Educadores

Ínicio : Arte : Dissertações : Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (Z a A)

Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Simulação: Recursos do Teatro em Cursos de Medicina e Enfermagem Popular Versão: PDF
Atualização:  11/1/2019
Descrição:
MASTEY, Raquel Júlio

Esta dissertação apresenta os recursos de teatro presentes na prática metodológica de Simulação, especificamente nas graduações de medicina e enfermagem. A metodologia incluiu várias estratégias de pesquisa. Foi realizada revisão bibliográfica em documentos que discutem a educação e saúde como Política Pública, considerando as reflexões sobre a formação humanizada, para estudantes ou trabalhadores que atuam ou atuaram no SUS. Foi também realizado o detalhamento dos recursos de teatro, pinçados na literatura de saúde e mesclados à visita técnica e observações em Laboratórios de Simulação, nos quais é possível juntar teoria e prática, na compreensão da estrutura da Simulação e os Recursos de Teatro, presentes nela, tais como: roteiros, cenários, bonecos e manequins estáticos, trabalho de atrizes e atores e caracterização. Além disso foram descritas: as práticas observadas em Laboratórios de Simulação de quatro universidades, a minha participação como atriz de Simulação e as entrevistas com profissionais que prestaram serviços interpretando personagens nos cenários de Simulação. Este trabalho traz como principal objetivo dar ciência à comunidade acadêmica de Teatro, por meio de informações relevantes, sobre os pressupostos teóricos e trabalhos práticos, de uma metodologia da saúde que faz uso de diversos recursos de teatro e tende a expandir, inaugurando um novo espaço de trabalho e pesquisa para artistas da cena.

Palavras-chaves: Simulação. Saúde. Educação. Teatro.

Downloads 3864  3864  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Udesc  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Representação social de danças tradicionais gaúchas Popular Versão: PDF
Atualização:  17/2/2016
Descrição:
IOTTI, Valdenir

A cultura gaúcha, disseminada principalmente no sul do Brasil, é expressão de um contexto sociocultural da região sulina, marcada por forte influência dos imigrantes que ocuparam o território. Com características singulares, a cultura gaúcha se diferencia das demais culturas brasileiras, encontrada em outras regiões do Brasil. Sua maneira de atuar permite vivenciar e atualizar valores que referencia a tradição. A pesquisa tem como objetivo compreender as representações sociais de dança para um grupo de pessoas que participam do festival de danças tradicionais gaúchas do estado do Paraná, pelo CTG Recordando os Pagos de Francisco Beltrão. Ao pensar o CTG (Centro de Tradições Gauchas) como um espaço que promove a educação não-formal, essencial para a formação do sujeito na cultura gaúcha, com saberes e valores que não se aprendem na vivência escolar, a presente pesquisa justifica-se no mestrado em educação, pois aborda um tema de educação. Há a necessidade de identificar as representações sociais que são ancoradas nos valores propostos nas práticas das danças tradicionais, conseqüentemente relacionar a cultura gaúcha com a linguagem das danças tradicionais, contemplando a educação não formal que ocorre entre os sujeitos. Para tanto a pesquisa se deu entre os meses de outubro e novembro do ano de 2013, com a contribuição de 14 dos 24 dançarinos do Centro de Tradição Gaúcha Recordando os Pagos. Após feita a geração dos dados, realizou-se uma análise por meio dos dois métodos apresentados pela Representação Social, que é apresentada na abordagem processual e estrutural, constatando a representação dos dançarinos no que se refere a Dança Tradicional Gaúcha. Podemos destacar, a relação de sentimento apresentado pelos dançarinos e a relação dança competição que fica evidente nas análises.

Palavras-chave: Cultura. Saberes. Valores. Representação social. Cultura gaúcha.

