Educadores

Ínicio : Geografia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (30)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do menos para o mais procurado)

Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Considerações sobre a água mineral e sua distribuição na cidade de Maringá-PR Popular Versão: 
Atualização:  13/5/2013
Descrição:
VENDRAMEL, Elza

A presente pesquisa realizou um estudo do processo de distribuição de água mineral engarrafada na cidade de Maringá/PR, nos anos de 2002 e de 2003. Objetivou-se fazer um levantamento das águas minerais mais comercializadas e sua procedência, caracterizar a demanda, a distribuição e cartografar as distribuidoras da cidade. O estudo foi efetuado através da análise bibliográfica levantada; de consultas a 20 empresas que ocupavam o mercado maringaense no ano de 2002, e 17 em 2003. A pesquisa evidenciou que a grande parte das marcas comercializadas pelas distribuidoras são procedentes da região norte paranaense e de outros pontos do Estado. Algumas marcas procedem do Estado de São Paulo. Entre os motivos que levam à demanda desse produto, o devido cuidado com a saúde prevalece sobre os demais. Mesmo, as pessoas mais pobres, sob orientação médica, utilizam a água mineral envasada no preparo da alimentação de crianças de pouca idade. A maior parte das zonas da cidade não possui distribuidoras de água mineral, no entanto, o abastecimento da população consumidora é realizado até nos bairros mais distantes. Os pedidos são feitos por telefone e as entregas realizadas através de moto ou de utilitários. Outro aspecto verificado são os pontos de distribuição existentes sobretudo nas zonas centrais da cidade, os quais concorrem para o crescimento das vendas de distribuidoras cuja competitividade entre si é acirrada e predatória. Esse segmento distribuidor sofre a concorrência dos supermercados que podem comercializar garrafões de 20 litros a preços mais baixos.

Palavras-chave: Água mineral. Distribuição. Demanda. Maringá-PR.

Downloads 5093  5093  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Território e ruralidade : a demistificação do fim do rural Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
BLUME, Roni

Este trabalho analisa a incorporação do território como conceito e como abordagem normativa no estudo do rural e das temáticas ligadas a ruralidade. Para isto, se aprecia de que modo estas posições analíticas e normativas afetam o conteúdo conceitual do que se define como rural, e como estas influenciam na concepção da ruralidade. Para o debate analítico, buscou-se a posição das principais correntes da sociologia norte-americana. A partir desta revisão, verificou-se como a discussão está ocorrendo nas vertentes brasileiras. No Brasil, alguns autores têm enfatizado a pertinência do uso do enfoque territorial como uma nova abordagem para analisar e estudar os problemas do rural e da ruralidade. Contudo, antes de se partir para uma nova referência teórica e metodológica, é preciso verificar como o rural é definido em termos normativos. A definição do que é o rural no País é oriunda do decreto n° 311 de 1938, ainda em vigor, onde se considera como rural tudo que não é abrangido pelos perímetros urbanos. Ao apreciar as deficiências desta definição normativa, buscou-se uma alternativa de leitura para o rural pela abordagem territorial apoiada nos estudos da OCDE e de Veiga. As metodologias de classificação territorial, destes estudos, aplicadas no Rio Grande do Sul, permitem uma nova espacialização do rural e do urbano. Ao captar elementos e sugestões de ambas as abordagens, elaborou-se uma combinação, que originou uma nova espacialização, denominada de Territorial Escalar Hierarquizada. Os dados extraídos das espacializações questionam a taxa de urbanização do Estado e indicam uma dimensão territorial diferente para o rural gaúcho. Não obstante destas inovações metodológicas inéditas, percebe-se que o exercício metodológico não conduziu a uma definição teórica e conceitual do território, na perspectiva de engendrar o que poderia ser definido como uma abordagem territorial do rural. Decorrente desta insuficiência conceitual, buscou-se apresentar uma contribuição ao debate conceitual sugerindo o enfoque dialético do território geográfico, entendido a partir dos conceitos de territorialização, desterritorialização e reterritorialização. Como resultado, o estudo sugere que o enfoque dialético do território pode vir a ser uma alternativa analítica para atenuar os limites das perspectivas empírico-normativas.

Palavras-chave: Território. Rural. Ruralidade. Geografia. Espaço geográfico.

