Educadores

Ínicio : Geografia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (30)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do menos para o mais procurado)

Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Território da prostituição do ser travesti em Ponta Grossa-PR Popular Versão: 
Atualização:  15/5/2013
Descrição:
ORNAT, Marcio José

O objetivo deste trabalho é compreender a co-relação existente entre o território da prostituição travesti e a instituição do sujeito travesti na cidade de Ponta Grossa, Paraná. A linearidade entre sexo, gênero, prática sexual e desejo sexual é uma característica comum da sociedade ocidental contemporânea que procura a todo customanter explicações da ordem heterossexual baseadas na natureza dos corpos e comportamentos. Sob esta perspectiva os sujeitos que não correspondem aos padrões estabelecidos são considerados desviantes, doentes e outros tantos qualificativos criados para classificar a sociedade e manter sua pretensa ordem natural. O grupo focal eleito para esta pesquisa é justamente aquele que desafia as explicações simplistas e complexifica a ordem estabelecida, as travestis.

Downloads 1190  1190  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Papel das elites no desenvolvimento político e econômico do município de Uberaba (MG) - 1910 a 1960 Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
WAGNER, Roberta Afonso Vinhal

A presente dissertação de mestrado analisa o papel das elites no desenvolvimento político e econômico do município de Uberaba, bem como os reflexos na produção do espaço geográfico, no período que se estende de 1910 a 1960. A partir de uma abordagem teórico-metodológica da Geografia histórica, procuramos compreender as relações de produção econômica, social, política e cultural na cidade mencionada, construindo uma análise das elites em sua diversidade, e do poder destes grupos em diferentes dimensões. O conhecimento da historicidade de determinados grupos sociais ajuda a explicar as transformações geográficas ocorridas em seu espaço, e impede a construção de modelos que não condizem com a realidade. Nesta perspectiva, é imprescindível compreender a (re)construção do poder hegemônico destas elites, como também seus valores e estratégias. No desenrolar da pesquisa, constatamos que o político, enquanto instrumento de manutenção do poder nas relações econômicas,elaborou, em Uberaba (1910-1960), teias sociais que formaram uma sociedade resistente ao processo de desenvolvimento capitalista.

Palavras-chave: Geografia histórica. Geografia política. Elites. Poder. Uberaba-MG.

Downloads 1195  1195  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufu.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Os conteúdos ambientais em livros didáticos de Geografia de 1º. e 2º ciclos no ensino fundamental  Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
RIBEIRO, Márcio Willyans

Este estudo analisou o modo pelo qual os conteúdos ambientais têm sido veiculados nos livros didáticos de Geografia da Coleção mais utilizada nas escolas públicas municipais de Curitiba de 1º. e 2º. ciclos (1ª. a 4ª. séries) do ensino fundamental, em busca de descobrir se eles permitem o desenvolvimento da dimensão ambiental da educação escolar. Tal preocupação se justifica na medida em que os livros didáticos são uma importante referência tanto para professores quanto para alunos na (re)construção das relações entre as pessoas e delas com o meio natural, sob uma perspectiva mais respeitosa, que imprima no cotidiano práticas ligadas à sustentabilidade socioambiental. No aprofundamento da temática proposta foi consultado um referencial teórico que integra Educação, meio ambiente e Geografia, permitindo inter-relacionar as peculiaridades destas três áreas, com o intuito de dar maior sustentação a este estudo e ao recorte que ele propõe. Trata-se de uma pesquisa qualitativa sob a modalidade documental, que realizou o tratamento dos dados por meio da análise de conteúdo proposta na metodologia de BARDIN (1977). Com base em mapeamento de conteúdos ambientais resultaram as seguintes categorias de análise: no âmbito conceitual – dinâmicas do meio natural, relações sociedade-meio natural e dinâmicas de sustentabilidade e, no âmbito atitudinal – desenvolvimento de atitudes de conservação e preservação do meio e conscientização para a qualidade de vida e direitos humanos. Os resultados do estudo indicam que os conteúdos ambientais presentes nos livros didáticos de Geografia, da Coleção mais utilizada na Rede Pública Municipal de Curitiba, abrangem um enfoque inicial sobre a questão ambiental e, nesse sentido, sobre a Educação Ambiental, que deve estar compreendida na Educação Geográfica; esta orientação responde às novas demandas curriculares contemporâneas que enfatizam a importância da EA na formação integral do ser humano. Todavia, existe a necessidade de aperfeiçoar nessa obra didática aspectos relativos a deficiências epistemológicas, assim como a distribuição de conteúdos ambientais dentro de cada volume e entre eles, tanto no manual do docente quanto do aluno, além da implementação de uma abordagem atitudinal na linha da sustentabilidade socioambiental.