Downloads 2034  2034  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU – FURB  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Os nomes de rua e o ciclo do café: um estudo enunciativo da designação em Londrina Popular Versão: PDF
Atualização:  16/2/2016
Descrição:
NEVES, Julianne Rosy Do Valle Satil

Neste trabalho, analisamos o processo designativo do acontecimento de nomeação de ruas e avenidas em Londrina, cidade localizada no Norte do Paraná. Em nossa investigação, consideramos o período histórico-econômico Ciclo do Café – cenário da fundação do município, em 1929, e de sua emancipação política, em 1934 – que constituiu contexto fundamental para a expansão econômica londrinense nas décadas seguintes. Para tanto, revisitamos as contribuições teóricas que tratam da questão dos nomes próprios, articulando trabalhos advindos da Filosofia da Linguagem com formulações provenientes da Semântica do Acontecimento, área de estudos da significação inaugurada por Eduardo Guimarães. Assumindo a nomeação de rua como uma prática enunciativa afetada pelo interdiscurso – memória do dizer – e não apenas como uma atividade referencial exercida pelo Poder Público, procuramos interpretar como se dá a constituição de sentidos desses nomes dentro do espaço urbano de Londrina. Nomes que, a nosso ver, são enunciados narradores da própria história da cidade. Nesse sentido, buscamos compreender, em um primeiro momento, o funcionamento semântico-enunciativo das nomeações “Patrimônio Três Bocas” e “Londrina”, as quais foram atribuídas à cidade durante seu processo de fundação. Em um segundo momento, nosso foco recai sobre o funcionamento semântico-enunciativo dos nomes de ruas e avenidas presentes na Lei Municipal 216/1953, a primeira a fixar os limites e a nomear cada uma das vias públicas da zona urbana de Londrina, reunindo, em um mesmo documento, todos os logradouros da cidade. O resultado obtido nessas análises possibilitou o desenvolvimento de uma reflexão sobre a prática enunciativa de nomear ruas no espaço de enunciação da Língua Portuguesa do Brasil. Além disso, demonstrou como esses nomes enunciam elementos formadores da história do município de Londrina, consolidando-se como fatores constituintes da identidade londrinense.

Palavras-chave: Semântica. Enunciação. Designação. Nomes de rua. Ciclo do café.

Downloads 3981  3981  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O som, seus parâmetros, e a música: o ensino dos elementos musicais  Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
IBAÑEZ, César Augusto

Este trabalho consiste numa pesquisa teórica e de campo, com vistas a produzir orientações pedagógicas para o ensino de música. Teve por objetivo propor uma alternativa de ensino dos elementos musicais (melodia, ritmo, harmonia e timbre, entre outros) mediante sua observação como fenômeno físico, investigar a origem destes elementos por meio dos parâmetros do som (altura, intensidade, duração e timbre) e das variáveis de uma onda sonora (freqüência, amplitude, período e comprimento), reconhecer a percepção destes conceitos como expressão de inteligência sonora, e verificar o perfil cognitivo dos educandos acerca dos elementos musicais e dos parâmetros do som, e o que isso implica para o aprendizado em música. A pesquisa de campo desenvolvida constitui um estudo de caso com abordagem qualitativa. Os dados foram obtidos de uma turma do segundo ano do ensino médio de uma escola pública estadual, localizada na região norte do Paraná, na cidade de Londrina. Frente às leituras feitas realizaram-se reflexões voltadas à necessidade de preservar e incentivar a autonomia do educando, propondo-se a ele diretrizes e atividades que contribuíssem para a sua formação como leitor de textos sonoros, assim como, para o desenvolvimento da inteligência sonora. Buscou-se definir a relação existente entre os parâmetros do som e os elementos musicais gerados por eles, reconhecendo-se que a compreensão da origem desses conceitos sonoros como fenômeno físico deve ser vista como uma manifestação de inteligência sonora. Concluiu-se que a turma investigada ignora boa parte das definições dos conceitos sonoros tratados nesta pesquisa; a aprendizagem e o reconhecimento destes conceitos são facilitados quando acompanhados de uma ilustração sonora; é possível tornar o ensino desses conceitos sonoros significativo, partindo-se da perspectiva de explicá-los na qualidade de fenômeno físico, levando a perceber que o conhecimento dos parâmetros do som e dos elementos musicais é fundamental para desenvolver a inteligência sonora. Assim, este entendimento, além de outras reflexões acerca da educação foram considerados como subsídios para a prática pedagógica do professor, e também como uma forma de criar condições de acesso à cultura para o educando e para o educador, uma vez que os conceitos tratados neste estudo estão presentes na linguagem sonora e no discurso musical e, portanto, na leitura de textos sonoros.

