Educadores

Ínicio : Sociologia : Dissertações : Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (Z a A)

Categoria: Sociologia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Violência Doméstica, Aparato Jurídico e Discussões de Gênero: as Representações de Gênero e Violênci Popular Versão: PDF
Atualização:  7/1/2019
Descrição:
POLTRONIERI, Francielli Rubia

Este estudo tem como objetivo compreender a violência de gênero dentro das relações de intimidade, seja física e/ou psicológica, por meio da análise de representações e procedimentos jurídicos. Para tanto, apresenta-se a construção de um processo penal por meio da metáfora dos jogos, que foi invocada nesta pesquisa como um instrumento de análise utilizado em cada processo, pois propicia a formulação de expectativas de comportamento estratégico. Além disso, o estudo apresenta a forma como atuam julgadores e jogadores no contexto processual. Utiliza-se de uma abordagem interdisciplinar, marcado pela combinação de áreas diferentes de conhecimento e instrumentos de análise oferecidos pela obra de Michel Foucault. Percebeu-se que a violência contra as mulheres parte de um processo de opressão em todas as esferas sociais e que tem raízes muito anteriores ao período tratado neste estudo. Observamos que não importa o período histórico, as agressões físicas e psicológicas contra as mulheres estão sempre presentes, sendo que sua publicização por meio da justiça aparece em um momento de mudanças nas representações dos sujeitos (mulher/homem). Por se tratar de uma investigação descritivo-exploratória e de abordagem qualitativa, tal estudo não responde a todas as perguntas que o problema analisado fomenta. Assim, dentro das limitações impostas, esta pesquisa aponta as matrizes formadoras das categorias gênero e violência e revela as mudanças no contexto jurídico em relação aos conflitos de gênero, bem como a importância da aplicação da Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006) na resolução desse tipo de fenômeno. O desafio estava em propor uma análise sobre a violência de gênero, adotando estudos já realizados sobre o tema, partindo de uma nova leitura sobre esse tipo de acontecimento, buscando identificar os discursos e as respostas que a sociedade democrática contemporânea, por meio do Poder Judiciário, tem
apresentado.

Palavras-chave: Gênero. Violência de gênero. Processos penais. Lei Maria da Penha. Representações.

Downloads 177  177  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Vieira Pinto em Enunciados Concretos na Mídia Impressa Brasileira: Traços de uma Trajetória Vivida Popular Versão: PDF
Atualização:  11/1/2019
Descrição:
FERREIRA, Sandra Andréia

Neste trabalho, apresento a memória sobre Vieira Pinto (1909-1987), numa perspectiva de sua trajetória vivida, possível de ser rastreada em enunciados concretos na mídia impressa brasileira. Os textos foram levantados, entre agosto de 2014 e setembro de 2015, a partir de arquivos da mídia impressa produzidos no período compreendido em fins da década de 1920 até a de 1960 do século 20, disponíveis no acervo digital da Biblioteca Nacional – Hemeroteca Digital, e também do jornal O Globo. Nesse sentido, visei a duas contribuições principais: 1) o levantamento sistemático desses enunciados e 2) sua consequente análise, subsidiando-me nos estudos do Círculo de Bakhtin, em particular de Volochínov, com vistas a
explicitar como a orientação dos discursos produzidos orientavam-se à representação ou à refração da trajetória vivida de Vieira Pinto no período pesquisado.

Palavras-chave: Vieira Pinto. Trajetória. Mídia impressa. Enunciado concreto. Discurso reportado.

Downloads 148  148  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UTFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Projeto Encontro de Saberes nas Universidades: Uma Leitura Sociológica do Diálogo entre Distintas Ep Popular Versão: PDF
Atualização:  14/1/2019
Descrição:
OLIVEIRA, Tautê Frederico Gallardo Marciel de

