Educadores

Ínicio : Química : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (11)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Data (novos listados primeiro)

Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Construção de uma matriz de planejamento e avaliação em Ensino de Química Popular Versão: 2009
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
LIMA JÚNIOR, Carlos Torquato de

Este trabalho relata o processo de construção de uma Matriz de Planejamento e Avaliação para o Ensino de Química. Insere-se no contexto do Mestrado Profissional do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências da Universidade de Brasília, especificamente na linha de pesquisa Ensino de Química: Materiais de Ensino de Química. O trabalho contempla as recomendações das Diretrizes Curriculares Nacionais, que preconiza o desenvolvimento de competências básicas para a inserção de nossos jovens na vida adulta. Destinamos grande parte do trabalho ao embasamento teórico dos conceitos: matriz, planejamento, avaliação, competências. Para tanto, recorremos à literatura especifica, além dos documentos oficiais. Confiantes nos referenciais adotados, construímos uma Matriz de Planejamento e Avaliação para o Ensino de Química.Após a construção, utilizamos a Matriz como instrumento para planejarmos uma Unidade de Ensino, cujo tema foi: Química e atmosfera. A Unidade foi desenvolvida em duas turmas de primeiro ano do Centro Educacional 01, Escola de Ensino Médio do Riacho Fundo 1, uma Região Administrativa de Brasília. Toda a Unidade de Ensino foi desenvolvida em 23 aulas no segundo semestre do ano letivo de 2008. O processo avaliativo teve a intenção formativa, com a utilização de portfólio como instrumento de avaliação, além de uma prova, construída com a utilização da Matriz. Como proposta de ação profissional, descrevemos o procedimento deconstrução de uma Matriz de Planejamento e Avaliação, bem como algumas sugestões para sua utilização em sala de aula. A intenção é que esse material seja utilizado por outros professores de Química do Ensino Médio.

Palavras-chave: Matriz. Planejamento. Avaliação. Ensino de Química.

Downloads 625  625  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UnB, PPGEC, 2009.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Discursos Sobre Ciência & Tecnologia no Jornal Nacional Popular Versão: 2006
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
RAMOS, Mariana Brasil

Compreendendo que a televisão tornou-se fonte importante de divulgação científica e tecnológica, decidimos analisar discursos sobre ciência, no telejornal de maior audiência no Brasil: o Jornal Nacional (JN). Utilizando-nos do referencial Análise do Discurso Francesa, buscamos verificar como o JN produz sentidos sobre conceitos científicos, sobre as imagens dos cientistas, para constituir, ao final, os sentidos sobre ciência, através da análise das condições de produção dos discursos vinculada à análise das reportagens. Para tal, foram gravadas edições do JN durante dois meses e selecionadas as reportagens que tivessem os temas genética e biotecnologia como referente central. Emergem destas análises visões essencialmente utilitaristas da ciência e da tecnologia, vinculadas a um modelo linear de desenvolvimento (quanto mais ciência, mais tecnologia, mais desenvolvimento econômico e mais bem-estar social). As decisões sobre Biotecnologia aparecem como distantes do público em geral, tornando-se objeto de estudo e debate apenas de determinadas instâncias políticas ou científicas. As religiões, no que diz respeito a questões polêmicas vinculadas a aspectos morais, têm menos espaço nas discussões e são significadas através de recortes de afirmações contundentes, enquanto a ciência recebe maior espaço e expõe argumentos, explicações e justificativas para seus posicionamentos. Os conceitos científicos são explicados em função de sua utilidade imediata e estas explicações, muitas vezes, são construídas de forma muito similar às explicações escolares, porém, sempre justificando a necessidade de aprovação e adesão pública das pesquisas tecnocientíficas. Apesar de percebermos um esforço para a espetacularização e polemização das notícias, percebemos também, que as reportagens acabam justificando as pesquisas científicas, quase nunca expondo implicações éticas e morais que possam levar o público a questionar um avanço da mesma. Ao mesmo tempo, percebemos como os discursos do Jornal Nacional ocultam jogos políticos e relações de poder diversas, valendo-se de uma espetacularização da C&T. Ao finalizar estas análises destacamos a relevância de se apontar para a escola como espaço de possível debate dos discursos midiáticos, com a intenção de problematizar as questões científicas e tecnológicas, tão influentes nas vidas de todos, ampliando-se assim, a filiação de sentidos dos estudantes para outras possibilidades discursivas, além das construídas pela mídia.

