Educadores

Ínicio : Geografia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (30)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do menos para o mais procurado)

Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A cidade fotográfica: estudo da percepção e expressão do espaço urbano através do olhar fotográfico Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
MATSUKA, Hideki

Uma das formas de conhecimento do mundo é a que se obtém através de experiências visuais. A partir de uma educação do olhar e; portanto; da compreensão de seus significados; pode-se vir a ter uma percepção enriquecida e criativa da cidade. Esta dissertação é resultado da pesquisa teórico-prática sobre a fotografia e o olhar fotográfico. Neste caso específico; o olhar é voltado para a cidade de São Paulo. O modo de perceber; ver e atribuir significado ao espaço/lugar da cidade é o foco deste trabalho. Os exercícios visuais experimentais fotográficos possibilitaram-nos colocar na prática o aprendizado teórico e analítico desta pesquisa.

Palavras chave: Arquitetura. Urbano. Fotografia. Espaço. Percepção do espaço. Cidade. São Paulo. Lugar.

Downloads 2531  2531  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site 
Avaliação: 9.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Condicionantes socioambientais urbanos da incidência da dengue na cidade de Londrina - PR Popular Versão: 
Atualização:  3/9/2013
Descrição:
OLIVEIRA, Márcia Maria Fernandes

No presente estudo, elaborado no âmbito da Geografia da Saúde, a incidência da dengue em Londrina/PR encontra-se analisada a partir dos aspectos socioambientais, no período temporal compreendido entre os anos de 1998 a 2004. O ano de 2003 foi analisado de maneira especial, pois nele a cidade foi acometida pela doença de forma epidêmica. Londrina, com seu rápido e intenso processo de urbanização, acompanhado de forte verticalização, ausência de planejamento e descaso com os elementos naturais, apresenta aspectos da qualidade de vida da população bastante comprometidos, principalmente a mais carente. Conforme a cidade cresce, cresce também a periferia e a pobreza. O primeiro registro do mosquito Aedes aegypti na cidade ocorreu em 1985, porém nos anos subseqüentes houve dispersão para toda a área urbana. Com a implantação do SINAN em 1995 os casos de dengue passaram a ser registrados continuamente; em 1996 foram confirmados 405 casos, 1997 não apresentou nenhuma confirmação e 1998, 1999 e 2000 foram 15, 16 e 10 respectivamente.

Palavras-chave: Dengue. Condicionantes socioambientais. Epidemia. Londrina/PR.

Downloads 2583  2583  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Diagnóstico socioambiental da bacia do Ribeirão dos Padilhas: O processo de ocupação do loteamento b Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
Diagnóstico socioambiental da bacia do Ribeirão dos Padilhas: O processo de ocupação do loteamento bairro novo, Sítio Cercado Curitiba-PR

FERREIRA, Sandra Lessa da Silva

Considerando o intenso processo de urbanização, as bacias hidrográficas localizadas em áreas urbanas estão sujeitas à maior interferência humana. Adaptando a metodologia desenvolvida por Mendonça (1999), a qual se baseia na Teoria Geral dos Sistemas, a bacia do ribeirão dos Padilhas, localizada na porção sul/sudeste na cidade de Curitiba-PR, será analisada integrando os processos naturais e antrópicos. O presente trabalho tem como enfoque o surgimento e acelerado crescimento do loteamento Bairro Novo e sua relação com a degradação ambiental na área em estudo. Por se tratar de uma pesquisa socioambiental, a desigual distribuição de renda é analisada como agravante das condições de utilização dos recursos hídricos, como o lançamento de esgotos domésticos diretamente nos cursos d’água pela população local que enfrenta graves problemas de moradia e saneamento básico.

Palavras-chave: Degradação ambiental. Diagnóstico. Problemas socioambientais.

