Educadores

Ínicio : Geografia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (30)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do menos para o mais procurado)

Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!O caminho entre a percepção, o impacto no solo e as metodologias de manejo: o estudo de trilhas do  Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2012
Descrição:
CASTRO, Cláudio Eduardo de

As trilhas em ambientes naturais adquiriram uma função na contemporaneidade que é a de proporcionar o contato do homem com o ambiente no qual ele se insere. Isso porque a dinâmica social impõe-nos um cotidiano urbano cuja paisagem é completamente antropizada. Esse mundo antropizado leva cada vez mais a humanidade à necessidade de regressar à natureza, como forma de resgate da ancestralidade, consequentemente gerando substancial aumento de demanda sobre as trilhas em ambientes preservados. O aumento do número de visitas nas trilhas tem, invariavelmente, acelerado os processos naturais de degradação, como a erosão, lixiviação e laterização do solo, com reflexos sobre a manutenção da vegetação que encontra um ambiente edáfico diferente para fixar suas raízes. Desde o início da década de 1980 vem-se estabelecendo algumas teorias para a análise, planejamento e monitoria das trilhas que visam equacionar o número de visitas e a qualidade do ambiente.

Palavras-chave: Trilhas. Caminhada em trilhas. Solos. Impacto ambiental.

Downloads 3253  3253  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uel.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Gestão Ambiental Industrial: Perspectivas, Possibilidades e Limitações Popular Versão: 
Atualização:  14/5/2013
Descrição:
HARRES, Elaine Martos

Este trabalho resulta de uma abordagem empírica associada a uma reflexão teórica em relação às práticas ambientais desenvolvidas no setor industrial, considerando as suas potencialidades e limitações. Para tanto, o desenvolvimento sustentável aparece como uma categoria constitutiva, e é traduzido de forma globalizada por uma série de normas internacionais relativas à gestão ambiental: a ISO série 14000. Ao considerar a empresa em sua relação com o meio ambiente, a sistemática de gestão ambiental definida por esta normalização internacional assume um caráter central, com sua adoção por parte de um número crescente de empresas do modelo da ISO série 14000. A sua aceitação como parâmetro adquire destaque por representar a maneira como o setor produtivo compreende a questão ambiental. Sob o estigma da qualidade assegurada, sistemas de gestão ambiental passam por um processo de auditorias externas, realizadas por entidades ‘acreditadoras’ internacionais, e mediante esta avaliação recebem um certificado que lhes permite ingressar em um seleto grupo de organizações que ostentam este diferencial competitivo da certificação. Este trabalho foi desenvolvido movido pela premência de compreender este sistema de gestão ISO 14.001, que seria a expressão desta proposta de normalização, em sua aplicação industrial prática. A compreensão deste instrumento mediador, cuja abrangência da aplicação permite interpretações diferenciadas para questões prementes como as referentes às estratégias de gestão ambiental de empresas reconhecidamente agressoras ao meio ambiente, é um dos objetivos explicitados neste trabalho. Este objetivo está intrinsecamente relacionado a outro que se refere ao interesse específico de formação ambiental, que busca articular os nexos, eficácia e desenvolvimento do processo educativo envolvido na aplicação do sistema de gestão ambiental.

Downloads 3322  3322  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Estudo morfológico da bacia do Arroio Guassupi são Pedro do Sul - Rs: Subsídio à compreensão dos pro Popular Versão: 
Atualização:  14/5/2013
Descrição:
Estudo morfológico da bacia do Arroio Guassupi são Pedro do Sul - Rs: Subsídio à compreensão dos processos erosivos

LOHMANN, Marciel

A presente pesquisa tem como objetivos identificar e analisar, a inter-relação entre solos, relevo e substrato geológico, a fim de diagnosticar e compreender a gênese e evolução dos processos erosivos existentes na bacia hidrográfica. A área de estudo constitui-se na bacia hidrográfica do Arroio Guassupi, localizada no município de São Pedro do Sul /RS. Para alcançar os objetivos propostos, utilizou-se a abordagem morfopedológica proposta por Castro & Salomão (2000) que, fundamenta-se nas concepções que enfocam as inter-relações entre o substrato geológico, o relevo e os solos, de maneira a compreender o comportamento erosivo e servir de base para o planejamento do uso do solo da bacia.

