Educadores

Ínicio : Ciências : Artigos : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (Z a A)

Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!A,B,C,D,E de Hepatites para Comunicadores Popular Versão: PDF
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância Epidemiológica.

Diante do incremento na detecção dos casos de hepatites virais no Brasil, o Programa Nacional de Hepatites Virais do Ministério da Saúde tem empreendido ações de aproximação juntos aos profissionais da comunicação, com o objetivo de contribuir para a divulgação das formas de prevenção e de tratamento, visando também a desconstruir mitos e dirimir preconceitos que envolvem essas doenças e as pessoas por elas atingidas.

Palavras-chave: Hepatite. Prevenção. Vírus.

Downloads 415  415  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Ministério da Saúde /ISBN 85-334-1012-3  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!A Vacinação no Conteúdo de Livros Escolares Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
SUCCI, Camila de Menezes; WICKBOLD, Daniela; SUCCI, Regina Célia de Menezes

O objetivo deste trabalho é avaliar o conteúdo dos livros do ensino fundamental nos conceitos e nas informações que trazem sobre vacinação.

Palavras-chave: Educação. Livros escolares. Vacinas. Ensino fundamental.

Downloads 1890  1890  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Rev. Assoc. Med. Bras., mar./abr. 2005, v.51, n.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!A teoria dos Campos Conceituais de Vergnaud, o Ensino de Ciências e a Pesquisa nesta Área. Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
MOREIRA, Marco Antonio

Descreve-se a teoria dos campos conceituais de Vergnaud como possível referencial para o ensino de Ciências e para a pesquisa nesta área. Além da descrição em si, são estabelecidas algumas pontes entre essa teoria e outros referenciais como por exemplo: aprendizagem significativa, resolução de problemas e representações mentais.

Palavras-chave: Campos conceituais. Vergnaud. Ensino de Ciências.

Downloads 1016  1016  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma IENCI – V7(1), pp. 7-29, 2002  Site http://www.if.ufrgs.br/ienci/artigos/Artigo_ID80/v7_n1_a2002.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!A Socialização do Conhecimento Científico: um estudo numa perspectiva discursiva Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
MICHINEL, José Luis; BURNHAM, Teresinha Fróes

O foco deste trabalho é o estudo da socialização do conhecimento científico que tem sido produzido pela comunidade da ciência e que se busca comunicar à “comunidade ampliada”. Assumimos tal socialização como uma condição de produção de significados, numa perspectiva discursiva, cujo objetivo é não só o compartilhamento de conhecimento produzido em comunidades científicas, mas também aprofundar a compreensão sobre ações envolvidas neste processo de informação, mediações e meios necessários, para que subsídios gerados em tais comunidades se transforme em conhecimento pessoal de “indivíduos sociais” através da construção de significados relevantes à formação da cidadania. A Análise de Discurso na versão francesa, segundo Pêcheux e Orlandi, foi tomada como referente para pensar o problema, assim como caracterizá- lo teórica e metodologicamente.

Palavras-chave: Socialização do Conhecimento. Análise de Discurso. Educação em Ciências.

Downloads 1038  1038  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma IENCI – V12(3), pp.369-381, 2007  Site http://www.if.ufrgs.br/ienci/artigos/Artigo_ID177/v12_n3_a2007.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!A Relação entre Discurso e Prática Pedagógica na Formação Inicial de Professores Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
SILVA, Maria Helena Santos; DUARTE, Maria da Conceição.

Nesta comunicação procura-se apresentar os resultados respeitantes à implementação de um modelo de formação reflexiva, levada a cabo com um grupo de professores estagiários de Biologia/Geologia, confrontando-os com os obtidos em dois outros grupos de estágio que seguiram modelos “tradicionais” de formação. Os resultados dizem respeito a dois níveis de análise das práticas: natureza do discurso utilizado pelos professores estagiários e respectivos orientadores pedagógicos nos encontros de pós-observação de aulas e actividades de ensino-aprendizagem desenvolvidas nas aulas de regência. Com base nos resultados obtidos foi possível concluir a existência de um isomorfismo quer nos tipos de discurso quer nos tipos de actividades utilizados pelos professores estagiários e respectivo orientador pedagógico. Esta conclusão reforça a importância que deve assumir a formação dos orientadores pedagógicos por parte das instituições que formam professores.