Palavras-chave: Educação ambiental. Geografia. Livro didático. Análise de conteúdo. Ensino fundamental.

Downloads 1206  1206  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Cinema e geografia : a idealização do rural Popular Versão: 
Atualização:  3/9/2013
Descrição:
FARIAS, Valesca Souza

O presente trabalho tem por objetivo analisar duas películas fílmicas, que retratam os movimentos de resistência dos insurgentes da história brasileira. Os filmes analisados são “O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro”, de Glauber Rocha, produzido em 1969 e “Cabra Marcado Para Morrer”, (1964 – 1984) de Eduardo Coutinho. Ambas as películas foram produzidas no período da ditadura militar, porém apenas “Cabra Marcado Para Morrer” foi apreendida pelos militares, sendo finalizada em 1984. As películas fizeram parte de um período de grandes discussões cinematográficas, sendo que “O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro” foi realizada sob a égide do Cinema Novo e “Cabra Marcado Para Morrer” foi produzida pelo Centro Popular de Cultura da União Nacional dos Estudantes. A análise destas películas proporcionou a compreensão a respeito da construção cinematográfica mundial, principalmente a americana, como o cinema pode interferir na sociedade ou evidenciá-la e entender a forma como o cinema se apropria do espaço geográfico para construir suas narrativas.

Palavras-chave: Cinema brasileiro. Geografia. Aspectos sociais. Espaço geográfico. Geografia cultural. Território.

Downloads 1207  1207  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.lume.ufrgs.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras, Campinas / São Paulo Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
Ricardo de Sampaio Dagnino

Este trabalho trata dos riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras, uma importante sub-bacia do Ribeirão das Anhumas, no Município de Campinas, Estado de São Paulo. O Ribeirão das Pedras drena águas do Distrito de Barão Geraldo e dos Bairros Santa Genebra, Jardim Costa e Silva, Alto Taquaral, Jardim Primavera e outros. Nesta bacia se localizam os campi de diversas instituições de ensino e pesquisa como a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Pontifícia Universidade Católica de Campinas, além de diversas indústrias e estabelecimentos comerciais de grande porte. Na área da bacia, 29,7 km2, residem cerca de 36 mil habitantes, totalizando mais de 1200 hab/km2. O mapa final, elaborado com base na representação proposta por Journaux (1985), utilizou dados adquiridos em trabalhos de campo, além de outros resultados do Projeto Anhumas – Fapesp. Dentre o total de 120 situações de riscos mapeadas, os maiores, em área, foram identificados como riscos relacionados ao cultivo agrícola, com a utilização de agrotóxicos e o cultivo de Organismos Geneticamente Modificados (OGM), além das situações de riscos especiais, relacionados à presença da Unicamp e do Shopping Parque D. Pedro como as principais fontes de riscos da Bacia. Ao final, são feitas sugestões de continuidade para o estudo de riscos ambientais utilizando o mapeamento participativo de riscos e a proposta de cartografia elaborada com base em Journaux (1985).

Palavras-chave: Risco ambiental. Cartografia ambiental. Mapeamento de riscos. Poluição.

