Educadores

Ínicio : Educação Especial :  Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do menos para o mais procurado)

Categoria: Educação Especial Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Formação continuada de professores para o atendimento educacional bilíngue de alunos surdos: estudo Popular Versão: PDF
Atualização:  21/6/2016
Descrição:
SILVA, Flávia Regina Valente da

Este trabalho irá abordar o processo de implementação de um projeto pedagógico de formação continuada de professores para o atendimento educacional bilíngue com o objetivo de analisar os modos como os professores perceberam e experienciaram a formação continuada para o atendimento educacional bilíngue. O projeto de pesquisa proposto previa um modelo educacional inclusivo e bilíngue em uma escola municipal, que se tornaria referência para alunos surdos dessa rede de ensino. O projeto surgiu de uma parceria entre a Universidade Tuiuti do Paraná e a Secretaria Municipal de Educação de Piraquara – PR para desenvolver ações de formação continuada junto aos professores desse município. Trata-se de um estudo de caráter qualitativo, sendo que o desenvolvimento das atividades dialógicas foi pautado na estratégia de grupo focal, fundamentada em uma ótica sócio-histórica de linguagem. Participaram deste estudo quinze professores, sendo que a coleta dos dados foi feita por meio das filmagens dos encontros do grupo focal, de um caderno de anotações e de uma entrevista semiestruturada oral junto aos professores que compuseram tal grupo. A análise e interpretação dos dados produzidos pelos participantes da pesquisa fozam embasadas na perspectiva bakhtiniana de linguagem. Como resultado, percebe-se que a formação continuada pautada em práticas dialógicas significativas, ancoradas numa perspectiva sócio-histórica da linguagem, pode se configurar como uma alternativa na promoção da qualidade do ensinoe pode ainda ressignificar a vida profissional e pessoal dos professores, de modo, a empoderá-los fazendo com que estes se reconheçam de fato como sujeitos ativos do/ no seu processo de formação.

Palavras-chave: Formação continuada de professores. Atendimento educacional bilíngue. Escola polo bilíngue para surdos.

Downloads 1225  1225  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma TUIUTI  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Especial Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!A Sala de Recursos Multifuncional: a proposta oficial para o trabalho docente frente às necessidades Popular Versão: PDF
Atualização:  21/6/2016
Descrição:
PERTILE, Eliane Brunetto

O estudo apresentado teve o objetivo de compreender a proposta divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) para o trabalho docente nas Salas de Recursos Multifuncionais (SRM), junto a alunos com deficiência intelectual. A pesquisa foi realizada por meio de estudo documental e bibliográfico. Na investigação documental, selecionamos normativas que estabelecem a educação especial na perspectiva inclusiva e materiais orientadores para as questões pedagógicas, divulgados pelo MEC. A pesquisa bibliográfica, por sua vez, subsidiou a análise desses documentos por meio da compreensão do contexto social que os determina e do aprofundamento sobre a especificidade do desenvolvimento da pessoa com deficiência intelectual, sob o prisma da Teoria Histórico-Cultural. Empreendemos a análise dos sentidos subjacentes à linguagem expressa nos documentos como forma de identificação da intencionalidade a que estes atendem. Compreendemos que tal abordagem é relevante tendo em vista que a SRM foi disseminada nacionalmente, ganhou destaque nos encaminhamentos da educação especial na perspectiva inclusiva e se constituiu como proposta oficial para o atendimento aos alunos, sendo espaço prioritário para a realização do Atendimento Educacional Especializado (AEE). O estudo desenvolvido apresentou a compreensão de que o quadro argumentativo expresso pelos documentos orientadores, publicados e divulgados pelo MEC, é compatível com os princípios presentes na teoria Construtivista, apresenta uma concepção de desenvolvimento humano espontaneísta, sustentada num entendimento biológico, em que o próprio aluno regula seu desenvolvimento e, assim, esvazia as mediações inerentes ao processo de escolarização, uma vez que desvaloriza os conteúdos escolares e o ato de ensinar. Com base nos pesquisadores a que recorremos, foi possível entender que tais orientações são coerentes com a formação do homem adequado para a composição da mão de obra atualizada às exigências do processo produtivo contemporâneo. Assim, elas preveem uma formação unilateral, com aquisição de competências restritas e imediatas direcionadas para o trabalho. Compreendemos, portanto, que uma vez que estejam em concordância com as demandas da formação esperada para a reprodução das condições vigentes, as proposições para o trabalho docente não convergem para a humanização dos sujeitos com deficiência intelectual.

Palavras-chave: Educação Especial. Educação Inclusiva. Sala de Recursos Multifuncional. Deficiência Intelectual. Humanização.

Downloads 1357  1357  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIOESTE  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Especial Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O Autismo e a Educação Especial: o “mundo” de (im)possibilidades para a humanização Popular Versão: PDF
Atualização:  2/3/2017
Descrição:
COSTA, Deise Aparecida Curto da

O presente estudo teve por objetivo analisar a concepção de professores que atuam em Escolas de Educação Básica na Modalidade de Educação Especial sobre autismo e os reflexos desta na educação escolar oferecida aos alunos, no que se refere à sua humanização. Tivemos como embasamento teórico os pressupostos da Psicologia Histórico-Cultural, a qual tem os autores soviéticos Lev Semiónovich Vigotski (1896-1934), Alexander Romanovich Luria (1902-1977) e Alexei Nikolaevich Leontiev (1903-1979) como seus principais representantes. A referida teoria tem a proposição do reconhecimento da totalidade social e histórica para acompreensão do desenvolvimento humano. Para a efetivação desta pesquisa, primeiramente, fizemos um estudo bibliográfico, buscando consistência teórica acerca do autismo, da constituição do psiquismo humano, a relação desenvolvimento e aprendizagem e da defectologia. A outra parte compreendeu a pesquisa empírica, na qual fizemos uso da entrevista como fonte de coleta dos dados. Os sujeitos participantes foram dez professor as que atendem alunos com autismo ou Transtorno do Espectro Autista (TEA) nos programas da educação infantil ou séries iniciais do ensino fundamental de cinco escolas de Educação Básica na Modalidade de Educação Especial, localizadas na região norte do Estado do Paraná. Com o estudo, observou-se que existe um despreparo por parte dos professores com relação à teoria e a prática habitual referentes aos alunos com autismo/TEA. Verificou-se que a concepção de alguns profissionais frente ao autismo mostra-se de forma confusa e pautada em conhecimentos cotidianos e em concepções hegemônicas.Isso evidencia que há pouca apropriação dos conceitos fundamentais que primam por uma visão mais crítica no exercício da profissão. O material estudado permitiu concluir que, além da concepção naturalizante ou biologizante do autismo, por parte dos profissionais, estes não têm clareza sobre como esses alunos aprendem e se desenvolvem, bem como sobre a importância efetiva da mediação dos conhecimentos científicos, sistematicamente, elaborados para promovero desenvolvimento de suas funções psíquicas superiores (funções eminentemente humanas) de forma plena. Este é, antes, um problema decorrente da forma como se vem formando os profissionais nas esferas do ensino superior do nosso país e, ainda, da estrutura sobre a qual se organiza a sociedade e suas relações sociais de produção, também expressas na escola, de modo a alienar os profissionais a ela pertencentes.

Palavras-chave: Autismo. Psicologia Histórico-Cultural. Humanização. Educação Especial.

Downloads 2034  2034  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 (2)