O projeto criado na UnB, denominado Encontro de Saberes (ES), foi gestado em uma conjuntura político-acadêmica ligada a um processo de fomento científico aos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs), particularmente o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Inclusão (INCTI). Neste sentido, o ES se propõe a estabelecer um diálogo entre as denominadas ciências ou epistemologias ocidentais e as epistemologias do Sul, ou saberes populares e tradicionais, por intermédio de uma disciplina acadêmica em que os mestres atuam ministrando aulas como professores visitantes em parceria com os professores orgânicos das instituições de ensino superior. O presente estudo visa compreender como ocorreu o estabelecimento institucional da proposta, particularmente na Universidade de Brasília, sua gênese étnico-racial e cultural; a articulação supra-acadêmica facultada pelo INCTI para enraizamento da proposta; e quais foram os efeitos, consequências e transformações intra-acadêmicas produzidas por meio desse diálogo entre paradigmas de produção do conhecimento. Para interpretar este processo nos valemos de entrevistas com os coordenadores, da participação em eventos de divulgação e avaliação, bem como da análise de editais, portarias e documentos de aporte financeiro, concernentes ao Encontro de Saberes e ao INCTI. O projeto Encontro de Saberes apresenta um caráter inovador e de protagonismo no cenário universitário e figura como um desafio interpretativo e de alteridade para as ciências humanas e sociais. À luz dessas impressões nos valemos de teorias atinentes ao multiculturalismo e às chamadas epistemologias do Sul para compreender, interpretar e aprofundar o escopo sobre esta dinâmica acadêmico-social.

Palavras-chave: Encontro de saberes. INCTI. Diálogo de epistemologias. UnB. Inclusão de mestres e mestras.

Downloads 103  103  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O Ensino de Sociologia na Rede Estadual de Francisco Beltrão: o que se ensina, como se ensina e po Popular Versão: PDF
Atualização:  9/10/2017
Descrição:
LENZI, Denise Aparecida

A pesquisa tem como objetivo principal identificar quais as perspectivas dos professores de Sociologia do município de Francisco Beltrão/PR em relação ao que ensinam, como ensinam e por que ensinam Sociologia. Com base no pressuposto de que toda prática docente possui um fundamento teórico-metodológico, considerado como epistemologia da prática docente, analisa como é compreendido e praticado o ensino de Sociologia pelos profissionais deste município. Para a realização da pesquisa entrevistamos quatorze profissionais que atuaram com a disciplina no ano letivo de 2016, além da leitura de documentos e da bibliografia da área. Analisamos estes dados a partir dos pressupostos do materialismo histórico dialético (Marx, 2007; 2008; Frigotto, 2000; Netto, 2011; Nosella, 2010; Tonet, 2007; Neves, 2005), opção teórico-metodológica que possibilitou a reflexão crítica sobre o objeto de pesquisa, considerando-o em sua totalidade, relações e contradições. A história da Sociologia como disciplina escolar foi marcada por uma longa trajetória de instabilidades, iniciada ainda no final do século XIX, que sempre caracterizou sua ausência ou permanência nas Matrizes Curriculares do Ensino Médio. Em 2008 – com a promulgação da Lei Federal nº 11.684 - ocorre o retorno efetivo da disciplina e seu ensino torna-se obrigatório nas três séries do nível médio da Educação Básica. Tal aspecto é abordado no primeiro capítulo, mediante análise da trajetória da institucionalização da Sociologia e alguns aspectos de seu processo de ensino, a nível nacional e estadual, considerando os documentos oficiais DCNEM, PCNEM, OCNEM e DCE/PR. Entendendo a importância das diferentes tendências pedagógicas enquanto orientadoras das práticas docentes, no segundo capítulo apresentamos o processo de ensino nas perspectivas tradicional, escolanovista, tecnicista, pós-moderna e histórico-crítica, buscando delinear o ensino de Sociologia a partir destas abordagens. No terceiro capítulo, analisamos as perspectivas dos professores de Sociologia de Francisco Beltrão em relação ao que ensinam, como ensinam e por que ensinam a disciplina. Os resultados apontam para o consenso existente entre os docentes sobre o que ensinar e exprimem as lutas que se travam no campo pedagógico pela disputa hegemônica entre as teorias, aferindo a relevância da presença da PHC entre parte dos professores demonstrando como a presença desta teoria, ainda que carregada de contradições e limites, significa um avanço nas relações que se estabelecem no interior da escola. Sobre o como ensinar, indica uma compilação de concepções pedagógicas com ênfase à PHC, como pressuposto teórico-metodológico, revelando a resistência diante à hegemonia da pedagogia das competências. A pesquisa aponta também - sobre o porquê ensinar - que alguns docentes depositam na disciplina a possibilidade de uma formação que prepara para o exercício da cidadania, assumindo uma concepção liberal, desconsiderando, em partes, a existência de uma sociedade com interesses antagônicos. Sob outra perspectiva, há os docentes que destacam a importância dos alunos se apropriarem dos conhecimentos sociológicos, os quais propiciariam, portanto, uma conscientização política e, consequentemente, condições para que reivindique seus direitos e atue efetivamente para uma possível transformação da sociedade.