Downloads 2602  2602  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!São José dos Pinhais no contexto da recente industrialização metropolitana: reflexos socioespaciais Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
São José dos Pinhais no contexto da recente industrialização metropolitana: reflexos socioespaciais

TAVARES, Lilian Pérsio de Oliveira

O objetivo desta dissertação é analisar e compreender as transformações socioespaciais que ocorreram na porção Leste da Região Metropolitana de Curitiba, mais precisamente no município de São José dos Pinhais, a partir da implantação dos distritos industriais que abrigam, essencialmente, montadoras de veículos como a Audi e a Renault, e suas fornecedoras. Somam-se a estes empreendimentos obras de infraestrutura importantes, como a conclusão do Contorno Leste e a ampliação e melhoria no aeroporto Afonso Pena, além da questão mais polêmica e relevante deste processo: a instalação do principal distrito industrial de São José, onde está localizada a montadora francesa de veículos Renault, que se deu em uma área originalmente de manancial de abastecimento público. Fato por si só impactante sob o ponto de vista negativo, em função da natureza dos processos produtivos deste segmento industrial com riscos permanentes de poluição do Rio Pequeno e seus afluentes. Com relação
às outras variáveis estudadas, verificou-se que não ocorreram no município picos de crescimento populacional em função da instalação do polo industrial. Historicamente, esta é uma área que vem sendo ocupada, nas últimas décadas, por grandes adensamentos populacionais entre eles áreas de invasão. No que diz respeito à economia local e regional houve um aumento significativo na geração de empregos industriais em que pese a estruturação das mesmas estarem baseadas no processo de acumulação flexível. Evidenciaram-se, ainda, com este trabalho, os conflitos ocasionados pelos vários usos para o mesmo recurso natural e ocasionados, também, pela busca da apropriação do espaço urbano.

Palavras-chave: Mananciais. Indústrias. Espaço urbano. Metropolização. Crescimento populacional.

Downloads 2603  2603  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ipardes.gov.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A apicultura como altenativa socialm econômica e ambiental para a XI mesorirregião do nordeste do Pa Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
LIMA, Sirlei Aparecida Milano de

A apicultura na mesorregião no Noroeste do Paraná vem sendo desenvolvida há alguns anos por pequenos agricultores, onde poucos já praticam a apicultura como atividade principal e outros como atividade complementar. Este trabalho objetivou analisar a atividade apícola como alternativa social, econômica e ambiental para a região estudada. Neste cenário, a agricultura está integrada entre o homem e o meio ambiente, agregando valor com a produção de recursos renováveis e ao mesmo tempo se torna vulnerável à exploração excessiva do manejo inadequado. Assim se justificou este estudo visando tornar a apicultura uma alternativa rentável, contribuindo com a região, abordando desenvolvimento rural, agricultura familiar e a sensibilização dos agricultores em relação às questões ambientais. Nestes termos, conclui-se que a apicultura é importante para a região, interligando os aspectos sociais, econômicos e ambientais, de forma que proporcione a agricultura familiar, a fixação do homem no campo e a prática da apicultura adequada neste contexto caracteriza o desenvolvimento sustentável frente aos recursos naturais, muda a consciência dos produtores sobre a conservação do meio ambiente e, acima de tudo, gera renda, trabalho e alimento às famílias.

Palavras-chave: Apicultura. Desenvolvimento sustentável. Agricultura familiar. Proteção ambiental. Recursos naturais. Conservação.

Downloads 2615  2615  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Delimitação do leito maior do baixo rio Ivaí e estabelecimento de sua sazonalidade Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
TEREZAN, Ester Langowski

