Educadores

Ínicio : História : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (26)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do melhor para o pior avaliado)

Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!De Isidoro a Ildefonso: Teologia Política e Política Eclesiástica na Hispania Visgoda do século VII Popular Versão: PDF
Atualização:  14/10/2013
Descrição:
ROMÃO, Paôla M.

Essa dissertação ambiciona estudar os aspectos que envolvem a disputa pelo poder político, econômico e social entre a instituição régia visigoda e o setor eclesiástico do Reino Visigodo Católico de Toledo, entidade política de maior expressão sobre o território ibérico, constituído e consolidado durante os séculos VI/VII, um período histórico denominado Antiguidade Tardia. A metodologia utilizada está centrada na análise de fontes primárias, de natureza bilíngüe – latim e espanhol – das quais tem caráter relevante a obra "De Viris Illustribus", de Ildefonso de Toledo, bem como os "Concílios Visigóticos de Toledo do IV ao VIII", instrumentos legais convocados pelo rei que exemplificam o comportamento adotado entre a instituição régia e episcopado e algumas cartas advindas "Epistolario" de Braulio de Zaragoza intercambiadas entre diversos bispos e reis, que clarificam o relacionamento inter- pessoal entre as instituições. Também é analisada, a obra "Etimologías" de Isidoro de Sevilha – em latim e espanhol -, por fornecer de forma clara e objetiva o conceito de "rei" e "reino" neste período. Ildefonso nasceu entre 605 e 607 como membro de uma poderosa família toledana, entrando muito jovem no mosteiro de Agalí, do qual chegou a ser abade. Em 657 por exigência do então monarca Rescesvinto - com quem manteve uma difícil relação -, foi consagrado bispo metropolitano de Toledo, posto que ocupou até sua morte em 667. A natureza da obra de Ildefonso é específica, de cunho até mesmo pedagógico. Pode ser considerada como um exemplum, pois ao compilar a vida de 13 viris eclesiásticos considerados "bons", ele pretende transmitir uma moral, uma concepção de mundo, enfim, um "modelo" a ser seguido. A partir de uma valorização do Mosteiro de Agalí, do primado de Toledo e seus prelados, é que Ildefonso pretende demonstrar a força da sua Igreja em contraposição ao monarca. Portanto, analisar as relações da Igreja Católica Visigoda frente à instituição régia e compreender a importância da figura de Ildefonso perante à instituição do Episcopado, através da questão se foi um autor inovador ou mero reprodutor do pensamento eclesiástico da época dominado por Isidoro de Sevilha, bem como, perante à instituição da Monarquia com firmes representantes, partindo do fato de não ter sido convocado nenhum concílio durante o seu bispado, são objetivos desta dissertação.

Palavras-chave: Antiguidade Tardia. Visigodos. Episcopado. Monarquia.

Downloads 1134  1134  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Entre engenhos e canaviais: Senhoras do açúcar em Itu (1780-1830) Popular Versão: PDF
Atualização:  14/10/2013
Descrição:
ALMEIDA, Joseph Cesar Ferreira de

Este mestrado tem por objetivo o estudo sobre a atuação das Senhoras do Açúcar, que poderiam ser tanto proprietárias quanto as esposas de donos de engenhos, em Itu do final do século XVIII a meados do século XIX. A documentação escolhida reúne inventários, testamentos, mapas com relações de engenhos, recenseamento dos bens rústicos e registros de notas de imóveis, cujas informações permitiram obter dados para uma análise bastante ampla do tema em pauta. A pesquisa insere-se no campo de estudos relativos à História das Mulheres, voltando-se para a análise das distinções e semelhanças entre aquelas do período e a sua situação específica neste contexto histórico. O trabalho, no entanto, não se limita apenas à uma História das Mulheres na economia canavieira de Itu, mas busca, sobretudo, uma oportunidade de dialogar com a historiografia brasileira sobre temas mais abrangentes, como a própria formação econômica de São Paulo.

Palavras-chave: Mulheres. Engenhos. Itu. Séculos XVIII e XIX. Economia.