Downloads 3545  3545  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Caminhos na resistência ? O espaço do Recife durante a ocupação Neerlandesa (1630-1637) em Pernambuc Popular Versão: 
Atualização:  10/5/2013
Descrição:
PEREIRA, Sidclay Cordeiro

A chegada portuguesa ao Brasil no século XVI e neerlandesa no século XVII impuseram modificações no território brasileiro levando-se em consideração o espaço natural e objetivos econômicos e militares. Partindo disso, esse trabalho tem como objetivo levantar, caracterizar e analisar os caminhos utilizados durante o período de resistência à ocupação neerlandesa em Recife (1630-1637) através da reconstrução da Geografia do passado. Para sua elaboração foram utilizadas fontes primárias acerca do período colonial brasileiro com ênfase no Recife; fontes secundárias, que abordam o processo de ocupação e utilização do espaço brasileiro; obras que contemplam os estudos do tempo, espaço, Geografia e História e fontes cartográficas produzidas por portugueses e neerlandeses. Dentro de um contexto econômico que envolvia outros continentes, como Europa, Ásia e África e os conflitos entre as coroas espanhola, portuguesa e os Países Baixos, percebe-se que foram criadas duas infraestruturas de utilização do espaço do Recife. Uma engenharia calcada nas estratégias militares e outra econômica, ambas servindo para manter a ocupação neerlandesa tornando-a lucrativa para garantir o suporte e manutenção de um espaço que vinha se modificando para se tornar um território usado com fins extralocais. Durante o período aqui estudado, Recife foi inserido como um nó na rede que envolvia outras localidades no mundo contribuindo de maneira relevante para o crescimento da região, tanto partindo do litoral em direção aos engenhos no interior, como no sentindo contrário através dos seus caminhos

Downloads 3568  3568  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufpe.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A percepção dos resíduos sólidos (lixo) de origem domiciliar, no bairro Cajuru- Curitiba- PR: um olh Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
OLIVEIRA, Nilza Aparecida da Silva

Observa-se, atualmente, grandes impactos ambientais, necessitando urgentemente repensar, sobretudo o processo de urbanização diante de tanto consumismo, onde o lixo urbano disputa espaço com a sociedade. Cresce a cada dia a preocupação com a melhoria da qualidade de vida. A maior parte das cidades brasileiras, lançam seus resíduos sólidos nos lixões, gerando sérios impactos ambientais, se esses resíduos fossem tratados de forma integrada reduziriam a incidência de doenças e níveis de poluição. Assim sendo, é preciso começar pela base, que são as crianças. Se forem sensibilizadas, seus hábitos, valores e atitudes relacionadas ao ambiente poderão ser ressignificados e alterados. O presente trabalho resultou de uma crescente preocupação relacionada à maneira de como ainda são tratadas as questões relacionadas ao meio ambiente, mais precisamente os resíduos sólidos no âmbito domiciliar.O “lixo domiciliar” constitui-se assim num problema extremamente complexo levando-nos a refletir a nossa integração aos ciclos da natureza. E como parte desta teia faz-se necessário refletir sobre o modo de vida, a quantidade e qualidade de lixo produzido e o que se faz para livrar dele. O objetivo deste trabalho além da discussão reflexiva sobre o ponto de vista teórico a respeito da questão dos resíduos sólidos urbano é também orientar os educandos a desenvolver atividades que possam levar a sensibilização da comunidade escolar e do bairro, sobre a problematização dos resíduos sólidos domiciliar e a sua importância para a qualidade do meio ambiente e da vida. Esta pesquisa terá como subsídio teórico a Geografia humanístico-cultural, pois a questão ambiental é primordialmente uma questão cultural.

Palavras-chave: Percepção. Fenomenologia. Resíduos sólidos. Reciclagem. Sensibilização. Geografia. Educação Ambiental.

Downloads 3603  3603  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Análise das condições de uso do Parque Estadual do Monge, Município da Lapa (PR) Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
HORNUNG, Josilene B. C.

Os problemas ambientais do mundo atual, surgidos a partir da exploração desmedida dos recursos naturais, bem como as suas consequências, estimulam o desenvolvimento de pesquisas que abordam a relação entre a origem dos mesmos e o sistema sócioambiental no qual estão inseridos. Nessa perspectiva, este estudo objetivou analisar as interações e influências recíprocas entre o meio ambiente e a ação antrópica do Parque Estadual do Monge, localizado no município da Lapa, na Região Metropolitana de Curitiba, Paraná. O referido Parque, em conjunto com a cidade histórica da Lapa é considerado hoje, como um dos grandes atrativos turísticos da região. A área de estudo, em razão de suas características históricas e religiosas, concentra um grande fluxo de turistas, que se intensifica nos finais de semana e feriados. Uma das consequências principais desse fluxo de visitantes tem sido a degradação ambiental em diferentes níveis, além da inadequada utilização do potencial turístico. Diante dessa realidade, considerou-se indispensável analisar a atual situação do Parque Estadual do Monge, mostrando a sua fragilidade ambiental frente ao uso, sem as devidas precauções do ponto de vista ambiental. Avaliou-se o fato de existir na área do parque residências particulares, bancas, casas de comércios e locais destinados a atividades desportivas de diversas modalidades. Para tal, utilizou-se a abordagem sistêmica, tendo em vista a necessidade de compreender de maneira integrada o ambiente físico e os processos antrópicos atuantes. Como resultado, buscou-se apontar formas adequadas de reverter a já comprometida degradação existente em decorrência da não observância de princípios de proteção ambiental, propondo-se formas de reorganizar e conciliar a proteção do meio físico-natural e a utilização do Parque Estadual do Monge para atividades turísticas.