Palavras-chave: Educação. Leitura. Formação de Professores. Música. Inteligência Sonora.

Downloads 955  955  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O jovem e a aula de música: uma vivência para além da organização não governamental Popular Versão: PDF
Atualização:  22/6/2016
Descrição:
MALAGUTTI, Vânia Gizele

Este estudo trata da relação entre os jovens e a música, entendendo a juventude pela ótica da diversidade, tendo a cautela de não cair em determinismos, levando em consideração os diferentes sistemas de interação simbólica e sociais que interferem na trajetória social dos jovens (DAYRELL, 2001). Neste trabalho, tem-se como objetivo geral investigar qual o papel que a música cumpre na vida de jovens que participam de aulas de música em uma ONG (Organização Não Governamental) na cidade de Maringá/PR. Optou-se por construir as questões de pesquisa tendo como ponto de partida as aulas de música em ONGs. A partir da fala dos jovens, foram buscadas respostas para as seguintes perguntas: O que os levam a participar das aulas de música em ONGs? Os conhecimentos musicais adquiridos são levados para outros espaços de convívio, como a escola, a família ou espaços religiosos? Como eles passaram a se relacionar com a música a partir da participação nas aulas de música proporcionadas pela instituição? Das aulas de música participam jovens com idades entre 10 e 18 anos, tendo como instrumento principal o violão. A pesquisa se caracteriza como um estudo de caso com abordagem qualitativa (MINAYO, 1995; BOGDAN e BIKLEN, 1994; LUDKE e ANDRE, 1986). Utilizou como instrumentos para coleta de dados documentos fornecidos pela instituição, observações das aulas, entrevista com grupo focal e entrevistas individuais. Foram realizadas observações entre os meses de maio e dezembro de 2012, duas entrevistas com grupo focal e entrevistas semi-estruturadas com seis jovens, com idade entre 13 e 17 anos. Além dos jovens, o presidente e o professor da ONG também foram entrevistados a fim de conhecer como o trabalho da instituição é organizado. A partir da análise dos dados, foi possível perceber que os jovens participantes da pesquisa reconhecem como conhecimentos musicais o aspecto vivencial da música (SMALL, 1989), no caso a prática musical com o violão. Esses jovens buscam participar de práticas comunitárias em diversos ambientes e o aprendizado não se dá apenas na instituição, mas de forma “não linear” (SMALL, 1989) a partir da interação em diversos espaços de convívio.

Palavras-chave: Juventude. Música. ONG.

Downloads 3490  3490  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O Ensino da Arte nas Prisões: desafios, possibilidades e limites para uma Educação Humanizadora Popular Versão: PDF
Atualização:  17/10/2017
Descrição:
MARTINS, Valdir Borges

A presente pesquisa tem por objetivo analisar o ensino a arte a partir de sua dimensão humanizadora, enquanto disciplina escolar ofertada a alunos em situação de privação de liberdade, verificando os desafios, limites e possiblidades para tal oferta. Para tanto, foi direcionado um estudo da arte a partir de uma conceituação que caracterize seu aspecto humanizador. Desta forma, escolheu-se como fundamentação teórica a estética marxista, por compreendermos que o marxismo, fundamentado na historicidade humana, nos fornece sólidas bases para compreensão do humanismo, pois nos tornamos mais humanos na medida em que tomamos consciência de nossa história. Ao relacionar arte e humanização à educação prisional, optamos por um estudo sobre as políticas públicas para esta modalidade de ensino, verificando os desafios para efetivação dessa oferta, a legislação existente, a aplicabilidade na educação enquanto direito e a possibilidade de reintegração social de alunos atendidos em unidades penais. Após a análise conceitual da arte e a compreensão da especificidade da penitenciária enquanto potencial espaço educacional, verificamos a possiblidade de humanização pela arte e pela educação em si nesse espaço. Refletiremos, ainda, sobre as concepções de ensino da arte no Brasil, e sobre o universo prático desse ensino por meio da análise do Projeto Político Pedagógico da escola no que se refere ao ensino de arte. Este trabalho, portanto apresenta os desafios e possibilidades relacionados aos temas: humanização, arte, educação e prisão.
.
Palavras-chave: Arte. Humanização. Educação. Prisão. Estética marxista.

