Educadores

Ínicio : Matemática : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (74)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Matemática Dissertações
Fazer Download agora!A informática em aulas de Matemática: a visão das mães Popular Versão: 
Atualização:  7/6/2013
Descrição:
SILVA, Heloisa da

Este estudo teve por objetivo compreender a visão dos pais sobre o uso do computador nas aulas de Matemática. As participantes dessa pesquisa foram mães, cujos filhos utilizaram o computador em suas aulas de Matemática no ensino fundamental em uma escola da rede particular de ensino. Os dados, de natureza qualitativa, foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas. Ao todo foram coletados 16 depoimentos, gravados, transcritos e analisados indutivamente. Quatro categorias emergiram desta análise: o computador como um recurso didático-pedagógico, conceito matemático, trabalho do professor e currículo escolar. Essas categorias foram interpretadas tendo em vista os depoimentos das participantes e a literatura sobre educação, família, escola e computadores. Os resultados do estudo revelam que a inserção dos computadores na escola vem provocar conflitos na visão de educação escolar das mães, o que requer uma mobilização dos agentes educativos (administradores, professores, pais, alunos e pesquisadores) em torno do repensar da educação ao lado das tecnologias informáticas. Os resultados sugerem que instituições como a escola deveriam ajudar os pais a superarem a ausência da Informática em sua socialização primária e em estágios da socialização secundária.

Palavras-chave: Educação Matemática. Informática Educativa. Família. Escola. Socialização.

Downloads 939  939  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma GHOEM - Grupo História Oral e Educação Matemática.  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações
Fazer Download agora!A operação divisão: um estudo com alunos de 5ªsérie Popular Versão: PDF
Atualização:  27/12/2013
Descrição:
BENVENUTTI, Luciana cardoso

Este estudo, que se fundamenta na teoria dos campos conceituais de Vergnaud(1991;1996), propõe-se a caracterizar as estratégias de resolução escritas, produzidas por adolescentes que cursam a 5ª série para a solução de problemas de divisão, envolvendo partição e quotição. Participaram deste estudo 41 crianças e adolescentes da 5ª série do ensino fundamental de uma escola pública estadual de Camboriú, SC. O instrumento de coleta consistia em uma folha com quatro problemas de divisão, sendo dois de partição e dois de quotição, com resto e sem resto, nas quais os sujeitos registravam por escrito as suas estratégias de resolução de cada problema. Os registros produzidos pelos participantes foram analisados, sendo categorizadas as estratégias de resolução e os erros cometidos. A estratégia mais utilizada foi o algoritmo da divisão, mas observou-se que os participantes resolveram os problemas de várias maneiras e utilizando diversas operações, não se restringindo à utilização da operação da divisão com o respectivo algoritmo, como seria de se esperar, tendo em conta o seu nível de escolaridade. Foram analisados os erros encontrados na aplicação do algoritmo da divisão. Os mais frequentes foram os erros de tabuada, seguidos dos de execução do algoritmo. Foram encontradas respostas escritas em língua materna que não levavam em consideração os dados e as questões colocadas no enunciado dos problemas. Apenas três sujeitos trocaram os termos ao armar o algoritmo, o que sugere que quase todos compreendem o que os termos do mesmo representam ou que aprenderam a utilizar o número maior no dividendo e o menor no divisor. Concluiu-se que as crianças e os adolescentes, embora tenham utilizado como estratégia o algoritmo da divisão e poucos tenham errado a solução ao resolveremos problemas de partição e quotição, nem sempre mobilizaram os esquemas intelectuais próprios que têm à sua disposição.

Palavras-chave: Campos conceituais. Problemas de divisão. Estratégias de resolução.

Downloads 4966  4966  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIVALI  Site http://www.univali.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações
Fazer Download agora!A produção escrita em Matemática: análise interpretativa da questão discursiva de Matemática comum à Popular Versão: 
Atualização:  7/6/2013
Descrição:
DALTO, Jader Otavio

Este trabalho estuda a produção escrita presente na Questão Aberta Comum à 8ª série do Ensino Fundamental e à 3ª série do Ensino Médio da Prova de Questões Abertas de Matemática, da Avaliação do Rendimento Escolar do Estado do Paraná – AVA/2002.