Este trabalho teve como objetivo o estudo para a definição do leito maior do rio Ivaí, considerando a ocorrência de fatores temporais para a caracterização da sazonalidade das cheias. O desenvolvimento das pesquisas abrangeu uma área piloto localizada na margem direita do mesmo, entre os afluentes rios Caveira e da Prata. Este ambiente é parte integrante da Área de Proteção Ambiental das Ilhas e Várzeas do Rio Paraná no Município de Querência do Norte, no noroeste do estado. A escolha da região definiu-se pelo fato de suas características serem semelhantes ao ecossistema regional. Para a obtenção dos dados de cheias, foram utilizadas as informações da estação de captação e registro de Taquara. Na área de estudo foi definida uma rede de pontos planialtimétricos, com auxílio de nível, estação total e sistema GPS. Os pontos tiveram como referência um marco geodésico da Rede Nacional Geodésica do IBGE. Definiu-se que o nível do rio Ivaí em Porto Taquara atingiu maior cheia nos últimos 31 anos, com uma marca de 15,72 metros na régua limnimétrica, e que o nível máximo de cheias que mais se repetiu neste período, abordando 97% dos anos analisados, foi de 9 metros na leitura da mesma régua. Tal repetitividade confirma a sazonalide anual. A influência desta cheia estudada por meio de MNT, demonstra a área de abrangência do leito maior do rio, atingindo uma dimensão de 754,8 ha representados por um corredor de área contígua ao dique marginal (barranco), com uma largura variando entre 1.900 a 1.137 metros. Área esta que atualmente está sendo utilizada para cultivo e pastagem, e conta com a inserção de elementos artificiais antrópicos como canais de drenagem e diques de contenção.

Palavras-chave: Área de proteção ambiental. Sazonalidade de cheias. Sistema de informações geográficas. Imagens orbitais.

Downloads 2641  2641  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Dinâmica fluvial e qualidade da água da bacia de drenagem do ribeirão Maringá:uma contribuição para  Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
COELHO, Adilson Rodrigues

A cidade de Maringá está localizada no divisor de águas entre as bacias dos rios Pirapó e Ivaí. As bacias hidrográficas ocorrentes no município são constituídas de sub-bacias de pequena ordem da bacia do rio Pirapó (ribeirão Maringá e ribeirão Morangueira, quadrante norte do município) e da bacia do rio Ivaí (ribeirão Pinguim, quadrante Sul). As cabeceiras dessas drenagens estão dentro do sítio urbano, sendo que o seu desenvolvimento se dá em direção às áreas rurais. Uma consequência desta situação peculiar é a forte vulnerabilidade dos recursos hídricos do município ante os agentes poluentes produzidos pela atividade antrópica, recebendo efluentes produzidos tanto da cidade quanto da área rural. A degradação ambiental, daí resultante, é facilmente reconhecida mesmo após uma rápida observação.

Downloads 2685  2685  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Análise socioambiental em assentamentos de reforma agrária no norte paranaense Popular Versão: pdf
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
SILVONE, Bruno Rangel Silvone

Este trabalho discute a questão agrária no Brasil, abordando temas como a concentração de terras, os movimentos sociais no campo e a implantação de assentamentos rurais, relacionando-os a questão ambiental e seus desdobramentos no espaço agrário, enfatizando a relação entre o uso e ocupação do solo e seus reflexos no meio natural. Traz reflexões sobre a legislação ambiental brasileira de modo geral e, mais especificamente, as normas direcionadas aos assentamentos rurais de reforma agrária, considerados como "locus" da conquista, onde se materializam as relações entre os homens e destes com o meio natural. Foram estudados, mais detalhadamente, dois assentamentos rurais de reforma agrária, localizados na região norte do Paraná, contudo, em situações diferentes, especialmente quanto a topografia, a pedologia e a situação econômica da região onde se encontram. Um dos assentamentos é o Roseli Nunes, localizado no município de São Jerônimo da Serra, na divisa do terceiro com o segundo planalto paranaense, região mais pobre do Estado e de relevo bastante acidentado; o outro assentamento estudado chama-se Iraci Salete e localiza-se no município de Alvorada do Sul, região próxima ao rio Paranapanema, divisa com o Estado de São Paulo, de agricultura bastante diversificada e com altos índices de produtividade. Constata-se a importância do fator localização, que influencia diretamente na forma de uso e ocupação do solo e, consequentemente, na obtenção de renda dos assentados, na situação socioeconômica e na relação destes com os recursos naturais existentes na área habitada. Verifica-se ainda a existência leis ambientais bastante abrangentes e detalhistas, contudo, ainda pouco conhecidas nos assentamentos rurais estudados. Merece destaque também o alto grau de satisfação dos assentados em relação a terra recebida, 90% afirmam estar contentes e não ter nenhuma intenção de deixar o lote. Ressalta-se ainda a necessidade de maior acompanhamento técnico, principalmente no momento de investir os recursos financeiros recebidos, no manejo agrícola e na manutenção dos recursos naturais existentes.

