Educadores

Ínicio : Espanhol : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (4)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Data (antigos listados primeiro)

Categoria: Espanhol Dissertações
Fazer Download agora!O processamento da concordância em espanhol/língua estrangeira nas produções de brasileiros adultos  Popular Versão: 
Atualização:  23/4/2012
Descrição:
LIMA, Edina Marlene de

O presente trabalho se desdobra em duas questões: uma gramatical, a concordância em língua estrangeira; no nosso caso especificamente o espanhol; e o processamento linguístico desse item da gramática por parte dos alunos adultos, que têm como língua materna o português brasileiro (PB).
Partindo de um corpus constituído por nós, de produção não nativa, selecionamos para análise oito fenômenos. Nossa análise dos dados se apoia, essencialmente: na teoria de aquisição de língua estrangeira de base gerativista, em particular na linha de Liceras (1996) e Baralo (1999); nos estudos de interlíngua e na análise de erros, fundamentalmente na linha de Fernández (1997), Vázquez (1999), Santos Gargallo (1993); e na Psicolinguística, na linha de Anula Rebollo (1998) e Manchón Ruiz (1999). Além disso, fizemos uma breve incursão nos trabalhos de Mclaughin (1993), sobre os tipos de processamento; nos de Segalowitz e Lane (2000), que estudam o acesso lexical e o processamento; e nos de França (2005), os quais trazem resultados de testes neurofisiológicos igualmente voltados ao acesso lexical, mostrou-nos importantes aspectos sobre a concordância. A avaliação dos fenômenos revelou que a concordância ultrapassa os limites das regras gramaticais que a regem, um descompasso do qual nem mesmo a língua materna está isenta e que, na língua estrangeira, tem o seu potencial maximizado.

Palavras-chave: Análise de interlíngua. Fenômenos de concordância de pessoa. Espanhol língua estrangeira. Processamento. Psicolinguística.

Downloads 2995  2995  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Espanhol Dissertações
Fazer Download agora!O parâmetro do sujeito nulo: confronto entre o português e o espanhol  Popular Versão: 
Atualização:  23/4/2012
Descrição:
SILVA, Humberto Soares da

A partir do quadro de Princípios e Parâmetros e da Teoria Variacionista investiga-se a representação do sujeito pronominal em duas variedades do espanhol: a fala de Madri e a de Buenos Aires. Os corpos utilizados para a análise fazem parte do Macrocorpus da norma linguística culta das principais cidades da España e da América. Parte-se da hipótese de que, como as duas variedades apresentam um paradigma flexional “funcionalmente rico” (Roberts, 1993), exibem as propriedades de uma língua românica de sujeito nulo prototípica: preferência pelo sujeito nulo em todos os contextos e ausência de sujeito pronominal pleno com o traço [- animado]. Os resultados confirmam as hipóteses, revelando mais semelhanças do que diferenças entre as variedades analisadas, mas permitem afirmar que há vários matizes de comportamento das línguas de sujeito nulo em relação ao parâmetro do sujeito nulo. Deve haver uma escala contínua, que vai desde [- sujeito nulo] até [+ sujeito nulo], na qual essas línguas podem ser localizadas, pois é difícil classificar as línguas apenas pelas marcações positiva e negativa do parâmetro. A comparação desses resultados com outros, sobre o português europeu e o brasileiro, permite localizar as duas variedades do espanhol e as duas do português em diferentes pontos dessa escala.

Palavras-chave: Língua espanhola. Gramática Gerativa. Sociolinguística. Sujeitos pronominal e nulo.