Palavras-chave: Educação Matemática. Avaliação da aprendizagem em Matemática escolar. Produção escrita. Acerto e erro em Matemática.

Downloads 2075  2075  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Londrina  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações
Fazer Download agora!A produção oficial do movimento da Matemática Moderna para o ensino primário do Estado de São Paulo Popular Versão: 
Atualização:  7/6/2013
Descrição:
FRANÇA, Denise Medina de Almeida.

Esta dissertação tem como objetivo analisar as alterações curriculares e a legislação de ensino que lhes deu origem, por meio dos documentos oficiais de orientação curricular, direcionados para o ensino de matemática na escola primária paulista no período de 1960 a 1980, pois queremos saber de que modo foi oficializado o Movimento para esse nível de ensino, a fim de compreender os processos de apropriação realizados pela equipe da Secretaria Estadual de Educação de São Paulo do ideário do MMM. Para isso, estudamos teses, dissertações, e coletamos documentos relacionados ao tema. Selecionamos O Programa da Escola Primária do Estado de São Paulo, de 1969; os Guias Curriculares para o Ensino de 1º Grau, de 1975; e os Subsídios para a Implementação dos Guias Curriculares de Matemática − Álgebra e Geometria − de 1981 para aprofundamento de nossa análise. O processo também englobou o cotejamento dos documentos escolhidos com as LDB/61 e a LDB/71. Complementando essas informações, consideramos nas entrevistas realizadas com protagonistas do MMM, suas memórias como fontes, e por isso tratada como um conhecimento produzido, reconstruído através da crítica e da reinterpretação do passado, sob o olhar do hoje. Na articulação das questões, fizemos uso da abordagem da história cultural e nos apoiamos nos conceitos de representação, apropriação e estratégias postas por Chartier (1991) e De Certeau (1982). As considerações teórico-metodológicas também foram apoiadas em Le Goff (1992), que nos auxiliou nas análises; e em Faria Filho (1998) que nos amparou na análise da Legislação educacional. Concluímos que, no período estudado, os documentos oficiais foram utilizados como estratégia, produzida pelo Estado, de reformulação curricular e divulgação, para implementar as novas diretivas para o ensino de Matemática, na escola primária paulista. Comprovamos também a oficialização do ideário do MMM no Ensino Primário por meio desses documentos, relacionando-os com as transformações na estrutura do currículo de Matemática com as normativas impostas pela LDB 4.024/61 e LDB 5672/71.

Palavras-chave: Educação matemática. História da Educação Matemática. Movimento da Matemática Moderna. Ensino primário. Documentos oficiais.

Downloads 1964  1964  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUC – São Paulo.  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações
Fazer Download agora!A quebra da unidade e o número decimal: um estudo diagnóstico nas primeiras séries do ensino Popular Versão: 
Atualização:  7/6/2013
Descrição:
CUNHA, Micheline Rizcallhah Kanaan da

O presente estudo teve por objetivo diagnosticar as representações das crianças no que tange a quebra da unidade. Nesse sentido, foi desenvolvido um estudo diagnóstico, com 48 crianças da Escola Pública, divididas igualmente em 4 grupos, cada qual correspondeu a uma série de 2ª a 5ª do ensino fundamental. Trata-se de uma pesquisa diagnóstico, cujo objetivo foi investigar hipóteses, por meio da análise qualitativa dos dados. O instrumento diagnóstico consistiu de 21 questões, perfazendo 39 itens. As questões versaram sobre três contextos: de medida, monetário, e matemático. As crianças responderam às questões, utilizando-se de dois diferentes sistemas de representação: o oral (linguagem natural) e o escrito (linguagem simbólica). Tanto a elaboração do instrumento diagnóstico, quanto a análise dos dados e a conclusão do estudo estiveram embasados na Teoria da Epistemologia Genética de Piaget, na ideia Sócio-Construtivista de Vygotsky e na Teoria sobre registros de representação de Nunes e Duval. A análise dos resultados obtidos das respostas das crianças apontou diferenças entre os sistemas de representação oral e escrita, em favor sistema oral. Ainda da análise, observou-se que apesar da evolução no desempenho das crianças da 2ª a 5ª série, esta não foi alta de uma série para outra, principalmente da 4ª para a 5ª série. Esta última série apresentou, por sinal, um desempenho aquém do esperado.

