Educadores

Ínicio : Matemática : Dissertações : Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Data (antigos listados primeiro)

Categoria: Matemática Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Modelagem Matemática e Computacional de Efeitos em Ondas Sonoras Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
COVO, Carlos Cesar de Carvalho

O presente trabalho tem como objetivo modelar matematicamente e com-putacionalmente alguns efeitos sonoros a partir de um som gravado digital-mente, quantificando-o em valores numéricos e transformando esses valores através de funções matemáticas que alterarão o som original. Dentre os efeitos que serão modelados têm-se: a variação de volume sonoro; o envelo-pamento dinâmico; delays, reverberações e ecos; variação da frequência de um som harmônico associado a uma nota musical; reconstrução sintetizada de um sinal e composição de sons harmônicos. Utiliza-se para tanto imple-mentações computacionais de modelos temporais a partir do processamento digital do sinal sonoro. Este trabalho tem também como objetivo compre-ender o fenômeno sonoro, relacionando esse fenômeno com a percepção que temos do mesmo, como ele é gerado, como se propaga e como é captado. Estuda-se para isso os diversos parâmetros que permeiam esse fenômeno e como ocorre o processamento digital do sinal sonoro. Como resultado são apresentados vários algoritmos desenvolvidos no Scilab, que exploram uma matemática básica e que representam na prática um sintetizador de áudio.

Palavras-chave:Modelagem matemática. Ondas sonoras. Sintetizador de áudio.

Downloads 4944  4944  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Paradoxos Geométricos em Sala de Aula Popular Versão: PDF
Atualização:  5/6/2017
Descrição:
SENTONE, Francielle Gonçalves

Apresentamos neste trabalho alguns paradoxos lógico-matemáticos, como o paradoxo de Galileu, e alguns paradoxos geométricos, como os paradoxos de Curry, de Hooper e de Banach-Tarski. Empregamos os paradoxos de Curry e de Hooper para avaliar, de maneira lúdica, a aprendizagem de conceitos de Geometria, tais como área, semelhança de triângulos, o Teorema de Pitágoras, razões trigonométricas no triângulo retângulo e o coeficiente angular da reta, através da aplicacão de roteiros de atividades em sala de aula. Sugerimos também atividades recreativas para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio envolvendo alguns paradoxos geométricos.

Palavras-chave: O princípio da distribuicão oculta. O paradoxo de Curry. O paradoxo de Hooper. O paradoxo de Banach-Tarski. A sequência de Fibonacci. Matemática recreativa.

Downloads 623  623  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UTFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora! Práticas Pedagógicas de Professores da Educação Básica num Contexto de Formação Continuada em Mode Popular Versão: PDF
Atualização:  5/6/2017
Descrição:
MUTTI, Gabriele de Sousa Lins

A ampliação das discussões sobre a Modelagem Matemática, enquanto área de pesquisa e possibilidade pedagógica para a sala de aula tem sido ratificada por inúmeras pesquisas no âmbito da Educação Matemática. Embora elas façam ecoar pelo país um discurso de apologia à inserção da Modelagem à prática pedagógica dos professores de Matemática, isso tem ocorrido de maneira incipiente. Existem na comunidade de Educação Matemática, autores que associam essa condição à necessidade de inserir os professores em contextos de formação, que efetivamente os habilitem a incorporar essa tendência em sua prática cotidiana. Nesse sentido, foi instaurado um modelo de Formação Continuada de Professores em Modelagem Matemática na Educação Matemática próximo (mas não idêntico) ao estabelecido por "C. M. Garcia". Esse modelo se configura como sub-região de inquérito sobre a qual nos locomovemos intencionalmente. Desse movimento emergiu a interrogação: O que se revela sobre as práticas pedagógicas dos professores da Educação Básica, participantes de uma Formação Continuada de Professores em Modelagem Matemática na Educação Matemática? que se constituiu como orientadora dessa investigação, assumida sob uma perspectiva fenomenológica. Ao persegui-la, vimos a possibilidade de investigar as práticas pedagógicas dos professores participantes sob dois aspectos: o discurso e a ação. Para tanto, a coleta dos materiais que se constituíram dados da pesquisa se deu em dois diferentes âmbitos: os encontros da formação e as salas de aula desses professores. No âmbito dos encontros, olhamos para o que diziam oral ou textualmente os discursos dos onze professores participantes, no período de novembro de 2015 a julhos de 2016, perfazendo um total de quatorze encontros considerados. Dirigimos-nos ainda às salas de aula de oito desses professores e observamos oito aulas de cada um deles. Após a coleta e transcrição dos materiais, passamos para o processo de análise e interpretação que foi otimizado pelo software Atlas.ti. Todos os materiais coletados foram analisados conjuntamente, sem que houvesse uma separação professor a professor. Iniciamos destacando do texto das transcrições os excertos que se mostravam convergentes à nossa interrogação, visando constituir unidades de significado. Dessa análise, emergiram quatro categorias abertas, que foram descritas e interpretadas a partir de um movimento fenomenológico-hermenêutico. As interpretações revelaram, entre outras coisas, que as práticas pedagógicas dos professores participantes são dotadas de um caráter de pluralidade que fornece indícios, tanto de um movimento de ruptura com o modelo tradicional de ensino da Matemática, quanto de uma disposição à adoção da Modelagem. Para que essa adoção se efetive, no entanto, é necessário que existam condições sócio-epistemológico-formativas que garantam o impulso e a permanência desses professores nesse novo estilo de trabalho. Além disso, as interpretações explicitam que a formação em Modelagem deve ser flexível e compartilhada, de modo que possa acolher os professores respeitando seus diferentes estágios de desenvolvimento em relação à apropriação da Modelagem, estimulando-os a avançar e instaurando um ambiente comum - a constituição de um coletivo em Modelagem - que permita o fortalecimento de uma compreensão entre seus membros acerca da Modelagem enquanto prática possível.

