Educadores

Ínicio : Ciências : Artigos : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do menos para o mais procurado)

Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!A Perícia Criminal e a Interdisciplinaridade no Ensino de Ciências Naturais Popular Versão: PDF
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
FILHO, Claudemir Rodrigues Dias; ANTEDOMENICO, Edilson

Uma proposta para o ensino de ciências naturais por meio da perícia criminal, com a utilização de reportagens jornalísticas, filmes e seriados de TV, foi sugerida neste artigo, objetivando-se a interdisciplinaridade do ensino e a interação entre o conteúdo escolar e a vida discente. Para isso, foi abordado um teste presuntivo para a detecção de sangue (reagente de Kastle-Meyer), baseado na ideia de spot test criada por Fritz Feigl. Foram propostas também formas de abordagem para as disciplinas de Biologia e Física.

Palavras-chave: Perícia criminal. Ciências naturais. Interdisciplinaridade.

Downloads 407  407  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Química Nova na Escola - Vol. 32, N° 2 , MAIO 2010  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!A Dimensão Estética Sobre as Florestas Tropicais no Ensino de Ecologia Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
SENICIATO, Tatiana Seniciato; CAVASSAN, Osmar Cavassan; CALDEIRA, Ana Maria de Andrade

O trabalho analisa a dimensão estética no ensino das florestas tropicais em disciplinas de ecologia. Utiliza-se da semiótica peirceana para revelar as relações de significação dos dados obtidos na pesquisa. A análise semiótica aponta que há um certo constrangimento em se considerar a dimensão estética das florestas tropicais na prática docente dos entrevistados, ao mesmo tempo em que prevalece a abordagem científica, embora todos os professores reconheçam a importância da dimensão estética e sua consequente implicação ética no ensino e na conservação dos ambientes naturais.

Palavras-chave: Ensino de Ecologia. Licenciatura em Ciências Biológicas. Dimensão estética. Formação de valores. Semiótica peirceana.

Downloads 408  408  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFRGS  Site http://www.if.ufrgs.br/ienci/main/artigos/openAbstract.php?idArtigo=213
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!A ficção científica e o ensino de ciências: o imaginário como formador do real e do racional Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
MALUFI, Marcilene Cristina Gomes; SOUZA, Aguinaldo Robinson de

Este artigo apresenta uma reflexão sobre a inserção da ficção científica no ensino de Ciências, no qual buscamos identificar como a ficção científica incorpora elementos na estrutura conceitual dos educandos partindo do pressuposto de que teria um papel de desencadeadora e/ou organizadora da aprendizagem. O filme "Jurassic Park" foi estudado como constitutivo do conhecimento, transmutando o ficcional no real/racional, possibilitando a organização hierárquica dos conceitos, acrescendo novos elementos na estrutura conceitual dos educandos e atuando, também, na mediação do conhecimento - ora organizando, ora desencadeando.

Palavras-chave: Ensino de Ciências. Ficção científica. Imaginário. Real e racional.

Downloads 409  409  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v14n2/a06v14n2.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!Uso de modelos, numa perspectiva lúdica, no ensino de Ciências Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
BALBINOTL, Margarete Cristina

Observa-se que no ensino de Ciências as aulas expositivas, pautadas na transmissão de informações pelo professor que visa a assegurar a memorização do conteúdo, ainda são muito freqüentes no Ensino Fundamental. Essas aulas caracterizam-se por apresentar listagem de termos e conceitos para serem decorados pelos alunos e/ou por aulas práticas, pré-determinadas pelo livro didático. A falta de um laboratório de Ciências na escola é outro fator usado para justificar dificuldades de ensino-aprendizagem geradas por aulas pouco atrativas. Existem evidências de que saber uma regra verbal, decorada, para a solução de um problema pode não ser o suficiente para orientar as ações dos alunos ao resolver problemas de seu cotidiano. A mudança pode vir quando o conhecimento científico pode estar relacionado com atividades que envolvam a emoção e a construção de modelos da realidade, de forma criativa. O aluno vai construindo seu conhecimento de modo lúdico, transformando o real com recursos da fantasia e da imaginação para a formulação e reformulação de seus modelos mentais. Dessa forma, a elaboração deste trabalho partiu da própria prática pedagógica, e o seu objeto em estudo foi focado na elaboração de modelos e modelagem utilizados, numa perspectiva lúdica, no ensino de Ciências de 5a a 8a séries do Ensino Fundamental. A amostra foi composta por 120 alunos de 5a a 8a séries que frequentam a Escola Estadual de Ensino Fundamental José Fanton, em Farroupilha, RS. Para a coleta de dados utilizou-se a observação sistemática individual, e, quanto à análise de conteúdo, o artigo é do tipo “Artigo de divulgação”, relato analítico de informações atualizadas sobre um tema de interesse para determinada especialidade. As conclusões apontam que o aluno percebe a facilidade em adquirir novos conhecimentos a partir da construção de modelos, os quais vão utilizar para ampliar seus modelos mentais, além de que, a vivência e o realismo dos objetos estudados tornam a aula mais prazerosa e motivadora.