Downloads 5198  5198  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFRGS  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Estudo da variabilidade da precipitação no estado do Paraná associado à anomalia da TSN no oceano pa Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
SOUSA, Patrícia

O Estado de Paraná localiza-se no Sul do Brasil (nas latitudes de 22º29'33" e 26º42'59"S, e longitudes de 48º02'24 " e 54º37'38"W) que inclui uma área de 201.000Km2. Os propósitos deste trabalho foram a análise da estrutura e variabilidade de precipitação pluvial em diferentes escalas no Estado de Paraná. O período de estudo foi de 1972 a 2002. As séries de precipitação de 43 estações usadas neste estudo foram obtidas da Agência Nacional de Água e Energia (ANA). Neste trabalho foram analisados os dados de precipitação pluvial em diferentes escalas (anual, interanual, sazonal e diário). A partir dos dados foram realizadas as análises estatísticas através de diversos parâmetros estatísticos (desvio padrão, média, coeficiente de variação e anomalia). A regionalização da precipitação foi determinada pela Análise Multivariada. A variabilidade interanual foi estudada entre a precipitação pluvial e a anomalia da temperatura da superfície do mar. Também foi analisada a correlação entre precipitação pluvial e anomalia de temperatura da superfície do mar. No estudo da variabilidade baseado nas anomalias apresentaram valores positivos como, por exemplo, o ano de 1983. A variabilidade da precipitação pluvial do Estado de Paraná é fortemente associada aos eventos El Niño. Foram observadas significativas anomalias positivas de precipitação pluvial em alguns anos durante eventos de El Niño e algumas anomalias negativas durante eventos de La Niña. Este trabalho apresenta uma análise estatística da relação entre o fenômeno de ENOS e elementos do clima no estado Paraná, levando em conta as variáveis meteorológicas como precipitação pluvial.

Palavras-chaves: ENOS. Transectas. Áreas homogêneas. Recipitação pluvial.

Downloads 5204  5204  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Mapa Mental Digital: do Pictórico ao Convencional. Propostas em representação e ensino de Geografia Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
MATOZO, Marcus Antonio

Nas atividades cotidianas, utilizamos uma imensa fonte de informações contidas em nossas mentes. O desenvolvimento intelectual começa ainda na infância e vai progredindo por etapas até atingirmos a capacidade de defesa do nosso próprio ponto de vista. Essa evolução diz respeito ao processo de construção cognitiva, perceptiva e representativa. A realização de uma atividade cartográfica em sala de aula revelou a existência de uma grande abstração entre aluno e o mapa de estilo convencional. A capacidade de leitura e interpretação de um mapa foi o que nos motivou a desenvolver essa atividade de pesquisa. Seria a incapacidade de leitura e interpretação por parte do aluno que levaria o mesmo a não apresentar progresso na atividade? Ou o mapa convencional não apresenta ao aluno nada de significativo? Diante desse questionamento, investigamos em diversas fontes, informações que nos levaram a entender a dinâmica correspondente à Geografia do cotidiano (do aluno) e sua relação com a Geografia Científica (convencional). Para o desenvolvimento dessa atividade, utilizamos algumas ferramentas como representações cartográficas convencionais (mapas), mapa mental e principalmente o computador, com o qual foram elaborados os mapas mentais digitais. Desta forma, obtivemos para efeito de comparação dois tipos de mapas mentais: manual e digital, fato que permitiu indicar as possíveis influências na construção e representação do espaço para os alunos.

Palavras-chaves: Representação cartográfica. Mapa mental manual. Mapa mental digital. Geografia do cotidiano. Geografia científica.

Downloads 5285  5285  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Geografia e literatura: um elo entre o presente e o passado no Pelourinho Popular Versão: 
Atualização:  14/5/2013
Descrição:
ARAÚJO, Heloísa Araújo de