Palavras - chave: Ação docente. Tendência da Educação Matemática. Formação de Professores.

Downloads 483  483  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Método de Comparações Visuais entre Medidas de Segmentos como Facilitador da Aprendizagem de Conceit Popular Versão: PDF
Atualização:  6/6/2017
Descrição:
GONCALVES, José Sinval Soares

Sabendo das grandes dificuldades apresentadas pelos alunos com relação à trigonometria, entendemos que toda ferramenta que possa auxiliar no ensino deste conteúdo sempre será bem vinda. O objetivo desse trabalho é apresentar uma proposta pedagógica que consiste na utilização de um método aparentemente simples que denominamos Método de Comparações
Visuais. Este método consiste em obter valores gerados por razões entre medidas de figuras semelhantes ou mesmo o valor do número PI sem a necessidade de medir e dividir usando unidades padronizadas de medição. Basta observar os comprimentos dos segmentos que representam os lados de triângulos, uma circunferência retificada e seu diâmetro, entre outros e comparar. Esta comparação começa em verificar se a medida de um comprimento é maior, menor ou igual que a medida de outro comprimento e vai até uma comparação mais refinada, com o fracionamento de um dos segmentos. A ideia principal é tentar estimar um valor, se as medidas são iguais, se a medida menor vale metade ou talvez setenta e cinco por cento (três quartos) da maior, ou se a maior vale duas, três, ou quem sabe uma vez e meia a medida menor, apenas com o olhar, sem dividir valores numéricos. Acreditamos ser válida a mensuração, comparação, desenhar em escala e medir na escala desenhada para fazer estimativas, pois estas atividades e procedimentos auxiliam na compreensão dos resultados que serão demonstrados posteriormente.

Palavras-chave: Trigonometria. Semelhança. PI. Comparações entre medidas.

Downloads 329  329  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEPG  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Um Estudo da Estrutura a Termo de Taxas de Juros de Títulos Públicos Prefixados e o Modelo de Svenss Popular Versão: PDF
Atualização:  8/6/2017
Descrição:
FROTA, Silvia Franciele Padilha

A Estrutura a Termo de Taxas de Juros (ETTJ) é um elemento essencial para formulação da política monetária. Ela é capaz de indicar as expectativas do mercado financeiro em relação as taxas de juros futuras. Nesse trabalho estudamos a formação da ETTJ com enfoque maior na matemática envolvida, haja visto que na literatura esse assunto em geral é tratado apenas com
foco na economia. Demonstramos as relações matemáticas entre as taxas de juros à vista, futuras e instantâneas. Estudamos também o modelo matemático empírico de previsão da curva de juros proposta por Lars E. O. Svensson (SVENSSON, 1994). Esse modelo é de fácil aplicação pois necessita de poucos parâmetros para se ajustar a curva de juros. Por esse motivo esse modelo tem sido amplamente usado em Bancos Centrais de diversos países inclusive pelo Banco Central do Brasil. Concluímos com uma aplicação do modelo de Svensson (SVENSSON, 1994) utilizando os preços dos títulos prefixados do Tesouro Direto.

Palavras-chave: Estrutura a termo de taxas de juros. Modelo de Svensson. Taxa futura instantânea. Títulos públicos.