Downloads 2430  2430  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFRJ  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Espanhol Dissertações
Fazer Download agora!O papel da negociação de significado na aquisição de língua estrangeira Popular Versão: 
Atualização:  23/4/2012
Descrição:
GIBK, Cristina Kroeff Schmitz

A interação e, nessa, mais especificamente, a “negociação de significado” tem sido defendida por teóricos da Aquisição de Segunda Língua (ASL) como um fórum ótimo para a aquisição, uma vez que, através da negociação, os aprendizes têm a possibilidade de obter insumo compreensível, modificar sua produção e receber, também, evidência positiva e negativa do que é ou não possível na segunda língua (L2). Nesse sentido, as tarefas que maximizam as oportunidades de negociação de significado têm sido amplamente recomendadas tanto para a pesquisa, quanto para o ensino no contexto de aquisição de uma L2. Analisando excertos de dados interacionais produzidos por dois pares de falantes brasileiros que realizam, cada um, duas tarefas diferentes em inglês, este trabalho critica a visão prevalente de aquisição via o construto da “negociação de significado”. E o faz à luz do debate corrente entre analistas da conversa, socioculturalistas e teóricos da aquisição de L2 sobre o assunto, propondo uma visão ampliada do processo de aquisição através da interação relativamente ao contexto de ensino Língua Estrangeira (LE). A pesquisa sugere que a redução do escopo de análise do processo interacional as instâncias de negociação de significado pode trazer uma visão empobrecida no que diz respeito a como os aprendizes de língua estrangeira adquirem a língua e pode, também, implicar em adoção de práticas pedagógicas igualmente empobrecidas.

Palavras-chave: Aquisição. Língua (segunda língua). Ensino Língua estrangeira. Ensino aprendizagem.

Downloads 399  399  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFRGS  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Espanhol Dissertações
Fazer Download agora!O espanhol em redes de memória: antigas rotinas e novos sentidos dessa língua no Brasil Popular Versão: 
Atualização:  23/4/2012
Descrição:
LEMOS, Marilene Aparecida

Nesta pesquisa parte-se da hipótese que, no âmbito da escola pública estadual, o sujeito taciturno, conceitualizado como sujeito indeterminado, está submetido a uma contradição por estar exposto às discursividades do Mercado e ter que suportar sua demanda e sua interpelação a partir do lugar de conhecimento, de saber, desenvolvido pela escola sustentada pelo Estado. Essa contradição é trabalhada a partir de sintomas da taciturnidade, no real da escola: especificamente, na relação desse sujeito com o aprendizado da língua espanhola em um Centro de Estudos de Línguas, vinculado à escola pública, situado no município de Guarulhos-SP. As análises permitem observar que a indeterminação atribuída ao sujeito também teria a ver com a não homogeneidade do funcionamento da memória discursiva sobre a língua espanhola no Brasil. Tendo em vista essas interpretações, explora-se, por meio da consideração e análise de enunciados tomados de propagandas de escolas de idiomas, imagens de sujeito de língua nas discursividades às quais tais propagandas se vinculam. Além disso, reflete-se sobre outros aspectos relacionados à memória discursiva sobre essa língua e, especificamente, à construção de novos sentidos. Por fim, a pesquisa flagra ainda a produção de outros novos sentidos para a língua espanhola. Nesse caso, tem-se um corpus recortado da legislação de ensino, considerando-se a publicação da Lei n. 11.161 (de 5 de agosto de 2005) que torna obrigatória a oferta da língua espanhola em escolas públicas e privadas brasileiras que atuam no ensino médio como um acontecimento discursivo, pois, de acordo com a análise desenvolvida, essa lei colocaria em confronto a atualidade com a memória discursiva dessa língua no Brasil.

Palavras-chave: Análise do discurso. Imagens de língua. Língua espanhola. Memória discursiva sobre a língua. Sujeito indeterminado.