Downloads 629  629  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHE - USP  Site http://historia.fflch.usp.br/posgraduacao/he
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Dos Sertões Desconhecidos às Cidades Corrompidas: um estudo sobre a obra de João de Minas 1929-1936 Popular Versão: PDF
Atualização:  14/10/2013
Descrição:
ALMEIDA, Leandro Antonio de

O objetivo desta dissertação é entender as modificações temáticas ocorridas na obra literária de João de Minas (pseudônimo do jornalista Ariosto Palombo, 1896-1984), autor de 12 livros entre 1929 e 1936. O principal caminho utilizado é a analise temática de suas narrativas, buscando-se como o escritor configura o "mundo da obra" literária, revelador das escolhas e temas significativos para o escritor no período estudado. Diversas mudanças temáticas em sua literatura estão relacionadas ao impacto exercido na vida do autor pelo movimento de outubro de 1930. Em função de seus antigos vínculos com o Partido Republicano Paulista, o evento gerou em João de Minas um sentimento de deslocamento social, que o levou, de 34 em diante, a tratar de forma mais crítica da história, da sociedade e da política de seu tempo. Tal percepção reverberou no seu fazer literário: deixou de se preocupar com uma a realidade distante e desconhecida do sertão ou de defender o regime oligárquico vigente até 1930, mas passou a refletir distanciada e ironicamente sobre as mazelas e convenções da vida urbana. Descolado do PRP, João de Minas se sentiu livre para representar o que via como o obsceno da vida política e da vida social das grandes cidades.

Palavras-chave: João de Minas. Ariosto Palombo. Revolução de 30. Literatura brasileira.

Downloads 590  590  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHS - USP  Site http://historia.fflch.usp.br/posgraduacao/hs
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Representações sociais e a construção da consciência histórica Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
ALVES, Ronaldo C.

Esta pesquisa teve como objetivo estudar a construção de consciência histórica em alunos do ensino básico a partir do encontro/confronto, em sala de aula, dos diferentes saberes oriundos do senso comum e da ciência da História, por meio da análise das representações sociais constituídas por seus sujeitos: alunos e professores. A utilização de uma metodologia de pesquisa de inspiração etnográfica, somada a outros instrumentais qualitativos aplicados em alunos e professores do ensino fundamental e médio de escolas situadas na periferia da Cidade de São Paulo, proporcionou a leitura das configurações sociais da comunidade escolar à luz da teoria das representações sociais de Serge Moscovici e do conceito de consciência histórica de Jörn Rüsen.Baseado nesse aporte teórico e empírico, a dissertação buscou compreender a influência da dupla dimensão do cotidiano (local e global) na construção das representações sociais dos alunos e a transformação (ou reprodução) das mesmas após a atuação do ensino de História no espaço escolar, com vistas à consecução (ou não) de consciência histórica na vida prática. Por fim, a partir da análise do confronto de representações sociais de alunos e professores, oriundas da apreensão de um conceito substantivo discutido no ensino de História, propõe a socialização e discussão dessas diferentes representações no espaço escolar como possibilidade de formação de consciência histórica e de maior aproximação do estudo da História da vida prática dos alunos.

Palavras-chave: Consciência Histórica. Representações Sociais. Cotidiano. Etnografia. Educação. História. Didática da História. Identidade. Cultura. Comunicação. Psicologia Social.

Downloads 1533  1533  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma FE - USP  Site http://www4.fe.usp.br/pos-graduacao/indice-geral-da-pos-graduacao
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!O corpo das ruas: A fotografia de Pierre Verger na construção da Bahia iorubá Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
AGUIAR, Josélia

Este estudo investiga a atuação do fotógrafo francês Pierre Verger (1902-1996) com o propósito de compreender a relação entre suas fotografias da Bahia e as tentativas de definir, por meados do século XX, uma identidade baiana. Vista muitas vezes como calcada na herança iorubá, mas quase sempre tratada quase como uma essência mística por escritores, músicos, artistas, cronistas e cientistas sociais, esta imagem foi mais tarde apropriada pela política, economia (incluído o turismo), mídia e indústria cultural. No entanto, a singularidade da Bahia revela-se, nas lentes de Verger, como concreta, territorialmente encarnada, expressando-se no corpo e na corporalidade dos próprios lugares, de herança africana sim, mas sem traços explícitos iorubá.

Palavras-chave: História cultural. Identidade baiana. Baianidade. Fotografia. Pierre Verger. Corpo. Corporalidade africana.