Downloads 766  766  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Tuiuti  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O adeus às violas As Companhias de Reis da região dos Cinco Conjuntos no município de Londrina/PR Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
LOPES, André Camargo

Esta dissertação propõe a investigação, a partir de um trabalho de campo e teórico, tendo como objeto geral, três Companhias de Reis da região norte do município de Londrina (PR), e por delimitação espacial, o conjunto de bairros denominados por Cinco Conjuntos e os bairros agregados a estes no processo de desenvolvimento e expansão urbana do município. Especificamente, a ideia é abordar as Companhias de Reis a partir de suas especificidades dentro do catolicismo tradicional popular, assim como, situar a discussão desta tradição na análise biográfica de seus agentes produtores e a rede de sociabilidade que os envolvem. Com isso, objetivamos revelar a partir do estudo desta tradição, o conjunto de fatores que envolvem a sua manutenção e permanência em determinados espaços sociais, a partir de uma perspectiva de ressocialização do sujeito. É foco da pesquisa, as estratégias de transmissão e reprodução da tradição dentro dos núcleos familiares, assim como o próprio imbricamento do catolicismo tradicional popular brasileiro, no trânsito entre as variações do espaço social a partir do fenômeno migratório, do qual estes agentes fazem parte.

Palavras-chaves: Catolicismo tradicional popular brasileiro. Folia de Reis. Ressocialização do sujeito. Migração. Tradição familiar.

Downloads 227  227  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 1.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!No palco, professoras de teatro: corpo e identidades em perpectiva verbo-visual Popular Versão: PDF
Atualização:  16/2/2016
Descrição:
ARAUJO, Reinaldo Kovalski De

A presente pesquisa busca compreender os efeitos de sentidos sobre corpo e identidades que permeiam os discursos de professoras de teatro, a partir da confecção de protocolos teatrais na perspectiva da verbo-visualidade. A coleta de dados foi realizada com a participação de professoras acadêmicas e egressas do curso de Licenciatura em Teatro na Faculdade de Artes do Paraná, durante um projeto de pesquisa que resultou na encenação teatral REQUEER. Ao final do processo de montagem do espetáculo, que teve duração de um ano, as professoras foram convidadas a elaborar protocolos teatrais verbo-visuais voltados para à síntese da experiência vivida. Para tanto trabalhou-se a confecção dos protocolos para além de uma experiência meramente escrita, a partir da perspectiva da verbo-visualidade. O aporte teórico para análise da materialidade discursiva é a Análise do Discurso de linha francesa, tendo como principais teóricos Michel Pêcheux e Eni Orlandi. Apropriamo-nos nessa pesquisa do corpus dos enunciados verbo-visuais contidos nos protocolos teatrais para discuti-los enquanto acontecimentos enunciativos, articuladores de práticas discursivas que entram na ordem do saber/poder. Para tanto, parto das concepções de Michel Foucault no que tange ao discurso, a fim de discutir efeitos de sentidos que se dispersam nos enunciados. As concepções de corpo e identidade serão articuladas a partir dos estudos de gênero e da teoria queer, tendo como principais autores Judith Butler e Guacira Lopes Louro. Os resultados apontam para a busca das professoras de teatro por um aporte para discussão de corpo e identidades em suas aulas, a procura por um corpo queer no teatro, “livre de significações”, e o teatro como possibilidade de discussão de corpo e identidades no espaço escolar.

Palavras-chave: Teatro. Educação. Corpo. Identidades. Verbo-visualidade.