Palavras-chave: CTS. Análise do discurso francesa. Jornal Nacional. Educação em C&T para as mídias.

Downloads 571  571  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFSC - PPGECT  Site http://www.ppgect.ufsc.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Dois textos de Química para dois vídeos do Programa Como Fazer ? - TV Escola - MEC Popular Versão: 
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
BIANCHI, José Carlos de Azambuja

As dificuldades inerentes às atividades de ensino, em todos os níveis, são percebidas pelos profissionais desta área em todas as regiões do país. Considerando a vasta extensão de nosso território, bem como as discrepâncias e as dificuldades associadas às várias regiões, o Ministério da Educação e Cultura: através da Secretaria de Ensino a Distância, inaugurou, em outubro de 1999, o programa "TV Escola-Como Fazer?". voltado para o ensino Fundamental e Médio. Em linhas gerais, este programa se baseava na exibição de vídeos, captados em qualquer região do país, com conteúdo adequado para ser explorado em sala de aula, os quais eram acompanhados por um texto adicional, direcionado para o professor, e disponibilizado na Internet. Em termos de alcance, a efetividade do programa é indiscutível; em termos de facilitar a vida do professor, isso só o tempo dirá!

Palavras-chave: Modelos explicativos. Material didático. Química no Ensino Médio. TV escola.

Downloads 1008  1008  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Dos professores de química ao professores alquímicos: uma transmutação no profissional docente Popular Versão: 
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
CALDEIRA, Claudio Galeno. Dos professores de química ao professores alquímicos: uma transmutação no profissional docente. Dissertação (mestrado em Educação) - Universidade de Uberaba, Uberaba, MG, 2007.

Esta dissertação busca entender como o ensino de química passou a aceitar o discurso produzido pela ciência. Esta busca consistirá em analisar dois momentos de mudanças ocorridos no pensamento cientifico e no pensamento educacional e propor um terceiro momento que poderá ocorrer nas concepções da educação e, mais especificamente, no ensino de química. O primeiro momento analisado consiste na mudança de pensamento e de concepções ocorridas a partir do século XVI com o surgimento da chamada ciência moderna, aqui representada pela química, em detrimento dos saberes milenares da alquimia. Num segundo momento será analisada a transformação ocorrida no campo educacional, com as idéias de Comenius que, no século XVII propôs uma mudança na forma de ensinar, rompendo com o ensino escolástico e dando origem à sala de aula, como o espaço físico que hoje concebemos. O terceiro e último momento ainda não aconteceu, sendo ele, o objetivo deste trabalho que mostrará ser necessária uma mudança na concepção dos professores de química deixando uma formação tecnicista e adotando uma postura alquímica, sem que isso implique no retorno à visão mágico-vitalista dos alquimistas. O trabalho consiste numa pesquisa bibliográfica e teve como referenciais teóricos Michel Foucault, Ana Maria Goldfarb, Attico Chassot, Otávio Maldaner e Roseli Pacheco Schnetzler.

Palavras-chaves: Educação. Formação de professores. Professores alquímicos. Química.

Downloads 3065  3065  Tamanho do arquivo 1.96 KB  Plataforma Universidade de Uberaba  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Envolvimento dos estudantes do ensino Médio com a Química – Conversas de Professores Popular Versão: 2008
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
BAZZAN, Alessandro Callai. Envolvimento dos estudantes do ensino Médio com a Química – Conversas de Professores. Unijuí, 2008