Palavras-chave: Quebra da unidade. Contextos. Sistemas de representação.

Downloads 2393  2393  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUC – São Paulo.  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações
Fazer Download agora!A relação professor-aluno: contribuições para o ensino da Matemática Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2012
Descrição:
ORTENZI, Alexandre

Este estudo está vinculado à linha de pesquisa, Universidade, Docência e Formação de Professores. Seu objetivo é, investigar a relação professor-aluno, considerando os diversos aspectos que permeiam esta relação tendo por base a área de Matemática.

Palavras-chave: Formação de professores. Relação professor-aluno. Ensino de Matemática. Docência.

Downloads 16568  16568  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUC - Campinas  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações
Fazer Download agora!A Resolução de Problemas Aritméticos partindo de Práticas Adaptadas às Peças do Jogo de Dominó Popular Versão: pdf
Atualização:  9/5/2012
Descrição:
ALVES, Hamilton Oliveira

Esta pesquisa investiga a possibilidade de aprendizagem com resolução de problemas aritméticos partindo de práticas adaptadas às peças do jogo de dominó com adolescentes em situação de vulnerabilidade social. A pesquisa foi desenvolvida com oito adolescentes institucionalizados de idades entre treze e dezessete anos, de 5ª a 8ª séries do Ensino Fundamental, abrigados numa ONG, localizada na Cidade de Mandirituba, Região Metropolitana de Curitiba. Dentre os objetivos da pesquisa foi previsto: conhecer a história de vida dos sujeitos, no contexto escolar, para posterior encaminhamento das atividades; contribuir para o desenvolvimento cognitivo dos adolescentes a partir da resolução de problemas aritméticos; verificar a familiaridade com o domínio das operações básicas da matemática; verificar o uso de estratégias para resolver problemas matemáticos; analisar a habilidade de interpretação de problemas matemáticos e o potencial de adolescentes para resolver problemas utilizando as peças do jogo de dominó. Parte-se do pressuposto de que as intervenções feitas pelo pesquisador, por meio de questionamentos, interferem nos processos cognitivos, uma vez que essa prática leva o sujeito à reflexão e à revisão das ações durante o processo de resolução de problemas matemáticos. A metodologia da pesquisa foi desenvolvida em duas etapas: a primeira etapa contou com uma entrevista semiestruturada individual, utilizando o Método Clínico de Piaget, de duração aproximada de vinte minutos. A entrevista foi gravada e transcrita em forma de narrativa, onde os sujeitos relataram suas histórias na vida escolar. Isto foi de fundamental importância para que o pesquisador pudesse direcionar as atividades propondo problemas “compatíveis” ao cotidiano dos sujeitos. A segunda etapa da pesquisa contou com uma fase-piloto, uma verificação da aprendizagem a partir de um pré-teste escrito e individual, uma sessão de intervenções por grupo mediada pelo pesquisador resolvendo problemas matemáticos adaptados às peças do jogo de dominó e uma verificação da aprendizagem a partir de um pós-teste. As sessões de intervenções envolveram a resolução de oito problemas aritméticos por grupo. A coleta dos dados durante as intervenções foi feita com base no Método Clínico de Piaget. Cada sessão, em dupla, teve duração aproximada de 20 a 30 minutos. A análise dos dados, em ambas as etapas, foi feita adotando a técnica da Análise de Conteúdo de Laurence Bardin (1977). Obtiveram-se os seguintes resultados: presença/ausência do raciocínio hipotético-dedutivo, presença/ausência do raciocínio concreto, presença/ausência no domínio das operações reversíveis, presença/ausência no domínio do pensamento verbal e formal, presença do pensamento egocêntrico, ausência do uso de caminhos algébricos, familiaridade com manipulação do material concreto.

Palavras-chave: Problemas aritméticos. Resolução de problemas. Jogo de dominó. Adolescentes. Crianças em situação de vulnerabilidade social.