Downloads 1052  1052  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UTFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O Conceito Moderno de Simetria: uma Proposta de Abordagem para o Ensino Médio Popular Versão: PDF
Atualização:  9/10/2017
Descrição:
PIZZO, Alan Machado

O presente trabalho trata do conceito moderno de simetria, desenvolvido a partir da sua definição, na qual utiliza três pilares: transformação, isometria e invariância. O objetivo é apresentar uma proposta de abordagem de simetria para o Ensino Médio, seguindo estes pilares. Para isso, pesquisamos como a palavra foi empregada em diferentes períodos até sua gênese no século XVIII com Adrien-Marie Legendre. Também verificamos como os documentos oficiais que estabelecem os currículos de Matemática tratam de simetria, assim como os livros didáticos do Ensino Médio, adotados nas maiores escolas de Londrina. As reflexões sobre nossos estudos nos permitiram elaborar uma proposta com atividades que se alinham com o conceito moderno de simetria. Nossa proposta é direcionada para os professores do Ensino Médio, para que eles tenham condições de utilizá-la em suas aulas, assim como elaborar suas próprias abordagens à luz do conceito moderno de simetria e, com o auxílio da geometria dinâmica, por meio do software GeoGebra.

Palavras-chave: Simetria. Ensino Médio. História da simetria. GeoGebra.

Downloads 377  377  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Triângulo e suas Invariantes: Investigações por meio de Aplicativos Dinâmicos Popular Versão: PDF
Atualização:  9/10/2017
Descrição:
TATARIN, André Luis

Há uma significativa quantidade de softwares educacionais à disposição dos docentes. Especialmente em relação à Matemática, o ensino de Geometria se torna mais eficiente a partir do uso de tais recursos. No entanto, ainda se percebem impedimentos em relação ao manuseio destes softwares, por diferentes motivos. Um deles, certamente, é o tempo demandado para a elaboração das atividades e este foi o principal elemento motivador deste estudo: oferecer, aos docentes, ferramentas, a partir do uso do GeoGebra (software escolhido por ser livre, dinâmico, multiplataforma e que reúne recursos também de álgebra e cálculo), que propiciem dinamismo às aulas sem sobrecarregá-los com mais planos e tarefas. Ao longo do estudo, montaram-se 12 miniaplicativos que envolviam o estudo do triângulo e suas invariantes. Também se buscou fundamentar a necessidade de se inserir recursos tecnológicos às aulas, a partir do que se encontra nos Parâmetros Curriculares Nacionais e no Plano Nacional de Educação, além de literaturas de especialistas no ramo da Educação e da Matemática. Por fim, criaram-se planos de aula, com orientações ao professor para cada miniaplicativo, os objetivos da atividade, orientações quanto à aplicação e metodologia, bem como a avaliação, além de uma descrição da atividade pelo método tradicional.

Palavras-chave: Miniaplicativo. Geometria. Triângulos. GeoGebra.

Downloads 1462  1462  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Licenciatura em Matemática e a Preparação para a Docência: o que Dizem os Licenciandos Popular Versão: PDF
Atualização:  16/4/2018
Descrição:
VOLKMAN, Elizabete

A aprendizagem da docência e o desenvolvimento profissional são processos que ocorrem durante toda a vida do professor. A formação inicial em cursos de licenciatura constitui a base de um processo formal e sistematizado de aprendizagem do ensinar e da profissão docente, sendo ainda um período importante de (re) construção e consolidação de práticas e concepções em torno do ser professor. Desse modo, a presente pesquisa tem como objeto de estudo as concepções discentes sobre a docência e sobre a preparação para a docência na licenciatura. O estudo teve como objetivo principal analisar as concepções dos acadêmicos da Licenciatura em Matemática sobre a docência e sobre a sua preparação para a docência. Procuramos discutir os conceitos e princípios da formação de professores, da docência e as contribuições dos estudos sobre os saberes docentes para a formação inicial. Para fundamentar as análises sobre as relações de poder e as hierarquias entre as disciplinas dentro do campo universitário nos apoiamos nos conceitos de habitus, campo e capital cultural de Pierre Bourdieu. A pesquisa se insere na abordagem qualitativa e os dados foram coletados por meio de questionários (N=39) e entrevistas semiestruturadas (N=8) com licenciandos do quarto ano do curso de Licenciatura em Matemática pertencentes a duas universidades públicas estaduais do Paraná. Como procedimento metodológico realizamos também a análise documental do Projeto Pedagógico do Curso de Matemática das universidades investigadas. Para organização e análise dos dados adotamos a Análise de Conteúdo (BARDIN, 2011) e Análise de clusters. Nossos resultados apontam que a escolha profissional pelos licenciandos em Matemática envolvem questões subjetivas como afinidade pela área, vontade de ser professor e a docência como segunda opção e que o processo formativo vivenciado na licenciatura influencia nesse processo de escolha profissional. Os licenciandos investigados também enfatizaram a falta de conteúdos voltados para a docência na Licenciatura em Matemática.

Palavras-chave: Formação inicial docente. Preparação para a docência. Saberes docentes. Licenciatura em Matemática.

