Educadores

Ínicio : Educação Especial :  Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Data (novos listados primeiro)

Categoria: Educação Especial Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Formação continuada de professores para o atendimento educacional bilíngue de alunos surdos: estudo Popular Versão: PDF
Atualização:  21/6/2016
Descrição:
SILVA, Flávia Regina Valente da

Este trabalho irá abordar o processo de implementação de um projeto pedagógico de formação continuada de professores para o atendimento educacional bilíngue com o objetivo de analisar os modos como os professores perceberam e experienciaram a formação continuada para o atendimento educacional bilíngue. O projeto de pesquisa proposto previa um modelo educacional inclusivo e bilíngue em uma escola municipal, que se tornaria referência para alunos surdos dessa rede de ensino. O projeto surgiu de uma parceria entre a Universidade Tuiuti do Paraná e a Secretaria Municipal de Educação de Piraquara – PR para desenvolver ações de formação continuada junto aos professores desse município. Trata-se de um estudo de caráter qualitativo, sendo que o desenvolvimento das atividades dialógicas foi pautado na estratégia de grupo focal, fundamentada em uma ótica sócio-histórica de linguagem. Participaram deste estudo quinze professores, sendo que a coleta dos dados foi feita por meio das filmagens dos encontros do grupo focal, de um caderno de anotações e de uma entrevista semiestruturada oral junto aos professores que compuseram tal grupo. A análise e interpretação dos dados produzidos pelos participantes da pesquisa fozam embasadas na perspectiva bakhtiniana de linguagem. Como resultado, percebe-se que a formação continuada pautada em práticas dialógicas significativas, ancoradas numa perspectiva sócio-histórica da linguagem, pode se configurar como uma alternativa na promoção da qualidade do ensinoe pode ainda ressignificar a vida profissional e pessoal dos professores, de modo, a empoderá-los fazendo com que estes se reconheçam de fato como sujeitos ativos do/ no seu processo de formação.

Palavras-chave: Formação continuada de professores. Atendimento educacional bilíngue. Escola polo bilíngue para surdos.

Downloads 1229  1229  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma TUIUTI  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Especial Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!A Sala de Recursos Multifuncional: a proposta oficial para o trabalho docente frente às necessidades Popular Versão: PDF
Atualização:  21/6/2016
Descrição:
PERTILE, Eliane Brunetto

O estudo apresentado teve o objetivo de compreender a proposta divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) para o trabalho docente nas Salas de Recursos Multifuncionais (SRM), junto a alunos com deficiência intelectual. A pesquisa foi realizada por meio de estudo documental e bibliográfico. Na investigação documental, selecionamos normativas que estabelecem a educação especial na perspectiva inclusiva e materiais orientadores para as questões pedagógicas, divulgados pelo MEC. A pesquisa bibliográfica, por sua vez, subsidiou a análise desses documentos por meio da compreensão do contexto social que os determina e do aprofundamento sobre a especificidade do desenvolvimento da pessoa com deficiência intelectual, sob o prisma da Teoria Histórico-Cultural. Empreendemos a análise dos sentidos subjacentes à linguagem expressa nos documentos como forma de identificação da intencionalidade a que estes atendem. Compreendemos que tal abordagem é relevante tendo em vista que a SRM foi disseminada nacionalmente, ganhou destaque nos encaminhamentos da educação especial na perspectiva inclusiva e se constituiu como proposta oficial para o atendimento aos alunos, sendo espaço prioritário para a realização do Atendimento Educacional Especializado (AEE). O estudo desenvolvido apresentou a compreensão de que o quadro argumentativo expresso pelos documentos orientadores, publicados e divulgados pelo MEC, é compatível com os princípios presentes na teoria Construtivista, apresenta uma concepção de desenvolvimento humano espontaneísta, sustentada num entendimento biológico, em que o próprio aluno regula seu desenvolvimento e, assim, esvazia as mediações inerentes ao processo de escolarização, uma vez que desvaloriza os conteúdos escolares e o ato de ensinar. Com base nos pesquisadores a que recorremos, foi possível entender que tais orientações são coerentes com a formação do homem adequado para a composição da mão de obra atualizada às exigências do processo produtivo contemporâneo. Assim, elas preveem uma formação unilateral, com aquisição de competências restritas e imediatas direcionadas para o trabalho. Compreendemos, portanto, que uma vez que estejam em concordância com as demandas da formação esperada para a reprodução das condições vigentes, as proposições para o trabalho docente não convergem para a humanização dos sujeitos com deficiência intelectual.

Palavras-chave: Educação Especial. Educação Inclusiva. Sala de Recursos Multifuncional. Deficiência Intelectual. Humanização.

Downloads 1366  1366  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIOESTE  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Especial Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Sala de recurso multifuniconal: Visão de Professores inseridos na Rede Pública de Curitiba e Região Popular Versão: PDF
Atualização:  21/6/2016
Descrição:
MIRANDA, Elba Neri Moreira de

O objetivo deste estudo foi analisar a visão de um grupo de professores da rede públicade ensino do Estado do Paraná, que atuam em salas derecursos multifuncionais e salas comuns, acerca da formação, do conhecimento, da concepção, do objetivo e das práticas relacionados às salas de recursos multifuncionais. A metodologia de estudo consiste na análise de conteúdo com abordagem qualitativa e quantitativa. Foi realizada a pesquisa de campo utilizando como instrumento um questionário com respostas abertas, que foi aplicado a dois grupos de professores, sendo 30 (trinta) atuantes em sala comum e 30 (trinta) em sala de recurso multifuncional, ambos inseridos na rede pública do ensino fundamental. É importante salientar que todos trabalhavam com alunos com necessidades educacionais especiais. Com base nas respostas, foram obtidos resultados que revelaram, predominantemente, os seguintes aspectos: a) conhecimento restrito acerca do atendimento educacional especial, particularmente em relação aos objetivos e as finalidades da sala de recurso multifuncional e, também, aos documentos acerca pertinentes a ela; b) sobre os conteúdos teóricos e práticos ao atendimento educacional especial do aluno com necessidades educacionais especiais, verificou-se que as instituições educacionais superiores de ensino abordam de forma restrita tais conteúdos; c) quanto à relação estabelecida entre os professores de sala comum e de sala de recurso multifuncional, pôde-se verificar que ela, também, é restrita, e que o trabalho pedagógico dos atendimentos educacionais especializados é prioritariamente pautado numa relação de auxílio e não de um trabalho colaborativo. Por fim, os dados apontam para o fato de que, embora os professores tenham, em geral, conhecimentos restritos sobre a especificidade da sala de recurso multifuncional, afirmam ter uma visão positiva quanto aos avanços de aprendizagem que ela provoca nos educandos com necessidades educacionais especiais. Este estudo aponta a necessidade da realização de novas pesquisas que ofereçam elementos para compreender tal contradição, bem como contribuir para sua superação. Foi evidencia da, ainda, a necessidade de aperfeiçoamento na formação docente que articule o teórico e prático, e que esse aperfeiçoamento seja conduzido de modo que os professores de sala comum e sala de recurso multifuncional estabeleçam relações colaborativas, a partir das quais ambos passem a ser sujeitos ativos e responsáveis como profissionais de educação.

Palavras-chave: Educação inclusiva. Sala de recurso multifuncional. Necessidade educacional especial.

Downloads 236  236  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma TUIUTI  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 (2)