Palavras-chave: Ensino. Prática docente. Sociologia.

Downloads 939  939  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Mulheres e Trabalho: Diversidade Sexual, Vivências Profissionais e Desenvolvimento Popular Versão: PDF
Atualização:  8/6/2017
Descrição:
SALINO, Rita Estela

Este estudo investigou a relação entre mulheres e seus trabalhos, com foco nas intersecções entre diversidade sexual, vivências profissionais e desenvolvimento humano e sustentável. Partiu-se das perguntas norteadoras: Em que medida a diversidade sexual das mulheres influencia suas relações com o mundo do trabalho? Como a diversidade sexual de mulheres e sua relação com o trabalho interpela o desenvolvimento humano e sustentável? A abordagem metodológica envolveu a pesquisa quali-quantitativa com 108 mulheres com orientação sexual homossexual e bissexual de diversas regiões do Brasil, entre junho a outubro de 2016. Os dados quantitativos foram obtidos mediante questionário online e compilados mediante estatística descritiva; os dados qualitativos emergiram mediante 25 entrevistas em profundidade realizadas com questões semiestruturadas, gravadas, transcritas, codificadas. Os dados do campo foram cotejados com a literatura pertinente, especialmente com os estudos de gênero relacionados ao desenvolvimento humano e sustentável. A análise dos dados permitiu a elaboração de três artigos que integram a seção de resultados. No primeiro artigo, abordam-se as oportunidades de emprego e renda das mulheres homo e bissexuais, suas conquistas e desafios e a relação desses com o desenvolvimento sustentável. No segundo tratou-se das violências de gênero no acesso ao emprego, ascensão na carreira e das interações profissionais cotidianas que interpelam o desenvolvimento humano e sustentável. No terceiro, abordou-se a interseccionalidade de gênero, orientação sexual e raça/cor no acesso ao emprego, ascensão na carreira e interações profissionais para o desenvolvimento das mulheres. Por fim, são tecidas considerações sobre todo ouvido, lido e vivido nesse período. Com este estudo, em síntese, argumenta-se que: 1) a diversidade sexual engendra preconceitos no trabalho, que se interseccionam com questões de gênero; 2) o ambiente do trabalho configurou-se por um território com exercício de poder heteronormativo; 3) o trabalho pode caracterizar-se como um espaço limitador da autonomia feminina, uma vez que impede o direito das mulheres homo e bissexuais de terem asseguradas suas liberdades substantivas e de viverem de acordo com seus próprios valores; e por isso implica em entraves para o desenvolvimento humano e sustentável de mulheres com orientação sexual homossexual e bissexual no trabalho.

Palavras-chave: Gênero. Diversidade. Trabalho. Desenvolvimento humano. Desenvolvimento sustentável.

Downloads 232  232  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Memórias para Educação do Munícipe: Histórias do Portão do Ocoí por entre Memórias Escritas e Memóri Versão: PDF
Atualização:  11/1/2019
Descrição:
PARIZOTTO, Rosângela