Palavras-chave: Modelos. Modelagem. Ensino de Ciências.

Downloads 420  420  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma IV Encontro Iber-Americano de Coletivos Escolares   Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!Avaliação formativa: a auto-avaliação do aluno e a autoformação de professores Popular Versão: pdf
Atualização:  17/5/2012
Descrição:
CARVALHO, Lizete Maria Orquiza de; MARTINEZ, Carmem Lídia Pires

Este artigo é parte de uma dissertação de mestrado na qual analisamos a reflexão sobre a prática de avaliação realizada por professores de Ciências de uma escola estadual de educação básica, durante os horários de trabalho pedagógico coletivo (HTPC). Acompanhamos, durante seis meses, a perspectiva de implementação da avaliação formativa por estes professores, o que se deu a partir do estudo de um texto básico, bem como analisamos as repercussões do estudo feito pelo grupo na autoformação dos professores e na reflexão dos pesquisadores envolvidos na investigação-ação.

Palavras-chave: Avaliação formativa. Educação de Professores. Educação em Ciências.

Downloads 444  444  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Ciência & Educação, v. 11, n. 1, p. 133-144, 2005.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!Diagnóstico da ocorrência de aranhas do gênero Loxosceles Heineken e Lowe, 1832 (Araneae, Sicariidae Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
FISCHER, Marta Luciane; BAZILIO Sergio; SANTOS, Thalita Verginia Batista dos; GROSSKOPF, Cristina Brandes

Esse trabalho tem por objetivo realizar um diagnóstico comparado da ocorrência de populações de Loxosceles sp. (aranha-marrom) no município de União da Vitória, Paraná. Foram inspecionados substratos naturais e antrópicos presentes no intra- e peridomicílio da área urbana e rural. Loxosceles intermedia Mello-Leitão, 1934 ocorreu em 57% das residências, porém não ocorreu homogeneamente entre os diferentes bairros e substratos e foi menos frequente do que outras espécies de aranhas encontradas no mesmo habitat. A pequena notificação de loxoscelismo pode ser devida à pequena população de aranhas-marrom em ambientes domiciliares. Apesar de encontrar substratos e condições climáticas aparentemente adequadas no ambiente antrópico, o crescimento de populações de L. intermedia pode ser limitado pela presença de outras espécies de aranhas.

Palavras-chave: Ambiente Antrópico. Aranha-marrom. Fauna Sinantrópica. Loxosceles Intermedia. Loxoscelismo.

Downloads 445  445  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFSC  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!Adolescentes: conhecimentos sobre sexualidade antes e após a participação em oficinas de prevenção Popular Versão: PDF
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
CAMARGO, Elisana Ágatha Iakmiu; FERRARI, Rosângela Aparecida Pimenta.

Na adolescência, a vivência da sexualidade torna-se mais evidente. Muitas vezes, manifesta se através de práticas sexuais inseguras, podendo se tornar um problema devido à falta de informação, tabus ou mesmo pelo medo de assumi-la. O objetivo da pesquisa foi analisar o conhecimento dos adolescentes sobre sexualidade, métodos contraceptivos, gravidez, DST e aids, antes e após oficinas de prevenção. Participaram 117 adolescentes da 8a série de uma escola estadual de Londrina, Paraná. Foi utilizado um questionário (pré e pós-teste) para identificar a diferença do conhecimento dos adolescentes. Para a análise dos dados, usaram-se os testes quiquadrado e exato de Fischer. A faixa etária concentrou-se entre 14 e 16 anos. Os meninos iniciaram mais cedo suas atividades sexuais. Apenas 28,2% dos adolescentes no pré–teste sabiam do período fértil da menina; após as oficinas de prevenção, o conhecimento superou 55,8%. A aids foi a DST mais citada no pré-teste; no pós-teste, houve referência a outras doenças (41,1%). Os métodos contraceptivos mais conhecidos são o preservativo e a pílula. Não houve relevância estatística entre as respostas sobre atitudes de risco para transmissão de DST/aids. Conclui-se que há necessidade de trabalho sistemático, a médio e longo prazo, sobre sexualidade na escola para os adolescentes.

Palavras-chave: Adolescência. Sexualidade. Oficinas de prevenção.