Discute-se, no trabalho realizado, o envolvimento dos estudantes nas aulas de Química do Ensino Médio, com base, principalmente, em conversas entre professores de Química que atuam em escolas de Ijuí-RS. O principal objetivo foi compreender motivos que costumam tornar o ensino de Química pouco significativo para os estudantes, apesar da reconhecida importância dessa área do conhecimento na sociedade contemporânea. A realização de conversas com professores com diferentes perfis, como tempo de formação, cargas horárias em sala de aula, diferentes redes de ensino e que atuam em escolas de Ijuí-RS, permite conhecer um pouco a maneira como os mesmos percebem o envolvimento de seus alunos nas aulas e, ainda, outros aspectos relativos ao seu cotidiano como professores. Com base nas conversas e na leitura de escritos de outros professores sobre o ensino de Química no Brasil, chega-se a algumas proposições sobre fatores que interferem no aprendizado e envolvimento dos estudantes de Química no Ensino Médio. Constatou-se que a realização de atividades experimentais e a concepção do professor em relação à experimentação interferem de forma expressiva no envolvimento dos alunos. Da mesma forma, o estudo de situações que envolvem o cotidiano dos estudantes permite maior significação dos conceitos envolvidos nos fatos químicos; no entanto, é complicado definir qual é realmente o cotidiano de um aluno de ensino médio. As distintas histórias de vida e as diferenças entre as escolas permitem a elaboração de várias hipóteses para explicar o grau de interesse dos estudantes nas aulas de Química, assim, também, as diferentes condições de trabalho implicam em maior ou menor comprometimento dos professores. Outro aspecto considerado foi o currículo adotado pelas escolas e a maneira com que este leva ou não à adoção de práticas de ensino mais significativas para os estudantes. Conclui-se que o problema é complexo e que não há respostas simples a serem dadas quando se analisa as conversas de professores que produzem as aulas em contextos reais, havendo diversos fatores que devem ser levados em conta e analisados, sempre inseridos numa ampla realidade. Para cada situação escolar, compreendendo estudantes, professores e a escola como um todo, devem ser buscados os melhores caminhos que levem ao envolvimento de todos nas aulas de Química. Nenhuma solução genérica, muitas vezes, apresentada como eficaz na aprendizagem do conhecimento químico, foi considerada satisfatória pelos sujeitos da pesquisa.

Palavras-chave: Química do Ensino Médio. Percepções de Professores de Química. Envolvimento dos estudantes com a Química.

Downloads 1933  1933  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unijuí  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Formação docente: conhecimento do conteúdo específico. Se eu não entendo, como posso explicar? Popular Versão: 2007
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
TEIXEIRA JÚNIOR, José Gonçalves. Formação docente: conhecimento do conteúdo específico. Se eu não entendo, como posso explicar? Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Uberlândia, Programa de Pós-Graduação em Química, 2007.

Este estudo propõe investigar e analisar as aprendizagens dos futuros professores de Química sobre Equilíbrio Químico, identificando suas dificuldades e condicionantes em uma universidade pública do estado de Minas Gerais. Para subsidiar este trabalho, recorreu-se à pesquisa qualitativa, que se consolidou em um estudo de caso, que envolveu a análise de questionários, entrevistas semi-estruturadas e planos de aula elaborados pelos alunos. Foram investigados 47 licenciandos matriculados em disciplinas sobre ensino de Química, mais especificamente, nas disciplinas de Prática de Ensino, Instrumentação para o Ensino de Química e metodologia de Ensino de Química. A análise dos dados revelou que o ensino do tópico sobre Equilíbrio Químico na formação inicial de professores é orientado (por grande parte dos formadores) por uma concepção que privilegia o modo mecânico, reprodutivo, enfatizando muito mais o caráter repetitivo do que seu potencial para favorecer a construção de conceitos. Ficou evidenciado que os alunos detêm dificuldades com a conceituação de Equilíbrio Químico, com a aplicação das regras de Le Chatelier e em relação ao equilíbrio em meio aquoso, o que possibilita a proposição de situações de ensino que favorecem abordagens superficiais sobre o tema no Ensino Médio.

Palavras-chave: Equilíbrio químico. Formação docente. Química.