Downloads 519  519  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Espanhol Dissertações
Fazer Download agora!Mafalda: uma análise textual Popular Versão: 
Atualização:  23/4/2012
Descrição:
MEDEIROS, Fabiano Didio

Este trabalho aborda questões relativas à textualidade, desenvolvidas pela Linguística Textual, bem como aspectos da heterogeneidade apresentados por Jaqueline Authier-Revuz. A pesquisa tem como corpus de análise a obra Toda Mafalda, uma coletânea de histórias em quadrinhos, apresentada em forma de tiras, do autor Joaquín Salvador Lavado. Busca-se, por meio dessas análises, caracterizar alguns elementos da textualidade apresentados na construção de textos dialogais representados pelas tiras. Para situar melhor essa análise, é apresentado, inicialmente, um panorama geral da Linguística Textual, das histórias em quadrinhos e da própria obra Mafalda. Como conclusão, são sugeridas estratégias e atividades relativas à aplicação de algumas das teorias analisadas no processo de ensino e aprendizagem da língua portuguesa.

Palavras-chave: Análise do discurso. Ensino e aprendizagem. História em quadrinhos. Língua portuguesa. Linguística textual. Heterogeneidade. Linguística textual. Mafalda. Textualidade.

Downloads 1299  1299  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFRGS  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Espanhol Dissertações
Fazer Download agora!Linguística de corpus e ensino de espanhol a brasileiros: descrição de padrões e preparação de ativi Popular Versão: 
Atualização:  23/4/2012
Descrição:
JACOBI, Claudia Cecilia Blaszkowski de

O objetivo do estudo descrito aqui é utilizar instrumentos da Linguística de Corpus (LC), tais como concordâncias e descrição de língua baseada em padrões e informação frequencial, na preparação e utilização de material didático para o ensino de espanhol a brasileiros.
A Linguística de Corpus é uma área da Linguística que se dedica à pesquisa através da observação de uma grande quantidade de textos naturais armazenados eletronicamente (corpus) e analisados através de programas de computação capazes de selecionar, ordenar, contar e calcular.
Embora existam hoje dicionários, gramáticas e material didático em geral para o ensino de inglês baseados em corpora, o mesmo não ocorre em relação ao espanhol. Dessa forma, este trabalho busca fazer uma contribuição original para a LC ao expandir suas aplicações ao ensino de espanhol no contexto brasileiro, no que se refere ao desenvolvimento de material didático.
No presente estudo são descritos os padrões de uso de decir/hablar/falar; mesmo/mismo e mientras/en cuanto/aunque. A partir da descrição desses padrões são organizadas atividades didáticas. Por último, é avaliada a reação dos alunos frente a esse tipo de atividade. A escolha desses temas obedeceu tanto a dúvidas e dificuldades manifestadas pelos meus alunos, como à escassez de informação contida nos livros didáticos e nas gramáticas de referência.
Os resultados indicaram que, a partir da análise de concordâncias e da descrição de padrões de uso de palavras ou estruturas, é possível desenvolver atividades que propiciam a conscientização linguística e a independência do aluno. A análise das respostas aos questionários indica que a metade dos alunos reage positivamente às atividades baseadas em concordâncias e que alguns reconhecem nesse tipo de trabalho uma forma diferente de aprender, que estimula a reflexão, o trabalho em grupo e a independência na aprendizagem.

Palavras-chave: Linguística de corpus. Ensino de L2. Material didático.

Downloads 4746  4746  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUC-SP  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Espanhol Dissertações
Fazer Download agora!Línguas, sujeitos e sentidos: o jornal nas relações fronteiriças no final do século XIX, início do s Popular Versão: 
Atualização:  23/4/2012
Descrição:
MOTA, Sara dos Santos