Downloads 454  454  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHS - USP  Site http://historia.fflch.usp.br/posgraduacao/hs
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Experiências de moradia: História oral e vida familiar Popular Versão: PDF
Atualização:  14/10/2013
Descrição:
BARBOSA, Xênia de Castro

Esta pesquisa propõe um registro de aspectos da experiência de vida de duas famílias: uma que reside em Porto Velho e outra que tem membros em São Paulo e Itapecerica da Serra. Dentre a complexidade de suas experiências, procuramos analisar suas lutas por moradia, percepções da cidade e o ordenamento de seus projetos familiares. Para isso realizamos três anos de trabalho de campo, registramos e analisamos suas histórias de vida, elaboradas mediante procedimentos e noções da história oral.O texto está organizado do seguinte modo: Parte I: Apresentação, História do Projeto, Considerações sobre o Corpus Documental, sobre o Tema da pesquisa e a Leitura em história oral; Parte II: Narrativas de uma família de São Paulo, na qual apresentamos 10 histórias de vida de familiares e agregados que se consideram pertencentes a essa família, e narrativas de uma família de Porto Velho, em que expomos seis histórias de vida de integrantes daquela família; Parte III: Leitura e Interpretação, na qual analisamos as histórias de vida apresentadas no capítulo anterior.

Palavras-chave: História oral. Família. Memória. Cidade. Experiência.

Downloads 4521  4521  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGHS - USP  Site http://historia.fflch.usp.br/posgraduacao/hs
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Se armaron com ellos las ideas para resistir a la fuerza: Herrera Y Obes, Berro, Antuña e Zás Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
VIACAVA, Juan Andrés C.

Esta dissertação tem como objetivo estudar algumas relações entre caudilhismo e Estado para o contexto da "Guerra Grande" uruguaia. Para a historiografia platina, o caudilho e seu fenômeno condensam uma série de relações sociais e políticas, resultando em modelos específicos de Estado e sociedade. Abordando sentidos construídos para as palavras "revolução" e "civilização" na interpretação de movimentos que se consideravam revolucionários no contexto platino da primeira metade do século XIX, examinam-se os textos de Manuel Herrera y Obes e Bernardo Prudencio Berro, publicados entre 1847 e 1848 como exemplos de dois indivíduos que puderam entender e reconstruir sua recente história sob a influência do contexto bélico da "Guerra Grande" e de um campo de discussão que abrangia ambas as margens do rio da Prata. Na seqüência, com a ajuda das memórias de José Encarnación de Zás e Francisco Solano Antuña, procurar-se-á analisar possíveis combinações ou antagonismos entre instituições estatais e determinados elementos do caudilhismo. Estas duas últimas fontes não tinham as mesmas finalidades da escrita de Herrera y Obes e Bernardo Berro, uma vez que os textos de Zás e Antuña estavam baseados em suas experiências cotidianas e não tinham como objetivo a publicação; entretanto, as informações ali contidas oferecem boas oportunidades de verificação da utilização das categorias "civilização e barbárie" e "caudilhismo" em práticas políticas e estratégias de alguns atores sociais daquele período. Desta forma, serão encontrados elementos "modernos" e de Antigo Regime combinados na organização de instâncias estatais, discursos e práticas políticas.

Palavras-chave: Caudilhismo. Estado. América Ibérica.

Downloads 1047  1047  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!A crise do Governo Collor e a tática do PT Popular Versão: PDF
Atualização:  2/10/2013
Descrição:
MARTUSCELLI, Danilo Enrico

Esta pesquisa visa analisar a crise do governo Collor e a tática política do Partido dos Trabalhadores (PT) naquela conjuntura. A crise política ocorrida durante o mandato do primeiro governo neoliberal no país configurou-se como uma crise de governo e não uma crise da proposta neoliberal. A predominância da bandeira da ética na política no movimento pelo impedimento de Collor evidencia essa questão. A despeito de o discurso da ética na política remeter, muitas vezes, a descontentamentos específicos e diversos causados, em diferentes setores sociais, pelo início da implantação do programa neoliberal, mesmo quando tais descontentamentos não eram verbalizados pelos agentes, o discurso hegemônico no movimento pelo impeachment de Fernando Collor foi um discurso moralista contra a corrupção, deixando de lado a crítica do modelo neoliberal. O PT não fugiu à tendência dominante do movimento pró-impeachment, vindo a aderir à campanha pela ética na política e a atacar o presidente Collor a partir de um discurso moralista que relegou ao segundo plano a crítica e a denúncia do caráter de classe das políticas neoliberais e satisfez-se apenas com a denúncia da política recessiva do governo Collor, tática que se inscreve na luta contra os efeitos das políticas neoliberais e não propriamente contra essas políticas. Esse comportamento político pode ser considerado como um indicador do processo de aceitação passiva, por parte do PT, das propostas neoliberais.