Palavras-Chave: Degradação do Meio ambiente. Sustentabilidade ambiental. Turismo religioso. Lapa. Recursos naturais.

Downloads 3723  3723  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!O ensino da Geografia e a questão agrária nas séries iniciais do ensino fundamental Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
CAMACHO, Rodrigo Simão

Por meio desta pesquisa construímos uma reflexão acerca da educação, principalmente da Educação do Campo, e do ensino da Geografia, como instrumentos de transformação social, tendo em vista a emancipação das camadas subalternas buscando, portanto, romper com a educação ideológica reprodutora/domesticadora neoliberal e estabelecer como proposta a construção de uma Educação Libertadora/Emancipatória. Fizemos, também, uma reflexão acerca da questão agrária, pois a concentração fundiária é um problema que se iniciou no período colonial e, atualmente, está relacionada à internacionalização da economia brasileira. Situação que envolve o agronegócio latifundiário exportador de um lado e o campesinato, de outro e desperta diferentes interpretações teóricas acerca dessa questão tanto por parte dos intelectuais, como da mídia. Nesse debate, se torna indispensável a discussão da luta da classe camponesa pela/na terra em busca de seu processo de recriação contra a territorialização do capital no campo e a sujeição de sua renda ao capital, fruto de um movimento de reprodução desigual e contraditório do capital. Acreditamos na necessidade de construção de uma Educação do Campo para trabalhar as especificidades dos moradores do espaço rural, respeitando seu saber popular e auxiliando na luta contra a territorialização do capital no campo e a sujeição da renda camponesa ao capital. Tendo em vista que os povos do campo sempre estiveram excluídos devido à existência de um modelo socioeconômico que valoriza o agronegócio latifundiário exportador e o espaço urbano como símbolos da modernidade/avanço/progresso. No processo educativo oficial, sempre houve uma educação rural reprodutora/domesticadora que objetiva formar para a submissão, preparando mão de obra barata para o capital urbano e para o agronegócio; reproduzindo, assim, as relações sociais vigentes que são, por sua vez, excludentes. Logo, há necessidade de construção de uma Educação Emancipatória dos habitantes da área rural. Num mundo capitalista globalizado se faz necessário entendermos a produção do conhecimento científico geográfico, bem como a produção do espaço geográfico dentro dessa lógica. Nesse sentido, é imprescindível pensarmos em uma geografia e um ensino de geografia que possibilite a leitura da realidade de maneira crítica e transformadora, que permita romper com a ideologia neoliberal e o processo globalitário capitalista excludente. Portanto, defendemos a necessidade de se construir uma geografia escolar fundamentada nos pressupostos teórico-metodológicos do materialismo histórico e dialético. Concebendo os PCNs como o principal recurso teórico do professor é relevante levantar a discussão teórico-metodológica e ideológica desse documento, principalmente na geografia, a fim de entendermos os avanços e os retrocessos que trouxeram para educação nacional, tendo em vista que os PCNs se encontram inseridos dentro de uma lógica de mudanças globais motivadas por políticas neoliberais. Para atingir nossos objetivos de auxiliar no processo de construção de uma educação condizente com a realidade do campo precisamos entender quem são esses sujeitos do campo que estudam no Ensino Fundamental (1ª a 4ª séries), ou seja, precisamos entender a realidade desses estudantes-camponeses. Desta maneira, vamos conhecer como são as relações socioespaciais destes sujeitos-estudantes por meio de fontes orais e escritas; pensando no tripé trabalho-lazer-escola que fazem parte da vida desses estudantes. Para que assim possamos construir uma educação que entenda os sujeitos do campo e suas especificidades. Vamos conhecer, também, alguns trabalhos produzidos por estes alunos em sala de aula que expressam as suas opiniões e a sua realidade. Refletiremos, também, a partir da opinião dos professores das séries/anos iniciais do Ensino Fundamental a respeito da questão agrária, da Educação do Campo e do ensino de Geografia; tendo em vista que os professores são peças fundamentais para a construção de um processo educativo transformador. Por isso, necessitam de uma formação que permita ler a realidade para além do discurso neoliberal, compreendendo a realidade dos seus educandos e possibilitando que estes possam adquirir uma consciência crítica que lhes dê autonomia intelectual de observar, analisar, questionar e transformar a realidade.