Downloads 265  265  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Música como jogo: significados atribuídos por alunos do ensino fundamental ao vivido nas oficinas de Popular Versão: PDF
Atualização:  16/2/2016
Descrição:
REIS, Leandro Augusto Dos

A presente pesquisa objetivou analisar o processo criativo por meio dos significados dos sujeitos acerca do vivido nas oficinas de música. Buscamos, neste estudo, uma aproximação da música como jogo com a Epistemologia Genética de Jean Piaget. A metodologia que adotamos é a pesquisa descritivo-interpretativa, de abordagem qualitativa e embasada no método clínico piagetiano. Os participantes da pesquisa foram 12 alunos do 8º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública da cidade de Londrina/PR. Os alunos foram convidados a participar das oficinas, no período do contraturno, por meio de inscrições. Os encontros totalizaram seis, envolvendo a fase preparatória de descobertas do material sonoro e o ato criativo sendo composto por jogos de composições em diferentes arranjos interpares. A análise dos resultados foi realizada a partir de dois eixos norteadores: 1) conceito inicial de música extraído dos significados advindos de representação pictórica, textual e relato verbal; 2) significados do processo criativo nos parâmetros composição, performance e apreciação, por meio de relato verbal. Os resultados desta pesquisa evidenciaram a relevância das oficinas com jogos musicais como experiência de produção de significados e como oportunidade de viabilizar a observação dos processos criativos. Além disso, permite desenvolver o conceito ampliado de música, bem como reflexões acerca do ensino de música na escola.

Palavras-chave: Educação. Educação musical. Psicologia da música. Jogos. Oficina de música.

Downloads 252  252  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Leitura de imagem no ensino da arte: a fala e a prática dos/as professores/as da educação básica Popular Versão: PDF
Atualização:  16/2/2016
Descrição:
FAGUNDES, Edimara Alves

A imagem, na atualidade, tornou-se um veículo tão corriqueiro que corre, assim, o risco de chegar até a mente sem ser percebida pelos olhos, possibilitando a introjeção de desejos, ideias e atitudes determinantes sobre a realidade. Torna-se importante aproximar-se deste tema, no campo da educação, para fornecer ferramentas que possam contribuir numa relação com as imagens de forma mais significativa. No ponto de vista desta investigação, a disciplina de arte é responsável não somente por ampliar o repertório imagético e cultural dos/as estudantes, mas também pela forma como a relação com as imagens se estabelece. O objetivo geral deste trabalho é compreender como os/as professores/as realizam as atividades de leitura de imagem com vistas ao ensino da arte na educação básica. Objetiva-se especificamente: refletir acerca da inserção da leitura de imagem no ensino da arte; analisar a prática do/a professor/a de arte, por meio de grupo focal, no ensino fundamental e médio de escolas estaduais da cidade de Curitiba, com relação à leitura de imagem nas aulas de arte; refletir sobre as possibilidades e limites da atividade de leitura de imagem no ambiente escolar. Neste trabalho, apresenta-se como metodologia a abordagem qualitativa, fazendo-se uso da pesquisa colaborativa, do grupo focal e acompanhando as atividades realizadas por dois/duas professores/as. Possibilitou-se, assim, o diálogo entre professores/as, revelando as suas práticas e como essas podem anunciar uma realidade. As estratégias para coleta de dados foram: grupo focal e acompanhamento de atividade, sendo o grupo constituído de questionário, análise da elaboração de atividade de leitura de imagem de forma individual, análise da elaboração e aplicação de atividade de leitura de imagem junto aos/às estudantes de forma coletiva, utilizando-se de métodos da história oral. O acompanhamento de atividade constituiu-se pela análise do planejamento, debate sobre contexto do/a estudante e análise de atividade de leitura de imagem realizada junto aos/as estudantes. A pesquisa defende o ponto de vista de que a leitura de imagem, nas aulas de arte, pode ampliar a criticidade e a criatividade, e, quando envolvida no contexto do/a estudante, adquire um maior nível de significação, uma vez que se liga a sua sensibilidade que, normalmente, é negada no espaço escolar. Desta forma, é necessário criar bases para que o/a professor/a possa oferecer essas condições ao/a aluno/a.

Palavras-chave: Educação. Ensino da arte. Leitura de imagem.

Downloads 17144  17144  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ  Site http://
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 3 »