Educadores

Ínicio : Geografia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (30)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do mais para o menos procurado)

Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Shopping Centers: segregação, exclusão e inclusão - Análise a partir de bairros residenciais em Pres Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
RUIZ, João Antônio Martinez

Esta pesquisa tem por objetivo investigar os residentes em bairros próximos ao Prudenshopping e ao Shopping Center Americanas, na cidade de Presidente Prudente, observando se têm ou não acesso a esses espaços, pois entendemos que o não acesso e/ou afastamento geram processos de segregação socioespacial e reforçam os de exclusão que foram analisados pelo não possibilidade da realização do consumo de bens e serviços em equipamentos dessa natureza. Busca-se, ainda, delinear os deslocamentos dessas pessoas para as demais áreas de comércio e serviços da cidade, uma vez que esses equipamentos propiciaram novas centralidades intraurbanas e mudaram a reestruturação interna da cidade de Presidente Prudente. Pretendeu-se, assim, avaliar se a multiplicação de áreas de concentração de atividades comerciais e de serviços tem provocado práticas socioespaciais que expressam as diferenças socioespaciais no interior das cidades médias.

Palavras-chave: Shopping centers. Comércio. Serviços. Segregação socioespacial. Exclusão social. Espaço urbano.

Downloads 14546  14546  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unesp  Site http://www4.fct.unesp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Regime hidrológico do Rio Ivaí-PR Popular Versão: 
Atualização:  14/5/2013
Descrição:
DESTEFANI, Edilaine Valéria

O rio Ivaí, com uma área de drenagem de 36.587 km2 e um percurso de 680 km, é a segunda maior bacia hidrográfica interiorana do estado do Paraná; com considerável importância agrícola e potencial hidrelétrico.

Downloads 10774  10774  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Ecologia e imaginário nos Cariris Velhos do Paraíba: memória cultural e natureza no cerimonial da vi Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
MARIANO NETO, Berlamino

Esta é uma pesquisa realizada na Microrregião do Cariri Oriental da Paraíba, Planalto da Borborema, Nordeste do Brasil. O objetivo é analisar a constituição do imaginário e a natureza relacionando a topofilia e a percepção como elementos para a constituição de uma sociedade ecológica. O método baseia-se na história oral, memória cultural, análise de conteúdo e narrativa descritiva informativa. O trabalho busca a identificação da percepção, o grau de espiritualidade e a integração das comunidades do Rio Paraíba com a natureza, para encontrar as raízes culturais que tinham a natureza como elemento sagrado e as formas como elas deixaram de existir ou ainda remanescem no cotidiano. Relacionar os costumes e tradições locais sob as influências da modernização, no tocante ao mundo da sociedade, da natureza, os problemas de ordem socioambientais e desenvolvimento sustentável a partir das práticas de convivência com a Região Semiárida.

Palavras-chave: Topofilia. Ecologia. Sociedade. Natureza. Imaginário. Cariris velhos. Semiárido. Práticas de convivência. Percepção.

Downloads 10414  10414  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPB  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A paisagem como tema de estudo na 5ª série do ensino fundamental Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
FARIA, Daniela Resende de

Esse estudo tem como objetivo a construção do conceito de paisagem, a partir de uma abordagem sociocultural, para crianças em uma quinta série do Ensino Fundamental. Como método de trabalho, escolhemos a pesquisa-ação, na qual, a professora atua como mediadora do processo de ensino-aprendizagem, viabilizando um diálogo entre os conceitos prévios que as crianças trazem consigo e os conceitos geográficos que desejamos construir. Para tanto, são analisados desenhos, discursos textuais e escritos antes e após o processo de mediação pedagógica, assim como diálogos, que foram transcritos durante todas as etapas. A partir desse material, elaboramos três categorias para o entendimento da paisagem: Paisagem Meio (na qual há a predominância da dicotomia homem meio-natural), Paisagem Bucólica (na qual encontramos o homem em perfeita harmonia com o meio) e Paisagem Humanizada (homem e meio em contraste, havendo a interferência humana em um sentido negativo). Entendemos, em uma abordagem sociocultural, que a paisagem deve ser estudada como uma categoria de entendimento da realidade presente, na qual os alunos vivem e convivem e, portanto, por onde acreditamos se iniciar um processo de ensino-aprendizagem da Geografia/Geociências mais capaz de oferecer ferramentas para o entendimento do mundo atual.

