Educadores

Ínicio : Filosofia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (10)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A constituição do sujeito em Paul Ricoeur: uma proposta ética e hermenêutica Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2012
Descrição:
STEFANE, Jaqueline

Este trabalho gira em torno de três grandes temas da história da filosofia: o sujeito, a compreensão e a linguagem. O objetivo principal é apresentar a importância da hermenêutica na constituição do sujeito não só no tocante à interpretação do “mundo do texto”, mas também em uma proposta ética renovada na qual o si-mesmo é gerado (constantemente) pela dialética entre a identidade ipse (outro) e a identidade idem (mesmo). O sujeito ricoeuriano se diferencia do “eu”, do ego, da consciência; é o “si” reflexivo de todas as pessoas. Esse “si”, que no Cogito cartesiano é uma verdade imediata, em Ricoeur, não é um dado, mas uma tarefa, uma dupla tarefa ética e hermenêutica. O texto, a escrita, a narrativa, são lugares onde se realiza a compreensão de si, do mundo e dos outros através da desconstrução, da perda do “eu”, e de sua reconstrução em um outro nível de maturação e aprimoramento da identidade de si.

Palavras-chave: Filosofia. Hermenêutica. Pragmática. Sujeito. Linguagem.

Downloads 5076  5076  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade do Vale do Rio do Sinos  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A Construção do lugar da Filosofia no currículo do Ensino Médio Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
MENDES, Ademir Aparecido Pinhelli

A construção do lugar da Filosofia no currículo do Ensino Médio: análise a partir da compreensão dos professores de Filosofia da escola pública paranaense. Esta pesquisa busca entender o sentido e o lugar que a Filosofia ocupa como componente curricular do Ensino Médio da escola pública paranaense. Investiga, nos documentos produzidos por professores de Filosofia, os diferentes modos de compreender a natureza do conhecimento filosófico, seus objetivos, conteúdos e métodos de ensino a fim de estabelecer a relação entre esta compreensão e o lugar da Filosofia no currículo do Ensino Médio. Para localizar o objeto de estudo no campo da pesquisa educacional, buscou-se a compreensão de alguns aspectos do Ensino Médio como etapa final da educação básica, contextualizando a educação, a escola e a Filosofia como lugar da experiência. O lugar é construído por meio de políticas educacionais, inseridas no contexto da lógica capitalista, pelos sujeitos do Ensino Médio, professores e estudantes, com suas identidades de classe e culturais e pelo currículo como construção social.

Downloads 838  838  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A construção do objeto das ciências humanas segundo a epistemologia da linguagem de Gilles - Gaston  Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
OLIVEIRA, Rita de Cassia

O presente trabalho tem por objetivo expor e comentar os principais aspectos da proposta de uma epistemologia da linguagem conforme concebida pelo filósofo contemporâneo Gilles-Gaston Granger no seu programa de epistemologia comparada, bem como ilustrar esta proposta com sua aplicação à teoria linguística de Ferdinand de Saussure. A ideia de Granger de uma epistemologia da linguagem se sustenta no pressuposto de que o objeto científico é uma construção linguística resultante de um processo do pensamento formal. Este último se insere na filosofia transcendental, não propriamente nos mesmos moldes da concepção kantiana, mas considerando as condições a priori e os princípios transcendentais de fundamental importância para uma epistemologia, quando deslocados do sujeito para a linguagem.

Palavras-chave: Filosofia. Epistemologia. Linguística.

Downloads 964  964  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A crítica a psicologia em História da Loucura Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2012
Descrição:
MIOTTO, Marcio Luiz

Essa dissertação é resultado de um projeto maior, intitulado “Sobre a Morte do Homem e a Psicologia, em Michel Foucault”. Esse projeto busca analisar as diversas nuances argumentativas empregadas por Foucault nas críticas às “antropologias”, figuradas em seus livros ditos “arqueológicos”. Para isso, parte-se de uma dupla problematização: a autocrítica feita pelo próprio Foucault a seus escritos dos anos 50, tributários de querelas epistemológicas e de fundação da psicologia e das ciências humanas; e a descrição mesma dessas querelas, tomando como base problemas históricos e epistemológicos da fundação da psicologia (no caso, questões relativas à sua unidade, especificidade e objetividade).

Palavras-chave: Foucault. Arqueologia. História da loucura. Psicologia. Ciências humanas. Doença mental. Modernidade. Alteridade. Humanismo.

Downloads 2136  2136  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A Crítica de Hegel ao Realismo Ingênuo Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2012
Descrição:
GUISOLFI, Rafael Claudio

O senso comum sempre despertou interesse filosófico tanto para Hegel como para os demais filósofos. Seja para superá-lo, seja para compreendê-lo, criticá-lo ou analisá-lo, o senso comum sempre se fez presente em teorias filosóficas. No presente trabalho, pretende-se analisar o senso comum segundo uma de suas formas específicas, a saber, o realismo ingênuo conforme a exposição feita por Hegel em sua obra Fenomenologia do espírito.