Downloads 7597  7597  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Uberlândia - PPGQ  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Fontes de energia - usos e consequências. Proposta de material didático para o ensino de ciências Popular Versão: 2009
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
BASTOS, Denise Cunha Sardenberg

A passagem da primeira década do século XXI marca o surgimento de uma nova visão de mundo, baseada na compreensão plena da finitude dos recursos naturais que o Planeta pode prover, juntamente com a percepção das consequências ambientais que o consumo desmedido provoca e que podem, claramente, comprometer a vida na Terra. A situação atual força uma reflexão sobre qual é a melhor forma de organização social para preservar os recursos naturais e energéticos do Planeta e, que ao mesmo tempo, seja um sistema inclusivo. Um entendimento mais amplo das várias forças que concorrem para a nova sociedade ora em construção, que implica mudança de cultura, torna-se oportuno para a geração de estudantes que atualmente cursa o ensino médio e que se transformará em força de trabalho na próxima década. Como a questão energética é central em qualquer movimento de reorganização que se pretenda para a sociedade atual, essa dissertação teve como objetivo a preparação de um Material Didático, dirigido aos professores do ensino médio, tendo como tema norteador o estudo dos combustíveis para o aprendizado de parte dos conteúdos de Química. Tomando-se por base a matriz energética brasileira, que utiliza 46% de recursos renováveis, muito acima da média mundial que é de 12%, além das recentes descobertas de campos de petróleo em camadas mais profundas do oceano, o entendimento da maneira pela qual o país alcançou resultados tão relevantes se relaciona com os dados obtidos pela pesquisa acadêmica e suas aplicações tecnológicas. Assim, o ponto de partida para a confecção desse material foi transpor os resultados das pesquisas sobre o petróleo e o álcool realizadas no Centro de Pesquisa da Petrobras (CENPES) e os resultados das investigações realizadas no Laboratório de Materiais Combustíveis (LMC), instalado no Instituto de Química da Universidade de Brasília, que concentra suas pesquisas no biodiesel. Ao escolher os resultados da pesquisa acadêmica como ponto de partida na preparação desse material de ensino, o instrumento que se julgou mais apropriado para sua construção foi o método de Transposição Didática desenvolvido por Yves Chevallard. A contextualização do tema priorizou as relações Ciência — Tecnologia — Sociedade — Ambiente, um movimento denominado CTSA, que enfatiza a importância do conhecimento na formação de um cidadão mais crítico na sua atuação na sociedade. Os conceitos abordados a partir de tal perspectiva permitem ampliar o escopo de interferência positiva que esses alunos podem exercer no futuro em suas áreas de atuação profissional.

Palavras chave: Combustível. Material didático. Transposição didática. Pesquisa científica.

Downloads 713  713  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UnB, PPGEC, 2009.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!O reúso da água como tema gerador para o desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem de ciênc Popular Versão: 
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
ARAÚJO, Paulo César Ramos

Este trabalho descreve o desenvolvimento de uma proposta de ensino que busca a aprendizagem de conceitos científicos. A proposta surgiu nas discussões em torno de um destilador elétrico e se expandiu para o estudo de diferentes possibilidades do reúso de água na escola. O projeto foi desenvolvido tendo, como base teórica, o método Paulo Freire de educação de jovens e adultos, as orientações dispostas nos Parâmetros Curriculares Nacionais e as propostas de educação pelo trabalho, defendidas por Vygotsky e Saviani. Os alunos foram observados em seus afazeres e, ao término dos trabalhos, foram entrevistados com vistas à avaliação dos resultados.

Palavras-chave: Reúso de água. Educação pelo trabalho. Experimentação no ensino de Ciências.