Downloads 249  249  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEPG  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O Uso das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) na Prática Pedagógica do Professor Popular Versão: PDF
Atualização:  20/4/2018
Descrição:
COSTA, Letícia Perez da

A presente dissertação insere-se na linha de pesquisa Teorias e Práticas de Ensino na Educação Básica. Tem como eixo fundamentador o uso de Tecnologias de Informação e Comunicação na Formação de Professores. Esta pesquisa tem por objetivo geral analisar a reflexão quanto ao uso significado das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC), na prática pedagógica do professor de Matemática do Ensino Médio, e foi desenvolvida visando a análise de quais são as possibilidades do uso significado das TDIC em sala de aula. Para tal, fez-se uma pesquisa no banco de teses e dissertações da CAPES sobre os estudos realizados a respeito desse assunto. Depois relacionou-se o uso significado das TDIC para aprendizagem do aluno, o papel do professor de Matemática e sua formação inicial e continuada e como elas encontram-se inclusas nestes processos. Na sequência, discorreu-se sobre o uso das tecnologias digitais da informação e comunicação na educação buscando entender o quanto ela está envolvida no processo de ensino e aprendizagem, tanto dos professores em sua formação, quanto na construção do conhecimento, na mediação professor-aluno e vice-versa. Para esta investigação definiu-se a abordagem qualitativa para uma pesquisa do tipo exploratória. Os instrumentos de coleta de dados utilizados foram o diário itinerante e a entrevista estruturada, realizados a partir de observação participante das aulas de um professor. O referencial teórico para a análise dos dados da entrevista foi a Análise do Discurso (AD). Como resultados alcançados ressalta-se que o professor pesquisado faz a reflexão sobre uso das TDIC em sua prática docente, entretanto falta a formação tanto inicial quanto continuada que aborde a autonomia de uso, o planejamento das ações e a participação entre os pares educacionais para o processo de ensino e aprendizagem.

Palavras-chave: Prática pedagógica. Formação de professores e tecnologia. Tecnologias digitais da informação e comunicação. Ensino de Matemática. Aprendizagem significativa.

Downloads 181  181  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Matemática Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!A Modelagem Matemática no Processo de Ensino e Aprendizagem da Matemática no Ensino Fundamental: açõ Popular Versão: PDF
Atualização:  20/4/2018
Descrição:
KOMAR, Marcelo Fabricio Chociai

O presente trabalho apresenta aspectos da Modelagem Matemática na Educação Matemática, capazes de constituir-se em alternativa para os processos de ensino e aprendizagem da Matemática no âmbito do Ensino Fundamental da Educação Básica. O foco da nossa investigação centrou-se na seguinte questão: Que elementos da Modelagem Matemática, na concepção da Educação Matemática, se constituem nos processos de ensino e aprendizagem dos estudantes do Ensino Fundamental? O objetivo geral consiste em estabelecer a Modelagem como uma metodologia de ensino e aprendizagem da Matemática, a partir da análise dos elementos proporcionados pelas ações e interações dos estudantes e professor, no desenvolvimento de atividades de Modelagem. A partir do objetivo geral delimitamos os objetivos específicos: identificar e analisar aspectos pedagógicos, psicológicos e comportamentais percebidos nos estudantes quando envolvidos nas atividades de Modelagem Matemática. Também observar em que medida a atitude do professor favorece aprendizagem envolvendo a Modelagem Matemática. Para cumprimento da questão e objetivos esta investigação é concebida na perspectiva qualitativa/interpretativa, com delineamento na perspectiva de Lüdke e André (1986). O tratamento dos dados segue a perspectiva de Bogdan e Biklen (1994). Buscamos nesse delineamento compreender, a partir dos dados coletados, sob o ponto de vista docente, a possibilidade de o professor pesquisar o processo do ensino, e sob a ótica dos estudantes, ações e procedimentos capazes de favorecer a aprendizagem dos conteúdos matemáticos e aprendizagens de outros campos do conhecimento, uma vez que podem indicar caminhos e estratégias e, sugerir questionamentos que beneficiam ao estudante assumir um papel ativo na construção de seu conhecimento, antes tratado de maneira cartesiana e tradicional. Os resultados desta pesquisa apontam que a Modelagem Matemática, na perspectiva assumida oportuniza a capacidade de desenvolvimento da autonomia decorrentes da ação de pensar, refletir, buscar dados, levantar e encontrar solução para os problemas proporcionados pela coleta de dados, em relação ao tema escolhido. A interação entre os participantes, professores e estudantes, revelou-se como um elemento potencializador do desenvolvimento das atividades e de aprendizagens, tanto do conteúdo matemático como de outros aspectos não matemáticos que se relacionam ao desenvolvimento de um tema, proporcionando o desenvolvimento de ações que favorecem o pensamento crítico e reflexivo dos estudantes.

Palavras-Chave: Educação Básica. Modelagem Matemática. Ensino e aprendizagem.

Downloads 1178  1178  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicentro  Site http://
Avaliação: 10.00 (4 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 (6) 7 8 »