Palavras-chave: Geografia. Ensino - Aprendizagem. Paisagem. Pesquisa - Ação. Ensino de Geociências.

Downloads 10289  10289  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma http://libdigi.unicamp.br  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A estruturação socioespacial do sistema tropeiro - o caso das tropas entre Palmas e União da Vitóri Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
STRAUBE, Kelly von Knoblauch

A presente pesquisa busca entender a estruturação socioespacial do Caminho das Tropas, utilizando o exemplo da estrada entre Palmas e União da Vitória. Parte de uma abordagem da geografia social, com enfoque histórico-dinâmico, baseada na teoria da estruturação de Anthony Giddens. Avalia o espaço como sendo produzido e regionalizado por diferentes atores sociais. Discutem-se, neste sentido, algumas questões de sociabilidades, relações de trabalho e imagens culturais de diversos atores que atuavam ao longo do caminho, inclusive suas relações de co presença e as modificações sociais que ocorreram durante o processo de utilização da Estrada. Define-se, assim, um conceito de lugar social através de imagens estereotipadas. Neste sentido, o espaço da estrada apresenta-se inicialmente como mera localidade formada por ecossistemas e sistemas econômicos que incorporam a paisagem como recursos alocativos para os grupos sociais interessados. Formam-se, destarte, paisagens que servem como palcos para regionalizações (fixas e flexíveis) em função da atuação diferenciada dos atores envolvidos e suas regras sociais. Nestes moldes, produzem-se recursos autoritativos, ou seja, relações de poder que não só transformam os espaços, mas também servem como cenários para encenações sociais. Esta apropriação do espaço imaginário destaca pontos e áreas da paisagem, além de “personagens” estereotipadas, que aparecem às pessoas que vivem e atuam dentro e fora dela como representações simbólicas. Investigam-se, neste trabalho, principalmente as representações de imagens através de entrevistas biográficas de fazendeiros e outros agentes envolvidos nas tropeadas ao longo da Estrada de Palmas e União da Vitória.

Palavras-chave: Geografia regional. História regional. Tropeirismo. Caminho das tropas. Palmas. União da Vitória. Paraná. Brasil.

Downloads 10054  10054  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Urbanização e qualidade da água: monitoramento em lagos urbanos de Londrina-PR Popular Versão: pdf
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
GOLÇALVES, Gelsy Wani Pedrini Soares

Esta pesquisa centrou-se no conhecimento da ocupação e as formas de uso do solo às margens da Microbacia do Ribeirão Cambé, na cidade de Londrina. O recorte espacial foi avaliar o comprometimento da qualidade da água do Lago Igapó, principal objeto deste estudo. A população urbana de Londrina é de aproximadamente 500.000 habitantes, com cerca de 96% da população concentrada na área urbana. Este trabalho é o resultado da avaliação de dez anos de monitoramento da qualidade da água superficial do Lago Igapó, quatro estações foram localizadas no lago e seis estações localizadas em alguns de seus tributários mais próximos. Foram utilizadas variáveis físicas, químicas e biológicas, que visavam determinar a qualidade da água, através da utilização de Índices de Qualidade, índice de Qualidade de Água de Reservatório - IQAR e Avaliação Integrada da Qualidade da Água - AIQA. Os índices de Qualidade de Água, utilizados apontaram que a qualidade da água dos tributários variou de “Boa” a “Muito Poluída” e a do Lago Igapó variou entre “Moderadamente Degradada” a “Criticamente Degradada”. As concentrações de cargas orgânicas, nutrientes e de coliformes vêm sofrendo incrementos gradativos, decorrentes do aumento de lançamento de esgotos domésticos. Foram registradas baixas concentrações de oxigênio dissolvido, nos tributários e no lago, principalmente no Córrego Leme e no Lago Igapó IV. Devem ser tomadas medidas estruturais de contenção dessas cargas pontuais e não pontuais de poluição, para diminuir a carga afluente ao Lago Igapó, em toda a sua bacia de drenagem, como forma de garantir a qualidade da água para os fins a que se destina. As cargas não pontuais merecem atenção especial, no que se refere a sua identificação, mudanças de práticas de uso da água, seu monitoramento e uso e ocupação do solo.