Na realização desta pesquisa foi utilizada dois tipos de fontes: orais e escritas, ou seja, realização de uma pesquisa bibliográfica juntamente com uma pesquisa de campo, ambas tratadas como entrevista semiestruturada, com o intuito de documentar as memórias dos personagens que auxiliaram na formação do Distrito do Portão do Ocoí, que, mesmo em meio aos conflitos da posse da terra, fizeram com que ocorresse a construção da Igreja/escola, edificação que marca a criação e a posterior transição como instituição pública, explorando os sentidos do espaço em quatro verbos: ocupar, nomear, morar e trabalhar. Considerou-se o que já existe que é o livro didático utilizado como fonte oficial da memória da origem e das tramas do ensino local. Ao lado dessa fonte oficial, foram expostas memórias registradas pela história oral. Buscou-se compreender e trazer para a escrita à densidade dessas memórias e seus conflitos e, ao mesmo tempo, demonstrar como elas se articulam com a história da educação no município de Missal e qual é a relação da escola no processo de ocupação territorial no Portão do Ocoí, território do município de Missal/Paraná. A opção foi pesquisar desde a formação do distrito administrativo em 1961 até 2017, pois ainda são muitos os moradores vivos que auxiliaram na formação dessas comunidades e que ainda dela fazem parte, auxiliando assim, para inserir significantes e novos elementos na história de formação do nosso município, no caso, na história da educação.

Palavras-chave: Formação das comunidades. Memórias oral e escrita. Memórias e conflitos. Educação formal. História da Educação.

Downloads 37  37  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Juventude Universitária em Guarapuava-PR: Circuitos Musicais e Mediação Versão: PDF
Atualização:  11/1/2019
Descrição:
LIMA, Ricardo de Almeida

O objetivo deste trabalho é analisar a experiência da juventude universitária da cidade de Guarapuava por meio dos circuitos musicais e das mediações, abordando questões relacionadas às dimensões pública e privada das mediações musicais, a produção e o gosto. Trata-se de uma análise a partir da presença de um público universitário emergente no município, chamando atenção para aspectos da sociabilidade e para o trajeto dos jovens dentro da mancha urbana da cidade, avaliando quais equipamentos e dispositivos são acionados na experiência cultural desses universitários para o exercício de suas práticas nos circuitos musicais de Guarapuava. A pesquisa foi realizada a partir de entrevistas semi-estruturadas com jovens e agentes que atuam na produção das manifestações musicais, observação participante dos principais equipamentos culturais urbanos e um questionário virtual desenvolvido na plataforma Google Docs.

Palavras-chave: Juventude universitária. Música. Mediação.

Downloads 30  30  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!História e Cultura Afro-brasileira: uma análise da implementação da Lei 10.639/03 no Colégio Catarat Popular Versão: PDF
Atualização:  9/10/2017
Descrição:
CRUZ, Ailton Machado da

O presente trabalho tem por objetivo apresentar um estudo sobre a implementação da Lei 10.639/03 no processo de inclusão das relações étnico-raciais na escola pública. Esta pesquisa foi realizada junto à Equipe Multidisciplinar e entre estudantes do 3º ano do Colégio Cataratas do Iguaçu. O estudo evidencia as situações discriminatórias que alunos negros ainda vivenciam no processo educativo. Diante disso, procura-se colaborar com estudos pertinentes ao que se refere à educação inclusiva, assim contribuindo no entendimento das relações étnico-raciais. O trabalho está dividido em três capítulos: o primeiro aborda o conceito de diáspora negra na América Latina, história da escravização no Brasil e as articulações e movimentos de resistência. O segundo traz uma discussão sobre as relações da educação das relações étnico-raciais. E no terceiro apresenta-se os resultados da pesquisa realizada no Colégio Cataratas. Como metodologia para a investigação optou-se em uma abordagem qualitativa, compreendendo que esta metodologia propicia uma aproximação diferenciada sobre o tema. Foram realizadas entrevistas individuais, rodas de conversas com integrantes da Equipe Multidisciplinar e com os alunos partícipes da pesquisa.

Palavras-chave: Educação das relações étnico-raciais. Implementação da Lei 10.639/03. Inclusão social.

Downloads 7903  7903  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unila  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Curitiba e Desigualdade: Sentidos de Bairros e de Cidades Tecidos por Crianças de Regiões e Contexto Popular Versão: PDF
Atualização:  9/1/2019
Descrição:
CARDOSO, Julia do Carmo Pabst S.