Palavras-chave: Geografia agrícola. Assentamentos rurais. Reforma agrária. Conservação da natureza.

Downloads 2692  2692  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL - Universidade Estadual de Londrina  Site 
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A Cartografia escolar e os desafios de práticas pedagógicas transformadoras no ensino de Geografia Popular Versão: 
Atualização:  8/2/2019
Descrição:
TOLEDO, Victor Machado de.

A presente dissertação tem como objetivo geral analisar o uso de um encaminhamento metodológico para o ensino e aprendizagem de conceitos Cartográficos. Objetiva-se apresentar contribuições práticas para trabalhar Cartografia nas aulas de Geografia, assim culminando na apresentação de uma proposta de utilização de recursos didáticos diferenciados, principalmente, com o uso de representações visuais, com a finalidade de trabalhar os conteúdos cartográficos, na tentativa de propiciar aos alunos uma aprendizagem consciente e crítica em relação ao espaço em que estão inseridos.
Os resultados indicaram que a leitura de imagens e o uso de tecnologias, apesar de ainda distantes da realidade das escolas públicas do país, precisam ser incluídos como elementos frequentes nas aulas de Cartografia, para que a realidade dos alunos se aproxime cada vez mais do que é estudado e trabalhado em sala de aula. Constatou-se ainda que o uso de diferentes estratégias didáticas, tais como utilização de recursos visuais, contribui para o ensino e a aprendizagem enriquecedora e que possibilitou, na prática, a melhora nos conceitos cartográficos dos alunos.

Palavras-chave: Cartografia escolar. Educação Básica. Encaminhamento metodológico. Ensino e aprendizagem. Representações visuais.

Downloads 2703  2703  Tamanho do arquivo 4.56 KB  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Análise dos impactos socioambientais motivadas pelo caminho do colono  Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
OSTROVSKI , Dalésio

O Caminho do Colono é uma estrada que corta o Parque Nacional do Iguaçu, criada para facilitar o deslocamento dos colonizadores riograndenses até a região Oeste do Estado do Paraná. Ligação feita entre as atuais cidades de Capanema, no Sudoeste do Estado do Paraná e Serranópolis do Iguaçu, no Oeste. Alegando-se danos ao meio ambiente, no dia 11 de setembro de 1986, o Caminho do Colono e fechado por um decreto federal, impedindo a ligação entre estas duas regiões. Esta atitude do governo federal provocou prejuízos econômicos, sociais e culturais para todos os municípios lindeiros ao Parque Nacional do Iguaçu e suas populações locais. Com um objetivo comum, a viabilização da reabertura da estrada, a população e o poder público local/regional organizaram manifestações, acampamentos, mobilizações, passeatas e ocupações o que motivou a reabertura do caminho no dia 08 de maio de 1997. Porém, novamente no dia 13 de junho de 2001 a via é fechada. Com o Caminho do Colono como objeto de estudo, analisamos os impactos socioambientais que o fechamento e posterior abertura da estrada motivou no parque nacional e na região lindeira, destacando a necessidade da adoção de técnicas de desenvolvimento sustentado, o que propiciaria uma coexistência entre a preservação e o desenvolvimento.

Palavras-chave: Caminho do colono. Parque Nacional do Iguaçu. Preservação ambiental. Desenvolvimento regional.

Downloads 2828  2828  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 (10) 11 12 13 14 15 16 17 »