Downloads 675  675  Tamanho do arquivo 1.96 KB  Plataforma UnB, PPGEC, 2008.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Produção de papel artesanal de fibra de bananeira: uma proposta de ensino de química por projeto Popular Versão: 2009
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
LACERDA, Nília Oliveira Santos

O projeto de produção de papel artesanal a partir da fibra de bananeira surgiu no Colégio Estadual Jardim América, em Goiânia – GO, a partir de uma experiência vivenciada por alunos do Ensino Médio, durante uma visita na Cooperativa de Reciclagem Cooprec, em função de um trabalho que estava sendo realizado sobre o tema gerador LIXO. A partir desse projeto sentimos a necessidade de um estudo mais aprofundado do tema, o que foi feito por meio de um material paradidático sobre a produção de papel e suas relações com conceitos científicos. Para fundamentação do material proposto utilizamos com referenciais norteadores: o ensino por projetos numa perspectiva freireana, o enfoque CTSA, a educação ambiental, a experimentação investigativa, a necessidade de contextualização e de interdisciplinaridade. A metodologia utilizada para aprofundamento do tema foi: pesquisas sobre história e química do papel, entrevistas semiestruturadas com os sócios da cooperativa (Cooprec), com a Assessora do Núcleo Artesanal de Reciclagem. Também foi proposto aos alunos participantes do projeto que formulassem questões que gostariam de aprender em relação ao processo e que pudesse ser explicado por meio de conceitos científicos de maneira interdisciplinar. As questões apresentadas foram analisadas e relacionadas aos conteúdos de química e áreas afins (biologia, geografia etc.). Em seguida as questões foram relacionadas com todos os tópicos que ajudariam a respondê-las, definindo os conteúdos a serem trabalhados no material paradidático. Para a elaboração desse material partimos dos seguintes princípios: (a) o aproveitamento de resíduos da bananicultura como matéria-prima natural; (b) possibilidade de um trabalho com enfoque na preservação ambiental; (c) o resgate e a valorização de técnicas artesanais; (d) a utilização de tema gerador para o ensino de conceitos científicos, ambiente e cidadania; (e) a inserção de textos que tratam sobre atitudes e valores importantes para a formação de alunos críticos e ativos. Um dos objetivos da nossa proposta apresentada é aprimorar o projeto com uma problematização, relacionando esse tema gerador com os conteúdos de química, na tentativa de tornar seu ensino mais significativo para os alunos.

Palavras-chave: Ensino por projetos. Papel de fibra de bananeira. Material paradidático.

Downloads 1168  1168  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UnB, PPGEC, 2009.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Proposta de guia para apoiar a prática pedagógica de professores de Química em sala de aula inclusiv Popular Versão: 2010
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
PIRES, Rejane Ferreira Machado

O ensino a alunos com deficiência visual é hoje uma realidade em nosso sistema educacional. Por isso, há qualquer momento, o professor pode deparar-se com um ou mais alunos com deficiência visual em suas classes regulares. Porém, muitos professores podem se sentir “despreparados” para trabalhar com esses alunos, principalmente no que se refere ao desenvolvimento de materiais adaptados apoiadores, que possam servir de base para organizar suas estratégias de ensino. Outra questão é a falta de materiais orientadores que possam apoiar a prática pedagógica do professor de alunos com deficiência visual. Daí surgiu nosso problema de pesquisa: como desenvolver um guia básico contendo orientações para adaptação e dicas de convivência para apoiar os professores que recebem alunos com deficiência visual? Este trabalho descreve o desenvolvimento de um material para apoiar a prática pedagógica de professores da educação básica que tenham alunos com deficiência visual em sua sala de aula. Embora aborde questões metodológicas mais voltadas para a disciplina Química, seu conteúdo geral pretende também ser útil a professores de quaisquer disciplinas. Desenvolvemos este trabalho tendo como base a teoria histórico cultural Vigotskiana. A proposta foi avaliada por professores e estudantes de licenciaturas durante uma oficina na IX Semana de extensão da Universidade de Brasília. Para isso, utilizamos instrumentos variados de análise das informações, proposto por González Rey (2002, 2005) com objetivo de compreender o ponto de vista dos professores e estudantes de licenciaturas quanto à aplicabilidade do guia. A análise das informações apontou para a real necessidade do desenvolvimento de um material apoiador, que forneça orientações metodológicas a professores de alunos com deficiência visual.

Palavras-chave: Deficiência visual. Inclusão. Ensino de Química.

Downloads 1258  1258  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UnB, PPGEC, 2010.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 (5) 6 »