Downloads 745  745  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações
Fazer Download agora!A resolução de problemas de estrutura aditiva por crianças da educação infantil: o uso de jogos e pr Popular Versão: pdf
Atualização:  9/5/2012
Descrição:
NASCIMENTO, Noemia Fabiola Costa do

O objetivo desse trabalho foi comparar diferentes formas de trabalhar a resolução de problemas da estrutura aditiva na educação infantil. Dentre as formas trabalhadas, focamos neste estudo o jogo de regras, na medida em que os Referenciais Nacionais de Educação Infantil (1998) e vários autores (SMOLE, DINIZ e CÂNDIDO, 2000 a, b; DEVRIES, 2004; entre outros) mostraram a importância de se utilizar de jogos para trabalhar conceitos matemáticos na educação infantil. Nesse sentido, este estudo buscou comparar três formas para se trabalhar com resolução de problemas na educação infantil: o primeiro grupo – Jogo com intervenção – resolveu problemas em situações de jogos de regras (Boliche e Trilha), havendo intervenção pedagógica; o segundo grupo – Resolução de problemas escolares – resolveu problemas semelhantes àqueles apresentados nos livros didáticos da educação infantil; o terceiro grupo – Jogo livre – trabalhou com os mesmos jogos de regras de forma livre, ou seja, sem haver a intervenção pedagógica. Participaram desse estudo 36 crianças com idade média de cinco anos de idade e de escola infantil da rede municipal da cidade do Recife. As crianças participaram de um pré-teste, uma intervenção, um pós-teste imediato e um pós-teste posterior realizado seis semanas após o pós-teste imediato. A partir dos resultados do pré-teste, as crianças foram distribuídas nos três grupos de intervenção, já descritos acima. As intervenções foram realizadas em duplas e em duas sessões. Os resultados indicaram diferenças significativas entre os desempenhos dos grupos, tendo o grupo Resolução de problemas e Jogo com intervenção apresentado desempenhos superiores ao grupo Jogo Livre. Entretanto, após seis semanas do pós-teste imediato, no pós-teste posterior, apenas o grupo Jogo com intervenção manteve uma diferença de desempenho significativamente superior ao grupo Jogo livre, mostrando que houve a retenção do conhecimento desenvolvido após a intervenção. Com relação à variável Tipo de problema, averiguamos que todos os grupos conseguiram resolver os problemas de combinação com maior facilidade do que os problemas de comparação. No grupo Jogo com intervenção, considerando o pós-teste imediato em relação ao pré-teste, observamos diferenças significativas em ambos os tipos de problemas. O grupo Resolução de problemas escolares apresentou, no pós-teste imediato, melhores desempenhos também em ambos os problemas, mas principalmente nos problemas de comparação. O grupo Jogo livre não apresentou diferenças significativas no desempenho dos problemas em nenhuma das fases da pesquisa. Assim, os dados mostram que o grupo que apresentou melhores resultados foi Jogo com intervenção, vindo a confirmar a hipótese de que os jogos atrelados às intervenções planejadas pela pesquisadora podem ser uma boa proposta para o desenvolvimento de atividades de resolução de problemas com crianças da educação infantil. O fato de não se ter observado avanços no desempenho do grupo Jogo Livre revela que é fundamental a intervenção específica do professor e que o jogo pelo jogo não garante a aprendizagem matemática, ainda que possa favorecer outros aspectos do desenvolvimento infantil, tal como a socialização, a cooperação, a compreensão de regras, etc. De modo geral, o estudo mostrou que se pode trabalhar na educação infantil com a resolução de problemas matemáticos de uma forma prazerosa e significativa para a criança a partir da utilização de jogos. Entretanto, nossos dados também mostram que é importante incorporar, ao jogo, uma intencionalidade pedagógica por parte do professor de modo que a criança possa não só agir, mas também refletir sobre suas ações e estratégias durante o jogo. Assim, consideramos que a resolução de problemas inseridos no jogo de regra pode proporcionar para a criança experiências ricas e contextualizadas que equilibrem o lúdico e o educativo, favorecendo a aprendizagem matemática.