Palavras-chave: Geografia física. Abastecimento de água nas cidades. Solo urbano - Uso.

Downloads 9643  9643  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL - Universidade Estadual de Londrina  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A família rubiaceae juss. na vegetação ripária de um trecho do alto rio Paraná, Brasil, com ênfase n Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
PEREIRA, Giovana Faneco

A família Rubiaceae, descrita primeiramente por Antoine Laurent de Jussieu, em 1789, inclui representantes de hábitos variados, desde árvores, arbustos, subarbustos até ervas, além de lianas e, mais raramente, epífitas. Caracterizam-se, principalmente, por apresentarem folhas simples, opostas cruzadas ou, menos frequentemente, verticiladas; estípulas interpeciolares, raramente intrapeciolares; estames isômeros, fixados ao tubo da corola, e ovário ínfero. Distribui-se, predominantemente, em regiões tropicais principalmente na América do Sul. No Brasil, a maior representatividade ocorre na Mata Atlântica, especialmente no estrato arbustivo. Constitui uma das maiores famílias de Angiospermas com cerca de aproximadamente 637 gêneros e cerca de 10.700 espécies.

Palavras-chave: Rubiaceae. Spermacoceae. Levantamento florístico. Vegetação ripária. Planície de inundação. Alto rio Paraná.

Downloads 8270  8270  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Análise das condições ambientais do parque Arthur Thomas e sua importância para a população de Londr Popular Versão: 
Atualização:  10/5/2013
Descrição:
BALLAROTTI, Lenita

O Parque Arthur Thomas, localizado dentro da malha urbana de Londrina, sofre as consequências diretas da ação antrópica, típicas de uma cidade com mais de quinhentos mil habitantes. Apesar das ações de organismos governamentais e não-governamentais, envolvidos na defesa dos interesses do Parque, há dificuldades na manutenção da integridade deste ecossistema, cuja importância para a cidade é inquestionável. Este trabalho teve como objetivo principal avaliar aspectos das condições ambientais do Parque Arthur Thomas, verificando sua importância como Unidade de Conservação, bem como área de estudos e de lazer para a população de Londrina - Pr. Buscando- se trabalhar de forma inovadora e socializante, foi empregada a Metodologia da Problematização, por meio do Arco de Maguerez, compreendendo cinco etapas: Observação da realidade; identificação de problemas e seus pontos-chave; teorização; proposição de hipóteses de solução e aplicação à realidade. Descrevendo um arco, esta metodologia parte da realidade, estuda-a de forma crítica e reflexiva e retorna a esta mesma realidade com possíveis propostas de solução. Como resultado da avaliação das condições ambientais do Parque, o trabalho enfoca alguns problemas existentes e sugere possíveis ações para a solução ou a amenização dos desequilíbrios constatados. A importância do Parque para a população de Londrina foi constatada mediante consulta junto aos visitantes, por meio de questionário. As respostas sugerem mudanças principalmente no atual modelo de gestão da unidade.

Palavras-chave: Proteção ambiental. Recursos naturais - Conservação. Meio ambiente.