Downloads 1241  1241  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.unicamp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Análise da precipitação pluvial da bacia do rio Rio Iguaçú-Paraná Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
AZEVEDO, Luiz Carlos de

O objetivo deste trabalho foi discutir a variabilidade da precipitação pluvial na bacia hidrográfica do rio Iguaçu, no período de estudo de 1965 a 2002. Para análise, utilizaram-se dados diários, mensais e anuais de precipitação pluvial, cedidos pela Superintendência de Desenvolvimento dos Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental (SUDERHSA) do Governo do Estado do Paraná e Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) através de alguns parâmetros estatísticos tais como: média, desvio padrão, frequência da precipitação pluvial, análise multivariada e correlação linear, foram realizados cálculos que se constituíram na base estatística para inferências das variabilidades pluviais da bacia. Com dados de temperatura e precipitação pluvial, utilizou-se modelos de balanço hídrico através do método de Thornthwaite e Mather (1955). Também se calculou as anomalias para alguns anos específicos de extremos pluviais. Estas anomalias possibilitaram, a correlação linear entre a precipitação pluvial da bacia e a anomalia da temperatura da superfície do mar (TSM) no Oceano Pacífico Equatorial. Ainda, analisou-se dados de fluviometria da área da bacia, correlacionando-os com a Temperatura da Superfície do Oceano Pacífico. Pode-se considerar a variabilidade da precipitação pluvial na bacia do rio Iguaçu, em períodos anuais e eventuais de El Niño e La Niña e variabilidade espacial da precipitação pluvial, com maior intensidade à jusante da bacia e menor à montante.

Palavras chaves: Variabilidade climática. Precipitação pluvial. Bacia hidrográfica do Iguaçu. Anomalia climática. Frequência. Precipitação pluvial.

Downloads 1242  1242  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A Geografia do Atrito Dialética espacial e violência em Campinas-SP Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
A Geografia do Atrito Dialética espacial e violência em Campinas-SP

Lucas de Melo Melgaço

A presente dissertação tem como objetivo central promover uma discussão a respeito do diálogo entre a Geografia e o estudo da Violência. Porém, diferentemente da maioria das pesquisas feitas na área de violência urbana, as quais têm no método analítico o seu principal referencial teórico, procura-se, aqui, trazer uma reflexão dialética à questão. No atual período técnico-científico e informacional, torna-se impossível entender esta prática espacial denominada violência se a considerarmos apenas como um recorte analítico da realidade. É por este motivo que não pretendemos fazer uma “geografia da violência” ou, muito menos, uma “geografia do crime”, e sim uma geografia dos usos do território e das suas relações com a temática do crime e da violência. Faz-se necessário, então, um método que entenda o espaço geográfico enquanto um todo em movimento, um sistema indissociável de objetos e ações (SANTOS, 1997c, 1998, 1999a). Nessa busca por uma compreensão das relações entre território e violência, o Geoprocessamento se mostrou uma ferramenta de fundamental importância, tanto por suas potencialidades, quanto por suas limitações enquanto instrumento de representação do espaço geográfico. Aliando a técnica do Geoprocessamento à profundidade do método dialético foi possível se perceber o potencial da Geografia enquanto modo de compreensão da violência e, mais amplamente, enquanto instrumento de planejamento territorial. Nesta reflexão, alguns conceitos e autores aparecem com contribuições fundamentais, dentre eles o de território usado (SANTOS et al. 2000a), solidariedades geográficas (SANTOS, 1994, 1998), cotidiano (CERTEAU, 1994), além das concepções de poder e violência trazidas por Hannah Arendt (1994). Conclui-se que a violência urbana é uma questão de caráter muito mais político que propriamente técnico, e que a violência em Campinas-SP é fruto dos usos corporativos do território e das escolhas históricas feitas por esta cidade e pela formação sócio-espacial na qual está inserida. Pôde-se ainda vislumbrar o quanto a Geografia pode se aproximar de uma ciência da ação.

Palavras-chave: Uso do Território. Violência. Segurança Pública. Planejamento Territorial. Dialética Espacial.

Downloads 1245  1245  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.usp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Os donos do campo e os donos da bola: alguns aspectos da globalização do futebol Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
FAVERO, Paulo Miranda

Nesta pesquisa, proponho analisar o futebol a partir de três pontos de vista diferentes, mas que se complementam: a globalização, a geopolítica e a mercantilização. O futebol transformou-se em uma indústria e, independentemente da habilidade dos jogadores dentro de campo, o poder econômico dita os rumos como o futebol vai se realizar como prática social e não há como fazer uma análise geográfica do futebol sem levar isso em conta. Em tempos de globalização, as mudanças ocorrem também no esporte, em todos os níveis, em todos os lugares, em escalas e proporções diferentes. A intenção deste trabalho é mostrar como ocorre a concentração do dinheiro em poucos clubes e revelar a transformação do jogador em mercadoria.