Palavras-chave: Matemática. Estudo e ensino. Jogos. Estrutura aditiva. Educação infantil.

Downloads 4498  4498  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPE  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações
Fazer Download agora!A simetria nas práticas escolares Popular Versão: pdf
Atualização:  7/6/2013
Descrição:
RIPPLINGER, Heliane Mariza Grzybowski

Trata-se de uma pesquisa para verificar se os conteúdos de simetria são trabalhados de 5ª a 8ª séries, na disciplina de Matemática do Ensino Fundamental, em uma escola da rede pública estadual, da região Oeste do Paraná, em 2004. O objetivo do trabalho é fazer uma análise documental dos registros escritos de alunos e professores, olhando para cadernos de alunos e para diários de classe dos professores, verificando quais conteúdos de simetria estão presentes. Os diários de classe da totalidade dos professores de Matemática do Colégio Estadual José Bonifácio, do ano de 2004, foram analisados, bem como alguns cadernos, somente dos alunos que ainda o tinham consigo. Também utilizamos a técnica do grupo focal, com estes professores de Matemática da escola investigada. O que consta é que esse conteúdo aparece nos cadernos de alunos e diários de classe apenas na quinta e sexta séries do Ensino Fundamental e de forma incipiente.

Palavras-chave: Educação Matemática. Simetria. Cadernos de alunos. Diários de classe. Séries Finais do Ensino Fundamental.

Downloads 10201  10201  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações
Fazer Download agora!A teoria dos conjuntos proposta pelo NEDEM: do ideário do MMM às práticas escolares Popular Versão: PDF
Atualização:  15/8/2013
Descrição:
CLARAS, Antonio Flavio

Este estudo trata de uma investigação de abordagem histórica em educação matemática sobre o Movimento da Matemática Mod erna , MMM, no período compreendido entre o início da década de 1960 e início da década de 1970, no estado do Paraná. Este movimento que tinha como objetivo tornar a matemática escolar mais contextualizada e ajustada às mudanças pelas quais o mundo passava , provocou mudanças importantes nas práticas pedagógicas. Para averiguar como foi esse momento na educação matemática paranaense investigou - se como se deu a apropriação da Teoria dos Conjuntos, eixo articulador da nova proposta, apresentada pelo Núcleo de E studo e Difusão do Ensino da Matemática – NEDEM, por meio do manual didático “Ensino Moderno da Matemática – I volume”. O referido material era destinado a alunos que cursavam a primeira série do ensino ginasial. O NEDEM foi criado no início da década de 1 960 e sempre teve como sede o Colégio Estadual do Paraná. Este núcleo desenvolveu um papel importante na implantação e disseminação da proposta da Matemática Moderna no Paraná, cessando suas atividades em meados da década de 1970, com significativas contri buições para a educação matemática do Paraná. Para o desenvolvimento desta pesquisa foram utilizados conceitos e procedimentos da história cultural. Foram observados e analisados conceitos fundamentais de autores renomados deste ramo da pesquisa histórica , dentre eles, o conceito de cultura escolar discutido por em Julia (2001), os estudos sobre disciplina escolar em Chervel (1990), o de apropriação em Chartier (1990), as discussões sobre operação historiográfica em Certeau (1982), as análises sobre livros didáticos feitas por Zuin (2007) e as indicações de Valente (2005) sobre os procedimentos metodológicos para a história da educação matemática. As manifestações de professores e alunos sobre a Teoria dos Conjuntos, na Matemática Moderna, proposta pelo NED EM foram caracterizadas a partir de depoimentos de protagonistas que vivenciaram o MMM, documentos localizados no Arquivo do Museu do Colégio Estadual do Paraná e arquivos pessoais de companheiras de pesquisa do grupo GPHDE. A pesquisa se delineou em averi guar como se deu a apropriação do tema citado por parte de alunos e professores além de analisar as implicações desta nova proposta nas práticas escolares paranaenses na primeira série ginasial.

Palavras-chave: Educação matemática. Matemática moderna no Paraná. Teoria dos conjuntos. NEDEM.

Downloads 6585  6585  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUC/PR  Site http://www.pucpr.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 (2) 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 »