Esta dissertação centra-se na região de fronteira constituída pelas cidades de Santana do Livramento e Rivera (Brasil-Uruguai), considerando o período compreendido entre os anos finais do século XIX e os iniciais do século XX. Na época, essas comunidades encontravam-se em processo de urbanização e industrialização e as relações comerciais entre suas populações eram intensas, colocando em circulação sujeitos e línguas. Para tratar da relação sujeito-língua em um espaço fronteiriço, questionamos o conceito de "fronteira" e sua imbricação com as noções de "espaço" e "território" fundamentados em áreas dos estudos geográficos como a geopolítica e a geografia humana. Ao considerar diversas formas de apropriação do espaço que se constroem nas práticas vivenciadas entre as populações que habitam essa região de fronteira, chegamos à definição de "território fronteiriço", caracterizando-as enquanto "novas territorialidades" que transformam a fronteira em espaço socialmente apropriado e mutuamente compartilhado. Uma vez definido o "território fronteiriço", o caracterizamos historicamente, abarcando o período de municipalização das referidas cidades até os primeiros anos do século XX. Posteriormente, retomamos os trabalhos desenvolvidos sobre o contato linguístico Português-Espanhol na região fronteiriça do Uruguai com o Brasil pelos pesquisadores da Linguística Fronteriza, traçando um percurso dessas pesquisas e apontando novas formas de tratar tais línguas enquanto objeto de estudos linguísticos ao nos inscrevermos teoricamente na Semântica da Enunciação. Ao considerar o jornal como um espaço em que as relações fronteiriças se materializam, abordamos a relação entre sujeitos e línguas enunciadas nesta fronteira a partir do recorte de textualidades publicadas em periódicos santanenses, como anúncios comerciais. Ao analisá-los, seguindo diferentes perspectivas de análise nas sequências enunciativas selecionadas, procuramos interpretar os sentidos que se constituem para as línguas e para a fronteira quando as línguas são distribuídas politicamente pelos falantes que as enunciam no território fronteiriço em tais condições sócio-históricas.

Palavras-chave: Território fronteiriço. Jornal. Relação sujeito-língua. Fronteira. Sentidos.

Downloads 3441  3441  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Santa Maria  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Espanhol Dissertações
Fazer Download agora!Língua estrangeira moderna no vestibular: que conhecimento linguístico é exigido nas provas de líng Popular Versão: 
Atualização:  23/4/2012
Descrição:
FRAGA, Sandra Madalena da Rocha

Este trabalho desenvolve-se na área da Linguística Aplicada ao Ensino do Espanhol como Língua Estrangeira. O propósito é o de examinar as provas de espanhol dos vestibulares de três Instituições de Ensino Superior de Porto Alegre e Grande Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, no período compreendido entre os anos de 1996 a 2000, para depreender delas o tipo de conhecimento linguístico exigido do candidato. Empregamos como base metodológica a avaliação formativa, com enfoque qualitativo na interpretação das informações e quantitativo na coleta e exposição dos dados, resultando em um quadro descritivo da realidade das provas examinadas. O estudo caracteriza-se como exploratório, sem levantamento de hipóteses. A falta de pesquisas sobre as provas de espanhol nos vestibulares, e de literatura específica sobre o assunto resultou na busca de uma base teórica que desse suporte a uma análise clara e ajustada ao objetivo. Teóricos clássicos como Saussure (1974), Bloom (1983) até autores contemporâneos como Ortega Olivares (1990), Orlandi (1987) e Wiggins e McThige (1998) constituíram o referencial teórico do trabalho. A análise das provas de espanhol foi organizada tendo em vista os conceitos de Orlandi sobre tipos de discurso, o de Wiggins e MacThige sobre os tipos de perguntas de compreensão e de Ortega Olivares sobre o conceito de gramática. Os resultados apontam para a presença dos discursos autoritário, lúdico e polêmico com a predominância desse último. As perguntas de unidade preponderam sobre as do tipo essencial e o conhecimento gramatical, em grande parte, ainda de base estruturalista indicam que uma nova postura deva ser adotada em relação à elaboração das provas de vestibular e à abordagem do conteúdo.

Palavras-chave: Língua espanhola. Vestibular. Conhecimento linguístico.

