como arte ritualística que espelha sentimentos imperceptíveis das devadasis, “dançarinas do Senhor”, reflete a tendência introspectiva da cultura hindu. Essa dança era realizada conforme os matizes mais delicados de uma peça, ou de um poema, por intermédio do corpo, refletindo os princípios explicitados no tratado mais antigo da dança, o “Natya Shastra”. Por meio de dançarinos pioneiros e de visionários dedicados no início do século XX, essa dança alcançou uma popularidade sem precedentes e iniciou o processo de destradicionalização. Acompanhando o processo histórico de modernização e secularização da Índia, a dança hindu inicialmente passou do templo ao teatro; depois para as outras religiões na Índia, para o Ocidente e, por fim, para o Brasil. Nesta pesquisa, organizamos o processo da destradicionalização em três blocos. No primeiro, questionamos as possíveis mudanças que a dança deve enfrentar no processo da destradicionalização; também mapeamos a dança no Brasil. O segundo estabelece uma aproximação entre a dança hindu e a análise empírica da destradicionalização, do templo ao Ocidente. No terceiro bloco examinamos as modificações na arte e também as mudanças na vida dos bailarinos. Conclui-se visando a possível contribuição que esse processo faz à sociedade, em particular aos estudos de Ciência da Religião.

Palavras-chave: Dança hindu. Religião. Ritual. Tradição. Cultura. Identidade. Mudança.

Downloads 976  976  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Domínio Público  Site http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=66191
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!Os judeus helenistas e a primeira expansão cristã: questões de narrativa, visibilidade histórica e e Popular Versão: 
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
SELVATICI, Mônica

O presente trabalho de pesquisa tem por objetivo analisar as evidências textuais e arqueológicas que permitam construir um contexto histórico plausível para a primeira expansão do movimento cristão, ocorrida na década de 30 do século I d.C., após a morte de Jesus. Esta expansão se caracterizou, segundo apresenta o relato do livro de Atos dos Apóstolos nos capítulos 6:1 a 8:40, e, possivelmente, também no relato da fundação da comunidade de Antioquia em Atos 11:19-26, pela ação missionária de judeus cristãos, ditos helenistas, saídos de Jerusalém, na região da Samaria e em áreas exteriores à Palestina, nomeadamente, a província romana da Síria e a ilha de Chipre, e pelas primeiras conversões de gentios à fé em Jesus como o Messias de Israel. O trabalho parte de uma historização do modelo interpretativo dominante sobre o Cristianismo antigo e de uma discussão dos propósitos teológicos e da questão da visibilidade histórica da narrativa de Atos dos Apóstolos. A análise da documentação textual é realizada a partir dos pressupostos da Nova História Cultural e o conceito de etnicidade é utilizado no sentido de compreender o aspecto mutável das identidades cristãs nos primeiros anos de vida do movimento cristão. A abordagem cronologicamente invertida da seqüência de passagens do livro de Atos acima apresentada permitiu a esta tese alcançar resultados diferenciados, em relação àqueles da historiografia dominante, sobre a questão da expansão inicial do movimento cristão do universo judaico palestino para o mundo helenizado do Mediterrâneo romano.

Palavras-chave: História. Judaísmo. Cristianismo. Templo de Jerusalém. Identidade.

Downloads 12388  12388  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000378084
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!Candomblé de Ketu e educação: estratégias para o empoderamento da mulher negra Popular Versão: PDF
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
OLIVEIRA, Kiusam Regina de