Downloads 445  445  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Ciência & Saúde Coletiva, 14(3):937-946, 2009.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!Dificuldades interpretadas nos discursos de professores dos anos iniciais do ensino fundamental  Popular Versão: pdf
Atualização:  8/10/2012
Descrição:
LANGHI, Rodolfo; NARDI, Roberto

Este artigo, que relata as dificuldades de professores em relação ao ensino da Astronomia, faz parte de um estudo exploratório para a inserção da Astronomia na formação de professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental. Esse estudo leva em consideração as concepções alternativas de alunos e professores sobre fenômenos astronômicos, os erros conceituais em livros didáticos e as sugestões de conteúdos de Astronomia constantes nos PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais). Caracterizar as dificuldades dos professores é a questão central deste texto, apontando para o objetivo de contribuir com subsídios para um futuro programa de formação continuada neste tema. O estudo se justifica mediante o fato de que planejamentos de cursos como estes só se adequarão à realidade do professor (e do aluno) se houver uma investigação antecipada sobre o que os docentes precisam saber e saber fazer a respeito da Astronomia, o que se concretizou em nosso caso pela interpretação dos discursos de uma amostra de professores coletados através de entrevistas semi-estruturadas, utilizando para interpretação os princípios e métodos da análise do discurso em sua linha francesa. Os resultados da pesquisa indicaram dificuldades de ordem pessoal, metodológica, de formação, de infra-estrutura e outras relacionadas às fontes de informações para docentes.
Palavras-chave: Formação inicial e continuada de professores; ensino da Astronomia; concepções alternativas; erros conceituais em livros didáticos; análise do discurso.

Downloads 449  449  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma RELEA, n. 2, p. 75-92, 2005  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!Uma Abordagem Epidemiológica da Obesidade Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
PINHEIRO, Anelise Rízzolo de Oliveira; FREITAS, Sérgio Fernando Torres e CORSO, Arlete Catarina Tittoni

A obesidade, doença integrante do grupo de Doenças Crônicas Não-Transmissíveis, é o acúmulo excessivo de gordura corporal em extensão tal, que acarreta prejuízos à saúde dos indivíduos. A etiologia da obesidade é um processo multifatorial que envolve aspectos ambientais e genéticos. Atualmente, a obesidade é um problema de saúde pública mundial, tanto os países desenvolvidos como os em desenvolvimento apresentam elevação de sua prevalência. A transição nutricional é um processo de modificações seqüenciais no padrão de nutrição e consumo, que acompanha mudanças econômicas, sociais e demográficas, e mudanças do perfil de saúde das populações. Neste novo perfil, a urbanização determinou uma mudança nos padrões de comportamento alimentar que, juntamente com a redução da atividade física nas populações, vem desempenhando importante papel. O aumento da prevalência da obesidade no Brasil é relevante e proporcionalmente mais elevado nas famílias de baixa renda. O quadro epidemiológico nutricional do Brasil deve apontar para estratégias de saúde pública capazes de dar conta de um modelo de atenção para desnutrição e obesidade, integrando consequências e interfaces das políticas econômicas dentro do processo de adoecer e morrer das populações. A presente revisão de literatura tem como objetivo enfatizar os aspectos epidemiológicos do sobrepeso e da obesidade em adultos, como importante agravo no âmbito da saúde pública.

Palavras-chave: Doenças crônicas Não-transmissíveis. Obesidade. Epidemiologia. Transição nutricional. Modelos de atenção em saúde.

Downloads 451  451  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista de Nutrição  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!Sistema para Infiltração das Águas Pluviais no Solo e Subsolo da Bacia de Curitiba em Vias Urbanizad Popular Versão: PDF
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
NASCIMENTO, Vinicios Hyczy do; FILHO, Ernani Francisco da Rosa; HINDI, Eduardo Chemas; MANTOVANI, Luiz Eduardo.

O avanço do crescimento das cidades, por mais ordenado que seja, cria alterações no meio ambiente. Onde antes eram matas e campos, agora são casas, edifícios, ruas asfaltadas, galerias de águas pluviais, etc. O processo de impermeabilização do terreno é um dos fatores que alteram significativamente o ciclo hidrológico, pois impede a infiltração das águas no solo e subsolo e incrementa o seu escoamento superficial com o agravante aumento das velocidades de fluxo, causando enchentes, erosões e assoreamentos a jusante. As águas subterrâneas sofrem sensíveis alterações, pois não são recarregadas e, portanto, não alimentam os rios nas épocas de estiagem, havendo um decréscimo significativo da sua vazão de base. Neste contexto, vê-se a importância do estudo geológico da região em apreço, em especial a Formação Guabirotuba, a fim de implantar um sistema para infiltração das águas pluviais. O objetivo do trabalho, portanto, é idealizar um sistema de controle do escoamento das águas pluviais em vias públicas em pequena escala, através da instalação de caixas de captação de águas pluviais dotadas de sistema de contenção e infiltração destas águas na camada não saturada do solo e subsolo da Bacia Sedimentar de Curitiba, de modo a atenuar as alterações provocadas pela impermeabilização do solo. O sistema permitirá o abrandamento destas alterações ao meio ambiente, realimentando o lençol freático pontualmente e perenizando os rios nas épocas de estiagens, o que mitigará as conseqüências das enchentes, das erosões e do assoreamento em épocas de chuvas intensas.

Palavras-chave: Impermeabilizção. Infiltração. Formação Guabirotuba.

Downloads 454  454  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Águas Subterrâneas, v.21, n.1, p.85-92, 2007  Site http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php/asubterraneas/article/view/16171/10690
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 (10) 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 »