Downloads 443  443  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFRGS  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Espanhol Dissertações
Fazer Download agora!Formas de Tratamento no Espanhol de Buenos Aires (Argentina) e no Português de Curitiba (Brasil) Popular Versão: 
Atualização:  23/4/2012
Descrição:
FOTI, Lidia Beatriz Selmo de

Das dificuldades de aquisição apresentadas pelos estudantes brasileiros e dos diversos problemas na utilização adequada das formas de tratamento (F/T), surge a necessidade de definir as nuances de sua utilização tanto em Buenos Aires (Argentina), quanto em Curitiba (Brasil). Perguntas a esse respeito aparecem em sala de aula com frequência, em especial formuladas pelos alunos que em sua vida profissional devem utilizar o espanhol nas relações comerciais com os países membros do MERCOSUL, ou com outros países hispânicos. As dúvidas dos aprendizes referem-se à adequação de seu discurso, quando há necessidade de apresentar relatórios, redigir correspondências ou manter relações sociais diretas em casos de atendimento pessoal ao cliente.
As dificuldades não se restringem a esses âmbitos, pois surgem também como erros recorrentes dos aprendizes brasileiros de espanhol, principalmente, quando devem fazer uso das F/T, em textos escritos, considerando o contexto como um todo. Os problemas mencionados aparecem tanto entre os alunos do nível básico quanto os do avançado, e são constatados em diferentes grupos de alunos. As mencionadas dificuldades são de uso sociopragmático e do uso correto da flexão morfológica do verbo, quanto do uso adequado dos pronomes anafóricos da coesão. No presente estudo foram consideradas as produções escritas dos alunos do Centro de Línguas da Universidade Federal do Paraná.
Como o uso das F/T em espanhol e em português é explicado pelos respectivos gramáticos e é trabalhado pelos livros didáticos de espanhol como LE, é possível que o problema resida no fato de que tanto os professores quanto os manuais não levam em consideração o aspecto sociopragmático: em que contexto se usa usted ou tú ou vos em Buenos Aires? Do mesmo modo, cabem as perguntas: em que contexto são usados você e o senhor / a senhora em Curitiba? Existe equivalência de uso? Por este motivo nesta dissertação examinaremos as F/T citadas acima de ambas as cidades sob o aspecto sóciopragmático de uso real em jornais de grande circulação.
Após examinar os dados coletados nos suplementos dominicais dos jornais de Buenos Aires e de Curitiba, chegamos a algumas conclusões que podem servir de subsídio ao ensino de espanhol aos falantes de português.

Palavras-chave: Formas de tratamento. Análise Contrastiva. Sociopragmática. Voseo. Ustedo. Você. o Senhor.

Downloads 4597  4597  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Espanhol Dissertações
Fazer Download agora!Memória e ficção em "Retahílas" e "El cuarto de atrás", de Carmen Martín Gaite Popular Versão: 
Atualização:  24/4/2012
Descrição:
SILVA, Luzimeire Lima Da

Esse estudo tem como objetivo analisar como se desenvolve o processo de rememoração, como base da ficção, em dois romances de Carmen Martín Gaite: "Retahílas" (1974), produzido durante a ditadura franquista e "El cuarto de atrás" (1978), que começou a ser escrito no mês da morte de Franco, em 1975. Nossa análise tem como foco a reconstrução da história das narradoras-protagonistas que, já adultas, evocam os anos da adolescência e da infância e de cujas evocações surgem fatos históricos vivenciados por elas. Essa relação entre literatura, memória e história é uma marca que concerne somente a estes dois romances dessa autora. Dessa forma, analisaremos este ir e vir das narradoras, em busca de um interlocutor ideal, numa tentativa de recompor um período histórico que marcou, de maneira contundente, o povo espanhol. Para tanto, estudaremos as articulações entre narradores-protagonistas, personagens, tempo, espaço, matéria narrada e História.

Palavras-chave: Carmen Martín Gaite. Retahílas. El cuarto de atrás. Memória e ficção. Literatura e história. Guerra Civil Espanhola.

Downloads 3072  3072  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 (12) 13 »