Palavras-chave: Governo Collor. Neoliberalismo. Crise de governo. Partido dos Trabalhadores.

Downloads 1085  1085  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma IFCH - Unicamp  Site http://www.ifch.unicamp.br/pos/cienciapolitica/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!À luz do cabedal: acumular e transmitir bens os sertões de Curitiba(1695-1805) Popular Versão: PDF
Atualização:  4/10/2013
Descrição:
STANCZYK FILHO, Milton

Esta dissertação tem por objetivo analisar os processos de acumulação e transmissão de bens nos sertões de Curitiba durante o setecentos. Para tanto, busca observar no rol de testamentos, inventários post-mortem e auto de contas, tanto os procedimentos legais (emanados das Ordenações Filipinas de 1603) quanto as modalidades de vínculo social ou parental que o testador/inventariado tinha para com os demais beneficiados em sua herança. A partir dos levantamentos realizados no Arquivo Público do Paraná, Arquivo Metropolitano Dom Leopoldo Duarte, da Mitra Arquidiocesana de São Paulo e o Arquivo da Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Luz de Curitiba, o estudo apresenta dados referentes ao patrimônio e à posição social dos 69 testadores e inventariados com a intenção de relacionar atividades, cargos e, ou, ofícios com acúmulo de cabedal. Com isso e procurando observar quais alianças – casamentos, relações parentais e sociais – levariam os indivíduos a um bem viver, é possível reconstruir suas trajetórias de vida.

Palavras-chave: Acumulação e transmissão de bens. Mobilidade social. Curitiba setecentista.

Downloads 507  507  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: História Dissertações
Fazer Download agora!Plantadores de raiz: escravidão e compadrio nas freguesias Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2013
Descrição:
SILVA, Denize A. da

Nas últimas décadas a historiografia brasileira vem concentrando esforços na direção de entender as sociabilidades dos escravos. Neste sentido, esta pesquisa sobre escravidão e compadrio de escravos nas freguesias de Nossa Senhora da Graça e de São Francisco Xavier, no período entre 1845 a 1888, investiga as estratégias de construção das relações sociais nos cativeiros destas localidades. As referidas freguesias estavam localizadas no litoral norte da antiga Província de Santa Catarina atual Estado do mesmo nome, tinham como características marcantes uma economia de abastecimento, escravarias relativamente pequenas e uma população escrava na sua maioria crioula. Os documentos sugerem, em especial sobre a freguesia Nossa Senhora da Graça, que os senhores estavam intimamente envolvidos no tráfico interno de cativos, e que possivelmente cederam escravos para outras regiões. A análise sobre escravidão está centrada nas relações de compadrio dos escravos. O compadrio mostrou muitos aspectos sobre a vida em cativeiro e também apontou para as estratégias desenvolvidas para organizar redes sociais no interior e fora da comunidade escrava. Percebeu-se que o compadrio propiciou aos cativos ampliar e solidificar arranjos e laços familiares, pois gerava um compromisso de solidariedade entre pais, padrinhos e afilhados. Durante muito tempo ventilou-se a idéia que os escravos procuravam no compadrio uma forma de garantir "vantagens" e que sendo assim apostavam em compadres com melhor posição social. No que diz respeito ao compadrio de escravos na freguesia Nossa Senhora da Graça, notou-se que um número significativo de cativos preferiu firmar laços de compromisso com seus pares. Em alguns momentos forma 43,2% de crianças cativas sendo batizadas por pessoas nesta mesma condição social. Nas freguesias estudadas o compadrio muito provavelmente se apresentou como uma estratégia para os escravos ampliarem e solidificarem suas relações comunitárias.

Palavras-chave: Escravidão. Compadrio. Comunidade escrava. Tráfico interno.

Downloads 1923  1923  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PGHIS - UFPR  Site http://www.humanas.ufpr.br/portal/historiapos/?lang=pt
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 (7) 8 9 10 11 12 »