Palavras-chave: Geografia econômica. Geopolítica. Globalização. Sociedade do espetáculo. Futebol.

Downloads 1250  1250  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site 
Avaliação: 9.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Impacto do processo de inserção do aglomerado metropolitano de Curitiba nas redes globais sobre o me Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
CROOPE, Silvana

Este trabalho apresenta uma proposta para o estudo da configuração mais atual do mercado de trabalho do setor de serviços da região de Curitiba, considerando o período a partir da década de 90, no processo de inserção nas redes globais. Essa pesquisa tem como ponto de partida o conceito de redes, mais uma abordagem sobre as relações entre globalização, emergência de cidades mundiais, e reestruturação produtiva enfocando o setor de serviços, bem como o reflexo da inserção de Curitiba nas redes globais sobre o mercado de trabalho local. Historicamente é possível verificar a intencionalidade de intervenção governamental nos processos de construção do espaço e nos mecanismos de regulação junto ao mercado de trabalho no Brasil, e em outra escala, Curitiba. Nos anos 90 a estrutura produtiva da região de Curitiba observa a diversificação da indústria principalmente no segmento de veículos leves, mas também com outras linhas de tecnologia, consolidando a integração de sua área urbana às de algumas cidades vizinhas em função de intensificação de seus relacionamentos, conferindo uma nova dimensão espacial, urbana e de serviços, observando então um melhor posicionamento local e relevante participação junto à Rede Urbana Brasileira. Assim, conclui-se que Curitiba sofreu alterações na configuração do seu mercado de trabalho do setor de serviços, tanto das empresas como da diversificação profissional, este com uma participação crescente no mercado considerando os outros setores econômicos, sofrendo impacto no contexto do processo de globalização, mas, até o presente, sem inserção direta nas Redes Globais.

Palavras-chave: Redes globais. Redes urbanas. Mercado de trabalho. Serviços.

Downloads 1285  1285  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A geografia do atrito: dialética espacial e violência em Campinas - SP Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
MELGAÇO, Lucas de Melo

A presente dissertação tem como objetivo central promover uma discussão a respeito do diálogo entre a Geografia e o estudo da Violência. Porém, diferentemente da maioria das pesquisas feitas na área de violência urbana, as quais têm no método analítico o seu principal referencial teórico, procura-se, aqui, trazer uma reflexão dialética à questão. No atual período técnico-científico e informacional, torna-se impossível entender esta prática espacial denominada violência se a considerarmos apenas como um recorte analítico da realidade. É por este motivo que não pretendemos fazer uma “geografia da violência” ou, muito menos, uma “geografia do crime”, e sim uma geografia dos usos do território e das suas relações com a temática do crime e da violência. É necessário, então, um método que entenda o espaço geográfico enquanto um todo em movimento, um sistema indissociável de objetos e ações (SANTOS, 1997c, 1998, 1999a). Nessa busca por uma compreensão das relações entre território e violência, o Geoprocessamento se mostrou uma ferramenta de fundamental importância, tanto por suas potencialidades, quanto por suas limitações enquanto instrumento de representação do espaço geográfico. Aliando a técnica do Geoprocessamento à profundidade do método dialético foi possível se perceber o potencial da Geografia enquanto modo de compreensão da violência e, mais amplamente, enquanto instrumento de planejamento territorial. Nesta reflexão, alguns conceitos e autores aparecem com contribuições fundamentais, dentre eles o de território usado (SANTOS et al. 2000a), solidariedades geográficas (SANTOS, 1994, 1998), cotidiano (CERTEAU, 1994), além das concepções de poder e violência trazidas por Hannah Arendt (1994). Conclui-se que a violência urbana é uma questão de caráter muito mais político que propriamente técnico, e que a violência em Campinas-SP é fruto dos usos corporativos do território e das escolhas históricas feitas por esta cidade e pela formação socioespacial na qual está inserida. Pôde-se, ainda, vislumbrar o quanto a Geografia pode se aproximar de uma ciência da ação.

Palavras-chave: Dialética espacial. Planejamento territorial. Segurança pública. Uso do território. Violência.

Downloads 1291  1291  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 (6) 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 »