Palavras-chave: Professores de Ciências. Formação inicial. Discurso e prática pedagógica.

Downloads 1097  1097  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma IENCI - V7(3), pp. 231-243, 2002  Site http://www.if.ufrgs.br/ienci/artigos/Artigo_ID91/v7_n3_a2002.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!A Prática de Ensino nas Licenciaturas e a Pesquisa em Ensino de  Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
MARANDINO, Martha

Este trabalho tem por objetivo discutir os desafios que se colocam hoje para a disciplina de Prática de Ensino, nas diferentes áreas das Ciências Naturais, como a Biologia, a Física e a Química, tendo por base a pesquisa em Ensino de Ciências. Procuramos, a partir de análise bibliográfica, discutir as especificidades desta disciplina frente às questões que permeiam os campos da Educação de forma ampla e do Ensino de Ciências. Foi intenção, também, contextualizar a Prática de Ensino no bojo da atual legislação e do debate sobre as Diretrizes Curriculares para a Formação de Professores.

Palavras­ chave: Prática de ensino. Formação de Professores. Ensino de Ciências.

Downloads 3202  3202  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Cad.Bras.Ens.Fís.,v.20, n.2: p.168-193, ago.2003  Site http://paje.fe.usp.br/estrutura/geenf/textos/apraticadensinoartigo4.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!A Prática da Compostagem no Contexto da educação Ambiental Popular Versão: 
Atualização:  10/7/2015
Descrição:
LOES, Cláudio

O presente artigo é resultado de pesquisa de campo realizada junto a alunos do ensino fundamental de colégio estadual localizado em Francisco Beltrão, PR. Teve por objetivo analisar a variação da percepção ambiental antes e após uma prática de compostagem de resíduos orgânicos domiciliares e atividades relacionadas dentro do contexto amplo da Educação Ambiental e, mais especificamente, da Alfabetização Ecológica.

Palavras-chave: Educação Ambiental. Alfabetização Ecológica. Percepção Ambiental. Compostagem. Resíduos Orgânicos Domiciliares.

Downloads 322  322  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Educação Ambiental em Ação. Número 34, Ano IX.  Site http://www.revistaea.org/artigo.php?idartigo=954&class=02
Avaliação: 8.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!A Pesquisa Educacional e a Produção de Saberes nos Museus de Ciência Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
MARANDINO, Martha

Propõe-se uma reflexão sobre processos de socialização do conhecimento científico, com base nos conceitos de transposição didática/museográfica e recontextualização, no âmbito dos museus de ciências. Analisam-se formas de produção de conhecimento nos espaços de museus e discutem-se desafios e possibilidades do uso de conceitos indicados nas pesquisas sobre divulgação e educação nesses locais.

Palavras-chave: Museus de Ciências. Divulgação da ciência. Transposição didática/museográfica. Produção de saberes.

Downloads 1185  1185  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Hist. Cienc. Saúde-Manguinhos, 2005, v.12, p.161  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!A Perícia Criminal e a Interdisciplinaridade no Ensino de Ciências Naturais Popular Versão: PDF
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
FILHO, Claudemir Rodrigues Dias; ANTEDOMENICO, Edilson

Uma proposta para o ensino de ciências naturais por meio da perícia criminal, com a utilização de reportagens jornalísticas, filmes e seriados de TV, foi sugerida neste artigo, objetivando-se a interdisciplinaridade do ensino e a interação entre o conteúdo escolar e a vida discente. Para isso, foi abordado um teste presuntivo para a detecção de sangue (reagente de Kastle-Meyer), baseado na ideia de spot test criada por Fritz Feigl. Foram propostas também formas de abordagem para as disciplinas de Biologia e Física.