Palavras-chave: Educação emancipatória. Educação do campo. Questão agrária. Ensino de Geografia. Transformação social.

Downloads 3818  3818  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFMS  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A paisagem no ensino de geografia: Uma estratégia didática a partir da arte Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2012
Descrição:
MYANAKI, Jacqueline

Esse trabalho propõe um caminho para viabilizar a articulação entre geografia e arte na prática de ensino de geografia no ensino fundamental, a partir do experimento de um conjunto de atividades enfocadas no estudo da paisagem geográfica, nas noções básicas conceituais e sua percepção, utilizando reproduções de quadros de pintores brasileiros. O experimento foi realizado, na sua maior parte, com alunos de 6ª série de diferentes instituições em duas etapas bem definidas. Na primeira etapa, o roteiro de atividades foi desenvolvido com três turmas de três escolas diferentes e cujos professores participaram como observadores e coadjuvantes durante a aplicação das atividades. Na segunda etapa o roteiro foi desenvolvido de maneira autônoma por sete professores de cinco instituições que receberam antecipadamente o material e as instruções necessárias e assistência à distância, quando solicitada. Os resultados das duas etapas demonstraram que é possível articular arte e geografia no estudo da paisagem geográfica de maneira a ampliar a capacidade de percepção e apreensão da paisagem geográfica, bem como sobre as manifestações artísticas, além dessa estratégia representar um aumento no entusiasmo e despertar o interesse dos alunos para o processo de construção do conhecimento.

Palavras-chave: Geografia. Ensino. Paisagem. Artes. Interdisciplinaridade.

Downloads 3844  3844  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.teses.usp.br
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Pegada Ecológica: um indicador ambiental para Londrina - PR Popular Versão: pdf
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
LISBOA, Cristiane Kleba

Cada ser humano necessita de uma quantidade mínima de espaço natural para sobreviver e, ao desenvolver suas atividades, causa impacto sobre a Terra através dos recursos utilizados e dos desperdícios gerados. O conceito de Pegada Ecológica (Ecological Footprint), de William Rees e Mathis Wackernagel, permite mensurar a área utilizada bem como a magnitude do impacto causado pelo consumo dos seres humanos no meio natural, sendo uma importante ferramenta de avaliação da sustentabilidade urbana e qualidade de vida. A Pegada Ecológica configura-se em um indicador biofísico de sustentabilidade onde, através da análise integrada e sistêmica, é possível avaliar os impactos gerados por uma pessoa, cidade, país ou mesmo todo o planeta. Ela nos permite compreender a interdependência eminente entre o urbano e rural na escala global e nos demonstra que quanto maior é a "pegada” de uma cidade maior será o impacto ambiental que esta provoca fora de seus limites administrativos. Utilizando-se deste indicador calculou-se para a cidade de Londrina-PR a sua “pegada” em hectares, através de nove variáveis, qualitativas e quantitativas, analisadas a partir do Sistema de Informação Geográfica (SIG), que permitiu identificar e analisar os impactos por ela causados.

Palavras-chave: Pegada ecológica. Indicador ambiental. Londrina. SIG.

Downloads 3897  3897  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL - Universidade Estadual de Londrina  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Análise ambiental do Arroi Schimidt - Goiorê-Pr Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
NASCIMENTO, patrícia Branco

É necessário conhecer e analisar os recursos naturais e antrópicos de uma determinada área, por meio de um diagnóstico ambiental, para que se possam elaborar prognósticos e estabelecer diretrizes do uso destes recursos do modo mais racional possível. Neste sentido, este trabalho teve como objetivo principal a realização de um diagnóstico ambiental do ArroioSchimidt, Goioerê – Paraná. Esta avaliação foi realizada por meio de levantamentos e análises dos atributos ambientais: substrato rochoso, relevo, solo, clima, água superficial, cobertura vegetal e parâmetros socioambientais, além de propor metas para a recuperação e preservação desta área. Os principais problemas que causam a degradação ambiental observados no entorno e ao longo do Arroio Schimidt foram: obras de canalizações inacabadas com taludes sem proteção, afloramento do lençol freático, ocupação das margens pela população ribeirinha, ausência de mata ciliar, assoreamento e desestabilização das vertentes, feições erosivas, árvores com raízes expostas, presença de tubulações de esgoto com despejo de resíduos líquidos, esgotos clandestinos domésticos e instalações sanitárias sob o arroio e presença de resíduos sólidos urbanos. Uma das propostas que envolve esforço de recuperação e que garante compromisso para o futuro é a educação ambiental, destinada a reformular comportamentos humanos e recriar valores perdidos ou jamais alcançados, tanto no âmbito individual como coletivo.

Palavras-chave: Diagnóstico ambiental. Degradação. Atributos ambientais.

Downloads 3903  3903  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 (12) 13 14 15 16 17 »