Palavras-chave: Hegel. Realismo ingênuo. Crítica. Saber absoluto.

Downloads 5903  5903  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUCRS  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A Crítica de Sartre ao ego transcendental na fenomenologia de Husserl Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
SANTOS, Adelar Conceição dos

A presente dissertação tem como tema a crítica de Sartre a noção de Ego transcendental na fenomenologia de Husserl. Dentro do quadro de evolução da obra de Husserl, o Ego transcendental pode ser assinalado como resultado da introdução da noção de epoché, ou redução fenomenológica, na chamada “virada transcendental” da fenomenologia. O Ego transcendental é simultaneamente o resultado desta operação e o princípio de constituição de todo sentido do mundo. A fenomenologia transcendental de Husserl é então Idealismo Transcendental. Contra esta concepção, em A Transcendência do Ego, Sartre apresenta a tese segundo a qual o Eu não é um conteúdo da consciência transcendental, necessário para garantir a sua unidade e individualidade, mas um objeto transcendente. A unidade e individualidade, necessárias à consciência, é garantida pela intencionalidade, interpretada como o caráter fundamental de toda consciência.

Palavras-chave: Filosofia contemporânea. Fenomenologia. Ego transcendental.

Downloads 576  576  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Santa Maria  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A crítica heideggeriana de Ser e Tempo ao conceito de ser da tradiçăo filosófica Popular Versão: 
Atualização:  20/6/2012
Descrição:
SANTOS, Marcel Albiero da Silva

A presente dissertação versa a crítica heideggeriana, em Ser e tempo, ao conceito de ser dominante ao longo da tradição filosófica. Primeiramente mostraremos como Heidegger caracteriza a filosofia como projeto de ontologia fundamental. Tal projeto necessita, como tarefa preliminar, de uma analítica existencial do ser-aí. Em seguida, mostraremos que, para Heidegger, uma tal ontologia não pôde se desenvolver ao longo da tradição filosófica justamente porque o ser-aí foi interpretado segundo um padrão ontológico a ele inadequado: o padrão ontológico categorial.

Palavras-chave: Heidegger. Ser e tempo. Vorhandenheit. Decadência. Proposição.

Downloads 10012  10012  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A Distinção Analítica - Sintético, Um estudo comparativo entre Frege e Kant Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
FERREIRA, Isaias Lima

Este trabalho tem por objetivo estabelecer a comparação entre os pensamentos de Frege e Kant acerca da distinção entre os juízos analítico e sintético. Chama-se a atenção para o fato de que não há somente uma única concepção de analiticidade no transcurso.

Palavras-chave: Juízos. Analítico. Sintético. Frege. Kant. Formalismo. A priori.

Downloads 10090  10090  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUCSP  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A epistemologia pós-Darwiniana de Sir Karl Popper Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2012
Descrição:
COSTA, Rogerio Soares da

A dissertação A Epistemologia Pós-Darwiniana de Sir Karl Popper pretende esclarecer um ponto específico na obra do filósofo austro-britânico Sir Karl Popper: a função desempenhada; na epistemologia popperiana; pela teoria evolutiva de Charles Darwin.

Palavras-chave: Epistemologia. Epistemologia evolucionária. Filosofia. Darwinismo. Heodarwinismo. Indução. Conjecturas e refutações. Lógica. Ciência. Naturalismo.

Downloads 3631  3631  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUCRJ  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A escada de Wittgenstein : as relações entre mundo, linguagem e misticismo no tractatus  Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2012
Descrição:
PERES, Carolina Violante

Este trabalho é uma tentativa de mostrar que Wittgenstein, no Tractatus, endossa um misticismo estrito senso, ou seja, que ele entende o Místico, em última instância, de modo monista, como substância una da realidade. No Tractatus Wittgenstein considerava que o indizível, e portanto, o Místico, só poderia ser delimitado a partir do interior do dizível. Assim, só a compreensão correta dos limites do mundo e da linguagem que o expressa poderia revelar o aspecto místico da realidade. A estrutura da linguagem e do mundo que ela afigura seria como uma escada e o Místico seria a verdade encontrada por aquele que conseguisse escalar os degraus dessa escada, passando através dela, por ela e para além dela (6.54). Procuraremos, neste trabalho, reconstituir os degraus que Wittgenstein teria galgado, partindo do interior da estrutura da linguagem e do mundo, de modo a atingir a verdade mais elevada sobre a realidade, que seria o Místico

Palavras-chave: Lógica. Objeto. Todo e partes. Significação. Misticismo. Linguagem.

Downloads 694  694  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 (2) 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 »