Palavras-chave: Perícia criminal. Ciências naturais. Interdisciplinaridade.

Downloads 441  441  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Química Nova na Escola - Vol. 32, N° 2 , MAIO 2010  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Artigos
Fazer Download agora!A Importância da Biodiversidade Popular Versão: PDF
Atualização:  19/2/2013
Descrição:
SANTOS, Fernando Santiago dos.

Diversas são as definições que podem ser aplicadas ao termo biodiversidade, incluindo as mais simples (riqueza do número de espécies) e outras mais abrangentes e complexas (variedade de seres vivos da Terra, fruto de bilhões de anos de evolução, moldada pelos processos de seleção natural e também pelas interferências antrópicas). A biodiversidade pode ser interpretada do ponto de vista da variação intra-específica e incluir, em maior escala, a variedade de tipos de comunidades ou ecossistemas de dada região. Ainda não há consenso entre os pesquisadores acerca do número de espécies existentes atualmente em nosso planeta. A disparidade numérica (entre três e 30 milhões de espécies) deve-se, entre outros fatores, às dificuldades de identificação e descrição dos grupos biológicos, além da extinção de espécies que sequer chegam a ser inventariadas e catalogadas. Algumas estimativas recentes apontam o Brasil como um dos países mega-diversos, com cerca de 50 mil espécies de fanerógamas e com 13% do total mundial de espécies de plantas, animais e fungos. Além disto, poucas unidades federativas brasileiras dispõem de listagens de plantas e animais. São Paulo e Santa Catarina, por exemplo, têm sido apontados como os estados com trabalhos mais completos de suas faunas e floras, destacando-se, no primeiro, os esforços do programa Biota da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Biota – FAPESP). Em dez anos de trabalho, cerca de duas mil novas espécies foram catalogadas nesse programa. Com o intuito de preservar o patrimônio genético em nosso planeta, 25 áreas de alto endemismo e fortes pressões antropogênicas (hot spots) foram reconhecidas: estas áreas detêm 44% de espécies de plantas do mundo e 35% de espécies de vertebrados (excluindo peixes). O bioma atlântico e o cerrado são dois hot spots brasileiros com expressividade no panorama mundial. Particularmente no cenário brasileiro, o Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), visando à preservação e à conservação do patrimônio biológico nacional, reconhece diversas Unidades de Conservação (UCs) como as UCs de Proteção Integral (Parques Nacionais e Reservas Biológicas, por exemplo) e as UCs de Uso Sustentável (Florestas Nacionais, Reservas Particulares do Patrimônio Natural, por exemplo). Muitas são as ameaças à biodiversidade, principalmente nas regiões intertropicais (favorecidas, em milhões de anos, por alternância entre períodos quentes e de glaciações, que modificaram o clima e a estrutura da Terra): destruição de habitats, introdução de espécies exóticas oriundas de água de lastro, por meio de trânsito de sementes etc., diminuição de endemismo, contrabando, caça e pesca predatórias, extinção de espécies, entre outras. Neste contexto, é importante a investigação acerca do papel desempenhado pelas espécies-chave nas funções ecológicas dos ecossistemas e o comprometimento destes em função da extinção dessas espécies, além da suscetibilidade a doenças e dizimações em massa existente entre populações cujos indivíduos possuem pouca variação genética. Levantamentos da Convenção sobre a Diversidade Biológica da ONU apontam taxas de perda de espécies que chegam a cem vezes à da extinção natural. Tais taxas têm tido um crescimento exponencial recentemente. Em face desta situação, é premente a ação de governos e sociedade civil organizada para a tomada de decisões que visem a alternativas viáveis que conciliem desenvolvimento sem comprometimento da imensa riqueza biológica de nossa biosfera.


Downloads 21257  21257  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista Paidéi@, Vol. 2, n. 4, 2010  Site http://revistapaideia.unimesvirtual.com.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 (22) 23 24 »