A investigação da cidade do Salvador, a partir da Geografia e da Literatura, permite o recorte de imagens produzidas em determinados tempos e contextos, realizando-se, assim, e neste trabalho, uma análise do espaço do Pelourinho, como lugar de memória, nas obras Suor e Jubiabá do escritor baiano Jorge Amado, na década de 1930 e, hoje, durante o processo de requalificação, na história de vida dos atuais moradores. Os estudos culturais vêm inaugurar um novo pensar e olhar sobre a cidade. Correlacionou-se o olhar crítico e poético da cidade, captado por Jorge Amado, através da apropriação do espaço percebido e sentido por ele, pois suas experiências semeiam memórias e representações sobre este espaço. Investigou-se o espaço vivido pelos moradores da 7ª Etapa da Requalificação, contrapondo o debate sobre o planejamento urbano, onde só nesta etapa puderam participar. Diante do objetivo proposto, optou-se por uma metodologia de caráter qualitativo, sob a forma documental, bibliográfica e de campo, pois parte-se do pressuposto que o lugar de memória é aquele experienciado: dando àqueles sentimentos e significados. Os caminhos percorridos pelos personagens da obra Suor coincidem com os da 1ª etapa da requalificação do CHS, e em Jubiabá, com os da 4ª etapa, unindo passado e presente no cotidiano do Pelourinho. Com o estudo destas obras, concluiu-se que não há uma única cidade: elas são múltiplas. Repensar as práticas de requalificação, nas quais os desejos e os sonhos dos moradores são conhecidos, elevaria o homem à condição de sujeito nesse processo. Trouxe-se uma dimensão multifacetada do Pelourinho e dos sujeitos que o frequentavam. Apresentou-se uma reflexão sobre a importância do lugar e do modo como ele é percebido pelos moradores, turistas nacionais e estrangeiros e pelos órgãos públicos. Esta pesquisa, ao percorrer os caminhos da interdisciplinaridade, visa a contribuir com o desenvolvimento de outras tantas na linha da Geografia Humanística, bem como convidar os planejadores urbanos a “vivenciarem” os lugares nos quais farão as intervenções. Experienciou-se, aqui, também, um instigante e apaixonante novo desafio: a Geografia na Literatura.

Palavras-chave: Geografia. Literatura. Pelourinho. Salvador. Cultura.

Downloads 5355  5355  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.dominiopublico.gov.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Gestão das águas urbanas : delineamento da natureza e ações antrópicas - raízes históricas e sócio-c Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
PERINI, Arlete

O principal objetivo desta pesquisa foi estudar a participação da gestão pública na área urbana, particularmente na administração dos recursos hídricos. Como objeto de estudo foi tomado como referência o ribeirão Esperança e o seu entorno, uma das unidades de agregação ao processo de crescimento físico espacial de Londrina, em direção ao setor sul da cidade, anteriormente zona rural. Foi feito um resgate histórico e ambiental da utilização da água, desde a antiguidade, passando por diferentes períodos históricos, retratando diversas fases de convivência e estruturação da cidade em relação à sua utilização. O estudo da drenagem urbana foi um dos caminhos percorridos para compreender a relação do homem com a natureza, e a forma como os recursos hídricos são apropriados, modificados, degradados ou valorizados pela ação antrópica. O papel do poder público e privado, no crescimento urbano da cidade de Londrina demonstrou a fragilidade da gestão voltada às águas, não só pelo descaso dado à legislação, como também pela fraca participação da população na sua prática de cidadania, resultando em um processo de apropriação e dilapidação da natureza. A falta de monitoramento ambiental foi também um dos fatores que tem ocasionado uma gestão sem qualidade, com prejuízos à população.

Palavras-chave: Geografia urbana. Recursos hídricos. Política ambiental.

Downloads 5428  5428  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Londrina  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Regime de cheias e cartografia de áreas inundáveis no alto rio Paraná, na região de Porto Rico-Pr Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
MEURER, Maurício

A região de Porto Rico/PR, compreendida entre a foz do rio Paranapanema e a foz do rio Ivinhema, representa o último trecho do rio Paraná em território brasileiro livre de barramentos. Mesmo assim, esta região encontra-se à jusante das barragens de Rosana, no rio Paranapanema, e Porto Primavera, no rio Paraná. Para esta região, foi realizado um estudo dos regimes de cheias dos rios Paraná e Ivinhema,elaborando-se, posteriormente, uma Cartografia das Áreas Inundáveis. A partir de dados de cota do nível d’água das estações fluviométricas Porto São José e Porto Caiuá, no rio Paraná, e Ivinhema, no rio Ivinhema, determinou-se a distribuição mensal dos eventos de cheias.

Palavras-chave: Rio Paraná. Inundações. Cartografia de áreas inundáveis.