Investigou-se nessa pesquisa a utilização e a significação dos espaços de dois diferentes bairros da cidade de Curitiba por crianças pertencentes à rede pública e privada de ensino. Essa escolha partiu da necessidade de entender como crianças, sendo atores sociais e sujeitos de direitos, tecem formas de viver em contextos espaciais desiguais. Partiu do seguinte problema de pesquisa: onde e como crianças tecem suas redes de interdependência e dão significados aos espaços do bairro e da cidade morando em regiões diferentes de Curitiba e, mais especificamente, sendo estudantes de escola pública ou privada? Realizou-se conversas com crianças de duas escolas públicas e duas escolas privadas dos bairros Tatuquara e Campo Comprido e observação em áreas verdes desses bairros. Utilizou-se como referencial teórico autores da Sociologia como Norbert Elias (conceitos de sociedade, indivíduo e rede de interdependência); da Sociologia da Infância como Sarmento (criança sendo sujeito de direitos e infância como construção social) e Corsaro (criança sendo produtora de cultura); da Sociologia Urbana e da Geografia como Castells (espaço como expressão da sociedade) e Lefebvre (conceito de urbano e direito à cidade) e, para discutir a desigualdade permeando as relações sociais na sociedade contemporânea, utilizou-se das discussões de Bauman, Noguera e Reygadas. Após a análise dos dados (Bardin), verificou-se quatro indicadores: o medo, o consumo, o brincar e a desigualdade. Depois, organizou-se a rede de interdependência (Elias) de uma criança de cada escola. Quanto aos resultados, evidenciou-se que, Curitiba também é desigual para as crianças e, dessa forma, as tessituras de suas redes são influenciadas por essa desigualdade. A cidade oferece mais oportunidades de lazer e cultura para as crianças da parte norte e central da cidade, pois há vários espaços consolidados e turísticos nesses bairros. Contudo, para as crianças do sul de Curitiba (principalmente do extremo sul) há uma menor diversidade de espaços públicos e esses, muitas vezes, estão em condições precárias. As crianças das escolas públicas e privadas vivem vidas distintas e dão significados diferentes para os mesmos lugares do bairro e da cidade de Curitiba. Nota-se que, mesmo estudando em escola pública, as crianças do bairro Campo Comprido conseguem ir a mais lugares da cidade do que as crianças da escola privada do bairro Tatuquara. As oportunidades de socialização das crianças curitibanas são distintas dependendo da localização da sua moradia e das configurações econômicas e sociais a que pertencem.

Palavras-chave: Crianças. Espaço urbano. Desigualdade. Curitiba. Escolas públicas e privadas.

Downloads 260  260  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Cinema nacional e ensino de sociologia: como trechos de filme e filmes na íntegra podem contribuir c Popular Versão: PDF
Atualização:  1/3/2017
Descrição:
ANGREWSKI, Elisandra

Estudar o cinema na perspectiva da Sociologia passa, antes de tudo, por uma questão cultural, mas não se limita a isto. Pensar os desdobramentos que cercam a temática do cinema é, também, se deparar com questões de ordem social, política, econômica e ideológica das relações entre indivíduo e sociedade, levando-se em conta que as mesmas são estruturadas a partir das esferas da produção e do consumo. Este conjunto de relações constitui por si mesmo uma problemática das Ciências Sociais. Por isso, quando se trata da sala de aula, a projeção de um filme ou de um trecho de filme, não pode se restringir somente ao lazer ou ao entretenimento. Com a implantação da Lei n° 13.006 de junho de 2014, que torna obrigatória a exibição por 2 horas mensais de filmes nacionais nas escolas, a busca por maneiras de trabalhar o cinema nacional de forma significativa na sala de aula tornou-se premente.Foi a busca pela identificação de diferentes perspectivas de trabalho com cinema nacional no ensino de Sociologia na Educação Básica que motivou esta pesquisa. A abordagem metodológica partiu de uma revisão bibliográfica sobre a temática e, na sequencia, foram analisados materiais associados ao cinema presentes na página de Sociologia do Portal Dia a Dia Educação – portal educacional da Secretaria de Educação do Estado do Paraná -, procurando compreender quais as perspectivas de trabalho apresentadas e como estas podem contribuir com a formação crítica do sujeito.

Palavras-chave: Sociologia. Ensino de Sociologia. Cinema. Cinema nacional. Formação crítica.

Downloads 130  130  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site https://www.portal.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 »