Trata-se de pesquisa teórica, de cunho histórico-cultural, tendo como objetivo discutir as estratégias utilizadas no Candomblé de Ketu capazes de empoderar a mulher negra e a possibilidade de serem aplicadas na educação formal. O conceito de corpo e seus significados na sociedade tornam-se fundamentais, uma vez que é do corpo que partem as possíveis identificações que ocorrem entre os indivíduos e despertam nas pessoas reações diversas a depender de suas características. A subjetividade ganha destaque, pois as identificações ocorrem a partir das histórias dos sujeitos reais e concretos, com experiências diversas. Discuti-la é preciso, por ser um importante instrumento a ser utilizado pelos profissionais da educação, que lidam constantemente com a diversidade racial entre alunas e alunos, numa sociedade preconceituosa como a brasileira e que os impõem, constantemente, à vulnerabilidade, seja por serem negros, pobres ou mulheres, ou uma junção das três categorias. A pesquisa revelou que as subjetividades das entrevistadas passaram por transformações significativas e positivas ao se iniciarem no Candomblé de Ketu, por terem, em seus corpos, a morada dos heróis-orixás. O presente estudo enfatiza o caráter construtivo - interpretativo e dialógico do conhecimento, a partir da interpretação de González Rey. A pesquisa de campo constituiu-se de entrevistas com duas ebomis (pessoas com mais de sete anos de iniciação no Candomblé de Ketu) pertencentes à orixá feminina Oxum, em São Paulo. Para a realização deste estudo, os instrumentos utilizados foram: dinâmica conversacional, pessoalmente, por telefone ou por e-mail, enfatizando o caráter processual nas relações com as participantes e diário de campo. Tais instrumentos forneceram indicadores de sentido subjetivo que, em nossa análise, nos levou à construção dos seguintes núcleos de sentidos subjetivos: o impacto da subjetividade de Eliana e Vera em relação: a) ao Candomblé de Ketu; b) à identidade; c) à mulher negra contemporânea; d) à educação formal e a criança negra. O impacto de cada um desses núcleos de sentido subjetivo sobre as ebomis entrevistadas foram os principais resultados dessa pesquisa, gerando novos conhecimentos, como os de que o Candomblé de Ketu tem estratégias voltadas para o empoderamento de mulheres negras que vivem em sociedades racistas e precisam reconstruir suas identidades. Assim sendo, este espaço religioso é capaz de oferecer, aos profissionais da educação, estratégias capazes de ganharem espaços de destaque no campo da educação, com o propósito de empoderar as crianças negras presentes nas salas de aulas brasileiras, ao promover a educação antiracista.

Palavras-chave: Candomblé de ketu. Corpo negro. Educação. Empoderamento. Identidade. Mulher negra. Orixás. Subjetividade.

Downloads 1990  1990  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-16062008-161253/
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!O ritual Andino Santiago: uma interpretação etnocinematográfica Popular Versão: 
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
REYNA, Carlos Francisco Perez

Esta pesquisa é o resultado de um estudo etnocinematográfico no qual procuramos reinterpretar, com e no filme, o rito andino de marcação do gado denominado Santiago, que a comunidade camponesa de Auray (Andes Centrais do Peru) celebra todo dia 25 de julho de cada ano. O reconhecimento da complexidade dessas crenças e práticas religiosas é muito importante e decisivo por duas preocupações, a saber: para a percepção e o entendimento do pensamento do povo dos Andes Centrais com relação ao aumento, à diminuição e à proteção do gado e, sobretudo, com relação às condições sociais e naturais em que essas práticas se realizam hoje. Fundamentalmente, desde seu viés metodológico, este trabalho procura contribuir com uma reflexão sobre a utilização dos métodos audiovisuais como instrumentos de observação, transcrição e interpretação antropológica dos processos rituais. Destarte, esta pesquisa, animada pela ausência de trabalhos contemporâneos sobre o rito andino Santiago, deixa de lado as formas tradicionais e clássicas de coleta de dados e procura diálogos, pontos de convergência e novos métodos de aproximação com outros territórios, de maneira especial o cinema.

Palavras-chave: Antropologia visual. Cinema nas ciências sociais. Ritual. Incas. Religião. Mitologia. Peru. História.

Downloads 1995  1995  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000300087
Avaliação: 9.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 »