Downloads 5435  5435  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Representação e ensino - A música nas aulas de Geografia: Emoção e razão nas representações geográfi Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
CORREIA, Marcos Antonio

A pesquisa, Representação e Ensino – A Música nas Aulas de Geografia: Emoção e Razão nas Representações Geográficas, trata deste fazer científico e sua transposição para o ensino. Portanto, mostra como a arte musical e seu aparato metodológico junto aos mapas mentais e atividades didático-pedagógicas podem contribuir à educação formal de alunos das séries iniciais do ensino médio, representados por estudantes dos grupos A e B de colégios da rede pública do Estado do Paraná. Para tanto, coloca a vertente humanista cultural como a mais indicada no trato dos saberes. Constata, a importância da relação emoção e razão na evolução do conhecimento, assim como, o subjetivismo e o intersubjetivismo na percepção fenomenológicas representacionais, do individual e coletivo, enquanto sujeito/ator geográfico e social. Pelo lado da geografia escolar, demonstra que a música/canção dinamiza a intencionalidade e equilibra os saberes: conhecer, fazer, ser e viver, pois a linguagem musical facilita a comunicação e a função pedagógica na geografia em sala de aula, além de favorecer abordagem empírica e aplicação das atividades, ressignificando os conteúdos geográficos, proporcionando o resgate das emoções, motivadas pelas canções escolhidas e compartilhadas pelos alunos que concebem percepções e representações signo-imagéticas sistematizadas em textos e imagens configuradas em mapas mentais.

Palavras-Chave: Representação. Geografia humanista Cultural. Geografia escolar. Música. Mapas mentais.

Downloads 5536  5536  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 10.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Segregação residencial em Londrina: os condomínios fechados horizontais e as áreas subnormais Popular Versão: pdf
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
ZANATTA, Igor Fernando Santini

A segregação residencial, que é o grau de aglomeração de determinados grupos étnicos e sociais em uma dada área de modo voluntário ou forçado, é um processo cada vez mais presente nas cidades modernas, ocorrendo de diversas formas e com diferentes causas por todo o mundo. Nesse trabalho buscou-se explorar a mais relevante categoria de análise no estudo da cidade de Londrina, que é a segregação residencial baseada nas diferenças socioeconômicas da população do município, uma cidade de tamanho médio, partindo de dados estatísticos, principalmente do Censo Demográfico, e levantamentos de campo. Para uma melhor compreensão da produção do espaço urbano foi discutido como atuam os agentes responsáveis por essa produção, principalmente os promotores e os incorporadores imobiliários, e como se dá a atuação desses no processo de construção do espaço urbano, além de apresentar possibilidades de combate à especulação fundiária através de mecanismos contemplados no Estatuto da Cidade. A partir disso foram apresentadas a gênese e formação da cidade de Londrina e seus aspectos socioeconômicos atuais. E, ao tratar especificamente da segregação residencial na cidade de Londrina, buscou-se comparar dois processos antagônicos que aprofundam essa segregação e destacam-se no cenário londrinense, os condomínios fechados horizontais e as áreas subnormais.

Palavras-chave: Condomínio (Habitação) - Londrina (PR). Desenvolvimento imobiliário - Londrina (PR). Habitação. Segregação. Geografia urbana.

Downloads 5639  5639  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL - Universidade Estadual de Londrina  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Fragmentos florestais em Londrina, Paraná: qualidade ambiental e conservação Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
MATOS, Wolney Heleno de

Originalmente, o estado do Paraná possuía 85% de sua área coberta por formações florestais. A vegetação original dominante no norte do Paraná (Floresta Estacional Semidecídua) sofreu um processo intenso de fragmentação e perda de habitat resultando numa paisagem composta de pequenos fragmentos que hoje representam apenas 7,5% da cobertura florestal nativa. Os objetivos deste trabalho são: quantificar, quanto aos índices de disposição, a paisagem fragmentada e realizar estudo fitossociológico em dois fragmentos florestais da zona sul da área de expansão urbana de Londrina, Paraná, Brasil. Medidas de área, forma, isolamento e conectividade foram calculadas para os fragmentos florestais. A área de estudo ocupa um espaço de 16369,34 ha, entre as coordenadas geográficas 23º 22' S e 23º 29' S e 51º 19' W e 51º 11' W. Realizaram-se técnicas de geoprocessamento em três softwares de Sistemas de Informação Geográfica (SIG) distintos, são eles: Spring, Idrisi e Fragstats.

Palavras-chave: Geografia. Arborização das cidades. Florestas urbanas - Londrina (PR).

Downloads 5685  5685  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 (14) 15 16 17 »