Downloads 8179  8179  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Londrina  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!O papel dos processos migratórios na construção de espaços urbanos do Paraná : um estudo de caso : J Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
TSUKAMOTO, Truth Youko; SILVA, Willian Ribeiro da

As migrações acompanham a trajetória humana desde os primórdios da civilização. Os momentos históricos expressam a dinâmica populacional sobre o espaço, à construção e/ou reconstrução de novos lugares que foram planejados e desenvolvidos por ações humanas. São vários os fatores que condicionam populações a migrarem, que podem ser de ordem econômica, religiosa, étnica e política.Tais deslocamentos, a partir do desenvolvimento de um sistema capitalista, são o objeto da pesquisa que foi realizada no Jardim Olímpico, bairro localizado no oeste de Londrina. Segundo dados da Prefeitura Municipal de Londrina (Secretaria de Urbanismo, Obras e Viação) este ocupava parte do lote número 97 da Gleba Ribeirão Cafezal, de propriedade de Arrabal Empreendimentos Agropecuária e Loteamentos Sociedade Civil Ltda; o loteamento foi aprovado em 20/11/1979. Por meio de pesquisa realizada em campo foi possível averiguar a origem dos moradores do Jardim Olímpico. Foi através de processos migratórios que se formou a população do Jardim Olímpico. A organização espacial de uma cidade está intimamente relacionada ao processo de migração, produzidos num contexto de economia capitalista. Verificou-se que a origem dos moradores é em grande parte do próprio estado paranaense que após vários deslocamentos para prover suas necessidades, principalmente econômicas, encontraram no Jardim Olímpico condições para adquirir sua moradia própria.

Palavras-chave: Migrações. Jardim Olímpico. Origem dos moradores. Economia capitalista.

Downloads 7860  7860  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A verticalização de Londrina : 1970/2000: a ação dos promotores imobiliários Popular Versão: 
Atualização:  3/9/2013
Descrição:
PASSOS, Viviane Rodrigues de Lima

A presente pesquisa trata da evolução do processo de verticalização de Londrina entre os anos de 1970/2000, cujo acréscimo foi extremamente considerável quando a cidade apresentava até 1970 apenas 36 edifícios de quatro pavimentos ou mais, passando a contar com 131, 939 e 600 novas construções nas décadas de 1970, 1980 e 1990, respectivamente. Investigou-se a relação do desenvolvimento e da dinâmica econômica com o processo de verticalização, observando claramente que este foi um período em que mudanças socioestruturais na economia nacional proporcionaram à Londrina uma nova configuração urbana, evidenciada pela construção acelerada de edifícios com quatro ou mais pavimentos. Tem por objetivo contribuir para o conhecimento da ação dos promotores imobiliários que realizaram a produção e a reprodução do espaço urbano, bem como os mecanismos utilizados para tanto, em direção à compreensão de um dos diversos processos responsáveis pela estruturação do espaço urbano de Londrina - a verticalização. Foram identificados 514 diferentes agentes na construção dos edifícios, embora apenas 11 fossem classificados como principais, pelo fato de terem sido, em conjunto, responsáveis por 46,1% de toda área construída em edifícios de quatro pavimentos ou mais no período delimitado. Foram elas as construtoras Brasília, Planos, Mavillar, Plaenge, Khouri, Dinardi, Cebel, Santa Cruz, Quadra, Artenge e Brastec, grandes empresas locais, tendo inclusive algumas delas renome nacional e até mesmo internacional, como é o caso da Plaenge. Foram analisados os 11 principais promotores imobiliários de 1970-2000, e através de entrevistas junto aos mesmos obtivemos informações que nos deram subsídios para entender suas ações.

Palavras-chave: Geografia urbana - Londrina (PR). Urbanização - Londrina (PR). Planejamento urbano - Londrina (PR). Desenvolvimento imobiliário - Londrina (PR).

Downloads 7220  7220  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Londrina  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 »